Views
9 months ago

GAZETA DIARIO 503

04 Política Foz do

04 Política Foz do Iguaçu, sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018 RESPEITE O TURISTA. ELE É NOSSO MAIOR PATRIMÔNIO! Sindhotéis e o Senac fortalecem parceria para intensificar capacitações O Sindhotéis e o Senac ampliarão as ações conjuntas com objetivo de oferecer ainda mais cursos e formações aos associados (empresários e profissionais). As duas entidades planejam criar cursos específicos em hotelaria e gastronomia para o Centro de Capacitação. O fortalecimento da parceria foi debatido, nesta quinta-feira, entre o presidente do Sindhotéis, Neuso Rafagnin; o diretor-executivo, Plácido Oliveira; o diretor-executivo O Sindhotéis comunica que não terá atendimento ao público na segunda-feira (12), terça-feira (13) e quarta-feira (14) por Recesso de carnaval conta do feriadão do carnaval. O expediente na sede administrativa retorna na quinta-feira, 15. Parceria IFPR Também nesta quinta-feira o presidente do Sindhotéis, Neuso Rafagnin, recebeu a visita do diretor-geral do Instituto Federal do Paraná (IFPR), Nelson de Castro, para construir uma parceria para a capacitação de profissionais. A reunião contou com a participação do diretor-executivo do Sindhotéis, Plácido Oliveira; professor do curso de Gastronomia, Raphael Cruz, e do coordenador do curso técnico em Cozinha, professor Thiago Lopes. Gestão Integrada do Turismo O presidente do Sindhotéis, Neuso Rafagnin, participou da segunda reunião ordinária do Comtur deste ano, que foi realizada na quartafeira (7). O colegiado teve como pauta a discussão e aprovação final do Plano Anual de Trabalho da Gestão Integrada do Turismo. É o Sindhotéis em ação, com forte representação entre as 32 cadeiras do Conselho Municipal de Turismo. Dia 21 de fevereiro tem palestra sobre manipulação de alimentos Dia 21 de fevereiro tem palestra sobre manipulação de alimentos, das 15 horas às 17 horas, com a nutricionista Suyan Alexandre. O objetivo é oferecer conhecimento sobre técnicas e procedimentos no preparo e manipulação dos alimentos. A inscrição para associados efetivos (mensalistas) é gratuita. O valor para associado contribuintes (contribuições legais) é de R$ 25. O custo para não associado é de R$ 45. Boas-vindas, Iguassu Flats Hotel, nosso mais novo associado O Sindhotéis dá as boas-vindas ao seu mais novo associado: Iguassu Flats Hotel, que está localizado no centro de Foz do Iguaçu. O empreendimento possui quartos e flats, com todas as comodidades, como ar-condicionado, interfone e TV. Também oferece ampla piscina com água natural, WI-FI gratuito e possui um ótimo estacionamento. do Senac em Foz, Lúcio Marcelo Chrestenzen, e o técnico de Relações com o Mercado, Everton Denoni. Quartos e flats Os quartos são bem dimensionados e possuem TV, Interfones, BWC privativo e ar-condicionado. Os flats, que acomodam até 6 pessoas, possuem sala/cozinha completa para uso exclusivo de seus hóspedes, 2 dormitórios e 2 BWC. Mais informações: www.iguassuflatshotel.com.br. Sindhotéis disputa Prêmio Panorama do Turismo O Sindhotéis está disputando o Prêmio Panorama do Turismo | Profissionais e Iniciativas do Ano. A entidade concorre nas categorias "Instituição de Formação e Pesquisa em Turismo" e "Inovação em Organização Não- Governamental" por meio do Centro de Capacitação, além da categoria "Associativismo Regional". O prazo para votar termina em 17 de fevereiro. Vote pelo site www.panoramadoturismo.com.br. SEJA FORTE, ASSOCIE-SE AO NOSSO SINDICATO SINDICATO DE HOTÉIS, RESTAURANTES, BARES E SIMILARES INFORMAÇÕES: (45) 3027 1836 - WWW.SINDHOTEISFOZ.COM.BR SOLICITAÇÃO DE DOCUMENTOS Vereador requer informações sobre contratos e serviços na prefeitura Na sessão de ontem foram aprovados sete requerimentos do vereador