Views
6 months ago

apostila-drones-e-vants-160301200926

Drones e VANT’s De

Drones e VANT’s De forma diferente, estão os multirotores. Baseados apenas na energização fornecida por sua baterias, estes, têm sua sustentação fornecida por seus conjuntos de propulsão. Sendo eles compostos por drivers de potênica, motores e hélices (também chamadas asas rotativas). Há ainda os aeróstatos, mais conhecidos como dirigíveis ou balões. São veículos aéreos que garantem sua sustentação por serem mais leves que o ar. Suas estruturas possuem uma característica grande câmara de ar quente ou gás. Arquiteturas Os veículos aereos têm sua arquitetura semi definida em função de um somatório de fatores. Fatores estes, que são provenientes de tipos de aplicações, combustíveis, investimento, clima, et cétera. Para aplicações militares, tecnologia e precisão. Para longas distâncias, grandes asas fixas trazem sustentação e economia. Para grandes velocidades, turbinas, aerodinâmica e controle otimizado. Para estabilidade de posição, hélices, sensoriamento e controle otimizado. Características específicas têm suas relações aos propósitos. http://www.cd-adapco.com/products/star-ccm%C2%AE/solvers 18

Drones e VANT’s Tome-mos como exemplo o projeto de contorno da seção de uma asa. Somente esta questão integra fatores como: materiais, custo, resistência, peso, vibração, resiliência, velocidade, arrasto, sustentação, estabilidade, autonomia, vortexs, et cétera. http://www.cd-adapco.com/products/star-ccm%C2%AE/solvers Na imagem acima vemos uma simulação computacional do comportamento do ar ao ser deslocado por uma aeronave. O fluido deslodado de forma diferenciada, entre as curvaturas superior e inferior das asas, promove um diferencial de pressões favorecendo a pressão inferior. O que fornece a sustentação necessária ao voo em função da velocidade de translação da aeronave. Tecnologia básica A evolução tecnológica dos últimos tempos permitiu que uma vasta gama de equipamentos antes inacessíveis comercialmente, se tornassem produtos vendidos em escala. Frames A estrutura do VANT deve ser capaz de suportar suas torções, vibrações e possíveis pequenos impactos, inerentes à seu próprio voo ou à manobras de decolagem e pouso. 19

Jornal 28 (NOVO!!! Acesse Aqui!!!) - APPEGO
Cascais.pdf
Novo Código Florestal e as implicações no Rio Grande ... - Crea-RS
ENGENHARIA de AGRIMENSURA - Crea-RJ
Mais informações, acesse a íntegra da pesquisa aqui. - Logweb
Conduril
Catálogo EESC - Escola de Engenharia de São Carlos - USP
Brochura do PADE 2013-2014 - AESE
Hora de jogar pelo empate - Crea-ES