Views
1 year ago

GAZETA DIARIO 288

16 Internacional Foz do

16 Internacional Foz do Iguaçu, segunda-feira, 22 de maio de 2017 ORIENTE MÉDIO Trump oferece aliança a líderes muçulmanos Presidente americano também pediu aos aliados que expulsem extremistas da terra santa Da Agência EFE Reportagem O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, fez neste domingo (21), um discurso para 55 líderes de países muçulmanos, aos quais pediu que expulsem extremistas das seus territórios e se unam ao governo americano para conquistar um futuro melhor" para todos. A informação é da Agência EFE. "Não estamos aqui para ensinar nem para lhes dizer como viver, o que fazer ou como prati- A Coreia do Norte fez ontem (21) mais um teste com míssil, lançado no Sul do país, que percorreu cerca de 500 quilômetros. O lançamento foi feito uma semana depois de ter disparado outro projétil balístico de médio alcance, que contribuiu para aumentar a tensão na península, de acordo com o Exército da Coreia do Sul. A informação é da Agência EFE. "A Coreia do Norte disparou um míssil não identificado, a partir de um ponto perto de Pukchang, na província de Pyongan Sul", anunciou o Estado Maior Concar a sua fé. Em vez disso, oferecemos uma aliança baseada em valores e interesses comuns, com o fim de conseguir um futuro melhor", disse Trump em Riad, na Arábia Saudita, onde faz visita oficial. Em reunião de cúpula na capital saudita, o presidente americano também pediu aos aliados que expulsem extremistas dos "seus lugares de oração, das suas comunidades e da terra santa". "Os EUA estão preparados para lutar junto com eles em busca da segurança e dos interesses comuns", declarou Trump aos participantes, entre eles de países de África, Ásia e do Oriente Médio. O anfitrião, o rei saudita Salman bin Abdulaziz, e Trump anunciaram ainda a criação de um centro, com sede em Riad, para combater o financiamento do terrorismo, do qual participarão também os países do Conselho de Cooperação do Golfo. Trump acusou um inimigo comum, o Irã, de desestabilizar o Oriente Médio e responsabilizou Coreia do Norte faz novo teste com míssil junto (JCS), em breve comunicado. O teste ocorreu às 16h59 (horário local, 4h59 de Brasília) e o projétil voou cerca de 500 quilômetros para o Leste, por isso teria caído no Mar do Japão. Porta-vozes do JCS explicaram à agência Yonhap que estão analisando o tipo de míssil e sua trajetória, e descartam, por enquanto, que se trate de um míssil balístico intercontinental. O teste foi realizado depois de a Coreia do Norte ter lançado, na semana passada, o Hwasong 12, um novo míssil de médio alcance que mostrou importantes avanços para o regime de Kim Jong-un (o líder norte-coreano) desenvolver no futuro um ICBM, com ogiva nuclear, que possa chegar aos Estados Unidos. Os especialistas consideram que com esses últimos testes, a Coreia do Norte estaria pondo à prova o novo governo sul-coreano, do presidente Moon Jae-in, que chegou ao poder há quase duas semanas. A intenção é melhorar os laços com a Coreia do Norte, mantendo, ao mesmo tempo, o mecanismo de sanções. (Da Agência EFE) o país por "tudo o que está acontecendo na Síria "e de apoiar os indescritíveis crimes" do presidente do país árabe, Bashar Al Assad. No discurso, o presidente norte-americano lamentou a situação no Oriente Médio, que era antes "um lugar de paz e de tolerância" no qual as religiões conviviam. Ele lembrou que 65% da população da região têm menos de 30 anos e que, com isso, existe "um grande futuro para ser construído", caso não sofra com conflitos e o derramamento de sangue. Trump chegou sábado (20) a Riad para uma visita de dois dias. É sua primeira viagem ao exterior desde que chegou à Casa Branca e inclui escalas em Israel, na Palestina, no Vaticano, na Bélgica e Itália. JR

Solidariedade Uopecan promove Ação entre Amigos Pg. 22 Educação Prêmio motiva ações sociais envolvendo Ciências da Natureza e Matemática Pg. 22 GAZETA DIARIO Foz do Iguaçu, segunda-feira, 22 de maio de 2017 caderno2@gazeta.inf.br Sobre um amor, uma kombi e o destino Casal roda o país a bordo de uma Kombi. Reencontro aconteceu 20 anos depois de terem se conhecido. Roteiro da viagem incluiu Foz. Página 23