Views
1 year ago

Dezembro/2015 - Revista VOi 126

Grupo Jota Comunicação

• PRINCIPAL Entao é

• PRINCIPAL Entao é Natal... Entao é Natal... É chegada a época em que o amor, a esperança e a emoção tomam conta da capital Não é à toa que Curitiba é considerada a Capital do Natal. Nessa época do ano a cidade se transforma em um espetáculo de luzes, cores e, é claro, solidariedade. Além dos moradores que podem desfrutar de todas as atrações, Curitiba recebe anualmente muitos turistas que vêm conhecer os encantos da cidade em dezembro. Mas o que mais encanta mesmo é o sentimento de solidariedade que desperta nas pessoas e, acima de tudo, transforma o Natal de crianças e, até mesmo, adultos. Entregas de brinquedos, doações, apresentações que fazem os olhos brilhar e luzes que emocionam. Tudo isso para que haja sempre um desejo de recomeço e esperança. Este mês a Revista VOi traz diferentes olhares sobre o Natal na capital! 30

Fotos: divulgação Gerson Guerra Natal feliz para todos No começo dos anos 90, quando entrou em contato com as artes, a vida do engenheiro civil Gerson Guerra passou por uma reviravolta. O teatro, a poesia e o design fizeram com que Gerson largasse a engenharia e mergulhasse de cabeça nesse novo universo. Em 1994 formou-se na Escola do Ator Cômico, mesma época na qual criou o personagem Anarqino e Sua Trupe e a Agendarte. Ele decidiu que passaria a usar a arte de forma solidária, levando alegria e ajudando aqueles que mais precisam. Há 13 anos Gerson promove, junto com Simone Tanus, uma Festa de Natal para arrecadar brinquedos, que são distribuídos para as crianças internadas no Hospital de Clínicas e nos ambulatórios em volta dele. “Convidamos amigos e parceiros para participar dessa festa, onde o ingresso é um brinquedo. Fazemos a entrega com Papai Noel, artistas, músicos, malabaristas, o Anarqino e a Dona Qina (foto acima). É uma verdadeira festa no hospital. Todo final de ano estou empenhado nesse projeto”, diz Gerson. Mas não é apenas na época do Natal que o artista dedica parte do tempo para ajudar quem precisa. Junto com a irmã Regina Guerra e a amiga Silvana Rausis, ele cuida do projeto social Vale Sorriso. “Temos três formas de atuação. A primeira é arrecadação de roupas, brinquedos e cesta básica para distribuição em entidades filantrópicas de Curitiba e Região Metropolitana. A segunda são apresentações musicais, teatrais e circenses em creches e hospitais e, por último, o desenvolvimento de oficinas de arte e cidadania para terceira idade e adolescentes em situação de risco”, descreve. DEZEMBRO 31