Views
1 year ago

JB_2433

Jornal da Bairrada 14

Jornal da Bairrada 14 REGIÃO | VAGOS 9 | novembro | 2017 Pe. Nuno Queirós preside à Vagos FM COMPETÊNCIAS Câmara de Vagos: pelouros foram distribuídos Magusto solidário Eleito em lista única, para o próximo triénio, o Pe. Nuno Duarte Queirós é o novo presidente da cooperativa Rádio Emissor de Santo António de Vagos. Já tomou posse e sucede no cargo a Carlos Ferreira. Da equipa diretiva, completamente renovada, fazem parte Manuel Rocha Pereira (vice-presidente), António Manuel Neves (secretário) e Paulo Alexandre Santos (tesoureiro). Paulo Jorge Pandeirada é o novo relações públicas, enquanto João Batista Julião e Luís Miguel Julião são suplentes. Nos restantes órgãos, Rosa Augusta Domingues e José Manuel Santos Rocha continuam a presidir à mesa da assembleia-geral e conselho fiscal e mantêm-se todos os elementos da lista anterior. São eles, na Mesa da Assembleia-Geral: Manuel Maltez (vice), David Pereira (secretário) e Paulo Julião (suplente); e no Conselho Fiscal, Jorge Julião (secretário), João Paulo Domingues (vogal) e António Martins (suplente). Recorde-se que a referida emissora, então sob a designação “Rádio Boa Nova”, foi fundada em 1987, pelo Pe. Manuel da Rocha Creoulo, pároco da freguesia, que terá adquirido, a expensas próprias, todo o material necessário à sua instalação. EJ Na sua primeira reunião, após ter tomado posse, o presidente da câmara de Vagos viu aprovada a proposta, para fixar mais dois vereadores a tempo inteiro. Sara Caladé e Pedro Miguel Bento vão assim juntar-se a Dulcinia Sereno e João Paulo Sousa, que ficam em regime de exclusividade. Na oportunidade foram distribuídos pelouros aos vereadores da maioria. O executivo camarário reuniu pela primeira vez no dia 26 de outubro, cinco dias após a tomada de posse. As reuniões ordinárias passarão a realizar-se às primeiras e terceiras quintas-feiras do mês, às 9h30, sendo que a última do mês é pública. Excecionalmente, no mês de novembro, as reuniões serão nos dias 9 e 23, sendo que a do dia 9, será pública. Pelouros. João Paulo Sousa, que assume a vice-presidência do executivo, passa a ser responsável pelos Serviços Operacionais; Desenvolvimento Económico; Energia, Sustentabilidade e Manutenção de Infraes- -truturas. Perde, entre outras, a pasta do Turismo, mas “ganha” Recursos Humanos. Quanto a Dulcínia Sereno, mantém a quase totalidade dos pelouros que detinha no mandato anterior - Cultura, Ambiente, Sinalização e Trânsito, Mercado, Feiras e Venda Ambulante, Cemitério e Fiscalização Sanitária. Troca a Ação Social pelos Serviços Urbanos. No caso de Sara Caladé, vê reforçada a influência no seio do executivo, ficando com os pelouros do Urbanismo, Modernização Administrativa, Comunicação, Fiscalização Municipal, Turismo, e Sistemas de Informação Administrativa e Jurídica. Pedro Miguel Bento, que se estreia num executivo camarário, vai abraçar a Educação, Desporto e Juventude (pelouros que o atual presidente detinha desde 2009), e ainda Tempos Livres e Ação Social. Responsabilidade reforçada para Silvério Regalado, que assume agora alguns dos pelouros com maior impacto, como é o caso da Proteção Civil e Segurança, Planeamento e Fundos Comunitários. Gestão Financeira, Obras Públicas, Saúde, Transportes e Mobilidade, são as restantes pastas detidas pelo edil vaguense. De referir que Hugo Silva e José Pereira de Moura vão manter-se, como adjuntos, no gabinete de apoio à presidência. No apoio aos vereadores, foi nomeado Hélder Rocha para o cargo de secretário. Eduardo Jaques Colaborador Impostos mantêm-se O executivo decidiu manter os valores estipulados em 2016, para IRS, Derrama e IMI, valores estes que serão agora remetidos à Assembleia Municipal, para apreciação e aprovação. Assim, no IRS mantém-se uma participação de 4,5%. Na Derrama, foi fixada uma taxa normal de 1,25% e uma taxa reduzida (para empresas com volume de negócios que não ultrapasse os 150 mil euros) de 0,25%. Em relação ao IMI, a Câmara Municipal deliberou manter nos 0,3% a taxa a aplicar aos prédios urbanos. Foi também deliberado propor que se aprovem as seguintes deduções fixas: Agregado familiar com 1 dependente a cargo – 20 euros; com 2 dependentes a cargo – 40 euros; com 3 ou mais dependentes a cargo – 70 euros. OP É mais uma iniciativa, a favor das vítimas dos incêndios. Organizada pela APEVV - Associação de Pais das Escolas da Vila de Vagos, em parceria com as diversas associações de pais do município, Futebol Clube Vaguense e Agrupamento de Escuteiros 822 de Vagos, o “magusto solidário” serve-se amanhã, sexta-feira, REGINA SIMÕES (DR.