Revista Carta Premium - 5a Edicao

revistacartapremium

Quinta edição da revista Carta Premium traz reportagens exclusivas sobre gins premium nacionais, lista de espumantes premiados, mais de 100 opções de receitas de drinques e coquetéis com cachaça, lançamentos de destilados e de cervejas

Etiqueta

- ¼ Aperol

- ¼ Manzanilla Guita

- 3 gotas de Bitter Peychaud’s.

Preparo: Coloque todos os ingredientes

no Mixing Glass (menos o

Peychaud’s), mexa tudo por 10 segundos,

peneire em um copo old

fashioned com gelo e coloque as

gotas do Bitter Peychaud’s. Decore

com um twist de limão siciliano.

Carta Premium: Como apreciador

de bebida finas, poderia nos indicar

rótulos de outras bebidas que

conheceu e indicaria (cerveja, gins,

etc.)?

Paulo Cesar Corghis: Gosto especialmente

de Jerez. Apesar de não

ser da região de Jerez, gosto muito

do Manzanilla Guita. Sempre uma

boa e não obvia pedida num balcão

de bar. Se preferir um clássico, indico

o Dry Martini feito com Martin

Miller’s Gin. O que não pode faltar

na estante de bar é um bom gin, o

meu predileto não se encontra fácil

por aqui, pois é específico de Londres:

Old Bakery Gin. Se for pra falar

de Brasil, penso em várias cachaças

espetaculares. Uma de exemplo? A

Sapucaia XO vale cada gole. E se for

pra tomar litros, lembro logo da cerveja

belga Old Gueuse. Já na privacidade

do meu lar, como sommelier

que também sou, não abro mão de

um bom Rioja Alta.

Carta Premium: Você presta consultoria

ou realiza treinamentos in

loco?

Paulo Cesar Corghis: Como meu

grande prazer é sempre trocar informações

sobre coquetelaria e bebidas,

foi através da consultoria

que encontrei um bom caminho

pra conversar com diversos tipos

de barras e público. No Parmegiana

Factory (Shopping Eldorado, Shopping

Granja Viana e Shopping Santo

André e futuramente uma unidade

em Miami), por exemplo, minha

consultoria consistiu na criação da

carta de coquetéis adequando a um

estudo do perfil da casa e público,

treinamento de toda equipe do bar

(produção de insumos, técnica de

coquetelaria, história dos clássicos,

caracteristicas das bebidas, treinamento

de vendas para as equipes

de bar e salão). Nas minhas consultorias,

o tema “hospitalidade” não

pode ficar de fora; este aliás é um

dos temas que escrevo como articulista

no site Mixology News. Por

um bom tempo também fiz carta de

coquetéis para harmonizar com jantares

temáticos nas residências das

pessoas.

Carta Premium: Comentários finais

Paulo Cesar Corghis: Estamos vivendo

o que chamo da “Era de

Ouro” da coquetelaria brasileira

onde grandes amigos barmen estão

destacando mundialmente. Estamos

nos alinhando com os grandes

profissionais do mundo e sendo reconhecidos.

Destaco os premiados

Frank Bar, Guilhotina e SubAstor

nos 50 Melhores bares do Mundo e

o Guilhotina no Tales of Cocktail

em New Orleans. Há

trabalhos surpreendentes

com cachaça, e destaco o Jiquitaia.

A cachaça é o hit do

momento no mundo e cada

vez mais estrangeiros têm

se interessado e procurado a

cachaça. Cabe a nós participantes

desta geração de Ouro

não deixar morrer este legado

e que a nova geração ou

daqui uns 10 anos se tenha

o triplo ou quádruplo de profissionais

fazendo coquetelaria

de excelência e representando

o Brasil nos maiores

campeonatos internacionais.

Fico orgulhoso de fazer parte

deste período contribuindo

mesmo que em pequena

parcela e conviver com estes

grandes amigos que me dão

orgulho de estar vivendo este

momento. Viva a coquetelaria

brasileira! E espero que sejamos

reconhecidos pelo governo

e pelos donos de bares

pelo trabalho e profissionais

que hoje somos, estudando

permanentemente, elevando

o nome dos bares e nos projetando

no mundo. E viva a

cachaça, nosso produto genuinamente

brasileiro!

Contatos sobre trabalhos de

consultoria, palestras e treinamentos:

paulocorghis@

yahoo.com.br e pelo fone (11)

98107-7028

60

More magazines by this user
Similar magazines