Revista Penha | novembro 2017

jfpenhafranca

O que acontece, quem são as pessoas que marcam a Freguesia e ainda algumas curiosidades sobre a Penha de França.
Uma revista editada pela Junta de Freguesia da Penha de França.

CONTINUAR

A MELHORAR

A PENHA

Revista Mensal

Junta de Freguesia da Penha de França

jf-penhafranca.pt

f FreguesiaPenhaDeFranca

nr. 20

nov ‘ 17

1


editorial

FICHA

TÉCNICA

Propriedade

Junta de Freguesia da

Penha de França

Directora

Sofia Oliveira Dia

Subdiretor

Manuel dos Santos Ferreira

Coordenadora

Teresa Oliveira

Design e Grafismo

WL Partners

Fotografia

André Roma

Colaboração

Cometa Mágico

Impressão

Sogapal

Tiragem

23.500 exemplares

Distribuição Gratuita

Depósito Legal 408969/16

CONTINUAR

A MELHORAR

A PENHA DE

FRANÇA

Neste meu primeiro contacto com

todos os residentes da Penha França

depois das eleições de 1 de Outubro,

começo por agradecer a confiança

que depositaram na lista encabeçada

por mim. A possibilidade de exercer

quatro anos de mandato à frente

do Executivo que gere a freguesia é

muito gratificante e estimulante. Mas

é também de uma enorme responsabilidade.

No mandato anterior, a prioridade da

nossa equipa foi para a melhoria dos

espaços verdes de uma freguesia

onde eles são, proporcionalmente,

muito poucos. Foi para a requalificação

dos parques infantis e para

o aumento do apoio à infância, para

que as famílias aqui tenham gosto em

residir.

Procurámos também dotar a limpeza

urbana de melhores condições

técnicas, tornando o seu trabalho mais

eficaz. Requalificámos e colocámos

mais bancos de descanso, demos

nova vida a pequenas áreas da freguesia

que exigiam uma cara nova e

reforçámos o apoio aos seniores, ao

comércio local e à cultura.

Outra prioridade do mandato anterior

foi o estacionamento. Apesar das limitações

do nosso território e do facto

de serem de propriedade privada muitos

dos terrenos desocupados na Freguesia,

conseguimos criar mais duas

bolsas de estacionamento, outras se

seguirão. Também recordo a chegada

da EMEL às zonas da Penha de França

onde a dificuldade de estacionar era

maior, com a grande vantagem de os

lugares disponíveis agora passarem

a ser prioritariamente para quem aqui

vive. As restantes zonas da Penha vão

brevemente receber a EMEL.

Mas todo este trabalho não é suficiente.

Para que a Penha de França

seja a freguesia com que sonhamos,

precisamos de nos continuar a dedicar

intensamente.

Temos de manter e melhorar o apoio

aos alunos, às suas famílias e às

escolas, nas AAAF/ CAF, nas atividades

extra-curriculares, no material

escolar, nos equipamentos dos estabelecimentos

de ensino, nas férias

escolares das crianças e jovens.

O mesmo quanto à oferta de atividades

para os seniores. É um trabalho

que tem de prosseguir e ser aperfeiçoado

pela Junta de Freguesia, dando

o seu contributo para que esta seja,

verdadeiramente, a idade de ouro.

Cultura popular e erudita, música e

outras formas de expressão cultural.

Todas elas são necessárias, todas

fazem parte da nossa identidade,

divertindo-nos ou enriquecendo-nos.

Foi uma grande aposta no anterior

mandato e a nossa vontade é que

tenha uma expressão cada vez maior

na vida da freguesia.

O investimento na melhoria dos

espaços verdes e de lazer vai igualmente

continuar: por um lado porque

sentimos como uma exigência tornar

a nossa freguesia mais verde e, por

outro, porque não podemos descurar

o trabalho já feito.