ª) Rua Dr. Alberto Tavares de Castro, nº 45 - Urb.O Adro 3770-221 Oliveira do Bairro Tel. 234738690 - Telem. 962617967 Fax. 234747900 e-mail: regina-simoes-5123c@adv.oa.pt Contacto: EUA - 1-404-441-2426 a partir das 19h, nas instalações da escola secundária de Vagos. O evento, que conta ainda com o apoio da autarquia e agrupamento de escolas, destina-se a angariar fundos “para ajudar as pessoas afetadas pelos incêndios”, que há duas semanas assolaram o concelho. EJ MARCO LOPES (DR.º) Solicitador C.P n.º 5906 Rua do Foral, edifício arco-íris n.º 67, 2º andar - sala L 3770-218 Oliveira do Bairro Telf. 234 082 377 Telm. 938 613 474 e-mail: 5906@solicitador.net Tiago Santos lidera Juventude Socialista Equipa renovada na Juventude Socialista de Vagos, que no fim de semana passado elegeu, no decorrer de uma assembleia geral de militantes muito participada, os novos órgãos concelhios. Tiago Santos é agora o FRANCISCO CASIMIRO (DR.º) Solicitador Tv. da Lameira - Bl. 5, Sala B 3780-135 Sangalhos Filial: Rua do Cabecinho, n 37, loja 2 - Anadia Telm. 917 567 579 Tel. 234 082 617 Fax. 234 084 055 e-mail: 5281@solicitador.net CARLOS M. BRANDÃO NUNES (DR.º) Advogado Aveiro • Ílhavo • Sobreiro - Bustos (Oliv. do Bairro) Marcações pelos telefones 234 423 451 / 917 235 625 brandaonunes-1237c@adv.oa.pt novo presidente. Sucede a Carla Gouveia, que após ter liderado aquela estrutura durante quatro anos, assume funções como presidente da mesa da assembleia, enquanto Rafael Catarino encabeça a lista dos representantes na Comissão Política Concelhia do PS. Pós-graduado em Ciência Política na Universidade de Aveiro, o novo líder da JS/Vagos já passou por várias associações de voluntariado. Motivado para mobilizar, possui “sólida formação política e ideológica, condições muito úteis ao exercício da tarefa de coordenador de uma juventude, que tem inevitavelmente de se afirmar pela qualidade da intervenção”, reconhece Bruno Julião, presidente da concelhia do PS. EJ

Jornal da Bairrada 9 | novembro | 2017 VAGOS OLIVEIRA DO BAIRRO CANTANHEDE ÁGUEDA ANADIA MEALHADA Instituto de Educação e Cidadania A escola moderna Mamarrosa Oliveira do Bairro IEC (www.educacao-e-cidadania.pt) Acontece no IEC ∑ Educação não-formal no IEC vs. Educação formal nas escolas A Educação não formal tornou-se popular nos anos 70 do século passado, nos países desenvolvidos, quando se começou a reconhecer que os currículos escolares do sistema de educação formal eram insuficientes e não acompanhavam o desenvolvimento das sociedades. Foi reconhecido também que a evolução dos sistemas educativos formais não lidera os desenvolvimentos sociais e económicos, mas, pelo contrário, essa evolução é conduzida por esses desenvolvimentos. Assim, a mudança na educação, quando urgente, como é o caso em Portugal, não pode provir somente do sistema educativo formal do Estado, mas deve partir também de setores criados dentro da própria sociedade, na forma de associações sem fins lucrativos, como é o IEC, e outras organizações e empresas criadas pela sociedade civil. Estes organismos podem organizar cursos e outras formas de ensino, não conducente a graus, focado nas necessidades educativas do momento. Cinco características estão particularmente associadas com a educação não formal: 1) adapta-se bem aos diferentes tipos de educação para grupos desfavorecidos, 2) pode facilmente abranger diferentes temas fora dos currículos e dirigir-se a vários tipos de pessoas, 3) pode focar-se em diferentes tipos de objetivos, 4) a sua organização e métodos são flexíveis, 5) não constituem necessariamente encargos para o Estado. O âmbito da ação do IEC O objetivo principal do IEC é acelerar a criação de uma comunidade informada com acesso aos bens e conhecimentos que a sociedade moderna disponibiliza (Educação, Saúde, Cultura, Lazer, etc.), incentivar nas camadas mais jovens o gosto pelo conhecimento como arma para o sucesso e, de um modo geral, promover o nível educacional das populações. Noutra perspetiva, o IEC organiza programas educacionais que aproximam as escolas das universidades e outros centros de conhecimento para estabelecer nas escolas centros de excelência que influenciem as escolas a renovarem-se continuamente e a assumirem maior autonomia, com grande maturidade. O IEC é um protótipo de instituição que será necessário implantar, particularmente