Views
3 months ago

GAZETA DIARIO 503

10 Cidade Foz do

10 Cidade Foz do Iguaçu, sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018 CONSCIENTIZAÇÃO Idgar Dias Junior Bom dia, leitor! 'Carpe diem!' - Hoje, sexta-feira, dia 09 de fevereiro, é comemorado o 'Dia do Zelador'; - Aqui no Paraná comemoramos o 'Dia de Ação Contra a Dengue" Gilmar Mendes, o impopular O agora só ministro do STF Gilmar Mendes (sim, na presidência do TSE agora está Luiz Fux) deu entrevista ao jornal Correio Braziliense, que perguntou acerca de sua mudança de posição em relação à prisão de condenados em segunda instância: "Isso é uma coisa muito complexa e, por isso, difícil de explicar. Em um passado recente, o Supremo admitia a prisão em segundo grau. Lá para 2008, naquele auge das confusões, ações policiais excessivas, esse tema foi trazido de novo. O Supremo disse que prisão definitiva só depois de trânsito em julgado. Abriu algumas exceções, decisões de segundo grau, quando o sujeito pudesse evadir-se, por exemplo. O sujeito recorreria preso". Com todo o respeito, o que a presidente do STF disse a respeito da questão desdiz Gilmar Mendes. Gilmar Mendes, o impopular (2) Mais da resposta de Gilmar Mendes ao 'Correio': "Aí veio esse novo debate que foi muito estimulado pelo caso do Luís Estevão, com excesso de recurso, ficou 10 anos no Supremo sob embargo de declaração. Isso não é só um problema da parte, mas também um problema das nossas disfuncionalidades". Perceba, leitor, que foi um nome na capa do processo, o do exsenador Luís Estevão, que promoveu 'o novo debate'. Já se o nome na capa fosse Idgar... Gilmar Mendes, o impopular (3) O ministro falou mais: "Então, o ministro Dias Toffoli trouxe esse debate e recolocamos a questão dizendo que, já em segundo grau, era possível, sim, determinar a prisão. Deixando os tribunais fazerem a avaliação até a suspensão da execução. O que ocorreu? Na prática, essa ordem do Supremo foi entendida, em geral, como uma ordem para executar a prisão em segundo grau sem nenhuma distinção. Passou a ser assim. Aí vêm os problemas". Curiosidade: quando o ministro se referiu a 'prisão em segundo grau sem nenhuma distinção', ele estava se referindo a uma distinção, por exemplo, entre Luís Estevão e Idgar Dias Junior? É só uma pergunta. Esquerda ou direita? A reforma da Previdência responde! Os petistas vivem a condenar seus adversários de serem 'de direita'. Também vivem acusando o PSDB de representar os ditames do que preconiza o manual da direita. Tudo errado. Metade dos deputados federais do PSDB é radicalmente CONTRA a reforma da Previdência. Se quem os petistas dizem ser de direita realmente fosse, a reforma passaria com folga no dia 19 próximo. Não há direita no Congresso! Esquerda ou direita? A reforma da Previdência responde! (2) E inutilmente a senadora Gleisi Hoffmann foi ao Twitter: "Vamos barrar essa reforma da Previdência. Temos de obstruir os trabalhos no Congresso indefinidamente a partir de hoje. Não há como funcionar um Parlamento em que a democracia não está sendo respeitada". Pensando bem, a senadora pode estar a calcular: se a reforma não passar, terá sido por conta da luta contra essa impostura; se a reforma passar, a luta continua, quem sabe, na Câmara dos Deputados, em 2019. A semana passa rápido e já chegou a sexta-feira, leitor! Tenha uma abençoada jornada, ok? Sorte e saúde sempre a todos! Rede Proteger promove ação contra abusos de crianças e adolescentes no carnaval Disque 100 contra a exploração sexual infantil será divulgado durante o carnaval em Foz do Iguaçu Da redação Reportagem Campanha nacional reforça canais de denúncia, especialmente para este período de carnaval A Itaipu, integrante da Rede Proteger e parceira do Programa Na Mão Certa, da Childhood Brasil, irá contribuir com a divulgação da Campanha Nacional de Proteção a Crianças e Adolescentes no Carnaval. As ações serão desenvolvidas na região de Foz pela Rede Proteger, com apoio da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu tanto no carnaval do CTG Charrua como no Carnaval da Saudade, na Rua Marechal Deodoro, no centro. "Serão distribuídos materiais da campanha que, além de alertarem para a temática — exploração sexual, trabalho e violência —, informam o canal de denúncia, o Disque 100", afirma Erika Patrícia Davies, da Divisão de Iniciativas de Responsabilidade Social. No Carnaval da Saudade, além dos abanadores, serão distribuídos para as crianças cata-ventos contendo informações do Disque 100. Segundo a coordenação da campanha, em períodos de festas populares como o carnaval aumentam os riscos para situações de violência contra crianças e adolescentes, mais vulneráveis em grandes aglomerações. Para este ano, o tema eleito pelo Ministério dos Direitos Humanos foi "Respeitar, Proteger, Garantir. Todos juntos pelos direitos da criança e do adolescente". A iniciativa também divulga o aplicativo Proteja Brasil, principal canal denúncia on-line de violações de direitos humanos do país. Em nível nacional, a campanha é dirigida pela Secretaria dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério dos Direitos Humanos. A ação tem como objetivo conscientizar a população a denunciar qualquer situação de violência, especialmente a exploração sexual, o trabalho infantil e o uso de álcool e drogas por crianças e adolescentes. Além disso, busca alertar para o combate à violação de direitos de meninos e meninas em situação de rua e para os riscos de desaparecimento de crianças Tradição em Foz Desde anos anteriores, o carnaval de Foz tem contado com a presença de entidades que aproveitam o evento para divulgar campanhas em prol do bem-estar da população. No carnaval do ano passado, a Rede Proteger esteve presente divulgando ações de combate ao trabalho infantil. A 9ª Regional da Saúde participou com uma equipe para execução de quatro tipos de teste rápido para detecção de HIV, sífilis e hepatite B e C. Em 2016, a Secretaria Municipal de Saúde e a 9ª Regional de Saúde aproveitaram o evento para alertar os participantes sobre os riscos das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Em uma barraca montada na Rua Marechal Deodoro, os profissionais informaram sobre testes rápidos, que podem ser feitos nas unidades de saúde, e cuidados preventivos. A equipe levou um estoque de cerca de sete mil camisinhas para distribuição gratuita ao longo dos dias da programação no local. Segundo informações da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu, o carnaval de Foz, o Carnafalls 2018, começará no sábado, 10, e prosseguirá até a terça-feira, 13. Haverá festas nos bairros com pelo menos duas opções temáticas, como o Carnaval do Idoso e o Carnarock. As festas ocorrerão também no Centro de Convivência do Idoso e no Teatro Barracão. (Com assessoria/DI Itaipu)

