Views
9 months ago

Revista Carta Premium - 5a Edicao

Quinta edição da revista Carta Premium traz reportagens exclusivas sobre gins premium nacionais, lista de espumantes premiados, mais de 100 opções de receitas de drinques e coquetéis com cachaça, lançamentos de destilados e de cervejas

Etiqueta

Etiqueta Carta Premium: Há ainda um desconhecimento ou preconceito quanto ao vinho nacional em geral, que se reflete também no mercado de espumantes? Mikaela Paim: Os espumantes brasileiros já são reconhecidos mundialmente por sua qualidade. Os vinhos nacionais já foram condecorados com mais de 3 mil prêmios internacionais. Apesar de o vinho ser uma bebida milenar, cultural e em muitos países cotidiano, no Brasil, o vinho está sendo descoberto e apreciado há poucas decádas. Certamente ao longo dos próximos anos a demanda tende a modificar com mais vivências e conhecimentos do vinho. vinhos querendo dicas de curso de sommelier. Mas acredito que muitos deles não sabem as demandas dessa profissão. Quando me formei, além do curso completo, era requisito 2 anos de experiência em restaurante. Sommelier não é quem entende de vinhos, é quem trabalha com vinhos. Percebo que talvez não vejam a amplitude do setor. Mas para quem pretende viver desta profissão precisa estar ciente que os melhores dias de trabalho são a noite, sem hora para terminar, finais de semana, feriados. Que será necessário abdicar de muitas horas livres em prol do estudo da geografia, história, agronomia, terroir, uvas, processos de fabricação e diversos outros assuntos. Investirá tempo, dinheiro e energia que não retornará em salário, mas em outras riquezas como conhecimento, novos amigos e vivências impares. Carta Premium: Também sob seu ponto de vista, quais as necessidades ou até virtudes para um bar ou restaurante saudável? O que um empreendedor nunca pode deixar de lado, principalmente na questão serviço, carta de bebidas e cardápio em geral? Mikaela Paim: Primeiramente a essência da empresa deve ser estabelecida e mantida. E sempre se atualizar e adaptar de acordo com o mercado. Porém independente das tendências deve haver uma expertise para não se perder durante as modificações e alterações na casa. Carta Premium: Nesses últimos dez anos que acompanhou o mercado, notou alguma mudança mesmo que pequena de postura em relação aos rótulos nacionais? O processo de “premiuminização” ou “gourmetização”, bem como o maior apreço ao artesanal e regional, interferiu positivamente? Mikaela Paim: Sem dúvida o cenário mudou. As vinícolas entenderam a importância de uma atualização tecnológica e de qualidade na produção, e nos últimos 10 anos houve uma evolução exponencial. Todos novos movimentos têm gerado uma nova conscientização a respeito da origem e qualidade dos produtos, o que também gera uma movimentação nos produtores para entregar o melhor resultado. A quem ainda não conhece o vinho nacional, tem preconceito ou até más experiências passadas, vale a pena fazer uma nova avaliação aos produtos do nosso País. Carta Premium: Falando em carta, temos notado uma renovação na apreciação de drinques e um crescimento do apreço à mixologia. Como vê essa área? É uma boa aposta? Mikaela Paim: Houve um crescimento qualitativo no Brasil na mixolgia e profissionais da area, o consumidor final está mais aberto a novas experiências e conhecimentos. O ano de 2017 foi muito simbólico para este setor, pois nunca houve tantas premiações de melhores bares do mundo, bartender e prêmios internacionais. O brasileiro tende a cada vez mais buscar produtos e serviços de qualidade, e o ramo só tende a evoluir com isso. Além de consultora, Mikaela Paim é sócio-proprietária dos restaurantes (matriz e filial) Osteria Generale (www.generale.com.br), que trazem no slogan “Desde 1980 com a tradição em bem servir” justamente o apreço pelo atendimento e qualidade no serviço. A carta dos empreendimentos dedica nada menos que 2 páginas aos vinhos brasileiros, ajudando na escolha por trazerem diversas informações dos rótulos e produtores. Mikaela também é idealizadora do Enobrasil (visite a página no Facebook), evento singular que cria experiências sensoriais, culturais e enogastronômicas, a fim de evoluir a valorização dos produtos e produtores brasileiros. O evento ocorre sempre em agosto. Aos pubs, bistrôs, bares e restaurantes interessados, a sommelière Mikaela oferece consultoria para montagem de carta, treinamento de equipes e realização de eventos. Informações pelo e-mail mikaela@ generale.com.br, (11) 98586-0576, www.facebook.com/vidadesommeliere e Instagram: @vidadesommeliere . 14