Trabalharemos também junto da

Câmara Municipal de Lisboa para que

a requalificação do Vale de Santo

António aconteça o mais breve possível,

aqui garantindo o seu importante

Programa de Renda Acessível. Outro

projeto fulcral é o da Praça em cada

Bairro na Parada do Alto de São João,

que contribuirá para que, mantendo

o seu tom solene, a Parada assegure

também as necessidades de lazer e

fruição de tantos que residem nesta

área da freguesia.

Ainda com a Câmara Municipal, é

essencial aumentar o estacionamento

na freguesia – a nova bolsa de

estacionamento entre a Rua da Penha

de França e a Av. General Roçadas

é um bom começo –, melhorar o

trânsito, ter mais ruas repavimentadas,

ter mais autocarros da nova Carris

municipalizada e paragens para que

a Penha de França, com a sua difícil

orografia, fique mais bem servida de

transportes públicos.

A limpeza é outra tarefa onde não

pode haver descanso. Queremos,

com a colaboração de todos, tornar

a Penha de França mais limpa, com

passeios bem cuidados e iluminados.

Vamos trabalhar para que esta Junta

de Freguesia tenha um grande mandato.

Não por nós, mas pela Freguesia.

Porque é somente para isso que este

Executivo existe: para servir quem

vive, trabalha ou estuda na Penha de

França.

SOFIA OLIVEIRA DIAS

Presidente da Junta de Freguesia

da Penha de França

sofia.dias@jf-penhafranca.pt

2 3


a junta

SECRETÁRIO

A NOVA

JUNTA

DE FREGUESIA

DA PENHA DE

FRANÇA PARA

O MANDATO

2017-2021

Os novos vogais da Junta de Freguesia

para o quadriénio 2017/2021 foram

eleitos por voto secreto durante a

primeira reunião da Assembleia de

Freguesia da Penha de França, que

decorreu a 23 de outubro, tal como

determina a Lei das Autarquias Locais.

Manuel dos Santos Ferreira (PS)

Subdirector da Revista Penha

manuel.ferreira@jf-penhafranca.pt

TESOUREIRO

Manuel de Oliveira Duarte (PS)

Finanças e Património

manuel.duarte@jf-penhafranca.pt

Atendimento: Sede, 2.ª feira, às 16h00

VOGAL

Maria Capitolina Saraiva de Almeida Marques (PS)

Desenvolvimento Social | Saúde

capitolina.marques@jf-penhafranca.pt

Atendimento: Polo Morais Soares, 4.ª feira, às 10h00

A Presidente eleita da Junta, Sofia

Oliveira Dias, apresentou a sua lista aos

membros da Assembleia de Freguesia,

tendo de seguida sido aprovada pelo

plenário.

Conheça a equipa e saiba os dias

em que os seus membros estão

disponíveis para atendimento ao

público, mediante marcação prévia:

PRESIDENTE

VOGAL

VOGAL

Maycon Alexandro dos Santos (PS)

Administração Geral | Gestão Territorial | Cidadania e Participação

maycon.santos@jf-penhafranca.pt

Atendimento: Posto de Limpeza, com data a definir em função da

conveniência de quem solicita o atendimento

Ana Sofia Soares Ribeiro de Oliveira Dias (PS)

Segurança e Proteção Civil | Recursos Humanos

| Marca, Comunicação e Informação | Bem-Estar

Animal | Atividades Económicas | Habitação

sofia.dias@jf-penhafranca.pt

Atendimento: Sede, com data a definir em função

da conveniência de quem solicita o atendimento

Sílvia Maria da Silva Ferreira (PS)

Educação e Juventude | Cultura

silvia.ferreira@jf-penhafranca.pt

Atendimento: Polo Morais Soares, 2.ª feira, entre as 16h30 e as 18h30. Se

necessário, o atendimento poderá ser feito noutra hora e local.

