Views
10 months ago

Revista Carta Premium - 5a Edicao

Quinta edição da revista Carta Premium traz reportagens exclusivas sobre gins premium nacionais, lista de espumantes premiados, mais de 100 opções de receitas de drinques e coquetéis com cachaça, lançamentos de destilados e de cervejas

In Praesentia Em 2018,

In Praesentia Em 2018, elas, as cachaças Já, a criação do cardápio, se inspirou na tropicalidade brasileira e levou em consideração a ideia de um jantar completo, com alimentos facilmente encontrados nos destinos de férias de verão como litoral ou campo. “A ideia é trazer uma nova roupagem para ingredientes fáceis de preparar, leves e saborosos, além de criar pratos e coquetéis perfeitos para compartilhar e impressionar em qualquer ocasião”, explica Isadora Fornari, uma das idealizadoras da oficina. A lista completa com outras oficinas já programadas para o início do próximo ano pode ser conferida no link: https://foodpass.com.br/eataly . Ainda que o consumo não avance tão significativamente ainda o quanto poderia, o mercado de cachaças finas continua como a grande aposta para o próximo ano e uma excelente saída para os empreendimentos. No início do mês, o Eataly, megaempório e espaço de alta gastronomia na capital paulista, promoveu uma interessante oficina de pratos e drinques para o verão, na qual a grande estrela do evento foi a bebida de alma brasileira: a cachaça. Fruto de parceria entre o Chef Gabriel Spaziani, ex-Unique e Chef do Auá Gastronomia, e os especialistas em cachaça Isadora Fornari e Maurício Maia, o curso ofereceu aula e degustação de quatro drinques para harmonizar com entrada, prato principal e sobremesa, executados com ingredientes frescos e de fácil preparo. Para os coquetéis, os especialistas trouxeram um mix de cachaças artesanais especialmente selecionadas e com misturas refrescantes. Os drinques combinam tanto com os pratos do Chef Spaziani quanto com as festas de fim de ano e o verão, como, por exemplo o Free Spirit, que leva as cachaças Espírito de Minas e Santo Grau Solera PX misturadas com limão, gengibre e hortelã. Um universo de possibilidades O evento do Eataly é um bom exemplo do crescimento do nosso destilado de alma brasileira, a cachaça, que cada vez mais ganha espaço na coquetelaria nacional e mundial e também na alta gastronomia. “O mercado de bebidas premium, de maior qualidade e maior valor, como um todo apresenta crescimento, com destaque para as cachaças. Em números, o segmento de cachaça artesanal vem sendo cada vez mais reconhecido pelo consumidor. Apesar do nicho de cachaças de mais alto valor (segmentos de preço ‘standard’, ‘premium’ e ‘super premium’, segundo nomenclatura reconhecida no mercado internacional) não ser bem auditado, é possível notar um crescimento de mais de 100% entre os anos de 2006 e 2016. No 132

In Praesentia mesmo período, nota-se queda de aproximadamente 23% no mercado de cachaças de baixo valor (segmentos ‘low price’). A quantidade de caixas de 9 litros vendidas em 2006 era de cerca de 95 milhões ao ano; dez anos depois, registrou-se cerca de 74 milhões de caixas ao ano. Na minha previsão, em dez anos, em termos de faturamento, a cachaça artesanal vai representar quatro vezes o que representa hoje”, pontua Luis Henrique Munhoz, presidente da Natique Osborne, grupo responsável pelas marcas Santo Grau, que foram as “estrelas” da oficina realizada no Eataly. Com um portfólio que também contempla brandies, vodcas e steinhaeger, as cachaças finas já representam mais de 50% do faturamento da companhia. “É um nicho significativo Luis Henrique Munhoz, presidente da Natique Osborne sim, é o segmento que mais cresce na empresa. A previsão de crescimento é fechar o ano acima de 20%”, comenta Luis Henrique. Atualmente a empresa tem três marcas consagradas de cachaça em sua linha: Santo Grau, Espírito de Minas e Saliníssima, todas artesanais com origens em selecionados engenhos do Brasil. São produtos de três Estados e cinco regiões diferentes, respeitando as características e peculiaridades de cada origem. “Nós oferecemos cachaça artesanal premium de todos os segmentos com variedade de tipos de envelhecimento, madeiras, faixa de preço, etc. Somos a única empresa brasileira que oferece cachaça premium para todos os gostos e bolsos, em uma única compra, nosso cliente consegue criar uma carta completa e diversificada de cachaças”. Ele explica que a cachaça premium já não é mais uma aposta diferenciada, mas sim um item obrigatório em cartas atuais: “O crescimento das cachaças artesanais reflete a busca do próprio consumidor por uma bebida autêntica e de qualidade, sem contar o fato de ser um produto nacional e muito versátil. A cachaça é um destilado que pode ser apreciado em doses como aperitivo ou em inúmeros coquetéis. Temos descoberto a cachaça em drinques das mais variadas combinações, substituindo outros destilados em clássicos como o Negroni ou presente em releituras do popular Rabo de Galo, além das tradicionais caipirinhas, que são cada vez mais elaboradas e ganham força na coquetelaria brasileira. De acordo com pesquisa da agência Llorente & Cuenca, a cachaça está entre os 4 destilados mais desejados entre o público A e B, no Rio de Janeiro e em São Paulo sendo a categoria de preferência de 14% dos consumidores”. Em 2017, em termos gerais, a Natique registrou mais de 10% de crescimento, com destaque para a cachaça que cresceu mais de 20%, acima da média do mercado. “Além de todas as nossas cachaças serem produzidas por métodos totalmente artesanais, temos uma visão única de qualidade e opções para todos os segmentos (diferentes madeiras, tempos de envelhecimento, diversos níveis de preços). Oferecemos variedade, qualidade, marcas fortes e di- 133

Revista Carta Premium - 4a edição (São Paulo, Brazil)
Revista Carta Premium - março-abril-maio de 2017
Revista Carta Premium - Especial Premiata 2018