Revista Carta Premium - 5a Edicao

revistacartapremium

Quinta edição da revista Carta Premium traz reportagens exclusivas sobre gins premium nacionais, lista de espumantes premiados, mais de 100 opções de receitas de drinques e coquetéis com cachaça, lançamentos de destilados e de cervejas

In Praesentia

Vantagens de ter um

profissional especializado

Matheus lembra que no Brail algumas

tendências e demandas têm

realmente saltado à mesa e uma

delas é a necessidade de ter um profissional

formado que possa realmente

melhor atender aos clientes.

“Hoje, é preciso dispor de um beer

sommelier na sua equipe para dar

um ótimo serviço, explicar melhor,

sugerir melhor uma cerveja, indicar

o melhor rótulo para o cliente degustar.

Estamos aumentando muito

o número de conhecedores. O cliente

que pede uma cerveja especial já

conhece um pouco, então é preciso

ter na equipe um profissional com

conhecimentos mais aprofundados

do que o próprio cliente, para assim

poder indicar melhor e dessa forma

atender melhor o próprio apreciador,

sugerindo ótimas harmonizações,

por exemplo. Outra característica

importante atual é que o sommelier

saberá trabalhar melhor o chope,

que é uma cerveja viva, que estraga

mais facilmente, razão pelo qual se

não for bem gerido o estabelecimento

perde dinheiro. Trabalhar com a

cerveja em garrafa é bem mais fácil,

é só abrir a garrafa e servir. No caso

do chope tudo precisa ser bem feito:

armazenamento, engate do cilindro

de CO2, é preciso fazer tudo certo

para que a cerveja fique bem carbonatada,

para que não azede - coisa

que pode acontecer muito rápido,

em apenas duas semana”, comenta.

Por isso, para Guilherme, essa área

vem crescendo exponencialmente, já

que foca tanto um melhor serviço para

o cliente quanto um melhor rendimento

para o empreendimento, com redução

de perdas. “É uma área que vem

crescendo exponencialmente, e com

cada vez mais opções no mercado. Com a facilidade de

informação que temos com a Internet, clientes vêm mais

informados — ou até mal informados — que o profissional

da equipe. Nosso trabalho, como profissionais da área, é

orientar para o certo e para isso precisamos estar bem

preparados com bases teóricas e práticas. Em muitos países

a cerveja artesanal já é parte do menu fixo de muitos

restaurantes renomados de alta gastronomia renomados”.

Sob o ponto de vista do bar

Apesar da demanda latente deste tipo de profissional,

Matheus e Guilherme concordam que ele ainda não é

tão requisitado quanto deveria. “Isso pelo fato da pouca

informação sobre cervejas artesanais, um pouco de desconfiança

no segmento e um público ainda em formação,

mas isso está mudando rapidamente. Vejo muito trabalho

sendo bem feito, mas ainda há muito para conquistar,

é preciso uma busca por aperfeiçoamento constante

e muito cuidado, como formadores de opinião, para não

disseminar informações errôneas”, explica Guilherme.

Matheus, que se formou como mestre cervejeiro mestre

malteador na Alemanha, e também trabalhou em micro-

140

More magazines by this user
Similar magazines