Views
5 months ago

Revista Digital Copiosa Redenção Fevereiro

Em comunhão com a Igreja no Brasil e o tema da Campanha da Fraternidade deste ano, nos propomos a refletir sobre a realidade da violência no contexto da drogadição.

Fundador contemplando o

Fundador contemplando o Sacrifício de abraão PARA MEMORIZAR Oferecerei em holocausto tudo aquilo que deve ser ofertado, para que Deus seja o absoluto da minha vida. (Pe. Wilton) PARA REZAR Senhor, dai-me a força de renunciar a tudo aquilo que tem ocupado o teu lugar em meu coração. PARA PENSAR Sou capaz de fazer como Abraão, dar em sacrifício, aquilo que tenho colocado como prioridade em minha vida no lugar de Deus? Na nossa vida consagrada e religiosa adquirimos bens, apego a pessoas, coisas e lugares, que nos levam a exercer uma espécie de paternidade sobre estas realidades, remetendo a Abraão e seu único filho Isaac - o filho da benção - porque o outro filho foi o filho de Agar, a escrava. Abraão amava Isaac como único tesouro da sua vida, o único bem da sua existência, a única confirmação da promessa de Deus e eis o momento em que Deus pede a Abraão o sacrifício de Isaac, o seu único filho, o filho da promessa. Sacrificá-lo seria reconhecer que a promessa de Deus se tornaria impossível de ser realizada. Seria do lado humano, perder o seu único tesouro, sua posteridade, sua descendência. Perder tais coisas para o israelita era como não viver, não ter o sentido realizado para vida. Deus pede e Abraão responde generosamente: leva o seu filho para sacrificá-lo. Abraão perde o seu filho, mas confia nos desígnios de Deus e da providência, e sabe que Deus de alguma forma, manifestará e continuará manifestando a aliança. Ao longo de nossa vida, devemos perceber qual é o Isaac - o que é que está ocupando o lugar de Deus em nosso coração? Vez por outra, o Senhor passará em nossos corações copiosos e pedirá o sacrifício daquele Isaac que temos guardados dentro de nós. Deus pede o sacrifício de tudo aquilo que tira o lugar Dele em nosso coração. Deus pede que seja oferecido em holocausto todos os nosso ídolos: pessoas, coisas, lugares, cidades; Deus pede a pureza de nosso coração: coração casto nada possui, só Deus é o Senhor do nosso coração. Assim, devemos oferecer com generosidade, aquilo que nós levamos como algo precioso e que ocupa o lugar de Deus. Pe. Wilton Moraes Lopes, CsSR Fundador da Copiosa Redenção 4 Revista COPIOSA REDENÇÃO Fevereiro 2018

CRCRÔNICAS POR IRMÃO JOÃO HEIN NETO, 1945. Seis de agosto. Oito e quinze da manhã. Nasce ao som de um estrondo a grande rosa de Hiroshima. O homem que conduz o bonde, o menino que entrega o jornal, a senhora que leva a xícara à boca – o segundo ininterrupto que ainda aguarda, etéreo, seu desfecho. E o futuro da humanidade profetizado no grito mudo, nos rostinhos desesperados das crianças sem pais, sem rumo. O clarão da Little boy projeta nos raríssimos restos de parede sombras permanentes, cicatrizes anônimas. Sobreviventes. 1963. 22 de novembro. Meio-dia e meia. Disparos de uma Paraviccini-Carcano atingem John F. Kennedy em seu automóvel presidencial durante uma passeata num distrito de Dallas - flashes. Atônita, Jackie Kennedy tenta juntar os pedaços do crânio de seu marido espalhados sobre o capô traseiro da limusine conversível em movimento - flashes. A cadeira presidencial do EUA é assumida no dia seguinte à tragédia – flashes. O autor do assassinato foi baleado e morto dois dias depois – flashes. 2001. 11 de setembro. Oito e 46 da manhã. Aviões sequestrados por organizações criminosas fundamentalistas colidem intencionalmente contra as Torres Gêmeas em Nova Iorque. O mundo assiste estarrecido à barbárie em tempo real. Os dicionários admitem um novo verbete: terrorismo s.m. - modo de impor a vontade pelo uso sistemático do terror (cai a Torre Sul, 56 minutos após a colisão); emprego sistemático da violência para fins políticos (cai a Torre Norte, 102 minutos após a colisão). 2017. 14 de outubro. Três da tarde. Dois veículos-bomba explodiram com pouco tempo de diferença no centro da capital da Somália, Mogadíscio, deixando dezenas de cadáveres carbonizados, edifícios destruídos e hospitais lotados de feridos. A autoria do atentado foi reivindicada pela milícia jihadista Al Shabab. É o maior ataque terrorista desde 2001. Nuggets de frango é o assunto mais comentado no Twitter nesse ano. 2018. 10 de dezembro. Seis e dez da manhã. Uma senhora de setenta anos acorda em sua casa solitária e pensa “feliz aniversário!”. Levanta-se, veste seu chambre rosa e prepara um café para si. Liga a tevê, que noticia os também setenta anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade”, declama orgulhosa e comovida às lágrimas a cronista do jornal, enquanto a senhora mastiga lentamente e engole um pedaço de torrada seca. Sozinha, em sua casa vazia e morta, ela decide voltar pra cama. a c d n d r es c a a r v m n i O FUTURO -dos homensr o n a e a a c t e

campanha da fraternidade 2013 - Curia Diocesana
campanha da fraternidade 2012 - Paróquia Bom Jesus dos Migrantes