Gran Première ENTRE OS TOPS O II Concurso Ibero-americano de Vinos Espumosos y Efervescents, realizado em novembro em Mérida, na Espanha, consagrou mais uma Grande Medalha de Ouro, três Medalhas de Ouro e duas de Prata para ótimas opções nacionais. O grande destaque realmente foi o Cave Geisse Espumante Extra Brut, da vinícola Geisse, com sua Medalha de Grande Ouro, um espumante de 30 meses de guarda, obtido através de um blend com seleção às cegas dos melhores vinhos base Chardonnay e Pinot Noir da safra. Complexo e cremoso, apresenta um bom equilíbrio entre acidez e açúcar. Com boa intensidade aromática, lembra frutas, flores brancas com toque de nozes, mel e brioche. Harmoniza muito bem com com frutos do mar e peixes em geral. Em tempo: a Vinícola Geisse abriu este semestre sendo premiada internacionalmente. Foi a única brasileira a figurar na lista da edição 2017 do San Francisco International Wine Competition, dos EUA. Conheça os outros premiados e as vinícolas produtoras: Medalhas de Ouro – Garibaldi Espumante Pinot Noir Brut, da Cooperativa Vinícola Garibaldi – Bellavista Desirée Espumante Brut Rosé, da Vinícola Galvão Bueno – Cave de Amadeu Espumante Brut Rosé, da Vinícola Geisse Medalhas de Prata – Garibaldi Espumante Chardonnay Brut, da Cooperativa Vinícola Garibaldi – Garibaldi Vero Espumante Brut,da Cooperativa Vinícola Garibaldi Brasil no Top 100 mundial Organizado anualmente pela Associação Mundial de Escritores e Jornalistas de Vinhos & Destilados, a edição 2017 do World Ranking of Wines & Spirits (Ranking Mundial de Vinhos & Destilados) traz rótulos brasileiros entre os 100 melhores do mundo. A lista se baseia nos resultados de concursos realizados no mundo todo. O grande destaque em 2017 é a presença de um brasileiro na quinta colocação mundial: o Casa Perini Moscatel, da Perini. Este rótulo apresenta aromas de flores e de frutas como pêssego, e tem agradável textura devido às borbulhas e doçura que é balanceada com o frescor das uvas Moscato. Acompanha muito bem pratos como carne suína com geleia, vegetais caramelados e sobremesas. Conheça a seguir os outros rótulos brasileiros que figuram entre os 100 melhores pontuados no mundo: No Ranking 2017 – 18a. colocação: Garibaldi Espumante Chardonnay Brut, da Cooperativa Vinícola Garibaldi – 37a. colocação: Garibaldi Espumante Moscatel, da Cooperativa Vinícola Garibaldi – 46a. colocação: Marcus James Espumante Brut, da Cooperativa Vinícola Aurora – 48a. colocação: Garibaldi Espumante Prosecco Brut, da Cooperativa Vinícola Garibaldi – 68a. colocação: Ponto Nero Brut Rosé de Noir, da Domno do Brasil (Grupo Valduga) – 73a. colocação: Ponto Nero Brut, da Domno do Brasil (Grupo Valduga) – 89a. colocação: Aurora Espumante Moscatel Branco Grande Prova Vinhos do Brasil Em meio a 827 amostras de 125 vinícolas nacionais, no