Views
10 months ago

GAZETA DIARIO 505

Foz do Iguaçu,

Foz do Iguaçu, quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018 38 Esporte BASQUETEBOL Equipe técnica promoveu seletiva para atletas de várias idades Aprovados vão integrar os selecionados do município nos jogos oficiais do estado; quase 140 participaram da avaliação DM Esportes Reportagem Abel Andreghetti Fotografia O basquete de Foz do Iguaçu realizou nos últimos dias uma grande seletiva para os atletas que desejam participar das equipes de competição que representarão o município e a Associação de Basquete (Abasfi) em 2018. Foram ao todo 136 atletas presentes entre 12 e 18 anos. A maior parte foi da categoria masculina dos Jogos da Juventude (sub- 18): 64 candidatos às 12 vagas da equipe. Apesar do grande número, nenhum atleta morador de Foz foi dispensado; será criado um horário alternativo para meninos de 15 a 17 anos se desenvolverem e buscarem uma vaga ainda neste ano ou no próximo. Os treinos se iniciarão nesta semana e serão realizados no ginásio da faculdade Uniamérica, localizado no Flamenguinho, na Vila Yolanda. As crianças menores de 14 anos que não foram selecionadas estarão sendo encaminhadas aos núcleos da Secretaria de Esportes de Foz do Iguaçu (SMEL) já existentes nos colégios estaduais Três Fronteiras (Porto Meira), Carmelita Dias (Porto Belo) e Flavio Warken, além do núcleo da Vila Yolanda. A previsão da Associação de Basquete de Foz do Iguaçu é abrir ao menos mais três núcleos de iniciação em 2018. Alguns dos aprovados receberão bolsa-atleta do município e bolsa de estudos no Colégio COC para comporem as equipes dos Jogos Escolares. Clínica de basquete reuniu 136 jovens de 12 a 18 anos de idade Meninas mostraram jeito de atletas durante a avaliação Clínica de Fundamentos Na última semana, os atletas selecionados na peneira treinaram de segunda a sexta, três horas por dia, exclusivamente fundamentos básicos. A iniciativa serve para os professores e estagiários da Abasfi trocarem experiência, e os atletas reativarem a forma física perdida durante as férias. Os professores Douglas Amâncio, Cláudio Lisboa, Marcelo Oliveira, Leão, Ivan e Nilton Farias se revezaram nos treinamentos. Até o sósia do Varejão (segundo da direita para a esquerda) aproveitou a avaliação em Foz Garota já provou ser dona de talento no basquetebol

Foz do Iguaçu, quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018 JUDÔ Esporte 39 Iguaçuense garante título de campeão nacional interclubes em São Paulo Vitor Hugo Leodoro Gravenhagen, o Bambam, consagrou-se o melhor do Brasil em sua categoria DM Esportes Reportagem Divulgação Fotografias O atleta Vitor Hugo Leodoro Gravenhagen, da modalidade de judô, conhecido no Jardim São Paulo e no meio judoístico como Bambam, aluno frequentador do Centro de Convivência Érico Veríssimo e do projeto da Judofoz há vários anos, sagrou-se campeão da Josmar Couto, o principal responsável pelo sucesso do atleta Iguaçuense foi imbatível na competição categoria Meio Pesado até 90 quilos no Meeting Nacional Interclubes, evento organizado pela Confederação Brasileira de Judô e Confederação Brasileira de Clubes em São Paulo (SP). Os judocas que terminaram em primeiro lugar no Ranking Nacional da Base, entre eles Vitor Hugo, após o meeting foram convocados pela CBJ para estágio na Croácia. Vitor Hugo havia conquistado o bronze em dezembro de 2017 na Seletiva Nacional Sub-18 em Porto Alegre (RS), resultado que garantiu vaga para o meeting, evento em que o atleta de Foz do Iguaçu venceu na final o paulista atual campeão da seletiva e líder do ranking nacional. Entre os resultados de 2017, Vitor ainda conquistou os Jogos da Ju- Vitor Hugo passou a ser conhecido como o Bambam do judô ventude do Paraná até 90 kg e na categoria Absoluto (peso livre) foi campeão dos Jogos Escolares do Paraná e terceiro lugar por equipe nos Jogos Escolares da Juventude (evento nacional). Bambam e mais de 200 atletas contam com o apoio da Associação Esportiva Judofoz, Centro de Convivência Érico Veríssimo (CEBEV), Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Foz do Iguaçu, Itaipu Binacional (Força Voluntária) e Programa Nota Paraná, tendo também apoio de vários empresários da cidade. "Estas parcerias vêm dando resultado, estamos colhendo os frutos de muita dedicação e do trabalho sério realizado na Judofoz, comprovando a confiança depositada pelos pais, gestores públicos e demais apoiadores do nosso trabalho", finaliza o professor Josmar Couto. Mais informações podem ser obtidas no site www.judofoz.com.br. Graduações Os judocas são classificados em duas graduações: kyu e dan. As promoções no judô baseiamse em exames que incidem sobre requisitos tais como: duração de tempo de treino, idade, caráter moral, execução das técnicas especificadas nos regulamentos e comportamento em competições. No caso de promoção de kyu (classificação), faixa branca a marrom, é outorgada pela associação/academia. No caso de promoção das graduações de 1º dan até 5º dan, são realizadas pela banca examinadora da liga ou federação estadual; e as outras graduações superiores, pela confederação nacional.