nos meios rurais, para ajudar na transformação educativa que leve a que os jovens destes meios tenham igualdade de oportunidades relativamente aos jovens de meios de maior dimensão. Conferência sobre “A fixação biológica de azoto” A 9 de novembro, às 18h, ocorre, no IEC, a conferência “Fixação Biológica de Azoto”, proferida por Etelvina Figueira, da Universidade de Aveiro. A fixação de azoto atmosférico permite a produção de grãos com elevado teor proteico importantes na alimentação. POR TERRAS DA BAIRRADA Foto-denúncia VILA VERDE Vespa asiática junto ao Polo escolar O nosso leitor Dinis Santos alerta para a existência de três ninhos de vespa asiática, a cerca de 100 metros do Polo Escolar de Vila Verde. Dinis Santos ressalva que já teve prejuízos com a perda de colmeias e, por outro lado, acautela para o perigo que pode representar para as crianças. Assim, pede-se que as autoridades municipais competentes se inteirem e solucionem esta situação. VILA VERDE Magusto do Vilaverdense A Associação Recreativa, Cultural, Desportiva e Social Vilaverdense realiza, no próximo sábado, dia 11 de novembro, a partir das 17h30, o Magusto de São Martinho, na Antiga Escola Primária de Vila Verde. Haverá não só castanhas, mas também fêveras grelhadas, papas de abóbora e bebidas várias. Convida-se os sócios, pessoas de Vila Verde e arredores, para participarem. BUSTOS Dia de Todos os Santos Este ano e já com o novo pároco, Pe. Pedro José, viveu- -se intensamente o Dia de Todos os Santos, com a visita ao cemitério da vila de Bustos, o qual se encontrava luxuosamente ornamentado com as mais variadas velas e flores e onde se concentraram muitos familiares e amigos dos que ali repousam eternamente, muitos deles vindos de longe para ali rezarem em silêncio. Na homilia da missa que teve lugar no espaço frontal à capela do cemitério, o Pe. Pedro José, coadjuvado pelo diácono Bem Haja, invocou a saudade, o perdão e o sentido da vida para além da morte, ato que foi perfeitamente audível em todo o espaço, mercê do sistema de som instalado. 7.º Festival Cantábus ANADIA Travessa do Regalo, Bl.C , r/c loja nº26 Telf. 231 516 171 Telm. 966 245 104 | 912 318 555 Realiza-se este domingo, dia 12 de novembro, a 7.ª edição do Festival Cantábus - Festival Bienal de Música e Tradições. Às 14h, há arruada com os grupos participantes, da sede do Orfeão de Bustos para o Salão Paroquial, passando pela apresentação de Quadro Vivo Etnográfico sob o tema “Há festa no Palacete”. Pelas 14h30, inicia-se o espetáculo no Salão Paroquial com INCANTUS (Avelãs de Cima) e Cantares do Vouga (Sever do Vouga). Segue-se uma Demonstração PALHAÇA Projeto Ofiartes vai continuar condogrilo@iol.pt 15 OLIVEIRA DO BAIRRO No final da liturgia o Pe. Pedro José fez questão de cumprimentar todos os presentes no cemitério, não esquecendo aqueles que, por qualquer impedimento não puderam comparecer e agradeceu à autarquia local as condições que proporcionou para que este dia muito especial decorresse a contento de todos, já que o tempo meteorológico também colaborou. Já no fim da tarde e sobretudo aqueles que tinham de regressar aos locais de residência mais distantes, iniciaram as despedidas aos que ali repousam com um “até para o ano” e “um repousem em paz” muito sentido e abraços e beijos a todos os familiares e amigos que por ali se mantiveram ainda, durante algum tempo, recordando histórias sempre atuais em suas memórias. Olegário Silva de Cegada “Os Companheiros da Alegria” e, a encerrar o espetáculo, o grupo anfitrião Cantares Populares de Bustos. O Orfeão de Bustos convida toda a população a assistir ao espetáculo, que tem entrada livre. Ofiartes - Oficina das Artes é a continuação do projeto que há alguns anos atrás surgiu na freguesia. O projeto tem como objetivo proporcionar às pessoas conhecimentos na área de trabalhos manuais, assim como manter tradições seculares como a tapeçaria e os bordados. A Junta de Freguesia lança o desafio a quem queira dedicar um pouco de tempo na aprendizagem e aperfeiçoamento, nas áreas da tapeçaria, bordados, arte floral e arte decorativa. Tal como nos anos anteriores, os cursos são gratuitos e têm como monitoras pessoas com largos anos de atividade nas áreas propostas. Os cursos vão funcionar na antiga escola primária do Albergue, coreto e salão da junta. Inscrições abertas na sede da junta nos horários de atendimento ao público. CANTANHEDE Pç. Marquês de Marialva Edf. Rossio, Bl. A 1.º sala 7 Telf. 966 411 624 PUB