Views
2 months ago

GAZETA DIARIO 497

06 Opinião Foz do

06 Opinião Foz do Iguaçu, sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018 Rotatória Enfim uma ação abrupta e que parece será de fácil solução, com inauguração prevista para os próximos dias! Trata-se da nova rotatória que está sendo construída em frente ao Shopping Catuaí Palladium. Mas segundo este Corvo apurou, é uma obra privada. O shopping é que está tomando as providências. Isso mesmo, ela está sendo realizada para facilitar a vida dos frequentadores, com permissão e acompanhamento dos órgãos públicos, no caso a prefeitura. É aí que o contribuinte faz as contas e nota a eficiência entre uma coisa e outra. O Corvo explica Se fosse uma obra da prefeitura, teria de ser licitada, incluída no orçamento, aprovada pela Câmara... enfim, seguiria a rotina pública e, com isto, custaria mais dinheiro e não seria realizada em menos de seis meses. A iniciativa privada fará tudo em questão de dias. O Corvo não está pesando a ineficiência nos ombros dos gestores de nossa cidade, mas sim no tamanho do gesso em que se metem, em razão da burocracia e tudo mais. Se fizerem diferente, vão penar no Tribunal de Contas, Ministério Público, entre outros infernos que todo homem público é obrigado a experimentar. Paraíso e inferno O Shopping Catuaí Palladium é um negócio privado; pois bem, só que ele emprega muita gente, logo é um gerador de riquezas, de arrecadação de impostos e tudo mais. Sendo assim, seria uma obrigação da prefeitura facilitar o acesso, da entrada à saída. Aqui entre nós, é uma delícia chegar ao local, com aquele horizonte verde, belas instalações, avenida duplicada e tudo mais, porém é um inferno sair. Para algumas pessoas chega ser um pesadelo ter de encarar a rua do Horto Municipal durante a noite e, pior ainda, precisar deslocar-se até o trevo que leva à Argentina. Ao que consta, não haverá mais esses problemas. Só para concluir o assunto, ou mudar de saco para mala, a prefeitura bem que poderia dar uma ajeitada no trecho nos fundos do shopping, nem que fosse uma camadinha de asfalto. Sem radar Bem que este Corvo havia notado que retiraram o controlador de velocidade que havia no acesso em direção ao centro da cidade em frente ao shopping. Foi controlarem a velocidade lá por uns tempos, que a tirada de pé do acelerador se tornou sintomática. Lâmpadas de LED Alguns poucos dias depois da matéria ser levada ao ar, o prefeito anuncia que modernizará a iluminação pública, substituindo as lâmpadas de mercúrio pela tecnologia LED. Vai economizar um dinheirão, caso os vândalos deixem de praticar tiro ao alvo no patrimônio do povo. Basta ir ao pátio do DRM e conferir o estado das luminárias após a fuzilaria. Lâmpadas de LED duram muito mais, fazem uma ótima claridade e, no fim, barateiam a tarifa. Só que custam mais caro. Está na hora dos vândalos entenderem que também pagam pelos investimentos em iluminação. Mas houve casos em que o tarado apedrejava a luminária para entocar as vítimas, então fica difícil. Combater o vandalismo, seja por força policial ou por meio de campanhas educativas, é algo primordial. Ramiro e sua glória O Corvo foi pego de surpresa com uma foto de Ramiro Leite na capa do jornal. Como há tempos ele andava meio sumido, a matéria despertou interesse. Na verdade, o Ramiro quis comemorar o tempo de atuação em Itaipu e de quebra demonstrou grande conhecimento, porque não é qualquer vivente que tenha trabalhado na construção de 22 usinas brasileiras! No mais, Ramiro foi secretário de Meio Ambiente de Foz, arranjando solução para muitas pendências que existiam, sobretudo tratava muito bem da bicharada no Zoo Bosque Guarani, onde de vez em quando dava uma penteada nos macacos. Candidato? Pois então, disseram para o Corvo que ontem ele teria se anunciado pré-candidato a deputado federal! Explica-se a necessidade de comemorar sua gloriosa trajetória de barrageiro nas páginas do jornal, espaço que lhe foi cedido graciosamente. Bom, todo cidadão tem o direito assegurado, constitucional inclusive, de participar de uma eleição, seja votando ou concorrendo, desde que a candidatura passe pelo pente-fino da Justiça Eleitoral. Mas Ramiro na disputa depois de um longo sumiço? Desejamos sorte a ele, porém por enquanto ele é um sério candidato ao prêmio melancia no pescoço, promovido pelo Corvo. Ruas iluminadas de dia A competente reportagem da RPC percorreu as ruas de Foz e fez a contagem de uma série de lâmpadas acessas no sistema de iluminação pública. Não haveria problema algum, caso isso ocorresse de noite; mas estavam ajudando o Sol a clarear o dia. Os entrevistados reclamaram, o que parece ser algo normal, embora isso esteja incluído no custo da fatura mensal. Foi o que explicou alguém da prefeitura que atua no setor competente. Pela explicação, parece que há uma certa dificuldade em sair apagando as luzes. Usina de asfalto Enfim os equipamentos adquiridos pela prefeitura para fazer o asfalto em Foz serão utilizados. Que maravilha! Agora o prefeito não terá escapatória ao se defender das críticas sobre os buracos. Se por um lado é bom para o povo, é navalha na carne para os administradores. Mas a usina não dará conta de tudo, por isso o serviço continuará sendo terceirizado, só que em menor quantidade. Transporte público Contaram para o Corvo que houve uma reunião recente para tratar do assunto de mobilidade em Foz. Lá pelas tantas acabou sobrando para quem nada tinha com o assunto. Alguém teria se queixado da tentativa de uma dentada por meio de ameaças. Mas ao que consta, a dentadura está debaixo de cadeado, pelo menos por enquanto. Parece que o assunto já havia vazado em delação. Inês na PF Não deve ter sido muito complicado para a secretária Inês Weizemann encarar as perguntas do delegado da PF. Se tivesse de responder por escrito, como fez o presidente Temer, seria um pouco mais complicado. Ela foi explicar as acusações de supostos vínculos com o Dr. Brito. Andaram espalhando o boato de que ela teria sido gravada, mas parece que é só bravata com a intenção de tirar o sono da ex-prefeita. A agenda sumiu Corvo, você que é o "guru dos leitores" faça o favor de me explicar: por que alguns nomes desaparecem da agenda em meu celular? Se eu não excluo, qual a razão deles sumirem? Valéria J. Venâncio O Corvo não sabe informar, prezada leitora, mas segundo disseram na redação isso acontece quando o número deixa de ser acionado por determinado tempo, dependendo da operadora e de onde os nomes da agenda estão sendo armazenados. Se forem devidamente inseridos no aparelho, não correm risco de sumir, mas se forem armazenados no chip a situação pode ser outra. Visão horrível Corvo, li algumas notas que foram publicadas em sua coluna sobre uma ocupação na esquina entre as ruas Major Acelino de Castro e Capitão Jacob Becker. Na verdade, isso acontece próximo daí, mas em outro local, fica na esquina das ruas Coronel Caetano Rocha e Dr. Dirceu Lopes. De fato, a visão é aterrorizante, levando em conta a qualidade do local e a vizinhança, formada por cidadãos cumpridores de seus deveres com a prefeitura. Alguém precisa mesmo tomar providências. Obrigada pelo espaço. Eleonora Baptista O Corvo responde: sim, várias pessoas já enviaram informações sobre o ocorrido, mas até o momento nada aconteceu, porque os assentados estão em área privada. Infelizmente isso leva tempo até ser resolvido na Justiça. A prefeitura, por exemplo, nada pode fazer. Se as pessoas estivessem numa calçada, ou área verde, as providências seriam outras. Isso tem nome: pobreza desenfreada e desigualdade social.