VOGAL

João Luís Valente Pires (PS)

Desporto | Associativismo | Protocolo

joao.valente@jf-penhafranca.pt

Atendimento no Espaço Multiusos, à 6.ª feira, das 15h00 às 17h00

4 5


eventos

MAIS

UM

FELIZ

Como a tradição é para cumprir, no início do mês de outubro celebrou-se

o Dia Internacional do Idoso na Penha de França. E, tal como em anos anteriores,

as atividades escolhidas para celebrar os seniores da Freguesia foram

realizadas na Praça Paiva Couceiro.

DIA DO IDOSO

eventos

O dia 15 de setembro marcou o

regresso à escola das meninas

e dos meninos do jardim de infância

e do 1.º ciclo das escolas

públicas da Freguesia.

Dia 3 de outubro, de manhã e à tarde,

houve música ao vivo, tratamentos

de estética e bem-estar, rastreios

e informação para a prevenção da

saúde, workshops de cozinha saudável

e atividades físicas - um conjunto

de atividades prestadas por várias

entidades parceiras.

Em 1991, a Organização das Nações

Unidas (ONU) decidiu celebrar esta

data para sensibilizar a sociedade

para as questões do envelhecimento

e a necessidade de proteger e cuidar

da população sénior.

O Dia Internacional do Idoso comemora-se

anualmente a 1 de outubro,

mas como as eleições autárquicas se

realizaram neste dia, a festa foi feita

dois dias depois.

Para que a transição destes meses

de lazer para as atividades escolares

fosse tranquila, a Junta de

VOLTAR ÀS AULAS

COM ALEGRIA

Freguesia da Penha de França decidiu que iriam passar

parte do dia em atividades ao ar livre, procurando facilitar

a integração das crianças neste período letivo.

Assim, todas passaram ou a manhã ou a tarde no campo

do Operário Lisboa, onde as aguardavam jogos

tradicionais, dança, música, um lanche saudável, e a

presença do já famoso e acarinhado Penhas.

Desejamos que todas as crianças tenham um ótimo

ano escolar, com muita aprendizagem e alegria!

6

7


CONHEÇA OS VENCEDORES DO POP PENHA 2017

pop penha

Os vencedores da edição 2017 do POP Penha, o Programa

de Orçamento Participativo da nossa Freguesia,

foram divulgados a 22 de setembro numa cerimónia

realizada na Biblioteca Municipal da Penha de França.

Num recorde de propostas apresentadas, 32 foram a votação.

Destas, os cidadãos maiores de 16 anos que moram,

trabalham, estudam ou exercem funções cívicas na

Freguesia, escolheram, com o seu voto, as seguintes cinco:

Renovação do mobiliário e equipamento geriátrico

do Centro Social e Paroquial da Penha de França

Melhoria da higiene, limpeza e estado das ruas

em toda a freguesia

Cobertura para o recreio da creche da Associação

da Penha de França

A Pé na Penha - Colocação de pavimentos

antiderrapantes

Melhorar os parques infantis com equipamentos

para as crianças mais novas

A cada uma serão destinados 10 mil euros, num total de

50 mil euros, e serão executadas pela Junta de Freguesia

em 2018.

A edição deste ano do POP Penha foi, aliás, um grande

sucesso, já que contou com maior participação dos cidadãos,

que apresentaram mais propostas e votaram mais.

MAIS UM PROJETO POP PENHA 2016:

SALA SNOEZELEN

No dia 13 de setembro foi aberto o projeto ‘Sala Snoezelen,

a inclusão pelo sonho’ na Escola Patrício Prazeres. Recorde-

-se que esta foi a proposta mais votada no POP Penha 2016.

A sala Snoezelen é um equipamento destinado preferencialmente

às 57 crianças e adolescentes com necessidades

educativas especiais que frequentam este estabelecimento

de ensino, do jardim de infância ao 9.º ano.

O seu objetivo é proporcionar conforto, relaxamento físico

e psíquico, alegria e bem-estar, através da estimulação multissensorial

a alunos com autismo, Síndrome de Asperger,

trissomias ou perturbações do foro cognitivo.

No ano passado, 17 propostas foram a votos, este ano o

número subiu para as 32.

