Views
10 months ago

PROJETO_DIGITAL_09-01-2018a

Mensagem do presidente

Mensagem do presidente Esta edição do Anuário Mineral traz um capítulo especial chamado História da Mineração. Nele estão um relato de Wilson Scarpelli, graduado nas primeiras turmas de Geologia do Brasil, e uma coletânea especial de fotos cedidas pelo também geólogo Breno dos Santos. Esse material conta um pouco do que foi a mineração na década de 1960, época do descobrimento de grandes jazidas minerais, incluindo Carajás. Foi na década de 1960 que a mineração industrial na Amazônia teve início, tendo como protagonistas muitos Scarpellis e Brenos. Cinquenta anos depois – quase nada quando se fala de história – é gratificante olhar esses relatos e verificar o quanto a indústria mineral já evoluiu. Se a geologia nos favorece com minérios de alta qualidade, a exemplo do minério de ferro e do caulim encontrados aqui, temos mostrado garra e disposição para transformar essa benção em legado. Os protagonistas da mineração que vieram depois de Scarpelli e Breno têm trabalhado arduamente para fazer uma mineração cada vez mais responsável com a sociedade e com o meio ambiente.

Desde que surgiu, em 2007, o Simineral tem atuado para fortalecer esse setor. Isso é feito diariamente envolvendo diferentes e valiosos parceiros: empresas associadas, empresariado, associações, entidades, governo, imprensa e sociedade. Na essência, trabalhamos conectando e aproximando pessoas para valorizar a nossa riqueza mineral e, mais que isso, para promover o desenvolvimento do estado do Pará. Se o minério faz parte da nossa vida – do utensílio doméstico ao equipamento que vai para o espaço –, a indústria mineral também faz de maneiras que nem sempre percebemos. É ela que tem investido em pesquisa ambiental de valor imensurável para a Amazônia, com estudos que colaboram para a preservação de rios e florestas. São as mineradoras também que apoiam o desenvolvimento das cidades com ações sociais, investimento em pessoas e priorização de parceiros locais. Essa é uma herança que vai ficar para todos nós. A indústria da mineração está construindo o futuro e os próximos capítulos de uma história que está no começo. Entre outros objetivos, o Anuário Mineral se propõe a contar um pouco desse trabalho e a apresentar outros protagonistas desse grande desafio que é a mineração na Amazônia. Esta publicação é parte da missão do Simineral de fazer com que as pessoas conheçam mais sobre os minérios, a mineração e a riqueza mineral que temos. Esse é o nosso patrimônio e precisamos valorizá-lo. Boa leitura! José Fernando Gomes Júnior Presidente do Simineral