Revista AutoMOTIVO - Edição 125 - Fevereiro /2018

negri.felipe

Edição número 125, de fevereiro de 2018, da Revista AutoMOTIVO

Distribuição

Nacional

a revista b2b do mercado brasileiro de som e acessórios automotivos

7ª edição

• Encontro Nacional AutoMOTIVO de Negócios •

fevereiro 2018 / 125

revistaautomotivo.com.br

2018

EDIÇÃO DISPONÍVEL

PARA TABLETS E

SMARTPHONES

Salão 2018

Detroit

Primeiro Auto Show da temporada

apresenta GRANDES destaques!

Evento CES

2018

Cada vez mais parecido

com um Salão do Automóvel

Fornecedor

Tury

Inaugura nova fábrica e investe

pesado em qualidade e produtividade


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


Cinto de segurança salva vidas.


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


RESPEITE A SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO


A PRINCIPAL

DISTRIBUIDORA DE

SOM E ACESSÓRIOS

NO PARANÁ

AS MELHORES MARCAS ESTÃO CONOSCO!

CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.

Para mais informações entre em contato: (41) 3333-8184 ou acesse nosso site:

www.copall.com.br


SIMPLESMENTE

IMBATÍVEL!

Na BAHIA SPORT CAR, você encontra os

principais produtos e as principais marcas do

mercado de som e acessórios.

RESPEITE A SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

Telefone: 75 2101-9888

Celular: 75 9 9706-2323


informação e entretenimento

na ponta dos dedos

Multimídia Universal

Orbe Flex

6,2 ”

A nova multimídia Orbe Flex possui FUNÇÃO

ESPELHAMENTO para Android (toque na tela)

e Iphone (apenas pelo celular) e também duas

entradas USB. Além das funções de navegação

GPS, Bluetooth e TV digital. Possui tela 6,2”

touchscreen e amplificador 4 canais Mosfet.

Também reproduz DVD, VCD, CD, CD-R, MP3, MP4,

JPG, DIVX, possui equalizador com 5 posições

pré-ajustadas e 4 saídas de áudio.

Monitor 7” com DVD

Acoplável

7 ”

Teclas touch, visíveis somente com o monitor ligado.

Monitor especial para quem não quer substituir

o encosto original e para carros com airbags nos

encostos. Entradas USB e SD Card. Tensão de

Alimentação: DC 12V. Utilização com DVD, VCD, TV,

GPS, games... Entradas de áudio e vídeo.

Compatível com fone de ouvido wireless (fone vendido

separadamente). Acompanha joystick com fio.

Acopla em qualquer modelo de encosto

(com ajuste de 12 a 18cm).

6x8” Subwoofer caixa

amplificada OSW-9SQ Orbe

Com som forte, claro e grave o subwoofer

OSW-9SQ Orbe possui potência sonora

máxima de 350W, entradas RCA e amplificada,

controle de ganho externo e controle

remoto para Bass Boost com resposta de

frequência: 50~150hz e entrada de baixo nível:

200mV~20V. Ainda oferece fácil integração

com conexões de alto-falante e um design

compacto e slim, de instalação fácil e versátil.

Nas dimensões 278x194x73mm ele pode

ser instalado tanto no porta-malas, quanto

embaixo do assento do veículo.

Cinto de segurança salva vidas.

A Orbe do Brasil oferece grande variedade de acessórios com

tecnologia e design inovador para proporcionar maior conforto,

segurança e comodidade para quem os utiliza.

Por isso mesmo, é a fornecedora preferida pelos consumidores e

pelas concessionárias de todo Brasil.

APROVADA

CONCESSIONÁRIAS

MULTIMÍDIAS • SENSORES DE ESTACIONAMENTO

MONITORES • ÁUDIO & VÍDEO • ACESSÓRIOS AUTOMOTIVOS • CÂMERAS

www.orbedobrasil.com.br

(54) 3229.1400 / 3025.4947


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


O tempo é muito precioso.

Aproveite o seu!

De 9 a 12 de Abril de 2018


Conheça os patrocinadores já

confirmados para a Edição 2018

edição

www.revistaautomotivo.com.br/enan

Representações Comerciais


índice

EDIÇÃO 125 - FEVEREIRO 2018

Baixe grátis a Revista para

Tablets e Smartphones

EDITORIAL

Retomada e Crescimento

Esse é o momento de agir e acreditar!

Organizadora do maior evento

de Som e Acessórios do País

Economistas apontam que 2018 será um

ano de crescimento e melhor que 2017, o que a

princípio não parece tão promissor, mas que deve

ser considerado como uma boa notícia sim. Sinal de

que com a retomada da economia, os investimentos

e consumo devem aumentar.

Por isso, agora é a hora de o setor se mostrar

preparado para o crescimento, já que históricamente

os negócios tendem a melhorar no pós-crise. Mas

isso depende exclusivamente do planejamento da

sua empresa e das suas ações, então: Mãos à obra!

Nesta edição, trouxemos algumas matérias

para te inspirar e que apontam tendências, como a

cobertura da CES e do Salão de Detroit. Além de uma

pesquisa sobre acessórios e ainda, uma matéria sobre

veículos híbridos e elétricos.

Indo na direção do crescimento, esta edição traz

uma matéria para apresentar a nova fábrica da Tury,

que investiu pesado em qualidade.

Esperamos te inspirar e até a próxima edição!

FÁBIO R. CODELLOS

Diretor – Revista AutoMOTIVO

Na web:

Diretores

Fábio R. Codellos

mkt@revistaautomotivo.com.br

Regina Piza

publicidade@revistaautomotivo.com.br

Redação

Denise Andrade

imprensa@revistaautomotivo.com.br

Fábio R. Codellos

Amadeu Castanho Neto

jornalismo@revistaautomotivo.com.br

Felipe Negri Vicentini

redacao@revistaautomotivo.com.br

Jornalistas

Denise Andrade – MTB 45.339

Amadeu Castanho Neto – MTB 58.891

Jornalista responsável

Fábio R. Codellos - MTB 84.317

Projeto Gráfico e

Tratamento de Imagens

Maurício Trindade

Andreza Nobile Cabral

Marketing

Henrique Fanti

henrique@revistaautomotivo.com.br

Fotografia

Equipe AutoMOTIVO

Web e

Mídias Sociais

Felipe Negri Vicentini

Diretora Comercial

Regina Piza

publicidade@revistaautomotivo.com.br

70

Lançamentos 2018

McLarem Senna

Mailing

Wilson Roberto Codellos

wilson@revistaautomotivo.com.br

Comercial

Wilson R. Codellos

wilson@revistaautomotivo.com.br

Depto. Financeiro

Jacqueline A. C. Carlos

financeiro1@revistaautomotivo.com.br

A revista AutoMOTIVO é uma publicação mensal de circulação dirigida da EDITORA UNIVERSUS, em parceria com a FRC COMUNICAÇÃO

E DESIGN – R. Conselheiro Pedro Luis, 168 – Santana – SP – 02020-050 – Tel.(11) 3624-1055. Distribuída como cortesia em território

nacional a Fabricantes, Distribuidores, Lojistas, Representantes e Concessionárias. As opiniões emitidas em artigos assinados são de

responsabilidade de seus autores. Ninguém está autorizado a receber nenhum valor em nome da Editora UNIVERSUS ou da Revista Auto-

MOTIVO. Registro no INPI n.º 900.442.468. É proibida a reprodução de qualquer matéria sem autorização prévia. A EDITORA UNIVERSUS

disponibiliza a seus anunciantes cópia da nota de impressão gráfica e também da distribuidora.

Distribuição

ECT - Correios

16 revistaautomotivo.com.br


Acesse o Facebook

e curta nossa página!

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO

18 Opinião

22 Painel

32 Artigo

48 Artigo

60 Varejo

64 Artigo

66 Tendências

36

CES 2018

Cada vez mais parecido

com um Salão do Automóvel

42

Evento

Salão de Detroit

2018

50

Fornecedor Tury

Inaugura nova fábrica e investe

pesado em qualidade e produtividade

Pesquisa

Revela o que o consumidor

pensa sobre acessórios

56

PESQUISA

Capa

Pagani Huayra Roadster

Um hiper-esportivo para poucos

SUV Volvo XC40

Um SUV criado

para fazer sucesso

76

80

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO

17


OPINIÃO

dos leitores

Pergunta

Resposta

As principais notícias do setor de Som e Acessórios

Recebemos através do Portal AutoMOTIVO, inúmeras perguntas que nossos colaboradores sempre respondem com a máxima atenção. Abaixo

reproduzimos algumas respostas de Serginho e Bila, proprietários da loja Stop Car, em São Paulo, e consultores do Caderno de Instalação:

PERGUNTA DO

Leitor

CARLOS DAVID FERREIRA

SERGINHO E BILA

Olá amigos, Serginho e Bila! Eu comprei

um DVD e o mesmo veio com função de

comandos no volante. O produto possui três

fios que saem do aparelho, e no aparelho

tem opção de configuração. A minha dúvida

é que meu veículo, que é um Renault Symbol

também possui comando de volante. Existe

a possibilidade de ligar o comando direto no

aparelho ou tem que comprar uma interface?

Obrigado!

Instalação de comando

de som no

volante

OLÁ CARLOS, o ideal e

correto a fazer é procurar um

profissional. Ele conseguirá

ligar os comandos do volante

direto ao seu aparelho.

Abraço!

C.I.A.: Canal do Instalador AutoMOTIVO

O C.I.A. (grupo de instaladores e profissionais de som e acessórios

automotivos no Facebook) tem conquistado mais membros a cada dia. Um

dos novos membros, fez questão de deixar o seguinte depoimento: “Este

grupo promete ser o líder absoluto no segmento de som automotivo. Vamos

entrar e contribuir! Vale tudo, desde que seja construtivo e dentro do nosso

segmento de mercado. Eu já to nessa!”, escreveu Renato Bluster.

