Views
8 months ago

edição de 5 de fevereiro de 2018

MeMóRia Mercado lamenta

MeMóRia Mercado lamenta a morte de Julio Ribeiro, gênio da propaganda no país Um dos publicitários mais importantes do Brasil, ele foi um ícone; fundou a Talent e a transformou em uma das agências de maior sucesso do mundo morte de Julio Ribeiro, um A dos nomes mais importantes da propaganda brasileira, causou grande repercussão, comovendo colegas e profissionais da indústria da comunicação. Aos 84 anos, o publicitário sofreu um AVC na madrugada do último dia 2. Gênio, mestre, pioneiro e redator brilhante foram algumas das palavras lembradas por profissionais do mercado para descrever o genial fundador da Talent, uma das agências de maior sucesso do mundo. Em nota, o presidente da Abap (Associação Brasileira de Agências de Publicidade), Mario D’Andrea, lamentou a perda. “Hoje perdemos umas das maiores colunas da construção do mercado publicitário brasileiro. Hoje perdemos Julio Ribeiro. Perdemos o profissional que mostrou a muitos de nós a importância do pensamento. Um dos maiores criadores de cases de sucesso da história desse país”, disse D’Andrea (Dentsu). Julio Ribeiro nasceu em 1933 e começou sua carreira na Mc- Cann Erickson. Durante sua trajetória, também passou pela Denison, Alcântara Machado e MPM, e fundou a Talent em 1980. Ele dedicou sua vida à publicidade e foi reconhecido nas áreas de criação, pesquisa e planejamento, sendo essa última responsável por seu reconhecimento como uma das maiores autoridades do assunto no Brasil. Julio deixa mulher e dois filhos. À frente da Talent, foi responsável por ações que mudaram a percepção do mercado diante da publicidade. No início dos anos 1990, se recusou a atender contas do governo, marcas de cigarro e bebidas alcoólicas. A agência carrega alguns feitos que ficaram registrados na memória da propaganda, como o bordão Não é assim uma Brastemp, que foi lançado em 1992 e Julio Ribeiro, que morreu aos 84 anos, semana passada, em São Paulo, e comoveu o mercado virou expressão popular repetida até hoje, assim como Bonita camisa, Fernandinho. Ganhador de vários prêmios, incluindo Leões, em 1970, Julio recebeu o título de Publicitário do Ano pelo Prêmio Colunistas. Escreveu diversos livros como Tudo que você queria saber sobre propaganda e ninguém teve paciência para explicar, e também Fazer Acontecer, em que conta a sua experiência na Talent com o planejamento de comunicação em grandes corporações. Em 2014, anunciou a saída da Talent, 34 anos depois da fundação da empresa, que foi vendida ao Publicis Groupe em 2010. Em 2015, foi homenageado pelo 6º Fórum de Marketing Empresarial, organizado pelo Lide e a Editora Referência, onde falou sobre as perspectivas para o futuro depois da recente saída da agência. Atualmente, Julio, como era “Hoje perdemos umas das maiores colunas da construção do mercado publicitário brasileiro” Alê Oliveira chamado no mercado, dirigia sua nova agência, a JRP Propaganda. Em sua última entrevista ao PROPMARK, em dezembro passado - provavelmente uma das últimas que concedeu -, além de criticar a qualidade da propaganda atual, ele falou de respeito e ética na profissão. Aos 84 anos, ele estava feliz com o desafio de fazer sua agência crescer. “Eu vendi a Talent muito bem e, se eu ficasse sentado no sofá vendo televisão, minha mulher não ia gostar mais de mim. A primeira coisa que fiz foi procurar um prédio que tivesse um heliponto para usar meu helicóptero. Criamos alguns anúncios da JRP que estão fazendo com que algumas empresas se aproximem da gente. Mas tem de ser dentro de um nível ético de relacionamento, se não for assim, se você não se respeitar, nenhum cliente vai te respeitar”, falou ele. 28 5 de fevereiro de 2018 - jornal propmark

