Views
1 year ago

GAZETA DIARIO 288

28 Viver Saúde Foz do

28 Viver Saúde Foz do Iguaçu, segunda-feira, 22 de maio de 2017 TECNOLOGIA DE PONTA Sculptra: tratamento combate a flacidez no rosto e no corpo É um poderoso estimulador de colágeno que proporciona resultados surpreendentes Sculptra é o nome comercial do Ácido poli-L-lático, um produto revolucionário, que já vem sendo utilizado a algum tempo em grandes centros, no Brasil é uma novidade que está ganhando cada vez mais adeptas. O Sculptra é um dos melhores produtos para estimular a formação de colágeno novo na pele, obtendo resultados surpreendentes na volumização do rosto, tratamento de rugas e de flacidez da pele, tanto do rosto quanto corporal. Ele não é um produto para preenchimento , ele, de fato, promove aumento na quantidade de colágeno novo e com isso traz um rejuvenescimento real dos locais tratados. O que é observado são os resultados com grande satisfação no tratamento da flacidez do rosto e também dos braços (aquele famoso tchauzinho) , flacidez abdominal (após emagrecimento ou flacidez após a gravidez), flacidez da pele do bumbum e das coxas. A grande vantagem da aplicação do Sculptra é que sua pele se modifica e rejuvenesce gradualmente, a cada nova sessão, assim os resultados além de muito eficazes ocorrerão de forma natural. O tratamento consiste em cerca de 3 sessões com intervalo médio de 30 dias entre cada uma delas. Os resultados são graduais e começam a surgir a partir da 3ª semana após a primeira sessão, sendo principalmente mais visíveis após 6 meses. Devido ao exclusivo mecanismo de ação do Sculptra, os resultados são duradouros e percebidos por até 25 meses. As outras pessoas poderão ver que sua pele está ficando melhor e mais bonita, mas não saberão exatamente o motivo. Veja os tratamentos possíveis: - Tratamento e aumento de áreas deprimidas da pele e especialmente áreas de flacidez e celulite de glúteos; - Tratamento de flacidez corporal, como flacidez das mãos, flacidez dos braços e axilas, flacidez abdominal (flacidez na barriga após emagrecimento ou pós gravidez), flacidez do bumbum e das coxas; -Tratamento de sulco nasogeniano e labiomentual (“bigode chinês” e rugas de “marionete”); Não há idade mínima para realização do tratamento. O procedimento é realizado em consultório, com anestesia tópica. Através de uma avaliação médica criteriosa é possível definir o plano ideal e individualizado de tratamento para cada paciente. Dra. Janaina Samorano CRM: 19.947 Médica graduada pela UEL. Referência em Rejuvenescimento Facial. Membro da International Academy of Cosmetic Dermatology e European Academy of Dermatology and Venerology. Dicas para manter a pele hidratada Atenção a essas dicas simples, mas que irão manter a sua pele hidratada: - Beba no mínimo dois litros de água. - Evite banhos quentes e muito demorados; evite se ensaboar demais e usar buchas, que também contribuem para alterar a composição do manto hidrolipídico (hidratante natural produzido pelo organismo) que protege a pele. - Use o hidratante logo após o banho – ainda no banheiro – com aquele vaporzinho pós- -banho, pois ajuda na penetração do creme. - Se sua pele for oleosa, e acneica, evite hidratante comum no rosto, use oil-free nas áreas de maior oleosidade (rosto e tórax). - Use filtro solar diariamente.

Foz do Iguaçu, segunda-feira, 22 de maio de 2017 CUIDADOS PREVENTIVOS Viver Saúde 29 Medidas que beneficiam a saúde ocular A visão, sempre muito solicitada no ambiente de trabalho, também precisa de cuidados Ardência, sensação de areia, lacrimejamento, olhos irritados, visão borrada, visão dupla, sensação de fadiga, são sintomas típicos da Síndrome da Visão de Computador. Atualmente nossa visão é muito solicitada no trabalho, na sala de aula, na leitura, diante do computador, do celular e de tablets, que hoje são equipamentos de uso rotineiro. Ao usar nossa visão, nestas situações, devemos nos preocupar com a posição e a distância entre os olhos e monitor, e com fatores ambientais que nos cercam – aspectos que podem gerar sintomas oculares. Evitar o monitor ficar acima da linha da visão, fazer pausa a cada hora, por cerca de dez minutos, devendo sair da frente da tela e dirigir o olhar para algo distante. Posicionar o monitor a uma distância de 45 centímetros dos olhos; manter a cabeça seguindo o alinhamento da coluna vertebral, que deve estar reta. Em relação à iluminação, deve-se prestar atenção ao posicionamento das janelas em relação à luz natural para que não prejudique a visão. A luz, natural ou artificial, não deve ser direcionada, pois ao atingir a tela do computador, por trás do usuário, gera dificuldade de visualização. A luz que incide lateralmente também interfere negativamente, gerando desconforto, cansaço, dor e até vermelhidão nos olhos. O correto seria manter uma iluminação homogênea no ambiente, sem variação e sem incidir diretamente na tela do computador, na mesa ou nos objetos de trabalho. Para quem lê, a luz deve vir por cima do ombro. E é melhor ler com luz incandescente do que com fluorescente. E atenção! Visitar o oftalmologista uma vez por ano é indicado para quem tem mais de 40 anos ou problemas de visão que exigem acompanhamento periódico. Porém, quem trabalha diretamente com o computador também está sujeito a alterações na visão, como o quadro de olho seco – doença que também acomete quem tem histórico familiar ou mulheres em fase de menopausa. Pessoas sujeitas à visão de computador devem, então, recorrer a um especialista sempre que notarem alterações visuais recorrentes ou persistentes. Dr. Renato Tolazzi CRM 16005 Médico Oftalmologista Diretor Técnico do IMOF Membro da Sociedade Brasileira de Oftalmologia Caldo verde com mandioquinha Com a chegada das temperaturas mais baixas, nada como um prato bem quentinho para saciar a fome. Aprenda aqui a fazer um caldo verde com mandioquinha para variar no cardápio e surpreender a família. Ingredientes 100 gramas de músculo bovino em pedaços 1 unidade de cebola 4 unidades de mandioquinha 1 maço de cheiro-verde 4 xícaras (chá) de Água 1 vidro de palmito 2 dentes de alho 1 colher (chá) de azeite de oliva 2 xícaras (chá) de couve Modo de preparo Refogue o músculo com a cebola, a água, a mandioquinha e cheiro-verde. Cozinhe 30 minutos em fogo baixo (160 ºC). Tire o cheiro-verde e o músculo e bata o resto no liquidificador. Refogue o alho no azeite e junte a couve. Despeje o caldo na panela com o palmito e deixe ferver.