Views
3 months ago

Revista MB Rural Ed 34

O controle de altura de

O controle de altura de pastejo é a forma mais dinâmica de garantirmos forragem em quantidade e qualidade para que os bovinos possam colher, digerir e desempenhar seu máximo potencial. Quando uma determinada propriedade tem um manejo de pastagem deficiente e a entrada e saída dos lotes de bovinos não respeita as alturas alvos mínima e máxima (tabela 1), ocorre que a Interceptação da Luz Solar (IL%) irá influenciar na produção das gramíneas forrageiras e as proporções de folhas, hastes, raízes e material velho serão prejudicadas por esse fato. A IL% é tida como o percentual de luz solar que as folhas da gramínea conseguem interceptar sem que os raios solares cheguem ao solo e/ou base da planta. Assim temos que, para desenvolvermos sistemas de alta produtividade a IL% ideal deverá ser de 90 a 95%, o que está inteiramente relacionado à altura de pastejo (tabela 1), esse fato proporcionará que as gramíneas forrageiras desempenhem seu potencial máximo de %PB (proteína bruta) e %DIVMO (digestibilidade). Para que a IL 95% seja atendida o manejo de pastagem deve respeitar as alturas alvos, como exemplo a altura de pastejo inicial no Braquiarão de 25 centímetros e do Andropogon de 50 centímetros. Nome da planta forrageira Adubação Devido a sua representatividade, a atenção no período das chuvas deve ser voltada para a adubação, seu sucesso depende de práticas agronômicas como amostragem, analise, interpretação, recomendação e aplicação dos fertilizantes, que deve ocorrer preferencialmente logo após o pastejo a fim de estimular o perfilhamento e produzir folhas. Com isso obtém-se a resposta desejada tanto em quantidade como em qualidade de forragem, o que é refletido em melhores ganhos de peso e taxa de lotação. De Saída Científico Comum Entrada Não Adubado Adubado Andropogon gayanus Andropogon 50 40 25 B. Brizantha, B. decumbens Braquiarão, decumbens 25 20 13 Relacionado a este assunto, alguns erros são mais frequentes na adubação, como: • Distribuição desuniforme do fertilizante, o que pode provocar perda de grande parte da forragem produzida devido a diferenças no crescimento; • Adubação de plantas que apresentam manejo inadequado, o que reflete negativamente na expansão de folhas e torna inviável o custo do fertilizante devido a sua perda pós aplicação; • Correção da saturação de bases, a qual é frequentemente, recomendada para níveis ao redor de 40 a 60%, onde os mais elevados são indicados para reforma ou formação de pastagens. Quando falamos de intensificação para altos níveis de produção, a recomendação deve ser semelhante à agricultura, de 70%; • Manejo de crescimento e colheita inadequado da planta, que interfere na resposta econômica das adubações. Atenção ao manejo! Além desses tópicos vale ressaltar que o momento de se aplicar a tecnologia é tão importante quanto o uso da mesma. Diferente do agricultor, o pecuarista ainda não tem a disciplina em relação ao momento de fazer uso de insumos como adubações, controle de pragas e plantas invasoras ou do manejo do rebanho em pastejo. Nutrição Animal A margem sobre a venda conhecida como lucratividade e giro de estoque são os elementos chaves para o sucesso econômico de qualquer atividade. Não seria diferente nas etapas da pecuária. A fase de cria abrange todas as categorias e processos necessários para se produzir um bezerro desmamado. A recria é a etapa que vai do desmame (peso de 6 a 8@) até o início da terminação (peso de 13 a 14@), sendo esta última a etapa final, que leva o animal até o abate. Em cada fase de produção a nutrição animal tem papel fundamental nos balanceamentos das dietas de bovinos a pasto ou semiconfinados, suprindo B. brizantha, B. hibrida Xaraés: MG5, Convert 30 25 15 Brachiaria humidicola Humidicola 25 20 13 C. dactylon, nlemfuensis Coastcross, Tifton 68 30 25 15 C. dactylon x C. nlemfuensis Tifton 85 25 20 13 C. plectoastachyus Estrela africana 30 25 15 Panicum maximum Massai 30 25 15 Panicum maximum Mombaça, Tobiatã 90 70 45 Panicum maximum Tanzânia 70 55 35 Pennisetum americanum Milheto 50 40 25 Tabela 1. Alturas alvos de manejo de pastagem de gramíneas forrageiras tropicais e subtropicais em pastoreios de lotação alternada e rotacionada em pastagens não adubadas e em pastagens adubadas. Fonte: AGUIAR, 2012b, 2012c, 2012d. 20 EDIÇÃO 34 | ANO 07 | NOV/DEZ 2017