18 revistaautomotivo.com.br


VIVA UMA NOVA

EXPERIÊNCIA.

RESPEITE A SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

SEUS GRAVES NUNCA

MAIS SERÃO OS MESMOS.

CENTRAL DE ATENDIMENTO

18 3266 4050

www.taramps.com.br


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


PAINEL

As principais notícias do setor de Som e Acessórios

VENDA DE CARROS SEMINOVOS TEM

CRESCIMENTO E INSPIRA CUIDADOS

Os números do ano passado foram

impressionantes em relação

ao número de vendas de veículos

seminovos. Fácil de entender: Os

veículos novos sofreram grandes

reajustes, mesmo em tempo de

crise. Os impostos não param de

aumentar e com o aumento da gasolina,

sobra menos dinheiro no fim

do mês para parcelas altas. Mesmo

com a queda da taxa de juros, isso não refletiu ainda nem aliviou os financiamentos.

A evolução no comércio dos usados é sinal de que o brasileiro não

deve parar de comprar carros. Entretanto, os automóveis seminovos, atualmente,

são a opção mais pretendida pelos consumidores. Segundo Jefferson

Vecchio, sócio da COMFORTCAR de São Paulo, é extremamente vantajoso

adquirir um veículo com baixa quilometragem, bem conservado e com procedência. Mas isso exige alguns cuidados para quem o compra. E mais

importante, adquirir de lojas sérias, competentes e que tenham o compromisso com a qualidade dos veículos. Quando se trata de carros importados,

a loja ter experiência no segmento de veículos premium conta muito. “Aqui em nossa loja, todos veículos são periciados, damos garantia

por lei, nota fiscal. Pra começar só adquirimos veículos extremamente bem cuidados e em excelente estado de conservação, com

baixa quilometragem, sem restrições e com a revisão em dia. Muitos procuram só preço, e isso pode se tornar uma grande dor de

cabeça. Vendemos e entregamos o melhor custo benefício para os nossos clientes”. Em relação aos acessórios, Jefferson conta que também

é importante checar as instalações diversas. Um alarme mal instalado pode colocar em risco todo o veículo, podendo até causar incêndio. Portanto

atenção na compra de usados!

USP DISPONIBILIZOU

27 CURSOS ONLINE

E DE GRAÇA.

Confira a seguir alguns que talvez possam

interessar :

• Gestão de Projetos

• Fundamentos de Administração

• Princípios de Sustentabilidade e

Tecnologias Portadoras de Inovação

• Gestão do Desenvolvimento de

Produtos e Serviços

• Gestão da Inovação

• Liderança, Gestão de Pessoas e do

Conhecimento para Inovação

• Sistemas Terra

• Produção mais Limpa (P+L) e

Ecologia Industrial

• Instrumentos de Política e Sistemas

de Gestão Ambiental

Para mais informações sobre os cursos

acesse: https://veduca.org

INSTAGRAM DA GUSTAVSSOM APRESENTA

NOVIDADES DE SUAS REPRESENTADAS

Especializada no atendimento de distribuidores

e atacadistas da Região

Nordeste, a Gustavssom Representações

mantém sua página no Instagram

atualizada com as principais novidades

de suas marcas. São produtos

de som profissional e som

e acessórios automotivos de importantes

marcas do mercado como

7Driver, Horizon Global, Expex,

Shocklight, Spark Usina, GWT

Global, Permak, Tury e Stetsom.

As postagens levam a foto do

produto, o nome, a marca e

suas especificações técnicas, ou

seja, informações completas para

o seguidor da empresa. Além

dos produtos, a página também

traz curiosidades e notícias sobre

o mercado. Para se tornar um

seguidor, digite “Gustavssom” no

buscador do Instagram e clique em

“seguir” no perfil da empresa.

22 revistaautomotivo.com.br


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


PAINEL

As principais notícias do setor de Som e Acessórios

Roadstar

FECHA UM BOM ANO COM PREMIAÇÃO

Edenir Gonçalves

Diretor Comercial

Ali Khalil Dia

Diretor Geral

C

oroando um ano de resultados

positivos, a Roadstar

Brasil, tradicional fornecedora

e uma das marcas

mais conhecidas do mercado

brasileiro de equipamentos

de som e acessórios

automotivos, recebeu o prêmio internacional de

qualidade The Winner Awards 2018. Concedido

pela Top International Business Magazine a um

seleto grupo de empresas de diversos países, o

prêmio foi entregue em cerimônia realizada no

dia 19 de janeiro no hotel Maksoud Plaza, em

São Paulo.

Quem recebeu o prêmio concedido à

Roadstar foi o diretor da empresa, Ali Khalil Dia,

acompanhado pelo Diretor Comercial, Edenir

Gonçalves, e pelo responsável pela área de

Marketing, Ettore Canelhas. A AutoMOTIVO

esteve presente, cobrindo todo o evento.

Reconhecimento da qualidade

dos produtos

Ali comemorou a conquista do prêmio e fez

questão de destacar os bons resultados que a

Roadstar Brasil vem obtendo. Segundo ele, isso é

um reflexo da estratégia da empresa de priorizar a

qualidade de cada produto da sua marca.

“O prêmio nos fez sentir que a dedicação e a

sinceridade da empresa e da marca Roadstar foram

reconhecidos, chegando ao topo entre outras

tantas marcas e produtos, mostrando que somos

considerados uma marca de qualidade”, explicou.

Segundo ele, o ano de 2017 foi muito bom para a

empresa e uma largada para 2018, que deve ser

ainda melhor.

“Para nós, 2018 vai ser bom, porque o

cliente brasileiro e o público consumidor estão

acreditando na marca, aliás, como sempre acreditaram.

Daqui para a frente, se Deus quiser, só

vai melhorar. Porque a gente sempre se dedicou

a trabalhar duro, com sinceridade e sempre procurando

melhorar ainda mais a qualidade dos

nossos produtos”, declarou.

Ali revelou que os planos da empresa são

ambiciosos e que ele e sua equipe estão trabalhando

para retomar o espaço que a Roadstar

já ocupou no mercado e na preferência dos

consumidores, mas que não vai abrir mão de

ter a qualidade e a inovação como características

essenciais de todos os

produtos da marca.

Segundo ele, por muito

tempo a Roadstar foi conhecida

no Brasil como uma marca

de qualidade e voltada para

inovações. Décadas atrás a

empresa já tinha um laboratório

que procurava garantir que

os produtos oferecessem o melhor

para o consumidor.

Esse cuidado continua até hoje, com um

processo de controle de qualidade rigoroso que

começa na fábrica, bem antes que a mercadoria

chegue ao Brasil e prossegue antes do embarque

das mercadorias, com testes de conformidade em

todos os lotes de produtos.

“Daqui para a frente o mercado vai sentir a

diferença. Claro, nós vamos sempre nos renovar,

vamos entrar com produtos novos tecnologicamente

atualizados, não vamos ficar para trás”,

declarou, revelando que os planos da Roadstar incluem

aumentar a linha de produtos.

A empresa está trabalhando em diversos projetos,

como os de novos alto-falantes e de auto-rádios,

para introduzir no mercado e se preparando

para mostrar diversos produtos novos na sua linha

durante o ENAN 2018, no próximo mês de abril.

Ele revelou que, além de expandir a sua linha

de produtos para

som automotivo,

a Roadstar Brasil

também vai passar

a atuar no concorrido

segmento

de smartphones,

assim como também

ampliar a sua

linha de produtos

para uso doméstico.

24 revistaautomotivo.com.br


NOVO

RS-2606BR

RS-2606BR

Auto Rádio FM

com Bluetooth

BLUETOOTH RADIO FM MP3 PLAYER Leitura de

pastas

Entrada USB.

SD e Auxiliar

4 Saídas

25 Watts RMS

LED

MULTICOR

CD Player com Bluetooth

RS-3750BR

Auto Rádio AM/FM com Bluetooth

RS-2709BR

Auto Rádio AM/FM PLL

CD Player | BLUETOOTH

Leitor MP3/WMA c/ leitura de pastas

Entrada para USB/CARTÃO SD

Controle Remoto

Display LCD BLACK & WHITE

4 Canais de 52 Watts RMS

Painel frontal fixo

Bluetooth

Rádio AM/FM

Display Iluminação em LED 7 Cores

Entradas USB/SD/Auxiliar Frontal

Leitor MP3/WMA c/ leitura de pastas

Controle Remoto

Canais 4 de 50 Watts RMS

Entrada USB com função

de recarregar celular

Auto Rádio FM c/ MP3

RS-2601BR

Auto Rádio FM c/ MP3

RS-2708BR

Auto Rádio AM/FM c/ MP3

RS-2707BR

Painel frontal fixo

Rádio FM

Display Iluminação em LED

Entradas USB/SD/Auxiliar Frontal

Leitor MP3/WMA c/ leitura de pastas

Saída RCA

Controle Remoto

Canais 4 de 25 Watts RMS

Painel frontal fixo

Rádio FM

Display Iluminação em LED 3 Cores

Entradas USB/SD/Auxiliar Frontal

Leitor MP3/WMA c/ leitura de pastas

Saída RCA

Processador de Audio Eletrônico

Controle Remoto

Canais 4 de 45 Watts RMS

www.ROADSTARBRASIL.com.br

Telefone: (45) 3572-7472

facebook.com/roadstarbrasil

Respeite as leis de trânsito

Painel frontal fixo

Rádio AM/FM

Display Iluminação em LED 7 Cores

Entradas USB/SD/Auxiliar Frontal

Leitor MP3/WMA c/ leitura de pastas

Controle Remoto

Canais 4 de 50 Watts RMS


PAINEL

As principais notícias do setor de Som e Acessórios

Pioneer INCREMENTA A

LINHA BR DE ALTO-FALANTES

A Pioneer do Brasil anuncia um novo modelo que irá incrementar a linha BR

de alto-falantes, o TS-C170BR, um kit duas vias com crossover e woofer de

6 polegadas, desenvolvido para garantir ao carro do cliente um som claro e

potente, com ótima relação custo-benefício. Graças à potência que o conjunto

pode trabalhar, aliada à sua alta sensibilidade, o novo kit da Pioneer reproduz

o som com eficiência em toda a faixa de frequência. O

TS-C170BR permite fácil instalação devido à sua pouca

profundidade. Além disso, o tweeter vem com suporte

para que o usuário encontre a posição ideal no

interior do veículo.