Foz do Iguaçu, sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018 NOVA ENTRADA Novo acesso projetado pelo PTI vai desafogar trânsito na barreira de Itaipu Parque Tecnológico Itaipu quer facilitar a entrada de estudantes, professores, funcionários e comunidade em geral Cidade 11 Orçamento O valor de R$ 14.571.512,11 refere-se à execução de terraplenagem, pavimentação, drenagem, sinalização, iluminação, mobilização e desmobilização. Também estão incluídos serviços de meio ambiente, obra de arte especial e administração local. A abertura das propostas das empresas interessadas está marcada para o dia 28 de fevereiro. Da redação com H2Foz Reportagem A ideia da mudança é aliviar o trânsito na barreira O Parque Tecnológico Itaipu (PTI) está com licitação aberta para a contratação de empresa responsável pela construção da obra de acesso independente ao PTI. Conforme o edital, o valor total máximo e estimado do serviço é de R$ 14.571.512,11, com período de execução previsto para um ano e dois meses. A via de asfalto terá a extensão de 2.659 metros, começando no encontro do bairro Vila C com a Avenida Tancredo Neves e terminando na área sul do PTI. Atualmente, o acesso de pessoas e veículos ao parque tecnológico acontece pela área prioritária da usina, na barreira instalada ao término da rodovia que conduz à hidrelétrica. O PTI funciona nos espaços que foram utilizados como alojamento para operários durante a construção de Itaipu. O parque abriga cursos de instituições de ensino superior como Unioeste, Unila e Universidade Aberta do Brasil. Também recebe incubadoras, empresas e órgão públicos com atuação em pesquisa, ciência, tecnologia, inovação, cultura e desenvolvimento. Conforme o estudo de tráfego que consta dos anexos do edital de contratação, o total mensal de pessoas no parque chegou a 6.992, além de 1.278 passes de veículos emitidos. Os dados consideram os meses mais sobrecarregados dos últimos quatro anos e representam crescimento de 11,9% do fluxo de pessoas e 4,2% de carros e ônibus. O gerente de Infraestrutura e Obras do PTI, Rudi Eduardo Paetzold, explica que o sistema de controle do novo acesso vai ser definido durante a execução da obra, com a equipe de segurança empresarial. Ele detalha a trajetória da via. "A estrada vai ligar a rotatória da Vila C, seguindo pelo lado esquerdo, entre o linhão e a mata, até o extremo sul do parque tecnológico", expõe. O PTI justifica a necessidade da obra para reduzir a sobrecarga de operações decorrentes do fluxo de pessoas que acessam a barreira, aumentar a segurança e reduzir a distância percorrida por funcionários, estudantes e professores. O parque também prevê que a obra promoverá maior integração da instituição com a comunidade. "O compartilhamento do acesso [pela barreira] implica que mesmo os usuários do parque tecnológico tenham que atender às normas estabelecidas para acesso às áreas prioritárias de segurança da usina", diz a justificativa. "O crescimento exponencial do parque nos últimos anos acabou sobrecarregando toda a operação de segurança da usina", informa o edital.