Views
4 months ago

Abbas 8ed - Imunologia Celular e Molecular

Imunologia Celular e Molecular 8ª EDIÇÃO Abul K. Abbas, MBBS Distinguished Professor in Pathology Chair, Department of Pathology University of California San Francisco San Francisco, California Andrew H. Lichtman, MD, PHD Professor of Pathology Harvard Medical School Brigham and Women’s Hospital Boston, Massachusetts Shiv Pillai, MBBS, PHD Professor of Medicine and Health Sciences and Technology Harvard Medical School Massachusetts General Hospital Boston, Massachusetts

  • Page 4 and 5: Sumário Capa Folha de rosto Copyri
  • Page 6 and 7: Mecanismos que limitam as respostas
  • Page 8 and 9: Resumo Capítulo 11: Diferenciaçã
  • Page 10 and 11: Estratégias para o desenvolvimento
  • Page 12 and 13: Apêndice I: Glossário Apêndice I
  • Page 14 and 15: Nota Como as novas pesquisas e a ex
  • Page 16 and 17: Dedicatória Aos nossos estudantes,
  • Page 18 and 19: Doutora em Ciências, área de Imun
  • Page 20 and 21: Stephen Hauser, Miriam Merad, Micha
  • Page 22 and 23: Atenas, como tendo sido a primeira
  • Page 24 and 25: espondem essencialmente da mesma fo
  • Page 26 and 27: designadas interleucina, seguida po
  • Page 28 and 29: FIGURA 1-2 Tipos de imunidade adapt
  • Page 30 and 31: A imunidade também pode ser confer
  • Page 32 and 33: Tabela 1-3 Principais Característi
  • Page 34 and 35: habilidade em responder novamente
  • Page 36 and 37: especificamente reconhecem e respon
  • Page 38 and 39: “moléculas mensageiras” do sis
  • Page 40 and 41: as reações inflamatórias e auxil
  • Page 42 and 43: fragmentos e expressam nas suas sup
  • Page 44 and 45: Os linfócitos B utilizam seus rece
  • Page 46 and 47: Memória Imunológica Uma resposta
  • Page 48 and 49: C A P Í T U L O 2 Células e Tecid
  • Page 50 and 51: células de modo a promover ou regu
  • Page 52 and 53:

    Hecht, Department of Pathology, Bri

  • Page 54 and 55:

    longo das superfícies endoteliais

  • Page 56 and 57:

    locais de inflamação. Dessa manei

  • Page 58 and 59:

    linfoides, epitélio mucoso e parê

  • Page 60 and 61:

    exclusivas no corpo que expressam r

  • Page 62 and 63:

    Tabela 2-2 Classes de Linfócitos E

  • Page 64 and 65:

    linhagem for irradiado e, então, i

  • Page 66:

    manter o ritmo com a habilidade dos

  • Page 69 and 70:

    tipicamente após 1 a 3 meses se n

  • Page 71 and 72:

    eceptores de antígenos e pelas cit

  • Page 73 and 74:

    FIGURA 2-8 Morfologia dos plasmóci

  • Page 75 and 76:

    células T CD4 + . As células indu

  • Page 77 and 78:

    FIGURA 2-9 Hematopoese. O desenvolv

  • Page 79 and 80:

    Tabela 2-4 Citocinas Hematopoética

  • Page 81 and 82:

    escuro e a medula interna azul clar

  • Page 83 and 84:

    FIGURA 2-11 O sistema linfático. O

  • Page 85 and 86:

    FIGURA 2-12 Morfologia de um linfon

  • Page 87 and 88:

    FIGURA 2-13 Segregação das célul

  • Page 89 and 90:

    FIGURA 2-14 Microanatomia do córte

  • Page 91 and 92:

    CXCR5 não têm folículos contendo

  • Page 93 and 94:

    FIGURA 2-15 Morfologia do baço. A,

  • Page 95 and 96:

    produção destas quimiocinas pelas

  • Page 97 and 98:

    espondem aos antígenos originados

  • Page 99 and 100:

    FIGURA 3-1 As principais funções

  • Page 101 and 102:

    tecidos nos quais existe uma infec

  • Page 103 and 104:

    previamente ativadas e de memória.

  • Page 105 and 106:

    FIGURA 3-2 Ativação da integrina.

  • Page 108 and 109:

    Estrutura, Produção e Receptores

  • Page 110 and 111:

    • As quimiocinas são necessária

  • Page 112 and 113:

    tais como histamina e trombina, que

  • Page 114 and 115:

    local de infecção ou lesão tecid

  • Page 116 and 117:

    Alguns subgrupos de linfócitos efe

  • Page 118 and 119:

    FIGURA 3-5 Vênulas endoteliais alt

  • Page 120 and 121:

    FIGURA 3-6 Moléculas envolvidas na

  • Page 122 and 123:

    As células T naïve que chegaram a

  • Page 124 and 125:

    Se a célula T naïve é ativada pe

  • Page 126 and 127:

    A ativação induzida por antígeno

  • Page 128 and 129:

    hematopoiéticas, chamadas de célu

  • Page 130 and 131:

    A recirculação de linfócitos é

  • Page 132 and 133:

    C A P Í T U L O 4 Imunidade Inata

  • Page 134 and 135:

    essas respostas inatas pode ocorrer

  • Page 136 and 137:

    Reconhecimento de microrganismos e

  • Page 138:

    antígenos que são reconhecidos pe

  • Page 141 and 142:

    gerados por recombinação somátic

  • Page 143 and 144:

    FIGURA 4-2 Estrutura, localização

  • Page 145 and 146:

    icos em leucina causa interações

  • Page 147 and 148:

    FIGURA 4-3 Vias de sinalização e

  • Page 149 and 150:

    pelo menos três diferentes domíni

  • Page 151 and 152:

    FIGURA 4-4 Inflamassoma. A ativaç

  • Page 153 and 154:

    inflamatória crônica e doença fi

  • Page 155 and 156:

    Associados à Célula Vários outro

  • Page 157 and 158:

    acterianos contendo resíduos de N-

  • Page 159 and 160:

    comprimento, que contêm ambas as r

  • Page 161 and 162:

    antivirais dos interferons tipo I e

  • Page 163 and 164:

    importantes papéis nas respostas i

  • Page 165 and 166:

    se desenvolva e erradique a infecç

  • Page 167 and 168:

    células NK não matam eficientemen

  • Page 169 and 170:

    Outro importante receptor ativador

  • Page 171 and 172:

    KIR. Existem dois haplótipos KIR p

  • Page 173 and 174:

    Essas moléculas fornecem defesa in

  • Page 175 and 176:

    FIGURA 4-11 C1, lectina ligante de

  • Page 177 and 178:

    sérico (SAP), e a pentraxina longa

  • Page 179 and 180:

    incluem-se as proteínas do complem

  • Page 181 and 182:

    Fator de Necrose Tumoral O fator de

  • Page 183 and 184:

    tipo II (TNF-RII). As afinidades do

  • Page 185 and 186:

    mediada pela célula NK e CTL e pro

  • Page 187 and 188:

    transmigração através da parede

  • Page 189 and 190:

    eceptores são críticos para a fag

  • Page 191 and 192:

    antimicrobiano, incluindo lisozima,

  • Page 193 and 194:

    anti-inflamatórias. Essas diferent

  • Page 195 and 196:

    mesmo o LPS induz febre pela produ

  • Page 197 and 198:

    Os interferons tipo I são uma gran

  • Page 199 and 200:

    • Os interferons tipo I, sinaliza

  • Page 201 and 202:

    molécula nos linfócitos, chamada

  • Page 203 and 204:

    FIGURA 4-18 Estimulação da imunid

  • Page 205 and 206:

    células dendríticas para os linfo

  • Page 207 and 208:

    infecção ou lesão celular. Os re

  • Page 209 and 210:

    Elinav, E., Strowig, T., Henao-Meji

  • Page 211 and 212:

    Stearns-Kurosawa, D. J., Osuchowski

  • Page 213 and 214:

    habilidade em discriminar entre dif

  • Page 215 and 216:

    antígeno (os chamados anticorpos p

  • Page 217 and 218:

    secretada. Os locais de ligação d

  • Page 219 and 220:

    carboxiterminais constantes (C); as

  • Page 221 and 222:

    FIGURA 5-3 Fragmentos proteolítico

  • Page 223 and 224:

    Características Estruturais das Re

  • Page 225 and 226:

    FIGURA 5-6 Ligação de um antígen

  • Page 227 and 228:

    assim por diante). Em cada isotipo,

  • Page 229 and 230:

    anticorpos contendo κ são cerca d

  • Page 231 and 232:

    secretada como um dímero. Esses co

  • Page 233 and 234:

    FIGURA 5-9 Geração dos anticorpos

  • Page 235 and 236:

    moléculas que estão envolvidas na

  • Page 237 and 238:

    chamada de anticorpo humano anticam

  • Page 239 and 240:

    produção aumentada da forma secre

  • Page 241 and 242:

    como artrite reumatoide e psoríase

  • Page 243 and 244:

    proteína está desnaturada ou em s

  • Page 245 and 246:

    FIGURA 5-13 Valência e avidez das

  • Page 247 and 248:

    FIGURA 5-14 Complexos antígeno-ant

  • Page 249 and 250:

    estruturas no domínio V, algumas d

  • Page 251 and 252:

    efetoras dos anticorpos necessitam

  • Page 253 and 254:

    Ambas as cadeias leves de uma únic

  • Page 255 and 256:

    C A P Í T U L O 6 Moléculas do Co

  • Page 257 and 258:

    funções de ativação e de ação

  • Page 259 and 260:

    FIGURA 6-1 Modelo de reconhecimento

  • Page 261 and 262:

    Tabela 6-2 Propriedades e Funções

  • Page 263 and 264:

    outros sensores microbianos (Cap. 4

  • Page 265 and 266:

    FIGURA 6-3 Vias de entrada de antí

  • Page 267 and 268:

    FIGURA 6-4 Células dendríticas. A

  • Page 269 and 270:

    inflamação. • As CDs plasmocito

  • Page 271 and 272:

    para as zonas de células T dos lin

  • Page 273 and 274:

    processo é fundamental para a imun

  • Page 275 and 276:

    O MHC humano foi descoberto atravé

  • Page 277 and 278:

    FIGURA 6-6 Demonstração experimen

  • Page 279 and 280:

    FIGURA 6-7 Mapas esquemáticos de l

  • Page 281 and 282:

    FIGURA 6-8 Mapa do MHC humano. Os g

  • Page 283 and 284:

    Devido às moléculas do MHC serem

  • Page 285 and 286:

    FIGURA 6-9 Aumento da expressão do

  • Page 287 and 288:

    Tabela 6-4 Características das Mol

  • Page 289 and 290:

    lipídica e ancoram a molécula do

  • Page 291 and 292:

    Moléculas do MHC da Classe II As m

  • Page 293 and 294:

    peptídio, tal como nas moléculas

  • Page 295 and 296:

    alelo da molécula do MHC. Alguns r

  • Page 297 and 298:

    hidrogênio ou interações de van

  • Page 299 and 300:

    histocompatibilidade da classe II h

  • Page 301 and 302:

    quais provêm do citosol, fornecem

  • Page 303 and 304:

    Via de Processamento e Apresentaç

  • Page 305 and 306:

    são direcionados para a degradaç

  • Page 307 and 308:

    classe I estáveis que foram produz

  • Page 309 and 310:

    mecanismo de degradação de prote

  • Page 311 and 312:

    autorais de The Rockefeller Univers

  • Page 313 and 314:

    uma molécula chamada de HLA-DM (ou

  • Page 315 and 316:

    FIGURA 6-20 Apresentação cruzada

  • Page 317 and 318:

    FIGURA 6-21 Apresentação de antí

  • Page 319 and 320:

    não são capazes de se ligar e apr

  • Page 321 and 322:

    esíduos de aminoácidos de comprim

  • Page 323 and 324:

