Views
7 months ago

Revista Apólice #219

painel • nsaúde

painel • nsaúde Saúde suplementar perde beneficiários O mercado de saúde suplementar contabilizou 69,9 milhões de beneficiários em dezembro de 2016, com redução de 1,7% na comparação com dezembro de 2015. Os planos de assistência médica totalizaram 47,9 milhões de beneficiários (68,5% do mercado) e tiveram retração de 3,1%. Nos últimos doze meses terminados em dezembro de 2016, o setor de saúde suplementar perdeu 1,5 milhão de beneficiários de planos de assistência médica. Vale ressaltar que nos planos de assistência médica, o resultado demonstra que o ritmo de desaceleração permanece estável, considerando que a taxa de variação foi de - 3,1% nos últimos doze meses terminados em dezembro de 2016 comparando-se a taxa de -3,1%, no igual período terminado em setembro de 2016. Como reflexo da crise econômica enfrentada pelo País, os planos empresariais registraram uma redução de 3,2% de dezembro de 2015 a dezembro de 2016, em um cenário que apresenta mais de 12 milhões de desempregados. • nbalanço Mercado segurador cresce em 2016 O setor de seguros registrou crescimento nominal de 9,2% em 2016 na comparação com 2015, de acordo com dados divulgados pela Susep e compilados pela CNseg. O resultado representa um volume de arrecadação de R$ 239,3 bilhões e diz respeito ao desempenho das carteiras de seguros gerais, vida, previdência complementar aberta e capitalização. Houve ainda crescimento expressivo no volume de indenizações, benefícios, resgates e sorteios pagos pelos segmentos regulados pela autarquia em 2016, que alcançou R$ 121,6 bilhões. Esse valor representa, efetivamente, o papel do setor de seguros em relação à proteção do patrimônio dos brasileiros. Outro destaque foi a expansão de 19,3% das reservas técnicas, as quais atingiram o patamar de R$ 785 bilhões no ano passado, confirmando o mercado segurador brasileiro como um dos mais importantes investidores institucionais do País. • ncampanha Direito dos beneficiários de saúde A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) preparou uma campanha informativa para esclarecer à sociedade o papel da reguladora e os direitos dos consumidores de planos de saúde. O material é composto por um comercial de 30 segundos para televisão e cinco animações para internet e redes sociais. O conteúdo da campanha foi definido a partir dos resultados de uma pesquisa realizada pela Agência em 2016. No levantamento, foram identificadas as principais dúvidas do consumidor sobre planos de saúde; o grau de conhecimento sobre seus direitos e deveres no que diz respeito à contratação desse tipo de produto; como a decisão de compra está sendo realizada; e como os consumidores avaliam os serviços ofertados pelos planos de saúde no Brasil, entre outras informações. A partir dessas informações, foram produzidos um comercial para televisão que explica em linguagem acessível o papel da ANS; e cinco filmetes para internet e redes sociais abordando os temas que mais despertam dúvidas e interesse dos consumidores: carência, cobertura, prazos máximos de atendimento, reajuste e mediação de conflitos. Também foi preparado um conteúdo específico para o portal da Agência, abordando os principais assuntos relacionados à saúde suplementar para esclarecer e orientar os beneficiários de planos de saúde e consumidores em geral. 8

• nevento Especialistas debatem seguro empresarial O seguro empresarial e as pequenas e médias empresas foram o centro da discussão do Café com Seguro, organizado pela Academia Nacional de Seguros e Previdência (ANSP) no início de março. O evento contou com parceria do Sincor-SP. “Hoje, 27% do faturamento do mercado é gerado pelas pequenas empresas. Desse total, menos de 25% fazem seguro, apesar da obrigatoriedade legal de contratar seguro contra incêndio”, lembrou Paulo Umeki, vice-presidente Técnico da Liberty Seguros. Trata-se, segundo ele, de um enorme potencial de crescimento tanto para as seguradoras como para os corretores. “Esse quadro se dá pela falta de consciência do risco pelos empreendedores e também de foco das seguradoras e dos corretores de seguro”, afirmou. O encontro reuniu ainda Márcio Bertolini, consultor de Negócios do Sebrae-SP e coordenador estadual do Programa Corretor de Seguros Empreendedor; Ezaqueu Bueno, coordena- • ntransportes Workshop discute setor O Clube Internacional de Seguros de Transportes (CIST) deu início à sua agenda de eventos do ano com o Workshop “Desafios do setor de seguros de transportes em 2017”, realizado na manhã de 16 de fevereiro, no Circolo Italiano, em São Paulo. O presidente José Geraldo da Silva ressaltou o foco da entidade na disseminação de conteúdo técnico para o segmento de transportes. A previsão de crescimento de 1,6% do PIB brasileiro após 2 anos de forte retração anima o setor de transportes e deu início às discussões do evento. Durante o primeiro painel, Paulo Robson Alves, head de Marine da XL Catlin falou sobre os riscos de não precificar ❙❙Sergio Nobre, Ezaqueu Bueno, Paulo Umeki, Márcio Bertolini e Edmur de Almeida dor da Comissão de Riscos Patrimoniais do Sincor-SP; e Sergio Nobre, diretor da ANSP. “Os palestrantes trouxeram para o debate temas importantíssimos para o desenvolvimento do mercado segurador. Este ano traremos muitos outros temas que agreguem conhecimento aos participantes”, disse Edmur de Almeida, diretor da Academia. os produtos de forma adequada, podendo causar prejuízos e falta de precisão na avaliação de riscos. Enquanto os roubos de cargas crescem, especialmente dos carregamentos alimentícios, a precificação dos seguros não caminha junto com essa realidade e, para ele, o preço é reflexo da subscrição que precisa ser bem feita. É o que endossou Rosevaldo Silva, superintendente de transportes da Tokio Marine, ressaltando que a cadeia, como um todo, é afetada em momento de sinistro e é preciso, antes que isso aconteça, mensurar qual a potencial perda e se preparar para atendê-la. Fraudes e sonegação precisam ser combatidas. Assim, o mercado de seguros de Transportes será mais sólido para acompanhar o restante do setor e se posicionar com ainda mais força no País. 9