Celino Fertrin solicitando documentos do Executivo Elson Marques Freelancer Sete requerimentos do vereador Celino Fertrin (PDT) foram aprovados na sessão de ontem (8) da Câmara Municipal. Por meio das proposições, ele solicita informações e esclarecimentos da prefeitura sobre serviços, contratos e desempenho de setores como a Secretaria Municipal do Trabalho, Juventude e Capacitação. Fertrin pediu informações sobre as ações desenvolvidas pela pasta até o momento e o plano de trabalho para este ano. Também solicitou relatório detalhado da prestação de contas do Patronato Municipal. "Estamos pedindo as informações referentes aos últimos três anos, bem como a relação das pessoas beneficiadas com o pagamento de bolsas-auxílio e os critérios utilizados para autorizar esses pagamentos. Queremos acompanhar a destinação das verbas repassadas para a entidade, bem como verificar os critérios para a concessão de benefícios", explicou Celino. Em outra proposição, o vereador requereu da prefeitura informações detalhadas sobre a destinação dos recursos do Legislativo que foram devolvidos ao Executivo. "Em dezembro a Câmara devolveu ao município o equivalente a R$ 3,49 milhões, recurso proveniente da economia nos gastos públicos do Legislativo. A nossa proposição tem por finalidade o acompanhamento da aplicação desses recursos", disse. Laudos das obras Celino Fertrin entrou com pedido formal de informações também sobre cópia dos laudos técnicos realizados pela empresa Falcão Bauer, referentes aos contratos das obras envolvidas na Operação Foto: Robson Meireles Celino Fertrin: "É dever da Câmara promover o acompanhamento e fiscalização dos atos do Executivo" Pecúlio. Entende que, com os pareceres em mãos, o Legislativo poderá "auxiliar no acompanhamento da continuidade da execução das obras, garantindo a qualidade dos serviços objeto do contrato". O vereador pediu em outro requerimento cópias das notificações encaminhadas nos últimos 90 dias às empresas instaladas no Parque Industrial, nas proximidades do bairro Jardim Alvorada, "em virtude de edificação em áreas verdes ou áreas de preservação". Outro requerimento pede informações "acerca dos óbitos ocorridos no Hospital Municipal, bem como as respectivas causas, no período de outubro de 2017 até a presente data". Por fim, Celino requereu informações da prefeitura sobre as notificações feitas aos proprietários de terrenos baldios desde julho até o momento. "Recebemos inúmeras reclamações da população acerca de terrenos que estão tomados pelo mato e cheio de entulhos, devido ao abandono por parte dos proprietários, o que causa muitos problemas à comunidade, como proliferação de insetos e local para esconderijo de criminosos", justificou o vereador ao destacar que é função da Câmara promover o acompanhamento e fiscalização. Outros requerimentos Ainda na sessão de ontem, o plenário aprovou requerimento do vereador Protetor Jorge (PTB) solicitando informações quanto à possibilidade de realização de estudos para obras que visem a alargar o canal subterrâneo que atravessa as avenidas José Maria de Brito e República do Líbano, entre os bairros Jardim Jupira e Vila Portes. A solicitação objetiva atender à reivindicação de comerciantes e moradores da região devido aos prejuízos causados por enchentes e alagamentos. Já o vereador Elizeu Liberato (PR) pediu estudos da prefeitura para revitalização da Praça 7 de Setembro, no Morumbi. Requereu também cumprimento de dispositivo da lei do Portal da Transparência do município. "Não estão sendo disponibilizadas para consulta pública as informações quanto aos pareceres técnicos e jurídicos, assim como as propostas técnicas ou propostas de técnica e preço, principalmente nos processos de dispensa e inexigibilidade", apontou o vereador.