as exigências de minerais, aditivos, energia e proteína, maximizando os ganhos zootécnicos e garantindo a manutenção da saúde ruminal para que cada raça desempenhe o seu máximo potencial genético. Olhando para as fases de recria e engorda, ao contrário da fase de cria, o processo produtivo é outro. O próprio individuo deve produzir para si. Neste caso, o GPMD (ganho de peso médio diário) é o principal indicador de desempenho individual. Na engorda, a necessidade de energia da dieta necessária para que ocorra a terminação adequada é maior. Esse fato, invariavelmente, torna a necessidade de desembolso em Nutrição Animal maior por arroba produzida, uma vez que se faz necessário o uso de suplementos mineiras proteicos e energéticos com consumos que variam de 0,3 a 0,7% do PV animal/dia como forma de acelerar a terminação e torná-la mais eficiente e de melhor custo/benefício para o pecuarista. A recria é o momento de ganho muscular e desenvolvimento ósseo, nesta etapa temos a oportunidade de construção da estrutura da carcaça e perfil de víscera que possibilitarão uma terminação mais econômica, para isso é necessário o uso de soluções nutricionais como os da CriaBem, linha Pastomax que é um suplemento mineral proteico com consumo de 0,1 a 0,12% do PV animal/dia, que combinado a uma gramínea forrageira de qualidade torna a fase de recria o momento que temos a melhor relação custo/benefício. Numa faixa de desembolso de R$ 45,00/cabeça mês, consegue-se obter um GPMD na casa de 0,570 kg/dia o que gera uma arroba produzida na casa de R$ 79,00/@/ano. No cenário de venda da arroba valorizada a R$ 135,00 gera uma margem operacional superior a 40%. A construção dessa margem sustenta as demais etapas para que, ao final de todo o processo, possa-se obter margem final líquida de 18,5% por boi abatido. Além da recria construir margem devido a relação produção/ custo ser a melhor de todas, ela pode ser uma grande potencializadora da taxa de desfrute. Esta representa o total de animais abatidos em relação ao rebanho. Existe uma relação linear inversa entre o GPMD, tempo de permanência e taxa de desfrute (figura 1), ou seja, quanto maior o GPMD, menor o tempo de permanencia e maior a quantidade de animais abatidos por ano (CHAKER, 2017). A intensificação, definida no dicionário como “fazer com que Figura 1. Relação entre GPMD, taxa de desfrute e tempo de permanência. algo se torne mais intenso, árduo, excessivo”, muitas vezes, na pecuária, é lida como “cara” e inviável. Recentes pesquisas de campo apontam que o custo adicional para o aumento de 0,100 kg/dia sobre ganhos de 0,500 kg/dia é de R$ 5,70/ cabeça/mês. Na maioria dos casos, o aumento do desembolso mensal necessário para intensificação do ganho reduz o desembolso da arroba produzida em consequência do menor tempo de permanência e racionalização dos custos fixos. Sistemas de pecuária a pasto que buscam a alta produtividade ampliam seus resultados econômicos, o fato é que a atividade pecuária lucrativa é intimamente relacionada à eficiência operacional, ou seja, depende de um bovino superior, de tecnologia nutricional de ponta e da espécie forrageira adequada. EDIÇÃO 34 | ANO 07 | NOV/DEZ 2017 21

MB Rural Ed. 30
Mb Rural Ed. 19
Revista MB Ed. 31 2017
Revista Visão nº 4
Manejo da Pastagem - Universidade Federal de Pelotas
Estudo de Caso - Condomínio Irmãos Pizzolatto - Iapar
Pastoreio Racional VOISIN.p65 - CPRA
PASTOREIO RACIONAL VOISIN - CPRA
O produtor pergunta, a Embrapa responde. - Infoteca-e - Embrapa
Revista Visão nº 9
13-04-2013_16-51Vet 1423_2932 LD.pdf - Revista Pesquisa ...
Revista Brasileira de Zootecnia Do bocado ao pastoreio ... - SciELO
Caracterização da Pecuária Leiteira em Cinco Comunidades do ...
Arborização de Pastagens - Embrapa Florestas
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - Tcc.cca.ufsc.br ...
Produção de Ovinos e Caprinos de Corte em - Capritec
Download - Núcleo de Ensino e Estudos em Forragicultura
Melhorar a produtividade agrícola é um passo importante para a mitigação climática
Dinâmica e evolução de sistemas familiares de ... - Ainfo - Embrapa
QUALITAS QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL LIMITADA ... - Qualittas