Views
1 week ago

PROJETO_DIGITAL_09-01-2018a

A Secretária de

A Secretária de Educação do Estado, Ana Cláudia Hage, comenta sobre o significado deste concurso para a rede pública de ensino. “A parceria da Seduc com o Simineral trouxe ganhos para a educação do Pará que vão além da premiação. A parceria vem de antes, desde o pacto da educação, então o que fica pra educação é legado do esforço conjunto do público e privado na melhoria da qualidade da educação do Pará. Que possamos ter cada vez mais parcerias como esta, que não só enriquecem de conhecimento, mas destacam os alunos para que eles possam entender cada vez mais que estudar vale à pena, não só pelo que se aprende, não só pelo que vai passar a exercer como cidadão, na sociedade, mas vale à pena porque representa sua categoria de aluno, representa a sua escola e, hoje, a gente pode comemorar isso”, considera a Secretária de Educação. 58 7º Anuário Mineral do Pará • 2017

É fundamental estar formando uma nova geração da mineração aqui dentro do estado. Essa parceria com a Seduc é imprescindível para que possamos criar a geração da mineração e possa deixar um legado. José Fernando Gomes Júnior Presidente SIMINERAL Para o Diretor da Escola Dr. Freitas, Marco Antônio Oliveira, as escolas crescem e evoluem junto com as edições do concurso. “A escola participa há três anos do concurso e nesses anos ficamos classificados sempre em 3º lugar. Este ano, fizemos um grande trabalho conjunto: equipe de coordenação pedagógica e professores, tanto reforçando aulas estratégicas como redação, língua portuguesa, geografia, o que já estávamos fazendo antes por termos turmas de convênio que preparam os alunos para o ENEM, e conseguimos o terceiro e primeiro lugares. E isso é gratificante. Estamos colhendo o resultado do trabalho de toda a escola”, comemora o diretor. O Presidente do Simineral, José Fernando Gomes Júnior, comemora o resultado de mais uma edição do certame e destaca sua importância. “É fundamental está formando uma nova geração da mineração aqui dentro do estado. Essa parceria com a Seduc é imprescindível para que possamos criar a geração da mineração e possa deixar um legado. E qual é o legado que o setor mineral pode deixar no estado do Pará? A educação. E pra nós a parceria é fundamental para construir o Pará como nos nossos sonhos. Ao longo destes 6 anos, já tivemos milhares de inscrições, nos quatro cantos do estado, e vamos rumo à sétima edição no ano que vem. Importante dizer que não é um concurso de Belém, ele abrange todos os municípios do estado”, explica. 7º Anuário Mineral do Pará • 2017 59