Foz do Iguaçu, sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018 DECISÃO DA MAIORIA Política 05 Em votação apertada, Câmara derruba convocação da secretária de Saúde Por sete votos a seis, plenário rejeitou convocação de Inês Weizemann para dar explicações sobre Operação Renitência Elson Marques Freelancer Pedido de convocação não passou pelo plenário, mas secretária se propõe a comparecer espontaneamente Em votação apertada (sete a seis), o plenário da Câmara Municipal derrubou ontem (8) o pedido de convocação da secretária municipal de Saúde. Pelo requerimento assinado por seis vereadores, Inês Weizemann deveria ser convocada para "prestar esclarecimentos sobre as denúncias de estreitos vínculos com o vereador Dr. Brito, bem como sua influência nas ações da Secretaria de Saúde, conforme noticiado pela mídia iguaçuense". O fato relevante para o resultado da votação é que a secretária, por meio do vereador João Miranda (PSD), informou ao plenário que irá espontaneamente à sessão do próximo dia 15 para prestar os esclarecimentos. "Estou à disposição da Câmara. Eu prestarei qualquer esclarecimento", disse Inês. Diante disso, o próprio João Miranda e outros três vereadores que haviam assinado o requerimento votaram contra. Além de Miranda, votaram contra o pedido formal de convocação os vereadores Jeferson Brayner (PRB), Marcio Rosa (PSD), Adriana Luiz (PSD), Anderson Andrade (PSC), Beni Rodrigues (PSB) e Tenente-Coronel Marcos Antônio Jahnke (Podemos). Votaram pela convocação Elizeu Liberato (PR), Celino Fertrin (PDT), Rosane Bonho (PP), Nanci Rafagnin Andreola (PDT), Adenildo Kako (Podemos) e Protetor Jorge (PTB). O presidente Rogério Quadros (PTB) só votaria em caso de empate. Argumentação Conforme consta no requerimento, Inês Weizemann deveria "prestar esclarecimentos referentes à matéria veiculada no Jornal Gazeta Diário, no dia 23 de janeiro de 2018, com os títulos: "Inês Weizemann é intimada pela PF para explicar 'estreitos vínculos' com Dr. Brito"; "investigações indicam que Dr. Brito teria influência sobre ações na Secretaria de Saúde"; e Jornal Tribuna Popular dos dias 25 a 31 janeiro sob o título "Juiz da Pecúlio manda investigar contrato milionário na Saúde por serviços de oftalmologia da Cristalink". Na semana passada, a secretária, na condição de testemunha, depôs na Polícia Federal por aproximadamente seis horas. "Assinei o requerimento com os demais vereadores no sentido de dar oportunidade à secretária para esclarecer o assunto sobre as informações divulgadas na imprensa. Entretanto, com a vinda da secretária na próxima sessão, de forma espontânea, de certa forma atende aos anseios dos vereadores", comentou o vereador Elizeu Liberato, secretário da mesa diretora. "Inês não é acusada" O vereador Marcio Rosa também opinou sobre a decisão do plenário. "A secretária Inês foi convidada a depor na PF, onde, segundo a imprensa, durou cerca de seis horas e está disponível. Foi ouvida na qualidade de testemunha, e não está sendo acusada ou indiciada, mesmo porque o fato que envolveu o hospital naquele momento estava sob a intervenção do estado", afirmou. Marcio Rosa reforçou que "a suposta fraude no processo que envolveu o nome do Dr. Brito foi na gestão do governo estadual, e não do município. A Câmara tem que cumprir com seu papel de fiscalizar, denunciar, inquirir e convocar sempre que tiver suspeitas de irregularidades ou crimes contra a administração pública. Neste caso específico já foram esclarecidos os fatos em relação ao Brito". Ressaltou ainda que na Câmara "já existe um PAD [processo administrativo disciplinar] na Comissão de Ética", da qual é vice-presidente. "A Justiça está fazendo o papel dela" A vereadora Adriana Luiz (PSD) justificou o posicionamento contra a convocação por força legislativa. "A secretária já está fazendo os devidos esclarecimentos a quem por direito. Não somos policiais ou investigadores. Temos muito trabalho a fazer em prol da nossa cidade, do nosso povo. A Justiça está fazendo o papel dela, e no momento certo teremos as conclusões e a verdade sobre o acontecido." Na opinião da vereadora, o Legislativo deve somar forças com o Executivo para "resolver os problemas da cidade, que são inúmeros. Sei que a Inês não tem nada a esconder e não terá problemas de estar na Câmara prestando esclarecimentos, mas penso que temos assuntos muito mais importantes e urgentes em vários âmbitos que precisamos nós vereadores corrermos atrás para ajudarmos nossa população", encerrou Adriana Luiz.