Views
2 weeks ago

leitura (1)

SECTION POLÉMICA NAME 8

SECTION POLÉMICA NAME 8 CAMPEÃ MUNDIAL DE XADREZ PERDE TÍTULO POR UMA QUESTÃO DE PRINCÍPIOS POLÉMICA A jogadora ucraniana Anna Muzychuk não vai disputar o campeonato mundial de xadrez à Arábia Saudita por não querer comprometer os seus princípios morais. A campeã mundial de xadrez recusou participar no campeonato mundial de 2017, que decorreu entre os dias 26 e 30 de dezembro, na Arábia Saudita. Por questões culturais, Anna Muzychuk não defendeu o título de campeã do mundo. Em causa estava a obrigatoriedade de as jogadoras terem de andar acompanhadas na rua e usarem um traje previamente definido pela organização, como calças escuras e camisas com golas altas. Com a desistência, a jogadora ucraniana vai perder os dois títulos mundiais que conquistou há cerca de um ano: o World Rapid and Blitz Championships 2017 e o Women’s World Rapid and Blitz Championships 2017. Numa mensagem partilhada através da sua página de Facebook, a desportista justificou o motivo que a levou a não querer participar no campeonato do mundo de xadrez feminino, que se realizou na Arábia Saudita, dizendo que não pretendia comprometer os seus princípios morais. “Há um ano, eu venci estes dois títulos e era provavelmente a pessoa mais feliz no mundo do xadrez, mas desta vez sinto-me mesmo muito mal”, escreveu ainda Muzychuk, dizendo que, no entanto, está pronta para “se levantar e defender” os seus princípios, abdicando de “cinco dias em que iria ganhar mais do que numa dúzia de eventos combinados”. “E sei que isto pode ser aborrecido, mas ainda mais aborrecido é que ninguém realmente se importa; isso, sim, é um sentimento amargo”, desabafou a jogadora. Mas Anna Muzychuk deixou uma promessa: “Para os poucos que se importam, nós vamos voltar”, garantindo que tanto ela como a sua irmã Mariya (que decidiu também não participar no torneio) vão continuar a disputar partidas no mundo do xadrez. O post na rede social já conta com milhares de partilhas. Janeiro | 2018

9 CONNECTION OPINIÃO NÚMEROS DA INTERNACIONALIZAÇÃO EM PORTUGAL - FOTOGRAFIA ACTUAL OPINIÃO POLÊMICA Números da internacionalização em PORTUGAL - fotografia actual A frase “estou atrasado para a internacionalização”, como se sente em algumas intervenções que já fi z, encerra em si mesma alguma perplexidade e não deve ser interpretada à letra. É meu entender que nunca é tarde para colocar uma empresa no caminho da sua internacionalização, implementando uma estratégia pensada e concebida. Esta “aventura” está, então, ao alcance de qualquer empresário que deseje mudar do paradigma doméstico para o internacional, especialmente PME de menor dimensão, que são a grande maioria do tecido empresarial português. Hoje o tema, para algumas destas organizações, pode parecer enorme, impossível de equacionar e “levar a cabo”, mas como qualquer desafio, e sem criar ilusões, envolve dificuldade e esforço - e ainda bem, pois as coisas fáceis não são desafi antes nem contribuem para um crescimento sustentado, - proporcionando certamente uma recompensa de longo prazo que gerará receitas pelo caminho percorrido. Mas vamos à fotografia num formato “flash” para darmos conta da realidade... Na última década, as expor tações apresentaram um crescimento superior ao do Produto Interno Bruto (PIB), assumindo-se como um dos principais motores da criação de riqueza nacional. Em 2016, o peso das exportações no PIB ascendia aos 40,2%, quando, em 2005, não ultrapassava os 26,7 % (Instituto Nacional de Estatística — INE). Um crescimento notável de 14% em apenas 10 anos (ver gráfi co acima, que totaliza os bens e serviços exportados e importados). Trata-se, muito provavelmente, damaior transformação da economia portuguesa dos últimos 10 anos, especialmente no período de ajustamento com a “troika” entre 2011-15. Janeiro | 2018

Revista Leitura de Bordo 57
Leitura de Bordo - 19
Empregos Verdes no Brasil: - Organização Internacional do Trabalho
Leituras de nós – ciberespaço e literatura. Alckmar - Itaú Cultural
PDF - Leitura Gulbenkian - Fundação Calouste Gulbenkian
Revista Leitura de Bordo - Novembro/Dezembro 2014
Versão em PDF - Partido Social Democrata
Rádio Canadá Internacional lançou site web ... - A Voz de Portugal
Cinco anos depois dos atentados... - A Voz de Portugal
Revista Letras ComVida, Número 1 - 1º Semestre de 2010 - LusoSofia
Di.rio fim-de-semana 4876 : Plano 56 : 1 : P.gina 1 - Económico - Sapo
Entrevista Destaque - aicep Portugal Global
PME Magazine - Edição 3 - Janeiro 2017
empire maintenance muda de proprietário - A Voz de Portugal
Colaboradores da - Arriva Portugal
Campus Belas Artes Passatempos - Mundo Universitário