Principais Especificações:

Woofer de 17 cm com cone de polipropileno

moldado por injeção, resistente à água; e

bobina de voz resistente ao calor. Tweeter de

30mm com diafragma de policarbonato moldado

e fluido de magnético. Crossover passivo

de alta qualidade. Impedância nominal 4ohms, sensibilidade

de 87dB, potência máxima de música 220 W,

potência nominal 60 W e frequência de cruzamento 4,7 kHz.

TV BALADACAR

TERÁ REESTREIA

Atualmente o Baladacar, que foi a pioneira em lançar

um programa falando sobre o setor automotivo na rádio

NEW LIFE FM, agora volta com seu carro chefe, a

TV BALADACAR, que tem reestreia marcada para dia

1º de fevereiro de 2018, a partir das 19:00h, ao vivo

transmitido pela TV CARAPICUIBA. O programa apresentará

todas as novidades e tendências do mercado

automotivo. Entre outros, terá em sua programação,

vídeo clipes, reportagens, matérias sobre leis e muito

mais. As reportagens externas ficarão por conta dos

repórteres Navarro e Edu Rodrigues, e apresentando o

programa Luizão e a Karina conversando com os web

telespectadores. Não perca essa grande novidade do

mercado automotivo. O programa na rádio continuará

indo ao ar toda Terça-Feira das 10 às 12:00h, atingindo

mais de 25 mil pessoas.

VENDAS FINANCIADAS

DE VEÍCULOS SOMAM 5,1 MILHÕES

DE UNIDADES EM 2017

Em 2017, as vendas financiadas de veículos somaram 5,1 milhões de unidades, entre

novas e usadas. Esse número representa um aumento de 9,7% em relação ao ano anterior

e engloba veículos novos e usados em todo o País. Desse total, 1,8 milhão representam

veículos novos - 3,5% a mais do que em 2016 - e 3,3 milhões, de usados, uma

alta de 13,4% sobre o ano anterior. Esta é a primeira vez em sete anos que o mercado

de crédito de veículos registra crescimento anual. Em 2016, os financiamentos somaram

4,6 milhões de unidades. Os números são da B3, que opera o Sistema Nacional de

Gravames (SNG), a maior base privada do País, que reúne o cadastro das restrições financeiras

de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. O

SNG impede que o processo de financiamentos seja suscetível a fraudes sistêmicas.

26 revistaautomotivo.com.br


PAINEL

As principais notícias do setor de Som e Acessórios

2018

REUNIRÁ

NOVAMENTE

OS MELHORES

COMPRADORES E

FORNECEDORES

DO MERCADO

Com data marcada para os dias 09,

10, 11 e 12 de abril, a 7ª edição

do ENAN já promete ser inesquecível.

O evento que abriu as portas

do mercado de som e acessórios

automotivos reunirá, mais uma vez,

os melhores compradores com os

grandes fornecedores. Maior evento

do tipo na América Latina, o ENAN

acontecerá novamente no Novotel

Center Norte, em São Paulo.

Para ficar por dentro de todas as

informações sobre o ENAN 2018,

acesse o site do evento:

(www.revistaautomotivo.com.br/

enan) ou baixe no seu celular o

aplicativo disponível na AppStore e

Google Play Store.

AutoMOTIVO RECEBE

HOMENAGEM

DA EXPEX

Pelo comprometimento e parceria dedicadas ao longo

de 2017, a EXPEX Importadora concedeu à revista

AutoMOTIVO uma placa de reconhecimento. O diretor da

Expex, Alexandre Marchetto, esteve pessoalmente na sede da

Revista para entregar a homenagem em mãos. “Ficamos muito felizes e

honrados com a homenagem e, com certeza, faremos de tudo para manter a

excelência nos trabalhos realizados”, afirma Fábio Codellos, diretor da AutoMOTIVO.

SOLEIRA DA MULT TEM CERTIFICADO

DE REGISTRO DE DESENHO INDUSTRIAL

Com design exclusivo e

patenteado, a Soleira da

Mult é fabricada em aço inox

escovado de alta qualidade,

com espessura de 0,60mm. A

fixação é feita com fita dupla

face 3M, considerada a melhor do mercado. É fabricada

em corte a laser, tecnologia que confere ao produto

uma qualidade superior, além de isenção de rebarbas.

A MULT utiliza gravação a laser para identificar

o modelo de cada soleira fabricada. Com embalagem

diferenciada e de alta resistência. Além de rigoroso

controle de qualidade e maior cobertura da área da

soleira no carro.

28 revistaautomotivo.com.br


Revista AutoMOTIVO

O mais novo canal dedicado

ao instalador e lojista de som

e acessórios automotivos.

Acesse

agora!

A nova opção para tirar dúvidas técnicas

sobre som e acessórios automotivos

www.revistaautomotivo.com.br


PAINEL

As principais notícias do setor de Som e Acessórios

MAIS VENDIDOS EMdezembro

A

pós dezembro de 2017, a sensação é de alívio.

Os números comprovam que o mercado voltou

a crescer e, ainda melhor, que tem gás suficiente

para continuar melhorando o desempenho agora

em 2018. O ano fechou com um crescimento

de 9,94% nos emplacamentos de automóveis e

de 6,09% nos de veículos comerciais leves. Para

2018, as duas principais entidades da indústria

automotiva cravam um desempenho bem melhor:

a Fenabrave (que representa as concessionárias autorizadas) espera

um aumento de 11,8% e a Anfavea (que presenta as montadoras) 11,7%.

Os emplacamentos somaram 2.172.235 veículos, sendo 1.855.874 automóveis

e 316.361 veículos comerciais leves. Para 2018, a expectativa é

que os emplacamentos cheguem aos 2,5 milhões de veículos. O Chevrolet

Onix continua sendo o automóvel mais vendido no Brasil, com 188.654 unidades,

seguido pelo Hyundai HB20 e pelo Ford Ka. Os novatos Fiat Argo e

Volkswagen Polo mostram que estão sendo bem aceitos pelos consumidores

e estão subindo no ranking. No tocante aos segmentos, os SUVs continuam

crescendo em participação e o modelo mais vendido foi o Jeep Compass,

que bateu o Honda HR-V e foi o nono colocado no ranking geral. Entre os

veículos comerciais leves, a Fiat Strada manteve a liderança, superando a

Fiat Toro por uma diferença de aproximadamente 10%. Entre os seminovos

e usados, o desempenho foi bom, somando 10.730.763 veículos revendidos,

sendo 9.285.412 automóveis e 1.445.351 comerciais leves. A relação

entre as vendas de seminovos/usados e veículos 0 km continua positiva,

com uma média de cinco para um.

