Revista Carta Premium - 5a Edicao

revistacartapremium

Quinta edição da revista Carta Premium traz reportagens exclusivas sobre gins premium nacionais, lista de espumantes premiados, mais de 100 opções de receitas de drinques e coquetéis com cachaça, lançamentos de destilados e de cervejas

Voilà

Rabo de Galo

Tradicional

Por: Mestre Derivan (receita no site: http://cachacie.com.br . O Cacchaciê

é o primeiro e mais completo APP sobre o mundo da Cachaça e

conta com um portal completo com notícias da área e receitas)

Ingredientes:

• 60 ml de cachaça

• 40 ml de vermute Rosso

Modo de preparo: em um mix glass coloque gelo em

seguida os ingredientes, misture bem, sirva em uma taça

martini gelada, finalize com uma casca de limão.

Um pouco de história sobre o Rabo de Galo

Na década de 1950, São Paulo fez

uma programação especial para a comemoração

do seu quarto centenário

(1554 a 1954) e eram muito comuns

na época ver as figuras do prefeito da

cidade, o Sr. Janio Quadros e o Governador

do Estado Lucas Nogueira

Garcez, em sucessivas reuniões no

Parque do Ibirapuera, em obras aceleradas

para as grandes comemorações

festivas. Com uma visão futurista o

engenheiro Lucas Nogueira Garcez,

queria transformar São Paulo, em

uma grande locomotiva do Brasil,

não só nas indústrias, mas também

culturalmente.

Foi dada a oportunidade a muitas

empresas para estabelecer, especialmente

em São Paulo, atraídos por

grandes cargas de inserções e benefícios.

Juntamente com essas empresas,

veio um produtor de bebida italiana,

que queria produzir e comercializar

vários produtos, olhando para a

grande colônia italiana que vivem em

São Paulo.

Esta empresa iniciou uma pesquisa

para saber, o que as pessoas bebiam

e como bebiam. A resposta foi rápida:

“bebem cachaça”. A maneira mais comum

era colocar cachaça em pequenos

copos e antes de beber, oferecer

um gole para o Santo, e algumas orações,

pedindo proteção e até mesmo

murmurar sabe-se lá o que. Aqui, os

balcões eram sempre molhados, em

suas bases em razão deste ritual. Ao

final do dia, o odor de cachaça era

muito forte. A ideia foi então associar

a popular bebida brasileira ao seu

produto principal, o vermute Rosso.

Ele tomou cuidado para entender

como o brasileiro toma a sua cachaça,

e apenas seguiu o ritual. Coube

a fábrica de vidros chamada Multividro,

localizado no bairro de Belém,

a criação de um opo diferenciado

seguindo as especificações dos italianos,

para o serviço de sua bebida

junto com a cachaça.

Este copo tinha marcas destacadas

indicando as dosagens para o vermute

e outra para a cachaça.

A etapa seguinte era dar um nome

a esta mistura. A sugestão inicial foi

chamá-lo de Cocktail, termo muito

usado na Europa e América. O nome

“Cocktail” foi prontamente rejeitado.

O nome devia estar em português,

então foi feita a tradução:

“Rabo de Galo”.

Decano da coquetelaria

brasileira e o principal

responsável pela internacionalização

da caipirinha,

Mestre Derivan é

bartender do bar Número,

em São Paulo, SP, membro

da Cúpula da Cachaça

e da IBA (International

Bartenders Association),

já tendo ocupado a Vice-

-Presidente da América

do Sul da Entidade; e a

diretoria da Associação

Brasileira de Bartender.

Mestre Derivan é um dos

idealizadores do Projeto

Rabo de Galo, que busca

levar o drinque a ser o segundo

coquetel brasileiro

e o segundo à base de cachaça

na lista da IBA.

(Informações obtidas no

link: http://cachacie.com.

br/rabo-de-galo-o-drink-

-que-vai-ganhar-o-mundo/)

130

More magazines by this user
Similar magazines