Views
1 year ago

PUBLICACAO_GENERO_FINAL

28 2) Os pensamentos

28 2) Os pensamentos influenciam emoções, e emoções influenciam ações subsequentes: o que as pessoas pensam em um determinado momento influencia o que sentem naquele momento, e esses sentimentos informam o comportamento. O que você pensava? Como se sentiu? 3) Empatia e consideração pelo outro: para viver juntas, as pessoas necessitam de empatia e consideração para entender quem é afetado por suas decisões e ações em uma dada situação e como são afetadas. Quem está sendo afetado? Como? 4) A identificação das necessidades vem antes da identificação de estratégias para atender essas necessidades. Do que você precisa para que a situação seja reparada? 5) Responsabilização coletiva pelas escolhas feitas e pelos seus resultados. Como podemos, todos juntos, atender a essas várias necessidades? Assim sendo, a aposta do CDHEP é que Justiça Restaurativa deve ser construída de baixo para cima, pelas comunidades, através do diálogo sobre suas necessidades e recursos, e aplicando as práticas às suas situações específicas.

29 GÊNERO, SEXUALIDADE E PRÁTICAS DE JUSTIÇA RESTAURATIVA Por que este projeto articula dois temas que num primeiro momento parecem estar tão desconectados? Entendemos que os conflitos possuem diversas dimensões, e para que possamos ter uma real transformação social, todas elas devem ser levadas em conta. As dimensões dos conflitos são as seguintes: pessoal (como esta situação afeta cada envolvido/a nos mais diferentes aspectos); interpessoal (como esta situação afeta as relações das pessoas envolvidas – entre elas e com outras pessoas – e como estas relações afetam a situação); estrutural (como as estruturas mais amplas interferem neste conflito, por exemplo, as relações de poder, a estrutura institucional na qual os/as envolvidos/as estão inseridos, etc.) e cultural (como as construções culturais interferem neste conflito, por exemplo, os estereótipos sociais, o machismo, o racismo, a homofobia etc.). Normalmente conseguimos detectar as duas primeiras dimensões, mas é muito difícil lidarmos com as duas últimas (estrutural e cultural), pois estão muito arraigadas e são naturalizadas, dando a falsa impressão de que nada pode ser feito em relação a elas, uma vez que “sempre foi assim”.

Justiça e Educação em Heliópolis e Guarulhos: parceria
Política, Direitos, Violência e Homossexualidade - Núcleo de ...
Trabalhando com Mulheres Jovens: Empoderamento ... - Promundo
Gênero e Diversidade na Escola - Portal do Professor - Ministério da ...
DIKE final.indd - APAV
Questões de Sexualidade - Institute of Development Studies
Da Violência para a Convivência - Promundo
A questão de gênero nas decisões dos tribunais penais internacionais
Interligações entre Cultura, Violência Baseada no Género ... - SAfAIDS
Antropologia e sexualidade - Miguel Vale de Almeida.pdf
Cerberus Magazine - Edição Zero
Crimes motivados pelo preconceito: 2009
saúde sexual e reprodutiva de mulheres imigrantes africanas e ...
PREVENÇÃO E ATENÇÃO À VIOLÊNCIA ... - Instituto Avon
DIRETORIA OABSP
Julho/Setembro de 2007 - Ano 4 - Nº 8 - Ministério Público do ...
elas por elas- agosto 2009_Elas por elas revista - ive minas
Relatório sobre a Situação da População Mundial 2012
Cartilha Direitos Sexuais MIOLO.indd - BVS Ministério da Saúde