    C. Structure of the human class I h

  • Page 325 and 326:

    C A P Í T U L O 7 Receptores Imuno

  • Page 327 and 328:

    FIGURA 7-1 Sinalização originada

  • Page 329 and 330:

    é a adição covalente de molécul

  • Page 331 and 332:

    não receptoras. • Os receptores

  • Page 333 and 334:

    FIGURA 7-3 A estrutura modular de t

  • Page 335 and 336:

    SH2 no lipídio quinase fosfatidili

  • Page 337 and 338:

    extracelular está envolvido no rec

  • Page 339 and 340:

    ligação do receptor de ligação

  • Page 341 and 342:

    anos após o receptor de antígeno

  • Page 343 and 344:

    econhece especificamente os complex

  • Page 345 and 346:

    FIGURA 7-8 Componentes do complexo

  • Page 347 and 348:

    econhece os complexos do MHC d clas

  • Page 349 and 350:

    domínios N-terminais tipo das Ig d

  • Page 351 and 352:

    FIGURA 7-11 Eventos iniciais da fos

  • Page 353 and 354:

    FIGURA 7-12 Função da PI3-quinase

  • Page 355 and 356:

    FIGURA 7-13 Sinapse imunológica. A

  • Page 357 and 358:

    sinalização, principalmente pela

  • Page 359 and 360:

    adaptadores fosforilados pelas quin

  • Page 361 and 362:

    que ativa a enzima PKC. B, IP3 caus

  • Page 363 and 364:

    FIGURA 7-16 Ativação de fatores d

  • Page 365 and 366:

    celular chamado c-rel e são import

  • Page 367 and 368:

    A Família CD28 de Receptores Coest

  • Page 369 and 370:

    FIGURA 7-17 Alterações metabólic

  • Page 371 and 372:

    FIGURA 7-18 Complexo receptor de an

  • Page 373 and 374:

    FIGURA 7-19 Transdução de sinais

  • Page 375 and 376:

    FIGURA 7-20 Papel do complemento na

  • Page 377 and 378:

    subsequentes. Nas células B, a iso

  • Page 379 and 380:

    FIGURA 7-21 Sinalização inibitór

  • Page 381 and 382:

    envolve a ligação covalente de re

  • Page 383 and 384:

    descrever os receptores de citocina

  • Page 385 and 386:

    Hematopoetina) Os receptores de cit

  • Page 387 and 388:

    FIGURA 7-24 Sinalização através

  • Page 389 and 390:

    FIGURA 7-25 Sinalização de JAK-ST

  • Page 391 and 392:

    Vários mecanismos de regulação n

  • Page 393 and 394:

    Como já observamos anteriormente n

  • Page 395 and 396:

    NFAT no núcleo. O diacilglicerol

  • Page 397 and 398:

    van der Merwe, P., Dushek, O. Mecha

  • Page 399 and 400:

    linfócitos no timo e na medula ós

  • Page 401 and 402:

    Comprometimento com as Linhagens de

  • Page 403 and 404:

    (FO), células B da zona marginal (

  • Page 405 and 406:

    mantidos em um estado silenciado. D

  • Page 407 and 408:

    desses eventos de seleção serão

  • Page 409 and 410:

    gerados. Na linhagem de células T,

  • Page 411 and 412:

    Três loci separados codificam, res

  • Page 413 and 414:

    FIGURA 8-5 Domínios das proteínas

  • Page 415 and 416:

    Sequências não codificadoras nos

  • Page 417 and 418:

    eceptores de antígeno funcionais.

  • Page 419 and 420:

    FIGURA 8-8 Recombinação V(D)J. As

  • Page 421 and 422:

    ecombinação, os genes de outros l

  • Page 423 and 424:

    FIGURA 8-10 Eventos sequenciais dur

  • Page 425 and 426:

    DNA ou durante a mitose. Camundongo

  • Page 427 and 428:

    • Diversidade juncional. A maior

  • Page 429 and 430:

    moléculas para a determinação da

  • Page 431 and 432:

    expressas inicialmente nesse estág

  • Page 433 and 434:

    denominados caudas poli-A, são adi

  • Page 435 and 436:

    complexo TCR nas células T maduras

  • Page 437 and 438:

    para antígenos próprios multivale

  • Page 439 and 440:

    FIGURA 8-16 Coexpressão de IgM e I

  • Page 441 and 442:

    assim, a escolha subsequente da lin

  • Page 443 and 444:

    do mesênquima derivado da crista n

  • Page 445 and 446:

    FIGURA 8-18 Maturação das célula

  • Page 447 and 448:

    FIGURA 8-19 Recombinação e expres

  • Page 449 and 450:

    e CD8 é essencial para os eventos

  • Page 451 and 452:

    FIGURA 8-20 Expressão de CD4 e CD8

  • Page 453 and 454:

    T. Os timócitos cujos receptores n

  • Page 455 and 456:

    como de algumas proteínas que se a

  • Page 457 and 458:

    timo; estas são descritas no Capí

  • Page 459 and 460:

    expressão de superfície das molé

  • Page 461 and 462:

    2008; 8:788-801. Stritesky, G. L.,

  • Page 463 and 464:

    visão geral da ativação da célu

  • Page 465 and 466:

    células imaturas em células efeto

  • Page 467 and 468:

    em órgãos linfoides, células efe

  • Page 469 and 470:

    proteínas endocitadas em associaç

  • Page 471 and 472:

    proteínas homólogas, chamadas de

  • Page 473 and 474:

    FIGURA 9-4 Mecanismos de coestimula

  • Page 475 and 476:

    FIGURA 9-5 Principais membros das f

  • Page 477 and 478:

    integrinas no Capítulo 3. Vários

  • Page 479 and 480:

    FIGURA 9-7 Mecanismo de bloqueio da

  • Page 481 and 482:

    A, A cinética aproximada da expres

  • Page 483 and 484:

    horas. As células T CD4 + secretam

  • Page 485 and 486:

    parte do receptor de IL-15. A cadei

  • Page 487 and 488:

    FIGURA 9-11 Ações biológicas de

  • Page 489 and 490:

    camundongos mostraram pela primeira

  • Page 491 and 492:

    FIGURA 9-13 Desenvolvimento das cé

  • Page 493 and 494:

    as células de memória respondam a

  • Page 495 and 496:

    Resumo As respostas das células T

  • Page 497 and 498:

    C A P Í T U L O 1 0 Diferenciaçã

  • Page 499 and 500:

    FIGURA 10-1 Papel das células T em

  • Page 501 and 502:

    FIGURA 10-2 Reações das células

  • Page 503 and 504:

    eram protegidos contra o desafio co

  • Page 505 and 506:

    de camundongos singeneicos previame

  • Page 507 and 508:

    de anticorpos IgE e ativação de e

  • Page 509 and 510:

    linfócitos T CD4 + imaturos, princ

  • Page 511 and 512:

    esponde a parasitas helmintos atrav

  • Page 513 and 514:

    FIGURA 10-5 Desenvolvimento de cél

  • Page 515 and 516:

    FIGURA 10-6 Funções de células T

  • Page 517 and 518:

    trabalha em conjunto com o ligante

  • Page 519 and 520:

    FIGURA 10-7 Ativação de macrófag

  • Page 521 and 522:

    eliminação de outros microrganism

  • Page 523 and 524:

    esposta e inibe o desenvolvimento d

  • Page 525 and 526:

    clássica dos macrófagos mediada p

  • Page 527 and 528:

    sinalização induzida por IL-5 env

  • Page 529 and 530:

    FIGURA 10-10 Ativação clássica e

  • Page 531 and 532:

    FIGURA 10-11 Desenvolvimento das c

  • Page 533 and 534:

    FIGURA 10-12 Funções das células

  • Page 535 and 536:

    ativa uma via de sinalização JAK-

  • Page 537 and 538:

    células T que expressam o γδ TCR

  • Page 539 and 540:

    microrganismos no interior das cél

  • Page 541 and 542:

    of T cell-mediated tissue damage. N

  • Page 543 and 544:

    na defesa contra micróbios, a segu

  • Page 545 and 546:

    na circulação. Migração de cél

  • Page 547 and 548:

    desenvolvimento de respostas por CT

  • Page 549 and 550:

    viral crônica em camundongos, que

  • Page 551 and 552:

    Mecanismos de Citotoxicidade Mediad

  • Page 553 and 554:

    de classe I, respectivamente) expre

  • Page 555 and 556:

    P. Peters, Netherlands Cancer Insti

  • Page 557 and 558:

    montagem de um complexo contendo pe

  • Page 559 and 560:

    Mycobacterium tuberculosis, e na el

  • Page 561 and 562:

    C A P Í T U L O 1 2 Ativação da

  • Page 563 and 564:

    anticorpos que se ligam a antígeno

  • Page 565 and 566:

    FIGURA 12-2 Respostas imunes humora

  • Page 567 and 568:

    Reconhecimento do antígeno e ativa

  • Page 569 and 570:

    • Antígenos de imunocomplexos po

  • Page 571 and 572:

    FIGURA 12-5 Papel dos receptores CR

  • Page 573 and 574:

    FIGURA 12-6 Respostas funcionais in

  • Page 575 and 576:

    Sequência de Eventos Durante a Res

  • Page 577 and 578:

    anteriormente, CXCL13, o ligante pa

  • Page 579 and 580:

    FIGURA 12-9 Apresentação do antí

  • Page 581 and 582:

    ligados a proteínas reconhecidas p

  • Page 583 and 584:

    também contribuem para as resposta

  • Page 585 and 586:

    extrafolicular também retornam ao

  • Page 587 and 588:

    complemento (CR1, CR2 e CR3) e rece

  • Page 589 and 590:

    proliferação das células B, que

  • Page 591 and 592:

    pesada e produzem anticorpos com ca

  • Page 593 and 594:

    (Caps. 13 e 16); os anticorpos IgE

  • Page 595 and 596:

    FIGURA 12-15 Mecanismos de troca do

  • Page 597 and 598:

    FIGURA 12-16 Mecanismo pelo qual a

  • Page 599 and 600:

    FIGURA 12-17 Visão geral da matura

  • Page 601 and 602:

    FIGURA 12-18 Mutações somáticas

  • Page 603 and 604:

    expressam o ligante de Fas, que é

  • Page 605 and 606:

    Diferenciação da Célula B em Pla

  • Page 607 and 608:

    FIGURA 12-20 Produção de cadeias

  • Page 609 and 610:

    proliferação massiva das células

  • Page 611 and 612:

    moléculas de MHC e, portanto, não

  • Page 613 and 614:

    intermediária fosfatidilinositol t

  • Page 615 and 616:

    apresenta o antígeno para as célu

  • Page 617 and 618:

    Células T Auxiliares Foliculares e

  • Page 619 and 620:

    aumentada a infecções por muitos

  • Page 621 and 622:

    T ativados são capazes de migrar p

  • Page 623 and 624:

    eceptores celulares por meio do blo

  • Page 625 and 626:

    secreções mucosas, bem como ser e

  • Page 627 and 628:

    FIGURA 13-3 Composição de subunid

  • Page 629 and 630:

    associa-se a homodímeros da cadeia

  • Page 631 and 632:

    competição com os autoanticorpos

  • Page 633 and 634:

    Sistema complemento O sistema compl

  • Page 635 and 636:

    FIGURA 13-6 Etapas iniciais da ativ

  • Page 637 and 638:

    Tabela 13-4 Proteínas da Via Alter

  • Page 639 and 640:

    gerar C5b, o evento iniciador das e

  • Page 641 and 642:

    uma célula microbiana ou do hosped

  • Page 643 and 644:

    FIGURA 13-9 Via clássica da ativa

  • Page 645 and 646:

    IgG possui apenas uma região Fc, v

  • Page 647 and 648:

    após a ligação a antígenos da s

  • Page 649 and 650:

    Tabela 13-6 Proteínas da Via das L

  • Page 651 and 652:

    FIGURA 13-12 Etapas finais da ativa

  • Page 653 and 654:

    e CD81 (ou TAPA-1, alvo do anticorp

  • Page 655 and 656:

    (serpina) que mimetiza os substrato

  • Page 657 and 658:

    evitada nas células normais do hos

  • Page 659 and 660:

    que simplesmente estejam próximas

  • Page 661 and 662:

    primariamente pela imunidade humora

  • Page 663 and 664:

    vasos e o tecido circundante. A for

  • Page 665 and 666:

    Os pacientes com esse anticorpo fre

  • Page 667 and 668:

    desestabiliza a convertase da via a

  • Page 669 and 670:

    proteínas do complemento denominad

  • Page 671 and 672:

    microbianos que são, em sua maiori

  • Page 673 and 674:

    antígenos externos à barreira epi

  • Page 675 and 676:

    FIGURA 14-1 Sistema imune gastrinte

  • Page 677 and 678:

    intestinais; as células epiteliais

  • Page 679 and 680:

    actérias comensais. Como discutido

  • Page 681 and 682:

    algumas bactérias, bem como para a

  • Page 683 and 684:

    se distinguem por uma fina camada d

  • Page 685 and 686:

    Antígenos microbianos no lúmen in

  • Page 687 and 688:

    linfonodos mesentéricos têm algum

  • Page 689 and 690:

    são induzidas pela linfopoetina es

  • Page 691 and 692:

    FIGURA 14-6 Plasmócitos secretores

  • Page 693 and 694:

    FIGURA 14-7 Troca de classe para Ig

  • Page 695 and 696:

    pelas células epiteliais da mucosa

  • Page 697 and 698:

    As células T são encontradas no i

  • Page 699 and 700:

    inflamatórias contra microrganismo

  • Page 701 and 702:

    se defenderem contra a invasão por

  • Page 703 and 704:

    TNF e antimetabólitos. Embora a et

  • Page 705 and 706:

    células T CD4 + à gliadina estão

  • Page 707 and 708:

    mecanismos similares foram desenvol

  • Page 709 and 710:

    vaginal. Diferenças entre o fenót

  • Page 711 and 712:

    microrganismos, bem como agentes qu

  • Page 713 and 714:

    crônicas cutâneas. As células T

  • Page 715 and 716:

    expressão do ligante de E-selectin

  • Page 717 and 718:

    neuropeptídios (hormônio estimula

  • Page 719 and 720:

    houve intensa pressão seletiva que

  • Page 721 and 722:

    comensais no lúmen intestinal, pre

  • Page 723 and 724:

    expressa antígenos alogênicos pat

  • Page 725 and 726:

    DiMeglio, P., Perera, G. K., Nestle

  • Page 727 and 728:

    um tolerógeno, dependendo da forma

  • Page 729 and 730:

    FIGURA 15-1 Tolerância central e p

  • Page 731 and 732:

    são funcionalmente ignorados. A im

  • Page 733 and 734:

    FIGURA 15-2 Tolerância central da

  • Page 735 and 736:

    FIGURA 15-3 Função de AIRE na del

  • Page 737 and 738:

    Anergia (Não Responsividade Funcio

  • Page 739 and 740:

    ativação de ubiquitina ligases qu

  • Page 741 and 742:

    FIGURA 15-6 Mecanismos de ação do

  • Page 743 and 744:

    ativação inicial das células CD4

  • Page 745 and 746:

    manutenção e função dessas cél

  • Page 747 and 748:

    Citocinas Inibitórias Produzidas p

  • Page 749 and 750:

    que essa citocina seja especialment

  • Page 751 and 752:

    dessas proteínas mantém a mitocô

  • Page 753 and 754:

    o mesmo dos linfócitos T CD4 + . R

  • Page 755 and 756:

    FIGURA 15-9 Tolerância central da

  • Page 757 and 758:

    FIGURA 15-10 Tolerância periféric

  • Page 759 and 760:

    Capítulo 14. Mecanismos de autoimu

  • Page 761 and 762:

    Características Gerais das Doença

  • Page 763 and 764:

    Serão descritos adiante os princí

  • Page 765 and 766:

    Tabela 15-2 Associação dos Alelos

  • Page 767 and 768:

    Tabela 15-3 Polimorfismos Genético

  • Page 769 and 770:

    intactas ou destruir microrganismos

  • Page 771 and 772:

    dois mecanismos principais (Fig. 15

  • Page 773 and 774:

    doenças autoimunes. Conforme discu

  • Page 775 and 776:

    Tolerância Imunológica, Mecanismo

  • Page 777 and 778:

    egulatory T cells. Advances in Immu

  • Page 779 and 780:

    C A P Í T U L O 1 6 Imunidade aos

  • Page 781 and 782:

    diferentes tipos de microrganismos

  • Page 783 and 784:

    Tabela 16-1 Exemplos de microrganis

  • Page 785 and 786:

    principalmente para promover a fago

  • Page 787 and 788:

    actérias também induzem respostas

  • Page 789 and 790:

    anticorpos reagem cruzadamente com

  • Page 791 and 792:

    FIGURA 16-3 Mecanismos de evasão d

  • Page 793 and 794:

    A resposta imune inata contra bact

  • Page 795 and 796:

    FIGURA 16-5 Cooperação de célula

  • Page 797 and 798:

    de camundongos isogênicos (discuti

  • Page 799 and 800:

    antimicrobianos de macrófagos ou a

  • Page 801 and 802:

    FIGURA 16-7 Respostas imunológicas

  • Page 803 and 804:

    Além da neutralização, os antico

  • Page 805 and 806:

    Evasão da Resposta Imunológica pe

  • Page 807 and 808:

    FIGURA 16-8 Geração de novas cepa

  • Page 809 and 810:

    das citocinas. O vírus Epstein-Bar

  • Page 811 and 812:

    extracelulares e sua eliminação

  • Page 813 and 814:

    Evasão da Resposta Imunológica po

  • Page 815 and 816:

    patogênico vivo. O sucesso da vaci

  • Page 817 and 818:

    contra antígenos polissacarídeos,

  • Page 819 and 820:

    moléculas B7) ou citocinas para as

  • Page 821 and 822:

    acterial and viral pathogens. Cell.

