Views
5 months ago

O Lavrador - 517 (3949) 01 2018

6 mais fracos, pior do

6 mais fracos, pior do que os povos que mantiveram sua independência, mas porque os próprios ucranianos tiveram de enfrentar uma agressão muito maior em todos os lados, e nessa luta pela independência em 1917-21, muito mais ucranianos morreram do que em qualquer outro estado que tenha mantido sua independência, e talvez até mais do que todos juntos ", disse Vyatrovich. (fonte: https://www.ukrinform.ua/rubric-society/2387317-rosia- mae-pamatati-so-ukrainsku-nezaleznist-progolosili-u-1918- vatrovic.html) O fórum em Davos pela primeira vez abriu a "Casa ucraniana" ХЛІБОРОБ – CІЧЕНЬ 2018 N.o 517 (3949) JANEIRO 2018 Ucrânia como um novo parceiro tecnológico para empresas globais. "Por um lado, estamos testemunhando a quarta revolução industrial, que mudará as economias dos países estruturalmente. Por outro lado, não é coincidência que a busca de formas de cooperação internacional e a criação de um futuro comum para todo o mundo seja escolhida como tema principal. Este ano pode se tornar o ano da Ucrânia de atrair investidores e crescimento econômico, portanto, para representantes ucranianos, uma das tarefas do Fórum foi minimizar a incerteza sobre a Ucrânia para os investidores ", afirmou. A KPMG é uma rede internacional de empresas independentes que prestam serviços de auditoria, fiscalização e assessoria. Os escritórios da KPMG são abertos em 152 países do mundo. (fonte: https://www.ukrinform.ua/rubric-economy/2387664- na-forumi-v-davosi-vperse-vidkrili-majdancik-ukrainskij-dim. html?utm_source=gravitec&utm_medium=Referral) No âmbito do 48º Fórum Econômico Mundial realizado em Davos de 22 a 26 de janeiro de 2018, a “Casa da Ucrânia” abriu pela primeira vez. Isto foi afirmado em um comentário de Andriy Tsymbal do gerenciamento Ukrinforma KPMG (uma rede global constituída por firmasmembro independentes, que operam em 155 países ao redor do mundo) na Ucrânia, - a empresa que participa no Fórum Econômico Mundial. "A abertura da Casa da Ucrânia é um evento verdadeiramente histórico. A Ucrânia tem uma missão global para se promover como um centro empresarial e de TI, um país com alto potencial de investimento", afirmou. De acordo com Tsymbal, a "Casa da Ucrânia" é um centro de discussão, onde dentro de quatro dias úteis houveram discussões em vários formatos sobre o tema que a Ucrânia pode oferecer aos parceiros internacionais. Ele também enfatizou a importância deste evento em termos de posicionamento da O presidente da Ucrânia Petro Poroshenko e o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu discutiram o estabelecimento de uma zona de livre comércio entre os países e a perspectiva de uma missão de paz das Nações Unidas em Donbas. O encontro deles foi realizado em Davos, conforme relatório do serviço de imprensa do chefe de Estado . Como se afirma no relatório, Netanyahu e Poroshenko discutiram a agenda bilateral e formas de desenvolvimento das relações tradicionalmente amigáveis ​entre a Ucrânia e Israel e expressou satisfação com a dinâmica positiva de diálogo político ucraniano-israelense