Quanto à votação, este ano houve mais 956 votos que em

2016, alcançando um total de 2 422, que correspondem à

participação de 1 211 pessoas.

Para o ano seremos ainda mais. Contamos consigo?

8 9


eventos

obras

ANIMAIS EM FESTA

NA PAIVA COUCEIRO

MAIS ESTACIONAMENTO

Há muito aguardada, a segunda edição da Festa dos Animais aconteceu no dia 17 de

setembro e contou com muitos amigos de quatro ou nenhumas patas - sim, porque as

cobras também apareceram!

Em frente ao n.º 63 da Rua da Penha de França vai

nascer um novo parque de estacionamento, num

terreno municipal que faz a ligação entre este arruamento

e a Av. General Roçadas.

Foi feita uma recolha de bens para a Bolsa Solidária Animal da Penha de França e estiveram

representadas na festa várias entidades ligadas aos animais (umas divulgaram os

seus projetos, outras venderam rifas). Houve ainda espaço para a venda de acessórios ou

retratos dos animais de companhia pintados à mão.

No campo da saúde, muitos cães receberam a vacina antirrábica e, tal como os gatos, experimentaram

momentos de relaxamento e bem-estar proporcionados pelo Reiki, uma terapia

complementar realizada através de um toque suave ou a uma curta distância do corpo.

Paralelamente, decorreu a reunião de cuidadores. Aqui trocaram-se ideias e estratégias

para, com a ajuda da Junta de Freguesia, da Comissão Local de Bem-Estar Animal e das forças

ativas da Freguesia, tornar a Penha de França um lugar cada vez mais amigo dos animais.

INÍCIO DE OBRA PARQUE DE ESTACIONAMENTO

Vão ser criados mais 14 lugares para viaturas e um

para motociclos, com entrada dos veículos pela

Avenida General Roçadas. As obras já se iniciaram.

É mais um parque que nasce da vontade da Junta

de Freguesia da Penha de França de criar bolsas

de estacionamento na Freguesia, trabalhando para

aumentar a oferta de estacionamento disponível,

nomeadamente nas ruas onde há menos lugares.

No mesmo sentido, apesar de não ser da sua

competência formal, a Junta de Freguesia reparou

uma rampa que impedia os funcionários da Escola

Atística António Arroio de utilizar o parque de estacionamento

desta instituição de ensino, aumentando,

assim, a oferta de lugares na via pública.

10

RAMPA DE ACESSO ESCOLA ARTÍSTICA ANTÓNIO ARROIO

11


obras

DESMATAÇÃO

NOVO

COLETOR

NA RUA

DO SOL

A CHELAS

A pedido da Junta de Freguesia da Penha

de França, a Câmara Municipal de Lisboa

procedeu à construção de um coletor de

esgotos num dos extremos da Rua do Sol a

Chelas, uma intervenção com consequências

marcantes a nível de saúde pública naquele

local.

ESGOTO ANTES

ESGOTO

DEPOIS

1ª FASE DE LIMPEZA

Ao longo daquele novo ramal foram ainda

construídos outros coletores, de forma

a que não haja inundações. Para este fim,

são também importantes os sumidouros

(sargetas) colocados na Rua António

Gonçalves.

Dentro da mesma área geográfica, procedeuse

ainda à desmatação junto ao Bairro

Horizonte, bem como à primeira fase de uma

operação de limpeza que se prevê estenderse

ao redor de todo o bairro. Combater

pragas ali detetadas foi o objetivo destes

trabalhos.

12 13


obras

obras

CAMPO DE FUTSAL

COM NOVA CARA

O campo de futsal da Quinta do Lavrado estava

degradado e a precisar de uma requalificação.

Não parece o mesmo depois dos

trabalhos que ali foram feitos.

Os muros receberam uma pintura nova e foi

reforçada a segurança com a colocação de

portões, redes de baliza e redes de proteção

do campo.