início de novembro foi divulgada a relação dos melhores rótulos de vinhos, espumantes e sucos de uva nacionais eleitos na Grande Prova Vinhos do Brasil. Foram eleitos melhores em 31 categorias que incluíam diferentes estilos de espumantes, brancos, rosés e tintos. Três vinícolas se destacaram como as melhores em mais de uma categoria: Cave Geisse (três categorias), Casa Perini e Lidio Carraro (ambas em duas categorias). Confira a seguir os vencedores em cada categoria: ESPUMANTES – Melhor Espumante Brut Branco Champenoise: Cave Geisse Brut – Melhor Espumante Brut Branco Charmat: Casa Galiotto Brut – Melhor Espumante Brut Rosé Champenoise: Casa Valduga Arte Brut Rose – Melhor Espumante Brut Rosé Charmat (EMPATE): Dunamis Ar Brut Rosé e Cave Del Veneto Brut Rosé (Adega Chesini) – Melhor Espumante Extra-Brut, Nature Branco: Victoria Geisse Extra Brut 2017 – Melhor Espumante Extra-Brut, Nature Rosé: Victoria Geisse Extra Brut Rosé 2016 – Melhor Espumante Prosecco/Glera: X Decima Prosecco – Melhor Espumante Moscatel Branco: Giaretta Moscatel – Melhor Espumante Demi-Sec Branco: Casa Perini ICE Demi-Sec – Melhor Espumante e Moscatel e Demi- -Sec Rosé: Monte Paschoal Moscatel BRANCOS – Melhor Branco Chardonnay: Pizzato Legno Chardonnay 2016 – Melhor Branco Sauvignon Blanc: Dom Pedrito Obelisco Sauvignon Blanc 2016 – Melhor Branco Gewurztraminer: RAR Collezione Gewurztraminer 2011 – Melhor Branco Riesling: Aurora Varietal Riesling Itálico 2017 habi82- Melhor Branco Moscato: Monte Paschoal Moscato Frisante, Basso – Melhor Branco de Outras Castas e Cortes: Miolo Quinta do Seival Alvarinho 2016 ROSÉ – Melhor Rosé: Cattacini La Sagrada Familia 2017 TINTOS – Melhor Tinto Cabernet Sauvignon (EM- PATE): Angustifólia Cabernet Sauvignon 2012 e Panizzon Celebrando Gerações Cabernet Sauvignon 2015 – Melhor Tinto Merlot (EMPATE): Monte Paschoal Dedicato Merlot 2013 e Barão de Petrópolis Reserva Merlot 2012 – Melhor Tinto Tannat: Almejo Tannat 2012 – Melhor Tinto Sangiovese: Cave Antiga Sangiovese 2012 – Melhor Tinto Syrah: Vista da Serra Syrah 2015 – Melhor Tinto Pinot Noir: Monte Paschoal Dedicato Pinot Noir 2014 – Melhor Tinto Tempranillo: Lendas do Pampa Tempranillo 2015 – Melhor Tinto Cabernet Franc: Barão de Petrópolis Reserva Cabernet Franc 2012 – Melhor Tinto Marselan: Casa Perini Marselan 2014 – Melhor Tinto de Outras Castas: Lidio Carraro Singular Teroldego 2010 – Melhor Tinto Cortes: Lidio Carraro Quorum Grande Vindima 2008 DOCES E FORTIFICADOS – Melhor em Doces e Fortificados: Boscato Licoroso SUCO DE UVA – Melhor Suco de Uva Integral Branco: Suco de Uva Integral Zanrosso – Melhor Suco de Uva Integral Tinto: Suco de Uva Integral Galiotto 15

Revista Carta Premium - 4a edição (São Paulo, Brazil)
Revista Carta Premium - março-abril-maio de 2017
Revista Carta Premium - Especial Premiata 2018