N.o 517 (3949) JANEIRO 2018 em todos os níveis. "O chefe de Estado renovou seu convite para Benjamin Netanyahu fazer uma visita oficial à Ucrânia em um momento conveniente". Poroshenko também expressou gratidão pelo apoio na resolução da Assembléia Geral da ONU sobre a Criméia em dezembro de 2017. De acordo com o serviço de imprensa do presidente ucraniano, os interlocutores também concordaram com a necessidade de uma maior intensificação da cooperação econômica entre a Ucrânia e Israel. "A este respeito, as partes confirmaram a sua disponibilidade para concluir as negociações sobre a conclusão de um acordo sobre uma área de livre comércio entre a Ucrânia e Israel", afirma o comunicado. Tendo em conta a celebração do Dia Internacional da Reconhecimento do Holocausto na Ucrânia e em todo o mundo em 27 de janeiro, Poroshenko expressou sua solidariedade com a memória das vítimas desta terrível tragédia. A reunião também discutiu a situação em Donbass e a necessidade de implantar uma missão de paz da ONU nos territórios ocupados. (fonte: https://www.ukrinform.ua/rubric-economy/2388967- porosenko-i-netanagu-pidtvedili-gotovnist-stvoriti-zvt-mizukrainou-j-izrailem.html) ХЛІБОРОБ – CІЧЕНЬ 2018 7 Президент провів зустріч із Прем’єрміністром Республіки Хорватія Під час візиту до Давосу для участі у Щорічному засіданні ВЕФ Президент України Петро Порошенко провів зустріч із Прем’єрміністром Республіки Хорватія Андреєм Пленковичем. Президент України висловив вдячність Прем’єр-міністру Хорватії за послідовну підтримку територіальної цілісності та суверенітету України, а також за активну політичну, гуманітарну і експертну допомогу, яку Загреб надає нашій країні на двосторонньому рівні. Глава держави подякував Андрею Пленковичу за співавторство Хорватії Резолюції ГА ООН «Становище у галузі прав людини в Автономній Республіці Крим та м. Севастополь (Україна)», яка була прийнята Генеральною Асамблеєю ООН в грудні 2017 року. Президент України та Прем’єрміністр Хорватії висловили задоволення започаткуванням практичної діяльності двосторонньої робочої групи з вивчення унікального досвіду Хорватії в мирній реінтеграції тимчасово окупованих територій. Під час зустрічі було також обговорено перспективи участі України в енергетичних проектах, які реалізуються в Хорватії та спрямовані на зміцнення енергетичної безпеки Європи. Президент провів зустріч із Прем’єр-міністром Республіки Хорватія O presidente se reuniu com o primeiro-ministro da República da Croácia 25 de janeiro de 2018 O presidente se reuniu com o primeiroministro da República da Croácia. Durante a visita a Davos para participar da reunião anual do WEF, o presidente da Ucrânia Petro Poroshenko reuniu-se com o primeiro-ministro da República da Croácia, Andrei Plenkovich. O Presidente Poroshenko expressou sua gratidão ao Primeiro Ministro da Croácia pelo apoio consistente à integridade territorial e à soberania da Ucrânia, bem como à assistência política, humanitária e especializada ao nosso país a nível bilateral. O Chefe de Estado agradeceu a Andrei Plenkovich pelo co-patrocínio da Croácia pela Resolução da Assembléia Geral da ONU "Situação no domínio dos direitos humanos na República Autónoma de Crimeia e Sevastopol", adotada pela Assembléia Geral da ONU em dezembro de 2017.

Dezembro 2007 - Federação Portuguesa de Columbofilia
Relatório Anual 2 - Transparência Brasil
JORNAL BRASILEIRO DE OFTALMOLOGIA - Sociedade Brasileira ...
Certificação eletrônica Certificação eletrônica - Fenacon
Edição nº 79 - Janeiro, Fevereiro e Março de 2013 - Sindimetal/PR
Mais apoios às famílias portuguesas - Acção Socialista
Marginal Tietê tem 900 mil de multa - Metro Magazine
Anais do Congresso - Universidade São Judas Tadeu
Começa a tramitação do projeto de lei para o aumento - Sociedade ...
VINGAR
Abr-Mai-Jun/2012 Ano V. N°18 - Creci RJ
VEJA O NOSSO ANÚNCIO NA ÚLTIMA PÁGINA ... - Post Milenio
Centenários de Ceuta e de Afonso de Albuquerque : sessão solene ...
Aware | Timor-Leste | N.º 1 - Abreu Advogados
Nº 04 - Bem vindo ao site público