Comerciais leves 0km mais vendidos até o final de Dezembro

Veículos 0km mais vendidos até o final de Dezembro

Veículos 0km mais vendidos em Dezembro 2017

Veículo

Emplacamentos

Veículo

Emplacamentos

Veículo

Emplacamentos

1 Fiat Strada 54.870

1 Chevrolet Onix 188.654

1 Chevrolet Onix 17.508

2 Fiat Toro 50.723

2 Hyundai HB20 105.539

2 Hyundai HB20 8.770

3 Volkswagen Saveiro 42.414

3 Ford Ka 94.893

3 Ford Ka 7.881

4 Toyota HiLux 34.368

4 Volkswagen Gol 73919

4 Toyota Corolla 6.568

5 Chevrolet S10 30.438

5 Chevrolet Prisma 68.988

5 Volkswagen Gol 6.054

6 Ford Ranger 17.830

6 Renault Sandero 67344

6 Chevrolet Prisma 5.737

7 Chevrolet Montana 14.872

7 Toyota Corolla 66.188

7 Fiat Argo 5.590

8 Volkswagen Amarok 11.964

8 Fiat Mobi 54.270

8 Jeep Compass 5.121

9 Renault Oroch 11.047

9 Jeep Compass 49.187

9 Hyundai Creta 5.099

10 Fiat Fiorino 10.947

10 Honda HR-V 47.775

10 Volkswagen Polo 4.898

Veículos usados mais vendidos em Dezembro

11 Volkswagen Fox / Cross Fox 42.716

12 Toyota Etios Hatch 41.986

11 Fiat Mobi 4.799

12 Honda HR-V 4.267

Veículo

Tranferências

1 Volkswagen Gol 91.275

2 Fiat Palio 56.525

3 Fiat Uno 54.369

4 Chevrolet Celta 33.079

5 Chevrolet Corsa 26.542

6 Volkswagen Fox / Cross Fox 26.084

7 Ford Fiesta 25.267

8 Fiat Strada 24.568

9 Fiat Siena 24.390

10 Toyota Corolla 21.460

Relação usados x novos vendidos até o final de Dezembro

13 Hyundai Creta 41625

14 Volkswagen Voyage 40.822

15 Jeep Renegade 38330

16 Fiat Uno 34165

17 Volkswagen Up! 34.161

18 Nissan Kicks 33464

19 Hyundai HB20S 32232

20 Toyota Etios Sedan 31.395

21 Ford EcoSport 31.195

22 Fiat Argo 27.925

23 Ford Ka Sedan 27.647

24 Renault Logan 26.010

25 Honda Civic 25.871

13 Renault Sandero 3.913

14 Toyota Etios Hatch 3.769

15 Nissan Kicks 3.713

16 Jeep Renegade 3.345

17 Ford EcoSport 3.193

18 Toyota Etios Sedan 2.991

19 Hyundai HB20S 2.922

20 Renault Kwid 2.818

21 Volkswagen Voyage 2.809

22 Volkswagen Up! 2.733

23 Honda Fit 2.694

24 Renault Logan 2.603

25 Volkswagen Fox / Cross Fox 2.591

Carros Comerciais leves Média

5,1 4,0 5,0

CHEVROLET ONIX

VEÍCULO MAIS VENDIDO EM DEZEMBRO DE 2017

Total de veículos 0km vendidos em Dezembro de 2017

Tipo

Transferências

Carros 171.988

Comerciais leves 32.864

Total 204.852

Total de veículos novos emplacados até o final de Dezembro

Tipo

Transferências

Carros 1.855.874

Comerciais leves 316.361

Total 2.172.235

Total de usados vendidos até o final de Dezembro

Tipo

Emplacamentos

Carros 9.285.412

Comerciais leves 1.445.351

Total 10.730.763

Total de usados vendidos em Dezembro de 2017

Tipo

Emplacamentos

Carros 884.856

Comerciais leves 131.162

Total 1.016.018

Fontes: FENABRAVE / FENAUTO

30 revistaautomotivo.com.br


ARTIGOWilson Santos

Cliente

Cliente

Chato x

Exigente

Wilson Santos

Palestrante, consultor, treinador de pessoas e profissional

de vendas. É especializado em técnicas motivacionais de

vendas e marketing de vendas. Perguntas relativas ao

assunto podem ser encaminhadas ao e-mail:

consultores@revistaautomotivo.com.br

Estamos vivendo num mundo tecnologicamente

cada vez mais apurado, onde qualquer que seja sua

necessidade para pesquisar um produto, um serviço

ou o que vier na sua cabeça, basta recorrer à ajuda

da internet, do Google e bingo!!!, a resposta está na

ponta de seus dedos. Com o comércio não poderia

ser diferente. À medida que a tecnologia evoluiu,

aquilo que no passado era considerado como produto

ou serviço raro, ou único, praticamente acabou por

ser só comum ou mais um. Nos dias de hoje, as cópias ou versões do

que existia passaram a ser mais apurados e certamente com um grau

de qualidade bem superior.

Consequentemente, se partirmos da premissa de que hoje, quase

que tudo que nos rodeia possui similares, qual é a fórmula de sucesso

para quem está comercializando algum produto ou serviço? Se você

respondeu: "na qualidade do atendimento", acertou em cheio!!!

Ao mesmo tempo em que temos em nossas mãos todas as possibilidades

de sucesso num atendimento impecável, acabamos nos esquecendo

de difundir essa preciosa ferramenta entre os nossos colaboradores.

É fácil de entender essa dinâmica, que ainda muitos empresários

insistem em se esquecer de aplicar.

Deixe-me dar um exemplo: dias desses, estava numa loja e escutei

um funcionário dizer ao seu colega “esse cliente é um chato”, referindo-se

a uma pessoa que acabara de passar a seu lado. Por uma coincidência,

eu conhecia quem era aquela pessoa “chata”.

Para que você tenha uma ideia do que falo, essa pessoa é um

profissional de vendas extremamente competente e muitíssimo bem

conceituado em seu meio, sendo contratado por multinacionais para dar

treinamentos para equipes de vendas, e tirar empresas do “buraco”.

Aquela frase sobre o "cliente chato" me deixou pensando por uns

dias. Como é que nos dias de hoje, um colaborador ainda pode ter esse

tipo de pensamento e não conseguir separar um cliente chato de um

cliente exigente?

Vamos lá: cliente chato é aquele cliente que entra numa loja apenas

para especular, não tem noção exata do que quer, está sem recursos

para comprar, apenas “passando o seu tempo” e tomando o tempo

dos outros. Sabe aquele cliente que coloca até “pelo em ovo”, como diz

o caipira do interior?

É aquele cliente que não tem nenhum compromisso com o que

está fazendo naquela loja, que não percebe que está tomando sem

necessidade o tempo de quem está trabalhando duro e depende de

vendas para levar o sustento para sua casa, e que, além disso tudo,

muitas vezes ainda cria problemas aonde está.... Esse é o cliente chato,

inconveniente, o conhecido “cliente mala sem alça”.

Já o cliente exigente é aquele que está bem informado sobre o que

está comprando, está em busca do melhor para si, tanto em qualidade,

quantidade, preço, e o que é fundamentalmente importante: atendimento!!!!!

Sinônimo de bom atendimento é FIDELIZAÇÃO, palavra

rara nos dias de hoje.

Afinal, se você não é bem atendido num lugar, vai para outro,

compra do outro e ainda fala mal do primeiro. Não é assim mesmo

com você?

Cliente exigente é aquele que testa o conhecimento técnico do

profissional de vendas, cria diversas objeções para se certificar do que

está comprando e se o vendedor também sabe o que está vendendo, e

daí por diante deposita sua confiança naquela pessoa, e retorna outras

vezes para fazer novas compras. Isso é FIDELIZAÇÃO. Simples assim.

Será que é tão difícil assim distinguir o CLIENTE CHATO do

CLIENTE EXIGENTE? Será que ainda o verdadeiro profissional de

vendas não está preparado tecnicamente para separar um do outro?

Pense nisso e a partir de agora mostre a seus colaboradores essa diferença.

Treine-os, eduque-os tecnicamente para atender as expectativas

de quem realmente sustenta e mantém sua empresa: os clientes. Suas

vendas agradecerão.

Bons negócios!!!

32 revistaautomotivo.com.br


www.solariumfilm.com.br

• Protege faróis e lanternas

• Mais de 20 cores disponíveis

fb.com/filmsolarium

cinto de segurança salva vidas

Utilize seU leitor

de Qr Code

• Linha de película Automotiva

Películas Automotivas com proteção 99% de UV

• Linha de película Residencial

Vários modelos como Nano, Refletivo,

Segurança e Decorativas

Contato: vendas@solariumfilm.com.br


EVENTOCES 2018

Por: Amadeu Castanho Neto / Fotos: Divulgação

2018

Consumer

Technology

Association

Cada vez mais parecido com um Salão do Automóvel

Embora o seu foco principal seja produtos

eletrônicos de consumo, o CES –

Consumer Electronics Show se parece

cada vez mais com um Salão do Automóvel

no qual as principais novidades

têm um olho no futuro próximo e, por

isso mesmo, ainda devem demorar um

pouco para chegar às revendas. Para

ter uma ideia aproximada do que é o

CES, vamos traçar um paralelo: imagine

um Salão do Automóvel três ou

quatro vezes maior do que aquele que

você conhece, no qual todos os produtos

fossem concepts nos mais variados

estágios de desenvolvimento. Principal vitrine de tecnologia voltada

para o consumidor, a feira que acontece todo começo de ano em Las

Vegas, nos Estados Unidos, reúne desde empresas multinacionais

bilionárias até pequenas “startups” de uma enorme variedade de

países, apresentando as suas mais recentes pesquisas e produtos,

numa mostra do que existe de mais avançado no mundo em termos

de produtos eletrônicos voltados para adultos de todas as idades,

crianças e animais de estimação.

Vale praticamente tudo: de roupas com sensores que podem

desde corrigir a sua postura na hora de praticar um esporte até

acionar um médico, a geladeiras que espelham o seu smartphone,

tvs de ultra-definição do tamanho de uma parede, relógios que são

quase computadores, “gadgets” que parecem saídos de um filme de

ficção científica e, claro, automóveis e som automotivo.

NOVIDADES EM TECNOLOGIA AUTOMOTIVA

A presença a cada ano maior de muitas das principais montadoras

do mundo transformou o CES numa vitrine de tendências,

pesquisas e lançamentos do universo automotivo, variando desde

combustíveis alternativos, veículos elétricos e de condução autônoma

até conceitos inovadores apresentados por montadoras que há

dois anos só existiam no papel.

Em nenhum outro evento, mesmo nos Salões mais importantes

do mundo, é possível ver uma variedade tão grande de empresas

do universo automotivo – de montadoras a fabricantes de acessório

e equipanentos de som automotivo – apresentando suas novidades

tecnológicas e lançamentos.

Uma dessas novatas é a Byton, empresa de capital chinês

fundada por ex-executivos oriundos de empresas como Nissan, Tesla,

Apple e Google, liderados por Carston Breitfeld, que foi responsável

pela criativa Divisão i da BMW.

36 revistaautomotivo.com.br


A Byton apresentou em Las Vegas

diversos protótipos de pré-produção de seu

primeiro modelo, um estiloso SUV elétrico com

uma enorme tela multifunção de 1,25 m de largura

substituindo o painel, controles concentrados num

tablet instalado no centro do volante, amplo espaço

interno, autonomia comparável à de um carro movido

a gasolina e preço de tabela abaixo da média para

veículos elétricos. O modelo, que o público já pôde

testar durante a feira, deve começar a ser vendido no

ano que vem.

Outra a apresentar um concept de veículo elétrico

foi a preparadora americana Fisker, que exibiu

no stand de sua parceira tecnológica Quanergy o

atraente sedan esportivo Emotion, que tem previsão

de chegar às ruas em 2020. Seus motores elétricos

geram o equivalente a 780 cv, permitindo que ele

chegue a 256 km/h e acelere de 0-100 km/h em

menos de 3 segundos. Além de as quatro portas que

abrem para cima, o modelo se destaca pela autonomia,

superior a 500 km.