  • Page 823 and 824:

    C A P Í T U L O 1 7 Imunologia do

  • Page 825 and 826:

    mais amplo da imunologia, e este é

  • Page 827 and 828:

    linhagem A com cinética de segundo

  • Page 829 and 830:

    FIGURA 17-3 A genética da rejeiç

  • Page 831 and 832:

    normalmente induzem reações de re

  • Page 833 and 834:

    moléculas de MHC externas (alogên

  • Page 835 and 836:

    moléculas de MHC no enxerto podem

  • Page 837 and 838:

    apresentadas pelas moléculas de cl

  • Page 839 and 840:

    contrário das células T imaturas,

  • Page 841 and 842:

    FIGURA 17-7 A reação linfocitári

  • Page 843 and 844:

    auxiliares dependentes da ativaçã

  • Page 845 and 846:

    células. Os anticorpos alorreativo

  • Page 847 and 848:

    Atualmente, a rejeição hiperaguda

  • Page 849 and 850:

    durante meses ou anos e pode ou nã

  • Page 851 and 852:

    dos enxertos de doadores vivos e en

  • Page 853 and 854:

    com vários grânulos marcados com

  • Page 855 and 856:

    loqueia a proliferação e diferenc

  • Page 857 and 858:

    do ciclo celular. Assim, através d

  • Page 859 and 860:

    prevenção da rejeição do enxert

  • Page 861 and 862:

    desenvolvimento de câncer, em comp

  • Page 863 and 864:

    A utilização de transplantes de

  • Page 865 and 866:

    Antígenos de Grupos Sanguíneos AB

  • Page 867 and 868:

    sanguíneos O e A produzem anticorp

  • Page 869 and 870:

    os transplantes de HSC separadament

  • Page 871 and 872:

    FIGURA 17-14 Histopatologia da GVHD

  • Page 873 and 874:

    citomegalovírus, a profilaxia anti

  • Page 875 and 876:

    Baldwin, W. M., Valujskikh, A., Fai

  • Page 877 and 878:

    C A P Í T U L O 1 8 Imunidade aos

  • Page 879 and 880:

    de rejeitar tumores induzidos por M

  • Page 881 and 882:

    virais são antígenos estranhos. M

  • Page 883 and 884:

    Produtos de Genes Mutados Os oncoge

  • Page 885 and 886:

    melanomas, incluindo carcinomas da

  • Page 887 and 888:

    expressão em adultos não está li

  • Page 889 and 890:

    (anteriormente chamado antígeno da

  • Page 891 and 892:

    através da ativação do complemen

  • Page 893 and 894:

    FIGURA 18-3 Mecanismos pelos quais

  • Page 895 and 896:

    FIGURA 18-4 Imunoedição tumoral.

  • Page 897 and 898:

    imunes inatas por meio da secreçã

  • Page 899 and 900:

    consiste de fator estimulador de co

  • Page 901 and 902:

    FIGURA 18-5 Bloqueio inibidor de c

  • Page 903 and 904:

    Terapia Celular Adotiva Imunoterapi

  • Page 905 and 906:

    egressão de tumores sólidos. Estu

  • Page 907 and 908:

    forma que ele não se ligue às cé

  • Page 909 and 910:

    Estes antígenos incluem os antíge

  • Page 911 and 912:

    Immunity. 2013; 39:38-48. Pardoll,

  • Page 913 and 914:

    hospedeiro ou desencadeadas por mic

  • Page 915 and 916:

    Tabela 19-1 Classificação das Doe

  • Page 917 and 918:

    FIGURA 19-1 Tipos de doenças media

  • Page 919 and 920:

    também opsonizam células, levando

  • Page 921 and 922:

    FIGURA 19-3 Características patol

  • Page 923 and 924:

    humano para o tratamento de picadas

  • Page 925 and 926:

    administrada uma injeção intraven

  • Page 927 and 928:

    FIGURA 19-5 Mecanismos das doenças

  • Page 929 and 930:

    Tabela 19-4 Doenças Mediadas pela

  • Page 931 and 932:

    FIGURA 19-6 Reação de hipersensib

  • Page 933 and 934:

    FIGURA 19-7 Morfologia da reação

  • Page 935 and 936:

    FIGURA 19-8 Inflamação granulomat

  • Page 937 and 938:

    Agentes Anti-Inflamatórios A base

  • Page 939 and 940:

    hipersensibilidades. Não está cla

  • Page 941 and 942:

    nucleares. Com base nesses estudos,

  • Page 943 and 944:

    dependente de TLR de células dendr

  • Page 945 and 946:

    FIGURA 19-11 Um modelo para a patog

  • Page 947 and 948:

    mielina do SNC, tais como proteína

  • Page 949 and 950:

    danos na retina, nos glomérulos re

  • Page 951 and 952:

    CD4 + e TH17 e pela lise celular po

  • Page 953 and 954:

    C A P Í T U L O 2 0 Alergia PANORA

  • Page 955 and 956:

    produzem IgE por exposição a essa

  • Page 957 and 958:

    para secretarem os mediadores que s

  • Page 959 and 960:

    como a protease de cisteína do ác

  • Page 961 and 962:

    Tabela 20-1 Propriedades dos Mastó

  • Page 963 and 964:

    liberadas após a ativação, e out

  • Page 965 and 966:

    cadeia ζ do complexo receptor de a

  • Page 967 and 968:

    mesma maneira. A expressão do Fc R

  • Page 969 and 970:

    nos grânulos citoplasmáticos é m

  • Page 971 and 972:

    complexos de actina-miosina localiz

  • Page 973 and 974:

    Os mastócitos também expressam re

  • Page 975 and 976:

    provavelmente contribuem para danos

  • Page 977 and 978:

    inibidores da ciclo-oxigenase, tais

  • Page 979 and 980:

    do complemento e os mediadores lip

  • Page 981 and 982:

    FIGURA 20-8 A reação de pápula e

  • Page 983 and 984:

    adotivamente com a IgE, e a reaçã

  • Page 985 and 986:

    Alguns genes cujos produtos regulam

  • Page 987 and 988:

    oncoconstritores e vasodilatadores

  • Page 989 and 990:

    secretoras de IL-9, contribuem para

  • Page 991 and 992:

    A rinite alérgica, também chamada

  • Page 993 and 994:

    mastócitos mostrou evidências de

  • Page 995 and 996:

    microbianos. Resumo A hipersensibil

  • Page 997 and 998:

    24:147-174. Stone, K. D., Prussin,

  • Page 999 and 1000:

    genéticos que resultam no aumento

  • Page 1001 and 1002:

    linfócitos e sua função (Cap. 8)

  • Page 1003 and 1004:

    mais comum da doença, ligada ao X,

  • Page 1005 and 1006:

    suprarrenal e retardo do cresciment

  • Page 1007 and 1008:

    avium, Mycobacterium kansasii e Myc

  • Page 1009 and 1010:

    FIGURA 21-1 Imunodeficiência causa

  • Page 1011 and 1012:

    Desenvolvimento Epitelial Defeituos

  • Page 1013 and 1014:

    guanosina para guanina, e a defici

  • Page 1015 and 1016:

    causadas por mutações nos genes q

  • Page 1017 and 1018:

    SCDI Causada por Ativação Deficie

  • Page 1019 and 1020:

    FIGURA 21-2 Imunodeficiência causa

  • Page 1021 and 1022:

    nestes pacientes é um bloqueio na

  • Page 1023 and 1024:

    hipermutação somática em diferen

  • Page 1025 and 1026:

    actina e as pequenas proteínas G d

  • Page 1027 and 1028:

    Abordagens Terapêuticas para Imuno

  • Page 1029 and 1030:

    incapazes de produzir reações DTH

  • Page 1031 and 1032:

    progressão mais lenta do que a doe

  • Page 1033 and 1034:

    FIGURA 21-4 Genoma do HIV. Os genes

  • Page 1035 and 1036:

    FIGURA 21-5 Ciclo de vida do HIV. A

  • Page 1037 and 1038:

    de quimiocinas. Em muitos indivídu

  • Page 1039 and 1040:

    Fatores de restrição do hospedeir

  • Page 1041 and 1042:

    microrganismos acentuam a produçã

  • Page 1043 and 1044:

    FIGURA 21-8 Evolução clínica da

  • Page 1045 and 1046:

    infecções. A ativação crônica

  • Page 1047 and 1048:

    90% dos vírus encontrados no plasm

  • Page 1049 and 1050:

    sobre o apetite e o metabolismo. A

  • Page 1051 and 1052:

    citopáticos. Os anticorpos neutral

  • Page 1053 and 1054:

    evitam a progressão da doença ind

  • Page 1055 and 1056:

    leucócitos (p. ex., deficiência d

  • Page 1057 and 1058:

    13:635-668. Notarangelo, L. D. Func

  • Page 1059 and 1060:

    A P Ê N D I C E I Glossário Adjuv

  • Page 1061 and 1062:

    durante a ativação do complemento

  • Page 1063 and 1064:

    particular e não é expresso pelas

  • Page 1065 and 1066:

    (articular). Asma brônquica Doenç

  • Page 1067 and 1068:

    Bet-t Um fator de transcrição da

  • Page 1069 and 1070:

    imunidade e na doença. Camundongo

  • Page 1071 and 1072:

    Célula-tronco hematopoética Uma c

  • Page 1073 and 1074:

    células T auxiliares. Células T a

  • Page 1075 and 1076:

    células individuais através do fl

  • Page 1077 and 1078:

    produzem sinais necessários para u

  • Page 1079 and 1080:

    atribuída à adição ou remoção

  • Page 1081 and 1082:

    destes organismos. Edição de rece

  • Page 1083 and 1084:

    único receptor de antígeno e que

  • Page 1085 and 1086:

    IL-4 e outras citocinas, normalment

  • Page 1087 and 1088:

    proteicas podem ser específicas pa

  • Page 1089 and 1090:

    usados para produção de anticorpo

  • Page 1091 and 1092:

    Imunidade adaptativa Forma de imuni

  • Page 1093 and 1094:

    particular podem ser coradas com an

  • Page 1095 and 1096:

    Janus quinases (JAKs) Uma família

  • Page 1097 and 1098:

    antígeno. Quando os linfócitos in

  • Page 1099 and 1100:

    Lisossoma Uma organela acídica, li

  • Page 1101 and 1102:

    molécula apresentadora de peptídi

  • Page 1103 and 1104:

    TCR. Nucleotídios P Pequenas sequ

  • Page 1105 and 1106:

    Plasmócito Um linfócito B secreto

  • Page 1107 and 1108:

    adaptadoras que recrutam outros com

  • Page 1109 and 1110:

    Ataques repetidos desta reação in

  • Page 1111 and 1112:

    na ativação da célula B pelo ant

  • Page 1113 and 1114:

    Recirculação de linfócitos Movim

  • Page 1115 and 1116:

    Resposta de fase aguda Aumento nas

  • Page 1117 and 1118:

    específicas para complexos de pept

  • Page 1119 and 1120:

    microrganismos que entram no corpo

  • Page 1121 and 1122:

    Tetrâmero MHC Reagente usado para

  • Page 1123 and 1124:

    transferência adaptativa de linfó

  • Page 1125 and 1126:

    pneumococcus e Haemophilus influenz

  • Page 1127 and 1128:

    enzimaticamente ou radioativamente.