RENOVAÇÃO DA RUA

VISCONDE JUROMENHA

A Rua Visconde Juromenha foi renovada, depois de terem

terminado as obras de reparação no sistema de

esgotos que obrigaram a fazer novos troços de ligação

entre o coletor e algumas habitações, visto que os anteriores

estavam estragados.

Estas obras, a cargo da CML, implicaram o levantamento

de grande parte da estrada. Aproveitando a oportunidade,

foi retirado o revestimento original da faixa

de rodagem, que era em cubo e levava a que houvesse

abatimentos na via. No seu lugar foi agora feita uma

pavimentação total em betuminoso.

Finalmente, as obras implicaram ainda a necessidade

de refazer os dois passeios que existem nesta artéria.

No final dos trabalhos, a Rua Visconde de Juromenha

parece outra!

São melhoramentos que fazem a diferença

para que os jogos possam decorrer sem

preocupações quanto à segurança de todos

quantos ali passam, permitindo os remates

mais possantes.

Após a renovação, o campo recebeu uma

competição amigável entre o Clube Operário

e do S.C. Linda-a-Velha. Uma manhã de

desporto bem animada que se seguramente

se repetirá.

14 15


obras

BAIRRO

LOPES

JÁ TEM

ÁRVORES

E RUAS

MAIS

SEGURAS

No Bairro Lopes existem cerca de

uma centena e meia de prédios e

não havia, até agora, uma árvore.

A única mancha verde existente

estava no extremo do bairro, onde

se localiza o Centro Júlia Moreira, a

USF Monte Pedral e a Creche e Jardim

de Infância Fundação Júlia Moreira,

da Santa Casa da Misericórdia.

Agora, a Junta de Freguesia da Penha

de França procedeu à plantação de

24, espalhadas pelas várias ruas.

Ainda são exemplares jovens, mas

com o tempo vão mudar a paisagem

do Bairro Lopes.

Também os passeios foram alterados,

tendo sido criados encabeçamentos

– o que significa construir

uma área adicional para que uma

parte do passeio entre dentro da

faixa de rodagem permitindo que

os carros vejam mais facilmente os

peões que pretendam atravessar a

estrada.

Tal visibilidade resulta num atravessamento

em segurança para todos,

nomeadamente pessoas com mobilidade

condicionada, crianças ou

idosos.

Ainda quanto às pessoas com mobilidade

condicionada, de referir

que nestes encabeçamentos o passeio

foi rebaixado e nele colocado

pavimento tátil, garantindo que a

existência de uma via de trânsito é

facilmente detetável por pessoas

com deficiência visual.

Estas obras foram efetuadas pela

Junta de Freguesia da Penha de França,

através de um protocolo de delegação

de competências da CML.

16 17


obras

HÁ NOVOS

BANCOS NA

PENHA.

Estrada de Chelas

Miradouro da Penha de França

Rua Cruzado Osberno

Por toda a Penha de França, a Junta de Freguesia

colocou novos bancos ou substituiu

os já existentes e que estavam muito degradados.

Em consequência, foram assim criadas novas

zonas de lazer e descanso, que podem e

devem ser utilizadas para usufruir o ar livre.

Veja as fotografias, saiba onde se localizam

e faça-lhes uma visita.

Avenida General Roçadas

Avenida Mouzinho de Albuquerque

Torres do Alto da Eira

Rua Cruzado Osberno

18 19


Rua Jacinto Nunes

Avenida Afonso III

obras

Avenida Afonso III

A PENHA

ESTÁ MAIS

VERDE

Calçada da Cruz da Pedra

Árvores podadas na Escola Nuno Gonçalves

As floreiras da Penha de França foram recentemente

requalificadas, tendo sido plantados novos

espécimes que vieram dar mais cor e alegria às ruas

da Freguesia. São cerca de vinte espaços que estavam

tristes e onde agora existem arbustos, uns já

floridos e outros que florirão na primavera, e que

todos devemos acarinhar.