Entre as diversas montadoras tradicionais que

marcaram presença na feira, foram poucas as que

apresentaram novidades em concepts. A Hyundai

levou a Las Vegas o concept Nexo, SUV movido a

célula de combustível 30% mais potentes que a

geração anterior.

Já a Kia mostrou o Niro EV Concept, que

incorpora diversos avanços tecnológicos, a exemplo

do Sistema Ativo de Aviso de Pedestre (APWS), que

combina câmeras de visão frontal, tecnologia de

reconhecimento de objetos e alto-falantes frontais.

Ao detectar a passagem de pedestres ou ciclistas

na frente do carro, os alto-falantes tocam um

alerta direcionado especificamente a essa pessoa,

avisando-os da presença do carro. Além

disso, o APWS interage com um sistema

de iluminação interativa, que oferece

aos usuários e pedestres uma comunicação

visual altamente intuitiva

com o veículo.


EVENTOCES 2018

Além do concept elétrico Nissan IMx, a montadora japonesa

apresentou uma tecnologia inovadora capaz de interpretar sinais do

cérebro do motorista para interagir tanto com os sistemas de direção

autônoma quanto manual. Batizada de “Brain-to-Vehicle” (B2V),

além de aprender com o comportamento do motorista, ela promete

reduzir o tempo de reação e promover adaptações que maximizem o

prazer de dirigir.

Já a Mercedes-Benz preferiu destacar o seu novo sistema de

infotainment com inteligência artificial, batizado MBUX (Mercedes-

-Benz User Experience), que já equipar os modelos da marca, começando

pelo novo Classe A, a partir deste ano. Reunindo em uma

grande tela colorida de alta definição sensível ao toque variadas

funções e controles, o MBUX tem como grande diferencial a rapidez

e a sensibilidade do comando de voz inteligente.

A proposta da Nissan

de que o motorista

dirija usando sinais do

cérebro exige o uso desse

“capacete”

Mesmo assim, a montadora alemã levou ao CES concepts já

mostrados durante o ano passado em Salões do Automóvel, como

o EQA e o Smart Vision EQ fortwo, além do belo Mercedes-AMG

Project ONE.


SOM AUTOMOTIVO

As fabricantes de som automotivo também apresentaram muitas

novidades no Consumer Electronics Show. A Pioneer, a JVC, a Sony,

a Alpine e a Panasonic, entre outras, apresentaram novos produtos e

anunciaram a incorporação de novas tecnologias.

Consolidando o que já podia ser percebido no CES no ano passado,

a grande tendência nos novos equipamentos desse segmento foi a

incorporação dos assistentes virtuais Amazon Alexa e Google Assistant,

permitindo que eles respondam a comandos de voz para acionar

comandos dos veículos ou acessar conteúdos externos.

Entre outros acessórios automotivos, podiam ser vistos também

detetores térmicos, que permitem que pessoas, animais e outros obstáculos

possam ser “enxergados” à noite; gravadores de vídeo digitais

(DVR) de altíssima definição e outras novidades agregando cada vez

mais tecnologia. Mais uma vez, a feira serve como prova que mesmo

nos mercados mais desenvolvidos, onde os veículos saem cada vez mais

equipados de fábrica, ainda existe muito espaço para os acessórios.


No CES, as novidades

estão por todos

os lados e vão desde

um concept car inteiro

até detalhes muitas

vezes não percebidos,

como faróis com iluminação

laser ou lanternas

traseiras com LEDs

de alto rendimento. As

propostas de painéis

de instrumentos e de

infotainment com resolução

e tamanho cada

vez maiores estavam

presentes nos stands

de diversas empresas,

mostrando que esse

deve ser um foco importante

de inovação

daqui para a frente.


Desbloqueio de vídeo em movimento para

multimídia original Honda

LANÇAMENTO!

TTH08

Unlock

HondaLink

TTH08

n Comanda a troca de canais da

TV instalada pelos comandos do

volante.

n Permite vídeo em movimento nas

entradas HDMI e USB possibilitando

instalação de TV Full HD ou

Espelhamento de Tela.

n Totalmente dedicado, não causando

travamentos da Multimídia.

n Compatível com Civic EXR 2015,

HR-V EXL e TOURING a partir de

2015 com HondaLink.

n Alta resistência a vibrações geradas

pelo movimento do veículo.

n Produto de fácil instalação com

sistema Plug and Play que usa os

conectores originais do veículo.

Central Multimídia

HR-V Original

Nota: Consulte as TVs compatíveis.

RESPEITE A SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

Acesse o site e

descubra como

funciona.

tromot.com.br / Vendas: (11) 4231-4250 (11) 4238-4881


EVENTOSalão de Detroit 2018

Por: Amadeu Castanho / Fotos: Divulgação

Primeiro

Auto Show

da temporada

apresenta

GRANDES

DESTAQUES!

2018

42 revistaautomotivo.com.br


Mustang Bullit

Ford Ranger

RAM 1500

Novo Jetta

A

temporada dos grandes Salões do

Automóvel deste ano foi aberta em

janeiro nos Estados Unidos, com a

realização do North American International

Auto Show, mais conhecido pela

sigla NAIAS ou como Detroit Auto Show.

Numa mostra da preferência americana

por modelos grandes, esta edição focou

nas pick-ups e utilitários. Mas também

apresentou novidades entre sedãs e

esportivos. As atrações que mais chamaram a atenção do público

foram o Mustang Bullitt, o SUV elétrico Byton e o novo Jetta.

ENTRE AS PICK-UPS OS DESTAQUES FORAM:

Ford Ranger – A nova versão exclusiva da Ranger para os EUA

traz um estilo exterior único, com faróis e lanternas traseiras de LED

e tecnologias avançadas como frenagem automática de emergência e

alerta de ponto cego com cobertura para reboque.

RAM 1500 - A RAM renovou a “caçula” 1500, que agora está

mais leve. Agora o modelo pesa 102 kg a menos que o antecessor. Sob

o capô, nada de leveza: a versão mais potente, de 400 cavalos, conta com

motor 5.7 litros V8.

Chevrolet Silverado - A Chevrolet respondeu com a nova Silverado,

também mais leve (204 kg perdidos), graças a mais partes em alumínio, e

com motor V8 de 6.2 litros cuja potência ainda não foi divulgada. O design

da pick-up chama a atenção por linhas mais suaves do que as gerações

anteriores.

Outros destaques foram os novos Jetta e Cerato. A Volkswagen revelou

ainda na véspera do salão a sétima geração do Jetta. Com a chegada

iminente do Virtus, que estreia no Brasil em breve, o sedã ficou maior e mais

moderno.

A Kia renovou o Cerato, deixando-o com a cara de um sedã maior, o

esportivo Stinger, que foi a estrela da marca no salão de 2017. Nos EUA, o

Cerato é chamado de Forte. Ele terá motor 2.0 de 149 cv, que promete ser

mais econômico que o atual, e um novo câmbio CVT.

Entre os esportivos, o grande destaque foi a Ford, que levou para

Detroit o Mustang clássico de 1968, usado no filme “Bullit”, protagonizado

por Steve McQueen, ator que adorava carros e motos. A neta dele

apresentou, ainda na véspera do salão, a versão Bullit da atual geração do

Mustang. Conheça os outros lançamentos:


EVENTOSalão de Detroit 2018

O Mustang Bullit usado

no filme

Kia Cerato

Chevrolet Silverado

Mercedes Classe G

Volkswagen Passat GT

Lexux LF-1

Chevrolet Silverado


BMW i8 Roadster

Acura RDX Prototype

Infiniti Q Inspiration

Chevrolet Silverado

Jeep Cherokee


EVENTOSalão de Detroit 2018

Versão clássica do Avalon

Veloster

Toyota Avalon

Nissan XMotion

BMW i8 Coupé


ARTIGOLeonel Siqueira

Evite perdas

financeiras com

a retenção de

tributos

Leonel Siqueira

Profissional com mais de 10 anos de

experiência nas áreas de contabilidade,

auditoria e consultoria. Gerente

tributário na Synchro, empresa

brasileira de solução fiscal.

Perguntas relativas ao assunto podem ser

encaminhadas ao e-mail:

consultores@revistaautomotivo.com.br

Enquanto a reforma tributária não vem, os contribuintes

brasileiros se desdobram para cumprir com

suas obrigações fiscais dentro de um complexo sistema

tributário. O anseio geral de um sistema mais

eficiente e justo de contribuição depende de como

conciliar os mais variados interesses. À medida que o

cenário não melhora, cada vez mais, impostos, contribuições

sociais, taxas e outros tributos, bem como

aspectos relacionados às penalidades continuam

impactando a administração de uma empresa.

De acordo com o Banco Mundial, o Brasil é o país onde mais se

gasta tempo calculando e pagando tributos no mundo. Segundo a instituição,

as empresas brasileiras gastam em média 2.600 horas por ano

para cumprir as exigências do Fisco.

Além disso, toda a estrutura criada pelas companhias

para atender a burocracia, consome 1,5% do

faturamento anual, que representa um gasto de cerca

de R$ 60 bilhões, somente para calcular e pagar tributos,

segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento

e Tributação (IBPT).

Nós temos uma das maiores cargas tributárias

do mundo, com mais de 60 tributos e 97 obrigações

acessórias, que formam o conjunto de documentos, registros

e declarações utilizados para o cálculo tributário

que precisam ser enviados ao Fisco. Mas o volume

de tributos está longe de ser o único problema.

Um grande desafio enfrentado pelas empresas

é a retenção de tributos. O Instituto da Retenção na

fonte é uma forma de responsabilidade tributária

que obriga a fonte pagadora a recolher determinados

tributos de forma antecipada de seu prestador de

serviço ou fornecedor de mercadorias, nos casos especificados

em lei.

