Views
1 week ago

leitura (1)

SECTION ECONOMIA NAME 20

SECTION ECONOMIA NAME 20 BIT COIN FENÓMENO DAS MOEDAS VIRTUAIS ECONOMIA É certo que um dos maiores fenómenos do mundo da inovação tecnológica digital de 2017 foi a moeda digital, vulgarmente conhecida como “bitcoin”. Mas o que são as bitcoins? São moedas puramente virtuais. São códigos encriptados, para os quais existem carteiras próprias na web ou no computador, e cuja emissão e transmissão não é controlada por nenhum banco central ou Governo. Estas operações são feitas por uma rede de computadores distribuída pelo mundo inteiro, cujo histórico é aberto e transparente, sendo guardado numa base de dados a que se chama blockchain. A 3 de março de 2017, o valor de uma bitcoin superou, pela primeira vez, a cotação de uma onça de ouro, atingindo 1268 dólares. Não foi um máximo histórico, mas foi a primeira vez que a moeda virtual superou o valor, em dólares, da unidade de medida mais comum para o ouro, a onça. A China é o país onde se produzem mais bitcoins. De acordo com um artigo publicado pela BBC, em 2016, há uma instalação de supercomputadores numa montanha chinesa — tão elevada que é preciso levar garrafas de oxigénio para lá chegar — e onde não há rede de telemóvel, só internet. Nesta montanha, há uma empresa que tem centenas de computadores a validar as transações. Chandler Guo, o fundador da empresa, conta que são emitidas 50 bitcoins por dia e que o peso destas “minas” na China tem vindo a crescer exponencialmente. Em 2016, representavam 70% da atividade mundial. A inflação da bitcoin está predefinida matematicamente na tecnologia; logo, está controlada, bem como a quantidade de moedas que podem ser produzidas: 21 milhões. Atualmente, a cada dez minutos, são geradas 12,5 novas moedas. Após a emissão dos 21 milhões de moedas permitidas, a economia da bitcoin passa a ser deflacionária. Mas há uma questão que se levanta: há risco de haver burla nas transações com bitcoins? Sim: segundo especialistas, há risco, mas é ínfimo em relação a outras moedas descentralizadas, que podem alterar saldos sem ninguém perceber. Restaurante já aceita bitcoins como forma de pagamento A Tartuferia San Paolo, um restaurante situado em São Paulo, no Brasil, resolveu aceitar, como forma de pagamento, a criptomoeda bitcoin. Em entrevista a uma revista brasileira, o proprietário do estabelecimento, Lalo Zanini, explicou o interesse instantâneo que sentiu pelas criptomoedas: “Quando eu ouvi falar de bitcoin, já sabia que a queria no meu restaurante imediatamente. Inovação que traz viabilização sempre me dá resultado. A própria Tartuferia nasceu desse princípio.” Em poucas semanas, o meio de pagamento foi incluído no restaurante e opera desde julho. Este funciona através de uma app: o cliente passa o QR Code da conta com o seu telemóvel, e as bitcoins são transferidas automaticamente. Janeiro | 2018

21 MATÉRIA CONNECTION DE CAPA ENTREVISTA EXCLUSIVA AOS EMPRESÁRIOS DA EAGLEBITTRADE MATÉRIA DE CAPA Apesar de a Eaglebittrade ser uma empresa recente, os resultados já são bem visíveis. Tudo devido à força do projeto e à experiência dos dois empresários por detrás deste projeto: Sandra Ribeiral e Junior Amaral. E foi na festa de Natal da Eaglebittrade – que decorreu na Charneca da Caparica, no dia 23 de dezembro – que a Connection Magazine teve a oportunidade de falar com estes dois visionários, numa entrevista exclusiva, onde a Sandra Ribeiral nos falou da identidade da Eaglebittrade e o Junior Amaral acerca das vantagens desta empresa. o Junior Amaral acerca das vantagens desta empresa. Connection Magazine: Sandra, como surge esta empresa? Sandra Ribeiral: A Eagle nasce de uma experiência em Marketing multinível, que se tornou possível nesta altura. Por vezes, existem as ideias, mas não existe o timming certo para o desenvolvimento dessas mesmas ideias. Nós vemos a Eagle crescer ao mesmo tempo que a criptomoeda está a crescer a nível mundial. Começa a existir uma inquietação na procura dos negócios associados à moeda virtual. A Eagle surgiu há dois meses, aberta ao público, mas já havia um grande trabalho tecnológico feito meses antes da inauguração. Janeiro | 2018

Revista Leitura de Bordo 57
Leitura de Bordo - 19
Leituras de nós – ciberespaço e literatura. Alckmar - Itaú Cultural
Empregos Verdes no Brasil: - Organização Internacional do Trabalho
PDF - Leitura Gulbenkian - Fundação Calouste Gulbenkian
Revista Leitura de Bordo - Novembro/Dezembro 2014
Versão em PDF - Partido Social Democrata
Rádio Canadá Internacional lançou site web ... - A Voz de Portugal
Cinco anos depois dos atentados... - A Voz de Portugal
Revista Letras ComVida, Número 1 - 1º Semestre de 2010 - LusoSofia
Di.rio fim-de-semana 4876 : Plano 56 : 1 : P.gina 1 - Económico - Sapo
Entrevista Destaque - aicep Portugal Global
PME Magazine - Edição 3 - Janeiro 2017
empire maintenance muda de proprietário - A Voz de Portugal
Colaboradores da - Arriva Portugal
Campus Belas Artes Passatempos - Mundo Universitário