Views
1 year ago

Guia do PR e SC Redação em Campo 2016

Criciúma FICHA DO CLUBE

Criciúma FICHA DO CLUBE CRICIÚMA Criciúma Esporte Clube Alcunha: Tigre, Carvoeiro Data de Fundação: 13/05/1947 Cidade: Criciúma Títulos: 1968 (Comerciário), 1986, 1989, 1990, 1991, 1993, 1995, 1998, 2005 e 2013 Técnico: Roberto Cavalo Histórico: O time foi fundado no dia 13 de maio de 1947, inicialmente, com o nome de Comerciário por um grupo de jovens trabalhadores. As primeiras conquistas foram a nível amador, acumulando cinco troféus da Liga Atlética da Região Mineira (LARM). Já o primeiro título profissional aconteceu no Estadual de 1968. O clube se afastou das competições profissionais, retornando apenas em 1977. No dia 2 de abril de 1978, o Comerciário trocou nome para Criciúma Esporte Clube. O Tigre ainda detém a maior conquista do futebol catarinense: a Copa do Brasil de 1991, garantindo a classificação para Libertadores. Em 1992, o Tigre perdeu apenas para o São Paulo, campeão da competição continental, ficando com a quinta colocação. PALPITE CATARINENSE É TESTE PARA DIRETORIA Fazendo novas apostas, Tigre busca voltar ao protagonismo em Santa Catarina. Última taça foi em 2013. Roberto Cavalo segue no clube e tem a missão de montar uma equipe que de sucesso. Foto: Fernando Ribeiro/Criciúma Oficial. Com o fim da “Era Angeloni” na presidência do Criciúma, Jaime Dal Farra assumiu o desafio de levar o clube de volta a elite do futebol brasileiro. Com uma herança estrutural significativa deixada pela antiga diretoria, o novo presidente mantém a filosofia de não fazer loucuras financeiras, apostar nas categorias de base e trazer reforços pontuais. Após manter o Tigre na Série B do Campeonato Brasileiro em 2015, o técnico Roberto Cavalo tem um desafio maior nessa temporada: qualificar o sistema de jogo do Tigre para resgatar a confiança da sua torcida. Com o lema da nova campanha institucional, “Sócio Pelo Coração”, a diretoria tenta trazer os carvoeiros novamente para o Estádio Heriberto Hülse. Após contratar zagueiros experientes, o Criciúma aposta no talento dos jovens meias Barreto, Douglas Moreira, Roger Guedes e no centroavante Bruno Lopes para melhorar a saída de bola e o poder ofensivo da equipe, que ainda tem como grande destaque o goleiro Luiz. Criciúma sempre disputa o Campeonato Catarinense como um dos favoritos ao título. E a partir de agora, o time vai precisar mostrar que o protagonismo do Tigre também será visto dentro de campo com boas atuações. Estadual será o primeiro teste de fogo dessa nova fase do Tigre. 72| Redação em Campo | Guia dos Estaduais PR/SC ‘16

Criciúma COMO JOGA Com mudanças na diretoria, mas, manutenção da comissão técnica, o treinador Roberto Cavalo começa a temporada desenvolvendo o sistema de jogo com base no tradicional 4-4-2 e apostando muito nos talentos revelados na base carvoeira. OLHO NELE João Afonso, vinculado ao Internacional, afirmou que vai encarar “recomeço na sua carreira”. PONTO FORTE Segurança na meta. Com contrato renovado até 2020, Luiz é a voz da experiência em um time recheado de jovens atletas. PONTO FRACO Ataque. O setor representou uma dor de cabeça para o Tigre no ano passado. Novas apostas foram feitas para 2016. COM A PALAVRA, ROBERTO CAVALO “Estamos buscando aprimorar o entrosamento da equipe, que é bastante jovem, mas sem medo. Quando conseguirmos ajustar esses detalhes, com a qualidade que temos no elenco, com certeza, vai fluir muito melhor o nosso futebol” DESEMPENHO O Tigre realizou uma excelente campanha com o vice-campeonato no Estadual de 2011, tendo como destaque o atacante Ronny, eleito a revelação da competição. Em 2012, o time fez uma campanha muito abaixo da expectativa não se classificando para a fase final e amargando a 7ª sétima colocação. Em 2013, retornando a elite do futebol brasileiro, o Criciúma voltou a levantar o troféu catarinense. A decisão foi contra a Chapecoense. Vitória por 2 a 0 jogando no Majestoso e derrota por 1 a 0 em Chapecó. Em 2014, o Tigre começou a temporada com grande expectativa e apostando em uma temporada de sucesso, mas, sem êxito na competição estadual e com rebaixamento no campeonato nacional. Em 2015, a diretoria decidiu apostar em uma mescla nos talentos da base e nos remanescentes do ano anterior. Apesar da classificação para o hexagonal final, o time não correspondeu e ficou com o sexto lugar. www.redacaoemcampo.com |73

PRESS KIT: Botafogo x Operário (PR) - Camp. Brasileiro Série C - 25/07/2018
CCP Informado - Clube de Campo de Piracicaba
Cultura Botafoguense - Futebolistas do Botafogo em Ordem ... - Unifap
Campo Erê e SJCedro festejam 53 anos - Adjori/SC