E qual o objetivo? É uma forma que o Governo

encontrou para coibir a sonegação fiscal, concentrando

a responsabilidade do recolhimento do tributo nos

tomadores de serviços, facilitando a fiscalização e

garantindo que os recursos sejam destinados com

Nós temos uma

das maiores cargas

tributárias do mundo,

com mais de 60 tributos

e 97 obrigações

acessórias.

De acordo com o Banco

Mundial, o Brasil é o

país onde mais se gasta

tempo calculando e

pagando tributos no

mundo. Segundo a

instituição, as empresas

brasileiras gastam em

média 2.600 horas por

ano para cumprir as

exigências do Fisco.

maior viabilidade aos cofres públicos. Vamos para um exemplo prático.

Uma grande indústria do setor automotivo, ao adquirir peças a serem

incorporadas ao processo produtivo de seus automóveis, fica responsável

pela retenção dos tributos. Da mesma forma, se uma indústria contrata

serviços de uma empresa de jardinagem, deverá recolher o INSS incidente

sobre esse serviço.

Para o Fisco, concentrar a fiscalização na origem do fator gerador é

uma forma de assegurar que os tributos sejam recolhidos corretamente,

ainda que de maneira antecipada e parcial. Mas se facilita para a Receita,

para os empresários não.

Além de impactar na produtividade, o cálculo manual dos tributos

tem um elevado ponto de risco, devido aos erros e inconsistências que

podem ocorrer durante todo o processo, deixando as

companhias vulneráveis a multas e autuações fiscais.

Diante desse cenário caótico, as companhias

precisam contar com um sistema de governança fiscal,

que permita o controle das informações, o monitoramento

dos prazos de vencimentos e a verificação

do enquadramento de cada tributo, pois o cálculo da

retenção deve estar de acordo com a característica de

cada tributo.

Os tributos que são passíveis de retenção são:

PIS, IR, CSLL, Contribuição Previdenciária sobre a

receita bruta – CPRB, no âmbito federal e ISS, no

âmbito municipal.

Ao aderir uma solução de gestão de tributos, as

empresas terão maior visibilidade do processo, ganho

significativo na dinâmica do cálculo e os analistas

poderão cumprir seu papel de forma mais assertiva e

eficiente.

Por isso, o uso de um software facilita a vida de

quem trabalha no departamento fiscal, pois é uma

ferramenta automatizada capaz de realizar todos os

cálculos de maneira sistêmica, garantindo a conformidade

fiscal e tributária.

48 revistaautomotivo.com.br


TRADIÇÃO E

20 ANOS

C O N F I A N Ç A

CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.

imagem meramente ilustrativa

Proteção e Design

#world

film

garante

Todos os produtos

originais World Film tem

a marca d’água no linner

Nossos Produtos:

n Película Automotiva

n Película de Segurança

n Película de Arquitetura

n Acessórios para Instalação

Despachamos seu pedido em

até 48 horas, estoque garantido

A venda nos melhores

distribuidores do Brasil

Tel.: (11) 2173-5544

e-mail: comercialweb@worldfilm.com.br

Site: worldfilm.com.br


FORNECEDORTury

Amadeu Castanho Neto

Fotos: Equipe AM/Divulgação

Tury inaugura nova

Se preparando para

atender as exigências

de um mercado cada

vez mais exigente e

competitivo, no final

do ano passado a Tury

do Brasil transferiu as

suas atividades para

uma nova fábrica

em São Bernardo

do Campo, berço da indústria automotiva

brasileira, onde também estava localizada a

fábrica anterior.

A mudança para as novas e modernas

instalações é estratégica e faz parte dos

investimentos da empresa para atender

o crescimento da demanda do mercado

brasileiro, a entrada em novos segmentos e a

expansão internacional.

A nova fábrica ocupa um imóvel próprio

com mais de 8.000 m2 de área construída

em um terreno de 25.000 m2. de área. A

mudança, além de praticamente quadruplicar

a área fabril e de escritórios em relação às

instalações anteriores, oferece à direção da

empresa tranquilidade em relação ao atendimento

de futuras necessidades de expansão.

Mais do que só uma mudança

A Tury não se limitou a fazer uma

simples transferência de instalações e, aproveitando

a oportunidade, investiu pesado

na nova fábrica, nos novos escritórios e na

estrutura de apoio para poder se adequar às

exigências de uma indústria moderna.

Entre as diversas melhorias introduzidas,

as novas instalações oferecem uma extensa

área dedicada ao estoque e expedição de

produtos, novos espaços produtivos, bem

como um amplo e moderno refeitório e áreas

para descanso e lazer dos funcionários, cujo

número foi ampliado consideravelmente.

O investimento em toda infraestrutura da

nova fábrica chega perto dos R$ 5 milhões,

que resultaram em inúmeros upgrades no

fluxo de produção e em um ambiente de

trabalho muito mais moderno e agradável.

Essas melhorias já estão se refletindo

em avanços na qualidade dos produtos,

em aumentos de produtividade e até na

atitude da força de trabalho, que segundo

Daniel Turi, diretor da Tury, está engajada

e aproveitando para fazendo inúmeras

sugestões de mudanças.

Daniel Turi

Diretor da Tury

50 revistaautomotivo.com.br


fábrica

e investe pesado em

qualidade e produtividade

Chicotes

A despeito do expressivo aumento de

área produtiva, a Tury não se acomodou e,

para fazer frente às necessidades resultantes

dos ganhos em produtividade e da retomada

do ritmo do mercado, já está investindo em

novas ampliações e no melhor aproveitamento

do espaço vertical do novo prédio.

De acordo com Daniel, a nova fábrica

faz parte de um plano de expansão Tury, que

contempla uma nova abordagem comercial

e de marketing que suporte a crescente

demanda nacional e internacional projetada

pela empresa.

Novos equipamentos

Os equipamentos foram destaque fundamental

no investimento feito, a exemplo

dos utilizados na produção e controle de

qualidade de placas eletrônicas e os dedicados

à produção de chicotes elétricos. Mesmo

com os novos maquinários tendo acabado de

ser instalados, novos investimentos já estão

previstos a curto prazo.

Um dos exemplos do resultado positivo

da estratégia da empresa, apostando na

verticalização e em um rígido controle de

processos voltado para eliminar a ocorrência

de falhas e aumentar a qualidade dos produtos,

é a área de chicotes elétricos.

Para fazer frente aos problemas de

qualidade e prazo de entrega que estava

enfrentando com a produção terceirizada,

que se refletiam negativamente na avaliação

de seus produtos, a empresa entendeu que

era necessário passar a responder por toda a

produção.

Para isso foi preciso investir em uma

série de novos equipamentos que, não só

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO 51


FORNECEDORTury

Amadeu Castanho Neto / Fotos: Equipe AM / Divulgação

Máquinas

eliminaram os problemas enfrentados com

fornecedores externos, como também permitiram

alcançar um nível de qualidade superior

e abrir um novo segmento de atuação, com o

fornecimento de chicotes para montadoras e

outras indústrias de diversos segmentos.

Hoje a empresa tem cinco frentes de

atuação, cada qual sob os cuidados de uma

equipe de vendas dedicada: acessórios

automotivos para o aftermarket, acessórios

automotivos para montadoras, exportação,

GNV e vendas industriais. A estrutura produtiva

é compartilhada e utilizada de acordo

com a demanda de cada segmento.

Trabalho a longo prazo

Segundo Daniel Turi, o processo de

melhoria não pode ser pontual. Ele tem de

ser contínuo e é preciso trabalhar sempre

com olhos postos no futuro, planejando o

crescimento da empresa e a preparando para

fazer frente às demandas dos próximos anos.

Daniel confessa estar bastante otimista

com as perspectivas para 2018 em função

dos bons resultados colhidos nos últimos

anos, quando, mesmo num período difícil

para o nosso mercado, a empresa registrou

crescimento tanto em termos de vendas

quanto em participação de mercado (market

share).

Ele esclarece que esses não são resultados

colhidos por acaso, mas consequência

de um contínuo e cuidadoso trabalho de

planejamento. “Há anos que a empresa estava

se preparando para crescer, mapeando

oportunidades no mercado brasileiro e no

Exterior”, explica.

Segundo Daniel Turi, embora sejam

resultados muito bons, não dá para se contentar

com eles. O planejamento da empresa

para os próximos cinco anos abrange expandir

o reconhecimento da marca Tury como

sinônimo de produtos de qualidade, nos quais

se pode confiar, para instaladores, lojistas

e consumidores finais de todo o continente

latino-americano.

O investimento em pessoal também

faz parte do plano de expansão da Tury,

para isso a empresa está reforçando seu

Eletrônica

52 revistaautomotivo.com.br


Teste

Estoque

quadro gerencial com profissionais altamente

capacitados e aumentando a quantidade de

funcionários na produção para que suportem

todo plano de expansão desenhado.

Filiais garantem atendimento

de alto padrão

Um dos muitos pontos dessa estratégia

de conquista de mercado é a abertura

de filiais, de modo a garantir um melhor

atendimento aos clientes, um suporte técnico

do mesmo nível que o oferecido pela matriz e

um abastecimento rápido e confiável.

A Tury está investindo em países na

América Latina e possui um plano de expansão

internacional, já em execução. Daniel

revela que a conquista do novo mercado é

feita com calma, não só vendendo, mas garantindo

todo o apoio necessário para que os

novos clientes tenham bons resultados com a

linha de produtos Tury.

Ele esclarece que um dos cuidados da

empresa, é entender as particularidades do

mercado de acessórios de cada país, chegando

até a desenvolver produtos para atender

às necessidades específicas. Em função dos

bons resultados obtidos, a empresa já estuda

repetir o investimento em outros países.

