Views
3 months ago

O Lavrador - 517 (3949) 01 2018

16 verdadeiras. De

16 verdadeiras. De acordo com a versão oficial, instalações de infra-estrutura críticas no país estão protegidas de tais ataques, mas a Aliança Cibernética da Ucrânia avisa contra o repouso imprudente nos louros. Ainda não temos um centro poderoso para combater esses ataques, enquanto que "tropas cibernéticas" bem equipadas e especializadas, com um grande número de contingentes, foram oficialmente criadas na Rússia. 9. Expectativas de protestos em massa. ХЛІБОРОБ – CІЧЕНЬ 2018 N.o 517 (3949) JANEIRO 2018 10. Uma ameaça de perda de controle. Apesar dos medos, eles não eram muito numerosos. Os partidários de Saakashvili, ao contrário dos adeptos de Tiahnybok, dois anos antes, apesar de esmagar janelas no Palácio de Outubro, mas não jogaram granadas fora do prédio do parlamento. A propósito, este ano, os maiores protestos em massa (com os slogans "Get Foreigners Out of the Government") foram organizados por nacionalistas radicais. Mas eles não vêem nenhuma ameaça neles por algum motivo, ou eles não acreditam nisso. Até agora, todos os "maidans" deste ano não são protestos em massa pelo povo ucraniano, mas apenas os comícios típicos do partido, projetados para o efeito da mídia e a mobilização de bens pessoais. E durante o "confronto da tenda" na Rua Hrushevskoho e o chamado "avanço da fronteira", na minha opinião, a Polícia Nacional funcionou muito bem - o uso da força foi minimizado. Uma declaração do ministro do Interior, Arsen Avakov, que, enquanto escolheva entre rias sangrentas nas ruas e "tendas meio vazias", ele escolheu o último, não foi entendido pelas autoridades, mas essa posição não permitiu que o conflito se desenvolvesse. A situação no país em 2017 foi influenciada negativamente por sinais de aumento na incontrolabilidade no estado. Isso diz respeito à ausência real de uma coalizão governante na Verkhovna Rada, pelo que as alianças situacionais das forças políticas anteriormente incompatíveis se tornaram freqüentes. Isso também levou a um aumento do absenteísmo parlamentar. Parece que as leis de reforma são impostas com ameaças de privação de imunidade parlamentar ou com pedaços de bolo de orçamento. Os chefes de três ministérios e numerosos departamentos centrais e corporações estaduais estão em estado suspenso, atuando como chefes de atuação. O Banco Nacional da Ucrânia também está à procura de um novo gerente. A equipe da Comissão Eleitoral Central não está atualizada, e aqueles que trabalharam sob Yanukovych pediram música no Tribunal Constitucional. Algumas agências estatais estão em reorganização por muito tempo, e outras, apesar do acordo com parceiros europeus, ainda não foram reformadas. A ausência de leis sobre o presidente e o Conselho de Ministros leva a tentativas de assumir os poderes de outra pessoa. Um sistema de eleição mista é difícil de combinar com os princípios de uma forma de governo presidencial parlamentar e um projeto de lei recentemente submetido à Verkhovna Rada, com a proposta de se mudar para eleições puramente majoritárias, acabará com esse sistema. A reforma da descentralização do poder parou no meio caminho, e não foram feitas mudanças estratégicas a este respeito à constituição. A moda para o controle manual corrompe as pessoas, sugere que esses métodos também

N.o 517 (3949) JANEIRO 2018 funcionarão em níveis mais baixos. Até agora, o estado ainda está segurando, com base na compreensão do poder e da sociedade da necessidade de se unir na luta contra um inimigo externo. Mas, mais cedo ou mais tarde, talvez no próximo ano, os riscos de uma perda de controle pelo Estado forçarão a elite política a fazer uma escolha - tropeçar no passado ou tentar entrar no futuro. Yevhen Yakunov. Kyiv (fonte: https://www.ukrinform.net/rubric-society/2374678-tenrisks-in-2017-that-ukraine-has-managed-to-avoid.html Governador do Paraná Beto Richa recebe seleção máster de futebol da Ucrânia Equipe foi trazida pelo embaixador da Ucrânia no Brasil, Rostyslav Tronenko, ao Palácio Iguaçu. A seleção esteve em Curitiba para um jogo beneficente, com renda revertida para o hospital Pequeno Príncipe. Cerca de 500 mil descendentes de ucranianos vivem no Paraná. O embaixador da Ucrânia no Brasil, Rostyslav Tronenko e a seleção máster de futebol do país foram recebidos pelo governador Beto Richa na terça-feira (22), no Palácio Iguaçu, em Curitiba. A seleção esteve em Curitiba para um amistoso beneficente que aconteceu na terçafeira (23), em Santa Felicidade, com a renda revertida para o hospital Pequeno Príncipe. Ao saudar a seleção, o governador destacou o papel dos imigrantes ucranianos no desenvolvimento do Paraná. “Temos grande admiração e gratidão à comunidade ucraniana, que tem um papel significativo na cultura paranaense e dá grandes contribuições para ХЛІБОРОБ – CІЧЕНЬ 2018 17 o desenvolvimento do nosso Estado”, afirmou. “Ficamos felizes e honrados com a presença do time ucraniano no Paraná”, disse ele, lembrando que muitos jogadores integraram a seleção principal da Ucrânia e participaram de algumas copas do mundo. O papel do futebol nas relações de amizade entre os países foi destacado pelo embaixador Tronenko. “A seleção máster chegou com uma missão de amizade, para mostrar que o povo ucraniano é da paz e, assim como o brasileiro, gosta de futebol. O esporte tem o poder de conquistar pessoas de qualquer idade”, afirmou. “É uma honra para a seleção vir ao país do futebol, para muitos jogadores esta é a primeira visita ao Brasil”, contou. O Paraná conta com uma das maiores comunidades ucranianas do mundo, com cerca de 500 mil descendentes vivendo no Estado. Atualmente, cerca de 20 jogadores brasileiros atuam na primeira liga do futebol da Ucrânia. AMISTOSO – A partida em Curitiba é organizada pelo ex-campeão mundial de boxe Macaris do Livramento. Os ucranianos enfrentaram um time com ex-jogadores dos principais clubes da capital que fizeram história no futebol paranaense. Além de Curitiba, os ucranianos jogaram um amistoso marcado na cidade de Santos (SP), na quarta-feira (24). (fonte: .aen.pr.gov.br/) Vitória da seleção de masters da Ucrânia em Curitiba A seleção de masters da Ucrânia venceu por 5 a 1 um combinado de ex-jogadores de Atlético, Coritiba e Paraná, nessa terça-feira

Edição Impressa - Janeiro 2018
Brasil Combate Magazine | Edição #1 | JAN 2018
Jornal Pela Ordem! - Ano 1 2a ed - AGO-16
centro de educação ambiental - Agrupamento de Escolas do Barreiro
Revista de Dezembro 2011 - Aciro
Rio+10 - o Brasil na cúpula sobre desenvolvimento
3.ª divisão - série açores - Post Milenio
VEJA O NOSSO ANÚNCIO NA ÚLTIMA PÁGINA ... - Post Milenio
MÃE DE TODAS AS GREVES - O Primeiro de Janeiro
Edição 95 - Novembro / Dezembro - 2009 - Instituto dos Advogados ...