  • Page 1131 and 1132:

    APRIL, ligante indutor de prolifera

  • Page 1136:

    ADCC, citotoxicidade mediada por c

  • Page 1139 and 1140:

    anticorpos valiosos reagentes para

  • Page 1141 and 1142:

    FIGURA A-1 Ensaio do sanduíche imu

  • Page 1143 and 1144:

    FIGURA A-2 Isolamento de um antíge

  • Page 1145 and 1146:

    para a proteína secundária que po

  • Page 1147 and 1148:

    com o mesmo marcador e determinaç

  • Page 1149 and 1150:

    marcadores antigênicos (separaçã

  • Page 1151 and 1152:

    antígeno. Por exemplo, a utilidade

  • Page 1153 and 1154:

    para medir a afinidade de um antico

  • Page 1156 and 1157:

    FIGURA A-6 Geração de gene knocko

  • Page 1158 and 1159:

    germinativa). Esses camundongos het

  • Page 1160 and 1161:

    Enquanto a quebra pode romper o gen

  • Page 1162 and 1163:

    para antígeno, que são produzidas

  • Page 1164 and 1165:

    Os ensaios de secreção de citocin

  • Page 1166 and 1167:

    concentração de anticorpo determi

  • Page 1168 and 1169:

    patogênese e terapia da, 432-433 f

  • Page 1170 and 1171:

    ligação do antígeno pelos, 92, 9

  • Page 1172 and 1173:

    espostas funcionais das células B

  • Page 1174 and 1175:

    exacerbações da, infecções resp

  • Page 1176 and 1177:

    genes associados a, 430t Autoantico

  • Page 1178 and 1179:

    Barreira hematencefálica, 309 priv

  • Page 1180 and 1181:

    via clássica, 276f, 278 Cadeia de

  • Page 1182 and 1183:

    CD16b (FcγRIIIB), principais carac

  • Page 1184 and 1185:

    principais características da, 497

  • Page 1186 and 1187:

    anérgica, 327-328 apresentação d

  • Page 1188 and 1189:

    clássicas, 17, 110-112 foliculares

  • Page 1190 and 1191:

    deficiências das, características

  • Page 1192 and 1193:

    apresentação de antígenos às, 1

  • Page 1194 and 1195:

    diferenciação das, em células T

  • Page 1196 and 1197:

    hematopoéticas, 26 inflamação me

  • Page 1198 and 1199:

    estrutura do, 156 ligação cruzada

  • Page 1200 and 1201:

    como resposta do sistema imune inat

  • Page 1202 and 1203:

    Doença do soro, 95, 404-406 Doenç

  • Page 1204 and 1205:

    Ensaio de secreção de citocina, p

  • Page 1206 and 1207:

    ativado, morte de microrganismos pe

  • Page 1208 and 1209:

    Fator de transcrição E2A, no comp

  • Page 1210 and 1211:

    Ig, organização da linha germinat

  • Page 1212 and 1213:

    Histamina, derivada de mastócitos,

  • Page 1214 and 1215:

    formas e funções da, 94t funçõe

  • Page 1216 and 1217:

    na resposta imune adaptativa, 11 no

  • Page 1218 and 1219:

    de ativação defeituosa da célula

  • Page 1220 and 1221:

    suscetibilidade aumentada a devido

  • Page 1222 and 1223:

    Interferon-α (IFN-α) antagonistas

  • Page 1224 and 1225:

    Interleucina-26 (IL-26), caracterí

  • Page 1226 and 1227:

    ases estruturais e químicas dos, 1

  • Page 1228 and 1229:

    Linfócitos pequenos, 21 morfologia

  • Page 1230 and 1231:

    ativação do, 224-225 eventos bioq

  • Page 1232 and 1233:

    patogênicos, 341t reações contra

  • Page 1234 and 1235:

    no retículo endoplasmático, 128 n

  • Page 1236 and 1237:

    Órgãos linfoides centrais, 316 Ó

  • Page 1238 and 1239:

    no olho, 309 nos testículos, 309 P

  • Page 1240 and 1241:

    Psilose, não tropical, 304 Psoría

  • Page 1242 and 1243:

    Reagentes de fase aguda, 71-72 Rece

  • Page 1244 and 1245:

    citossólico para PAMPs e DAMPs, 59

  • Page 1246 and 1247:

    mecanismos de, 181-182 sinais de re

  • Page 1248 and 1249:

    aos microrganismos intracelulares,

  • Page 1250 and 1251:

    na pele, 305-307 Resposta(s) inflam

  • Page 1252 and 1253:

    patogênese da, 455-458 tratamento

  • Page 1254 and 1255:

    Substituição de gene, para imunod

  • Page 1256 and 1257:

    estrutura modular das, 140f não re

  • Page 1258 and 1259:

    Transporte associado a processament

  • Page 1260 and 1261:

    na ativação da célula B, 159-160

  • Page 1262:

    deficiência de, 445 Zimogênios, n

capas biologia celular e molecular - FTC EAD - FACULDADE
Bio pdf - Biotecnologia
introduzindo a imunologia vacinas - Secretaria de Estado da ...
NEUROBIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR - Universidade de ...
instituto de biologia molecular e celular - IBMC - Universidade do ...
→ ImunologIa - Home
CAPÍTULO DOZE IMUNIDADE MEDIADA POR CÉLULAS - Unesp
DFundamentosquímicos y moleculares 2/Fundamentos químicos
Hipertrofia cardiaca: eventos moleculares y celulares
Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC
Imunologia da gestação Pregnancy immunology
Biologia Celular e Molecular - Universidade de Coimbra
Biologia Celular e Molecular - Universidade de Coimbra
Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC
Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC
Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC
Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC
atualização Etiopatogênese Molecular dos Tumores ... - SciElo
BASES DA IMUNOLOGIA Responsável: Profa. Dra. Célia Regina ...
Mecanismos efetores da imunidade celular e humoral
Hipertrofia miocárdica e biologia molecular
Regulação e Diferencia - Biologia Molecular e Genética
Hibridação in situ (mRNA) - Biologia Molecular e Genética
Análise da resposta imunitária celular à Leishmania sp. em ...
IMUNIDADE E TIPOS DE RESPOSTA IMUNOLÓGICA - Ponto Frio
Sistema Imunitário – Parte II Fundamentos da resposta ... - SciELO
APÊNDICE - DCA
740P PRODUÇÃO DE PLASMíDEOS RECOMBINANTES QUE ...
Respostas bioquímicas e moleculares no peixe Poecilia vivipara ...
Imunidade e infecção. Imunopatologia das doenças infecciosas—II