A estratégia da empresa também abrange

a abertura de filiais no mercado brasileiro.

Duas delas já estão em funcionamento e

outras estão previstas para curto prazo para

outros estados. Uma das justificativas para o

investimento é a linha de produtos cada vez

mais extensa da empresa, que já soma 360

part numbers (códigos de peça) diferentes só

para veículos comercializados no Brasil.

A justificativa para a abertura das filiais,

é que além de possibilitar um abastecimento

mais rápido e fácil, diminuindo o custo

operacional dos clientes, uma filial permite à

Tury estar mais próxima dos clientes da região,

podendo atendê-los melhor e conhecer

melhor suas características e necessidades,

com óbvios ganhos em termos de relacionamento

comercial e fidelização.

Lançamentos devem fomentar

novos negócios

Aproveitando a presença dos principais

compradores do Brasil e de importadores

da América Latina e Caribe, a Tury vai

apresentar no seu stand no ENAN 2018, no

próximo mês de abril, um produto inovador

que vem sendo desenvolvido há anos e que

deve contribuir para que os resultados a

serem obtidos a partir deste ano sejam ainda

mais positivos.

Esse e outros lançamentos da empresa

devem fomentar novos negócios e garantir

que a empresa continue repetindo – e até

superando – os bons resultados obtidos nos

últimos anos.

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO 53


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


Atendemos a todo

o mercado do Nordeste.

A Gustavssom Representações é uma empresa especializada

no atendimento a distribuidores e atacadistas de todo o Nordeste,

representando as marcas mais importantes e significativas dos

mercados de som e acessórios automotivos e som profissional.

2018 COMEÇA COM GRANDES NOVIDADES,

E A GUSTAVSSOM TEM TODAS PARA VOCÊ.

Tel: 75 3225-5083 - Fax: 75 3624-3185

Cel: 75 98103-9362

/Gustavssom

/gustavssomrep

/gustavssom

www.gustavssom.com

Faça seu pedido online!

AUTOMOTIVOS

SOM PROFISSIONAL

CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


PESQUISAAcessórios

Por: Amadeu Castanho Neto / Fotos: Divulgação

PESQUISA

REVELA O QUE

O CONSUMIDOR

PENSA SOBRE

ACESSÓRIOS

No final do ano passado a Bosch divulgou o resultado

de uma pesquisa realizada com consumidores

brasileiros para conhecer melhor os seus

acessórios preferidos e entender a importância

dos sistemas de assistência de estacionamento.

A pesquisa da empresa foi feita online,

abrangendo 300 consumidores e tendo como

público-alvo homens e mulheres maiores de 18

anos que possuem veículo equipado com algum

tipo de sensor de estacionamento ou câmera de ré. Embora a empresa

forneça apenas produtos OEM (equipamentos originais para montadoras)

e a pesquisa tenha sido feito levando isso em consideração, os

resultados obtidos contêm informações que podem ser interessantes

para empresas que produzem, distribuem, vendem e instalam esses

tipos de acessórios. Um dos resultados mais interessantes da pesquisa

foi o obtido ao perguntar aos consumidores quais seriam os acessórios

que eles priorizariam para instalar em seus veículos, caso não viessem

instalados de fábrica.

Quais são as prioridades para

os consumidores?

Embora a pesquisa fosse focada em acessórios usados para estacionar,

as respostas dadas pelos participantes dão uma boa ideia do

que vai na mente do público consumidor e podem servir como indicação

para lojistas e distribuidores na hora de pensar no estoque.

O produto mais votado foi a câmera de ré, que obteve 17% do total

das respostas. Em segundo lugar ficou o sensor de estacionamento

traseiro ficou, que somou 16%. A seguir, os consumidores colocaram

dois outros acessórios que não estão relacionados com o ato de estacionar

um veículo, o GPS e a central multimídia com DVD. Curiosamente,

além disso, esses dois produtos ainda empataram no total de

respostas, obtendo 12% cada um.

O quarto acessório mais votado foi o sensor de estacionamento

dianteiro, que somou 10% do total de respostas. Completando a lista

dos 10 acessórios mais lembrados pelos consumidores, aparecem seis

outros produtos que não têm nada a ver com o ato de estacionar.

Em quinto lugar aparecem os bancos de couro, preferidos por 8%

dos participantes. Os faróis de milha ficaram com a sexta posição e foram

a opção de 7% dos consumidores. Em sétimo lugar entre os acessórios

mais votados aparecem os “parafusos antifurto das rodas”, que

também foram votados por 7% dos participantes..

A relação dos 10 acessórios preferidos pelos consumidores, conforme

a pesquisa realizada pela Bosch, é completada por “faróis xenon”,

preferidos por 5% dos entrevistados, pelo “kit de rodas com aro

maior”, que somou 3% dos votos e – surpresa! - o aerofólio, herança

do século passado que, mesmo assim, abiscoitou 2% dos votos.

Acessórios - Quais você daria prioridade para

instalar, se não viessem de fábrica?

Câmera de ré 17%

Sensor de estacionamento traseiro

16%

GPS

Central multimídia com DVD

Sensor de estacionamento dianteiro

Bancos de couro

Faróis de milha

Parafuso antifurto das rodas

12%

12%

10%

8%

7%

7%

Farol xênon 5%

Kit de rodas com aro maior

Aerofólio

3%

2%

Fonte: Bosch

56 revistaautomotivo.com.br


Acessórios importantes ao estacionar

Quando questionados quais os equipamentos consideravam

importantes no momento de estacionar seus veículos, a pesquisa

apontou a câmera de ré e o sensor de estacionamento traseiro

com aviso sonoro como os dois acessórios mais lembrados pelos

participantes.

Outros acessórios que também lembrados pelos consumidores

foram espelhos retrovisores externos, sensor de estacionamento

com display que informa a distância em metros, espelho retrovisor

com “tilt down”, sensor de estacionamento com imagem gráfica,

espelho retrovisor interno e, por último, o sistema de estacionamento

semiautomático.

Se pudesse escolher apenas um acessório,

qual preferiria?

36%

31%

Acessórios mais importantes na hora de estacionar,

segundo os motoristas

Câmera de ré

19%

13%

Sensor de estacionamento traseiro

com aviso sonoro

Espelhos retrovisores externos

Sensor de estacionamento com display que

informa a distância em metros

Espelho retrovisor com “tilt down”

Sensor de estacionamento com imagem gráfica

Espelho retrovisor interno

Sistema de estacionamento semiautomático

Câmera de ré é a preferida

Fonte: Bosch

Caso tivessem de escolher só um acessório para ajudá-los a

estacionar, a maior parte dos consumidores entrevistados escolheria a

câmera de ré em função dela oferecer a possibilidade de visualizar a

traseira do veículo no momento de estacionar. Ela ficou com a poleposition,

conquistando 36% dos votos.

Em segundo lugar nesse quesito ficou o sensor de estacionamento

com imagem e som, que foi o preferido de outros 31% dos

participantes. Mais modestos, 13% dos consumidores responderam que

se contentariam apenas com um sensor de estacionamento com aviso

sonoro.

Vale notar que 19% dos motoristas que participaram da pesquisa,

quase 1/5 do total, declararam que precisam de um desses três itens,

mas não conseguiam responder qual, o que certamente significa que

faltam esclarecimentos para o consumidor final, que poderiam ser

solucionados com mais publicidade e treinamento para os vendedores

de lojas especializadas em acessórios e concessionárias autorizadas.

A pesquisa também apontou que, mesmo junto aos usuários que têm

mais de um sistema instalado, a câmera de ré é a mais utilizada no

momento de manobrar.

n Camera da Ré

n Sensor de estacionamento com imagem + aviso sonoro

n Sensor de estacionamento com aviso sonoro

n Não consigo escolher, necessito dos itens acima

Entre as vantagens oferecidas pelas diversas opções de sistemas de

assistência de estacionamento, a Bosch destaca que além de proporcionar

mais conforto no momento de estacionar, eles trazem mais segurança aos

usuários, especialmente para aqueles que têm crianças, idosos ou animais

em casa, pois esses acessórios alertam o motorista caso tenha alguém ou

algum objeto atrás do veículo no momento da manobra.

Oportunidades para melhoria

Fonte: Bosch

Um dos objetivos da pesquisa realizada pela Bosch foi identificar

qual o percentual de sistemas de estacionamento que já vieram

instalados nos veículos de fábrica e quais foram instalados no pósvendas

(concessionária ou lojas especializadas em acessórios.

A parte majoritária das respostas indicou que acessórios que auxiliam

a estacionar os veículos já são instalados pelas próprias montadoras. Mais

de 70% dos consumidores que participaram da pesquisa informaram que

a câmera e o sensor de ré já vieram instalados de fábrica, enquanto que

no caso do sensor de estacionamento dianteiro, a instalação como item

original de fábrica atinge 89%.

De acordo com os participantes, as concessionárias autorizadas

foram o local mais procurado para instalação dos equipamentos

de assistência de estacionamento após a compra do veículo. Ainda

assim, 30% dos entrevistados informaram que precisaram voltar às

concessionárias por causa de problemas como imagem ruim, mal

funcionamento ou até mesmo por falta de confiança na instalação.

Muitos dos consumidores responderam estar insatisfeitos com os

sensores dianteiro e traseiro em função de som irritante ou muito alto

e reconhecimento incorreto ou de não reconhecimento de obstáculos.

As reclamações em relação às câmeras de ré, as queixas estão

relacionadas à imagem ruim à noite, falta de nitidez, atualização lenta

e ângulo de visão insuficiente. A pesquisa ainda permitiu identificar

que 23% dos entrevistados já haviam sofrido um acidente relacionado

ao mau funcionamento da câmera ou do sensor de ré. Existe, portanto,

muitas oportunidades para melhorar produtos e instalação, sem

mencionar a melhor informação dos consumidores.