Avenida Mouzinho de Albuquerque

Outra intervenção muito significativa foi feita na

Avenida Afonso III, onde um espaço ajardinado

entristecido pela relva murcha e amarelada ganhou

nova vida. Ali foi plantado um novo relvado,

com um sistema de rega automática para que nunca

perca o viço.

Calçada da Cruz da Pedra

Jardim Luís Ferreira

Rua D. Domingos Jardo

20 21


obras

higiene urbana

Outras duas obras foram conduzidas para

reforçar a segurança dos peões. Na Rua Heliodoro

Salgado o passeio foi encabeçado,

Rua Heliodoro Salgado

LAVAGENS

DO MÊS DE

NOVEMBRO

DE 2017

SEMANA DE

30 DE OUTUBRO

A 04 DE NOVEMBRO

rebaixado e dotado de pavimento tátil,

dando assim mais visibilidade às pessoas que

Rua dos Baldaques

SEMANA DE

pretendem atravessar a rua, bem como infor-

Rua Oliveira Ramos

20 A 24 DE NOVEMBRO

mação importante para quem tem insuficiên-

Rua Actor Vale

cia visual. Na Calçada do Poço dos Mouros,

Alameda Dom Afonso Henriques

Rua Marques da Silva

foram pintadas passadeiras numa rua que,

Rua Morais Soares (da Praça Paiva

Rua Heróis de Quionga

com 300 metros, no passado só permitia o

Couceiro à Praça do Chile, dos dois

Rua da Penha de França

atravessamento seguro nos seus extremos.

lados)

Rua Mestre António Martins

Praça Aniceto do Rosário

SEMANA DE

Calçada do Poço dos Mouros

06 A 10 DE NOVEMBRO

SEMANA DE

27 A 30 DE NOVEMBRO

Bairro Horizonte

Quinta do Lavrado

Rua Cesário Verde

Av. General Roçadas

Rua Padre Sena de Freitas

Rua Artur Paiva

Rua Martins Sarmento

Rua Teixeira Pinto

Rua Visconde Juromenha

Rua Carlos Ribeiro

Rua Estácio da Veiga

SEMANA DE

Rua Conde Monsaraz

13 A 18 DE NOVEMBRO

Rua Mestre António Martins

Travessa do Calado

Rua Lacerda e Almeida

Rua Neves Ferreira

Rua Jacinto Nunes

Calçada do Poços dos Mouros

Rua Sebastião Saraiva Lima

Rua Morais Soares (da Praça Paiva

* Sujeito a ajustamentos.

O número de lavagens foi reduzido

após recomendação nesse sentido do

Ministério do Ambiente e será mantido

enquanto Portugal se mantiver numa

situação de seca.

Couceiro à Praça do Chile, dos dois

lados)

22

23


sabia que

Plano Geral de Lisboa 1785

UMA

TRAVESSA

CENTENÁRIA

Pormenor da 'Planta do Fava'

Há pelo menos 232 anos que existe a Travessa do Calado,

a rua onde se situa a sede da Junta de Freguesia da Penha

de França. A prova destes números vem no ‘Plano Geral

da Cidade de Lisboa em 1785’ desenhado pelo cartógrafo

francês Francisco Domingos Milcent trinta anos depois do

grande terramoto.

Na altura, aparece num cantinho do mapa, com ar de arrabaldes.

Uma sensação que é confirmada pela ‘Carta topográfica

de Lisboa e seus subúrbios compreendendo na sua

maior extensão desde o Convento dos Religiosos Barbadinhos

Italianos até a Bateria do Bom Successo e na maior

largura desde o Terreiro do Paço até ao Campo Pequeno’.

Um nome extenso para o mapa que ficou para a história

como a ‘Planta do Fava’, elaborado pelo engenheiro militar

Duarte José Fava e que nos revela como se organizava a

cidade de Lisboa em 1807. Um mapa mais detalhado que

o de Milcent, e onde aparece o que pode ser a explicação

para o nome desta rua: a Quinta do Calado, localizada no

troço inferior da Travessa.

