Views
1 year ago

A ciência no ensino infantil e fundamental

A ciência no ensino infantil e

Os primeiros anos de vida de uma criança são cruciais para seu desenvolvimento. Desde o nascimento até os cinco anos de idade as crianças desenvolvem “capacidades fundamentais” sobre as quais o resto de seu desenvolvimento será construído. Assim como ambientes positivos e oportunidades podem levar crianças ao sucesso, o fracasso em fornecer essas oportunidades pode reduzir significativamente as perspectivas futuras (Shonkoff e Phillips, 2000, apud EVANS e KOSEC, 2011, pg 22). É na primeira infância que a criança desenvolve suas potencialidades, atráves da experimentação. Nessa fase tudo é novidade, a curiosidade é responsável pelos primeiros experimentos, como por exemplo, a fase oral na qual a criança leva tudo à boca. Por isso o ensino de Ciências é de extrema importância pois trabalha com o desenvolvimento da sua compreensão do mundo, sua capacidade motora, cognitiva, emocional e social, por meio de interações, experimentos sensoriais e brincadeiras. Deve-se procurar valorizar a investigação e novas formas de pensar e evitar o reforço de certos padrões morais e estereótipos. As brincadeiras e os jogos, desde que sejam próprios para cada idade, estimulam a mente e o corpo da criança. Sua inteligência se desenvolve, a curiosidade aumenta, os interesses se diversificam. (FMCSV, 2014) No ensino fundamental, o estudo científico além de desenvolver no aluno a compreensão de mundo também incentiva o aluno a compreender qual o seu papel dentro dele, como ser responsável pelo meio em que vive, e dentro da sociedade enquanto cidadão, buscando desenvolver no aluno o interesse pelas carreiras cientificas e tecnológicas. A prática pedagógica em Ciências no Ensino Fundamental é dividida em quatro blocos temáticos, a saber: ambiente, ser humano e saúde, recursos tecnológicos e Terra e universo. Os alunos devem tornar-se capazes de formular questões e propor soluções para os problemas a partir dos elementos das Ciências, combinando as leituras desenvolvidas com as observações e experimentações resultantes do processo educativo. E, dessa maneira, realizar coleta, discussão, organização e comunicação dos fatos e das informações (BRASIL,1997). No início do ensino fundamental o professor não deve ficar preso ao conteúdo teórico, já que o mundo científico incentiva a criança à experimentar e reconstruir conceitos e significados. O aluno deve ser estimulado e ter a oportunidade de ter contato com os fenômenos naturais e o professor deve estar atento para trabalhar o conhecimento científico juntamente com o conhecimento cotidiano. Shonkoff, Jack P., and Deborah Phillips. From neurons to neighborhoods: the science of early child development. Washington, D.C.: National Academy Press, 2000. In: EVANS, David K.; KOSEC, Katrina. Educação Infantil: Programas para a Geração Mais Importante do Brasil. Washington, DC: The World Bank, 2011; São Paulo: Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, 2011. FMCSV. Coleção Primeira Infância: Brincar. 2014. Disponível em: BRASIL. Senado Federal. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: nº 9394/96. Brasília: 1996.

ensino fundamental e médio ensino fundamental e médio - OPEE
Educação Infantil e Fundamental 1 se preparam ... - Escola Parque
Língua Portuguesa – 6º ano Ensino Fundamental - saers
A disciplina Ciências no Ensino Fundamental II - Fernando Santiago ...
8º ano do Ensino Fundamental - Colégio Oficina
Ciências: Séries Iniciais do Ensino Fundamental - PNLD/2007
A Avaliação e Temática Indígena no Ensino Fundamental - CINFOP ...
Ensino Fundamental para Nove Anos - Ministério da Educação
objetivos gerais de matemática para o ensino fundamental
Revista macroCOSMO.com - Laboratório de Ensino de Ciências e ...
pobreza infantil e disparidades - UNICEF Mozambique - Home page
Aprendizagem Infantil - EPGE/FGV - Fundação Getulio Vargas
fundamentais Decreto
a-eficacia-horizontal-dos-direitos-fundamentais
Dia mundial contra o trabalho infantil - Autoridade para as ...
Música e Literaturas Infantis - Meloteca
Orçamento - pacotes infantis