RepeRcussão ” Os aprendizados que ele deixou para as marcas e para os profissionais do nosso mercado não vão morrer nunca. Descanse em paz, mestre hugo rodrigues ” Chairman da WMcCann ” Hoje se foi um dos poucos que definem minha profissão: Julio Ribeiro. Eu trabalhei numa das agências dele por dois anos. Acho curioso ligarem seu nome ao planejamento. Era isso, claro. Mas era mais. Júlio era a nossa profissão ” riCardo ChesTer Diretor de criação da AlmapBBDO ” Nós, colegas de Julio Ribeiro na Talent e hoje inspirados pelas suas lições na Talent Marcel, lamentamos profundamente o seu falecimento. Julio Ribeiro é um dos cuRtas pilares de um mercado publicitário sério, especialista, ético e criativo no Brasil. Suas palavras e atos serão ouvidos para sempre. Orgulho e saudades de você, Julio! ” Colegas da TalenT MarCel ” Eu sempre digo que o Julio Ribeiro foi o responsável pelo respeito que a propaganda tem no mundo dos negócios. Ele foi o artista do lado business da nossa atividade. Gostamos de afirmar que a propaganda é a alma do negócio, mas o Julio fez isso com arte e muita consistência. Quando lancei a DM9, meu lema era ser uma mistura da WGGK com a Talent. Julio trabalhou até o último dia e isso é uma inspiração ” nizan guanaes Fundador do Grupo ABC ” Como presidente da Abap, tive o privilégio de homenagear Julio Ribeiro como um dos nossos “Ícones da Comunicação” durante o V Congresso Brasileiro de Comunicação. Advogado de formação, Julio se tornou nosso papa do planejamento e foi um dos maiores construtores e protetores das marcas que fizeram a história da propaganda brasileira. Um líder nato que moveu o mercado e nos deixa um legado único no seu jeito de ser e de fazer. Julio, você fará muita falta! ” luiz lara Sócio-fundador e chairman da Lew’Lara\TBWA ” Todo mundo tem seus heróis. Julio Ribeiro foi um dos meus. Obrigado, Julio, por Divulgação tantos exemplos que você nos deixou Carlos righi Produtor da Damasco Filmes ” ” Julio Ribeiro foi um dos maiores redatores que vi em ação. Os textos que escreveu para o planejamento de campanhas inspiravam de verdade. Ele foi meu professor. Trabalhei com ele após a fusão da Julio Ribeiro Mihanovich com a Lince. Uma perda inacreditável ” WashingTon oliveTTo Consultor do McCann Worldgroup ” A propaganda brasileira perde mais um dos seus ícones ” alexis Pagliarini Diretor-superintendente da Fenapro (Federação Nacional das Agências de Propaganda) Divulgação A AlmapBBDO é apontada como a segunda agência mais criativa no relatório do Big Won. O estudo analisou mais de 4.500 peças publicitárias de quase duas mil agências, investigando o desempenho de 737 diretores-executivos de criação, 387 diretores-gerais de criação e de 2.279 diretores criativos. A pesquisa leva em consideração resultados em festivais como Cannes Lions, D&AD e Clio Awards. A agência é a única brasileira a figurar no top 10 do ranking com os melhores resultados de 2017. Na edição anterior, Almap- BBDO estava em primeiro lugar na América Latina e em quinto no geral. O relatório completo será divulgado no próximo dia 19. Está no ar a campanha Banda Líder é NET, da operadora NET, que tem elementos pop propostos pela agência Talent Marcel. As ações seguem a tendência adotada na ação Multitelei, que incentiva um comportamento cada vez mais crescente de assistir a conteúdos em diversas telas, com uma mensagem vibrante e informativa ao mesmo tempo. Os filmes apresentam os diferentes perfis de consumidores de internet e valorizam as características da banda larga da empresa. Segundo o último relatório da Anatel, a operadora foi a que mais cresceu em banda larga, com 370 mil novos assinantes em 2017. jornal propmark - 5 de fevereiro de 2018 29