Já para o final do séc. XIX, em 1881, Francisco Goullard faz

outro levantamento topográfico, ainda mais completo. A

página n.º 65 do seu trabalho mostra detalhadamente esta

artéria, revelando que o seu troço inferior ia dar a um pequeno

largo com um edifício que é provavelmente o Palácio

da Machada, um solar entretanto destruído.

A Travessa do Calado ligava duas importantes vias: em baixo,

o Caminho de Baixo da Penha; no topo, tal como agora,

ia dar à interceção das também muito antigas Rua da Penha

de França e Calçada do Poço dos Mouros.

ORQUESTRA SINFÓNICA

JUVENIL NA IGREJA DA

MADRE DE DEUS

Passar uma tarde de sábado na belíssima

Igreja da Madre de Deus a escutar

a Orquestra Sinfónica Juvenil. Foi este

o programa no dia 21 de outubro, que

encantou todos quantos passaram pelo

Museu Nacional do Azulejo. A beleza do

espaço aliada às melodias que só um

quarteto de cordas consegue proporcionar

deu azo a uma experiência que arrebatou

comentários como: “Uma atuação

de grande nível!”.

HALLOWEEN NA

LUDOBIBLIOTECA

INÍCIO DO ANO LETIVO

NA ESCOLA NUNO

GONÇALVES

À semelhança do que aconteceu em

anos passados, o ginásio da Escola

Nuno Gonçalves encheu para a abertura

solene do ano letivo 2017/2018.

Uma cerimónia onde se definiu a integração

e inclusão das várias nacionalidades

como uma das prioridades

do agrupamento e que contou com a

presença da Embaixadora da Ucrânia

e a Diretora da Escola Chinesa. A Vogal

Sílvia Ferreira esteve presente em

representação da Junta de Freguesia.

A tarde foi avançando ao som da

Orquestra Nuno Gonçalves e culminou

na distinção de vários elementos do

corpo docente e não docente e, claro,

de vários alunos de todos os anos

que se destacaram em 2016/2017. A

todos, um excelente ano letivo cheio

de oportunidades e sucesso!

curtas

JAZZ NA PRAÇA

Em setembro voltou-se a ouvir Jazz na

Praça Paiva Couceiro. A 8, atuaram os

Swing na Guelra, instrumentistas que

formam o tradicional quinteto Manouche,

também conhecido como Gypsy

Jazz; a 15, no encontro entre o jazz e a

eletrónica, tocaram Vicente /Marjamaki;

a 22 ouviu-se a música de do quinteto

de Gonçalo Prazeres. Foi uma boa VIII

edição do Jazz na Praça.

Levantamento topográfico 1881

Parte do seu troço esteve para ser alterado, quando, no dia

24 de dezembro de 1930, a Câmara de Lisboa aprovou um

plano de arruamentos para o Olival de Mont’Alperche, que

se situava do lado direito (de quem desce) da Travessa do

Calado. O desenho previa que fosse desembocar diretamente

na futura Avenida General Roçadas.

Vários monstros, monstrinhos e criaturas

do submundo saíram à rua neste

Halloween! Depois de uma tarde bem

passada na LudoBiblioteca, as criaturas

do além foram à caça de doces pelas

ruas da freguesia, onde pregaram vários

sustos, mas foram muito bem-recebidos

por todos. Uma festa muito animada.

A ideia não vingou porque, lê-se no mesmo documento

depositado no Arquivo Municipal de Lisboa, “este projecto

foi substituído por outro apresentado pelo concessionário

e aprovado em 28-7-932”.

E assim se salvou o traçado centenário.

24

25


multiusos

DESPORTO E

MUITO MAIS NO

Dos mais novos aos mais velhos, há atividades

para todos no Espaço Multiusos. Ginástica, várias

modalidades de dança, artes marciais, aprendizagem

de informática, de inglês, de música ou de trabalhos

manuais, como cerâmica e tapetes de Arraiolos.

MULTIUSOS

Não fique em casa!

26 27


28

More magazines by this user
Similar magazines