Views
1 year ago

Julho/2015 - Revista VOi 121

Grupo Jota Comunicação

• BEM-ESTAR PEDALE

• BEM-ESTAR PEDALE DENTRO D’ÁGUA ATIVIDADE TEM IMPACTO E RISCO DE LESÕES REDUZIDOS A o pensar em andar de bike, a maioria das pessoas já visualiza o esforço das pedaladas e o suor escorrendo pelo rosto e corpo. Mas, para quem quer andar de bicicleta sem este incômodo, a aula de water bike é uma ótima opção. Nesta modalidade o praticante utiliza uma bicicleta especial, feita para funcionar dentro da piscina. É semelhante ao spinning indoor, porém a água facilita o exercício, já que o impacto e risco de lesões é muito menor. Durante a aula de water bike o aluno pedala ininterruptamente, formando o ângulo de 45 e 90 graus. Como a bicicleta dessa modalidade não tem banco, o praticante utiliza a força abdominal e das pernas para se manter na posição de assento. A ausência do selim proporciona maior liberdade de movimento, conforto e auxílio no trabalho da musculatura do tronco. Para que os pés aguentem pedalar, sem prejuízos ou dores, é recomendado o uso de uma sapatilha de silicone, pois o pedal é feito de um plástico resistente para aguentar a força da água. A aula melhora a condição cardiovascular, a resistência muscular, a coordenação motora, o equilíbrio e alivia dores musculares e articulares. Ajuda ainda na redução da celulite e de dores nas pernas, causadas por varizes. Além disso, promove a socialização e um bem-estar físico e psicológico. “Apesar de o exercício ser visto pela maioria como uma atividade mais voltada para a terceira idade, a modalidade também atrai praticantes de outras atividades, devido ao trabalho aeróbico intenso”, conta a professora da Academia Gustavo Borges, Fernanda Machado Fernandes. Essa atividade física é recomendada também para pessoas que já passaram por cirurgias no joelho ou têm hérnia de disco, pois a água diminui significativamente o impacto e o peso corporal sobre os joelhos, tornozelos, quadril e articulações, evitando uma sobrecarga. Assim, o aluno fortalece a musculatura, ajudando na sustentação dos joelhos e da coluna, evitando novas lesões. PERCA PESO COM SAÚDE A water bike vem tendo bastante aceitação também por aqueles que querem emagrecer, tonificar e manter a forma sem sofrer tanto com o calor. A aula desenvolve a força das pernas e os braços são trabalhados com a ajuda de halteres. “No começo é comum que o praticante sinta um pouco de cansaço no corpo, mas após algumas semanas de atividade já é possível notar os primeiros sinais de melhora”, explica Fernanda. A aula é capaz de queimar entre 300 e 400 calorias, com exercícios para membros inferiores e superiores. A perda de calorias depende muito de cada indivíduo e da intensidade com que ele faz a aula. “Quem olha de fora, acha que é fácil pedalar dentro d’água, mas os exercícios são bastante intensos. Muitos alunos com bom condicionamento sentem a intensidade alta da aula. Porém, vale ressaltar que cada praticante se exercita de acordo com suas condições físicas, podendo diminuir a intensidade sempre que achar necessário”, frisa a professora da Academia Gustavo Borges. Ela lembra, ainda, que fazer uma reeducação alimentar é essencial para complementar a busca pela vida saudável e perda de peso. Foto: divulgação Foto: divulgação Serviço: Academia Gustavo Borges | www.academiagb.com.br 64