Foz do Iguaçu, sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018 Cidade 07 MAIS ATRATIVOS "Foz está pronta para receber um grande parque temático", diz Piolla Secretário municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos comenta que a cidade está buscando investimentos para captar esse atrativo Elson Marques Freelancer Uma das possibilidades é trazer atrativos do Parque Beto Carrero World Diante das especulações sobre a possibilidade de implantação de atrativos do Parque Beto Carrero World, o secretário municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, disse que Foz do Iguaçu está de portas abertas para receber novos investimentos no turismo e em todos os setores da economia. Declarou que o governo municipal, alinhado às ações do sistema integrado de turismo, está "captando investimentos para montagem de um parque temático na cidade. Como um dos principais destinos turísticos do Brasil e da América do Sul, Foz do Iguaçu tem uma localização geográfica privilegiada e, pelo fluxo de visitantes, já comporta um parque temático de grande porte". Piolla não confirmou, mas também não negou a visita à cidade de Penha (SC) para conversações com o grupo do Beto Carrero World. Desde outubro do ano passado, a imprensa catarinense vem divulgando informações de que o Parque Beto Carrero World decidiu suspender novos investimentos em Santa Catarina. O assunto ganhou repercussão a ponto de o secretário de estado de Turismo, Leonel Pavan, reunir-se com representantes do Beto Carrero World. A notícia foi de que representantes de Gramado (RS) e Foz do Iguaçu procuraram o grupo para que atrações fossem levadas para essas cidades. Na época, o secretário também disse que teve uma breve conversa com o presidente do parque, Rogério Siqueira, que teria manifestado que "algo em Penha estava desagradando" à gestão do Beto Carrero, sem especificar o que seria. Para Pavan, isso seria uma sinalização de que o empreendimento poderia estar avaliando trocar de endereço. Investimentos recentes também teriam sido segurados por conta dessa possível mudança. Gilmar Piolla: "Pelo fluxo de visitantes, Foz já comporta um parque temático de grande porte" Alíquota de ISS O "descontentamento" do parque estaria em pagar a alíquota de 5% ao município de Penha do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), que a empresa começou a pagar em 2017 — depois de 20 anos de isenção fiscal. O Grupo Beto Carrero requereu a redução para 3%, mas não foi atendido. Foz do Iguaçu estuda oferecer a alíquota mínima, que é de 2%, pensando em trazer para a cidade alguns dos atrativos do parque. Em meio às especulações, o grupo, via assessoria, declarou, no final do ano passado, que não teria projeto de deixar a cidade de Penha, porém "a prospecção de novos mercados e novos negócios sempre aconteceu, e continuará acontecendo, com objetivo de estar em constante melhoria e renovação dos serviços oferecidos". Ontem a assessoria informou que o diretor-presidente Rogério Siqueira está em viagem e vai pronunciar-se assim que retornar. O Parque Beto Carrero World é o maior do gênero na América Latina e atraiu para Santa Catarina, no ano passado, mais de dois milhões de visitantes. Dois voos internacionais, ligando Buenos Aires e Córdoba a Navegantes, são atraídos pelo parque e por Balneário Camboriú.