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO 57


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.

CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


V

A

R

E

J

O

VEJA AS NOVIDADES

EM ACESSÓRIOS

Os bons lojistas sabem que os consumidores estão sempre procurando novidades. Vale a pena conhecer alguns dos últimos lançamentos em acessórios para saber o que comprar na hora de atualizar o seu estoque:

2 PROTETOR

DE SOLEIRA

Sempre seguindo as tendências do

mercado, a marca lançou o Protetor

de Soleira Premium para o novo

Volkswagen Virtus.

www.npadesivos.com.br

3 NOVA LINHA

EVOLUTION

O DF 500.4 DX faz parte da

nova linha Evolution. É um

amplificador digital e possui

500 Watts RMS,

4 canais, configurável (4,3 e 2).

www.falcon.com.br

by

1

3

2

1 PRO 4.38 LONG K

Módulo para automação completa

dos 4 vidros elétricos do Mercedes

Benz - C 180 (2015 em diante).

Fechamento e a abertura dos 4 vidros

elétricos simultaneamente através do

controle remoto original do veículo.

Torna todos os botões de vidros no

padrão one-touch para comandos

de abertura e fechamento. Garante

funcionamento temporizado dos botões

da porta do motorista por 1 minuto após

desligar o automóvel. Proteção contra

esmagamento.

www.tury.com.br


4 CAIXA AMPLIFICADA

DIGITAL BOX TRIO 12”

Com potência de saída de 300 WATTS (RMS).

Grave de impacto e bem definido, médio e

agudo equilibrados: corte de frequência ajustada

para graves; subwoofer de 12’’ e driver e

supertweeter com corte e atenuação dedicado e

equilibrado. A tela de proteção possui detalhes

na cor prata, canto superior arredondado e

acabamento parcial em courvin. Rápida e fácil

Instalação e muito versátil.

www.boogsom.com.br

4

5

5 EVOLVE LIGHT

Central multimídia com função

espelhamento para Android; DVD

player; Tela touch de 6,2” e entrada

para câmera de ré.

www.multilaser.com.br

6 FARÓIS DE MILHA

6

O modelo SL-190510 dedicado à L200

TRITON SPORT 2017, já está disponível.

Moldura preta com aro prata. Botão

modelo original.

www.shocklight.com.br

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO 61


V

A

R

E

J

O

VEJA AS NOVIDADES

EM ACESSÓRIOS

Os bons lojistas sabem que os consumidores estão sempre procurando novidades. Vale a pena conhecer alguns dos últimos lançamentos em acessórios para saber o que comprar na hora de atualizar o seu estoque:

7 CANCELLER PARA

XENON TXL03

Sistema que permite a instalação de

xenon em veículos VOLKSWAGEN, que

utilizam a tecnologia Luz de Condução.

Prolonga a vida útil de Kit xenon.

Exemplos de aplicação: Jetta, Golf,

Amarok, etc. Alta resistência a

vibrações geradas pelo movimento do

veículo e de fácil instalação.

www.tromot.com.br

9 INTERFACE

FT-VF-RN

8

Novas funcionalidades exclusivas para o sistema

multimídia dos veículos Renault com Media Nav. Com

2 entradas AV, entrada para câmera traseira e frontal.

Integração de áudio por FM, e exclusiva função com nome

da estação FM. Atualização USB e conexões Plug and Play.

www.faaftech.com.br

9

8 SUPER LED

7

LED COB (chips on board); 2 LEDs por

lâmpada; com potência de 24W e temperatura

de cor de 6000K. Voltagem: DC 12V ou 24V;

Fluxo luminoso: 3000 e 3700 lúmens; Cooler

exclusivo:

• Encaixes: 881; 9005; 9006; H1; H3; H4;

• Encaixes: H4 (moto); H7; H8; H9; H11; H16.

www.techoneline.com.br


O PRIMEIRO SUPERLED COM SOQUETE ORIGINAL

DO MERCADO VOCÊ ENCONTRA NA LED GUZZ

www.ledguzz.com.br

contato@ledguzz.com.br

RESPEITE A SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO


ARTIGOLuiz Marins

Sete dicas para

você construir sua

marca

pessoal

Luiz Marins

O antropólogo e escritor Luiz Marins,

mais conhecido como Professor Marins,

é um dos mais conhecidos e populares

palestrantes e consultores do Brasil.

Perguntas relativas ao assunto podem ser

encaminhadas ao e-mail:

consultores@revistaautomotivo.com.br

Um grupo de mais de 20 executivos discutiu

durante um dia inteiro como construir uma

marca pessoal de sucesso. Todos nós temos

uma marca. É como somos reconhecidos. É o

que falam de nós quando estamos ausentes.

É a imagem que passamos ao nosso mercado.

É importante ressaltar que nossa marca pessoal

pode e deve ser planejada, construída,

cuidada e alimentada para que seja uma

marca reconhecida positivamente. Durante a

discussão os participantes chegaram a sete dicas para a construção de

uma marca pessoal de sucesso. Aqui vão elas:

1 - Defina onde você realmente quer chegar. Quais são

seus objetivos na vida?

A primeira dica é realmente saber o que você quer da vida. Onde

quer chegar? O que realmente quer ser? Como quer ser visto(a) e reconhecido(a)?

2 - Alicerce sua vida em valores e princípios elevados;

Sua marca tem que ter como alicerce um conjunto elevado de

crenças, valores e princípios sobre os quais ela será construída.

3 - Defina claramente qual é o seu público-alvo. Quem

você quer servir?

É fundamental você definir o seu mercado, ou seja, quem você

quer servir, atender, enfim, seu público-alvo.

4 - Invista em seu conhecimento técnico e seja excelente

no seu campo de atuação;

Para ter sucesso é preciso que você seja excelente no que faz do

ponto de vista técnico ou seja, que seja um especialista e não pare de

se aperfeiçoar dentro do campo em que atua.

5 - Tenha foco. Foco é onde você concentrará 70 a 80%

de sua energia;

Foco é fundamental para o sucesso. Saiba dizer não às tentações

que o farão perder o foco.

6 - Defina qual é seu diferencial e sua proposta única de

valor a seu público-alvo;

Pense qual a razão pela qual alguém contrataria você ou seus serviços?

Qual a sua proposta única de valor? Qual o seu real diferencial?

Invista em seu diferencial competitivo.

7 - Seja consistente e coerente com seus princípios e

valores;

A coerência entre o discurso e a prática, isto é, o que você fala e o

que faz, é fundamental para o sucesso da sua marca pessoal. Toda a sua

vida e suas ações, atitudes e comportamentos devem ser consistentes

com sua proposta e como quer ser reconhecido (a). Sem essa consistência

e essa coerência a sua marca terá vida curta.

Analise com atenção estas sete dicas e pense como sua marca

pessoal é vista hoje e o que deve fazer para que ela comunique o que

você quer ser e como quer ser reconhecido (a).

Pense nisso. Sucesso!

64 revistaautomotivo.com.br


7ª edição

• Encontro Nacional AutoMOTIVO de Negócios •

2018

Somos representantes nos estados de

Minas Gerais e Espírito Santo.

MG/ES

MG/ES

MG/ES

CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.

MG MG/ES MG/ES

(31) 3077-1919

(31) 9.9305-2526

joseluiz.leandro@gmail.com


TENDÊNCIASElétricos, Híbridos e Autônomos

Por: Amadeu Castanho Neto / Fotos: Divulgação

O

que nos espera? Qual será o

futuro da indústria automotiva e,

consequentemente, do mercado de

equipamentos de som e acessórios

automotivos? Nas discussões entre os

principais empresários e executivos do

setor no Brasil, essa visão do que nos

aguarda é um assunto comum, assim

como as preocupações com a alta

carga de impostos, a informalidade,

a concorrência desleal e a política

comercial ambígua de muitos

fabricantes e importadores. Afinal, os veículos elétricos ou híbridos serão

realidade para o mercado de massa nos próximos poucos anos no nosso

País? E os veículos autônomos, vão entrar nas nossas vidas em breve ou

serão só uma opção reservada para nossos filhos e netos?

Soluções distintas para

realidades diferentes

Para responder a essas perguntas é preciso lembrar que existem ao

menos duas realidades distintas: a dos países do primeiro mundo e a nos

países em desenvolvimento, como é o caso do Brasil.

Soluções que podem ser adotadas a curto e médio prazo na América

do Norte, na Europa Ocidental e em alguns países da Ásia ainda têm um

longo caminho a percorrer na América Latina, na Ásia e no Oriente Médio,

só para citar alguns exemplos.

O que está logo à frente para alguns países pode demorar décadas

ELÉTRICOS,

HÍBRIDOS E

AUTÔNOMOS

Uma visão do futuro

da indústria automotiva.

para se tornar realidade em outros e tem um futuro ainda mais nebuloso

para alguns. Nem mesmo em países de um mesmo continente ou bloco

econômico é possível dizer que existe uma mesma realidade.

O que vale para os Estados Unidos, por exemplo, pode não valer

para o Canadá e, com certeza, vai valer ainda menos para o México. O

mesmo raciocínio vale para a Europa, para a Ásia, para o Oriente Médio

e assim por diante. Cada país tem características diferentes no que diz

respeito à economia, poder aquisitivo da população, avanço tecnológico,

cultura, topografia, urbanismo, disponibilidade de energia elétrica e

assim por diante.

Olhando com mais cuidado, é possível perceber que até em um

mesmo país a adoção de novas tecnologias não é uniforme. Um exemplo

fácil disso são os avançados Estados Unidos, onde a realidade muda de

estado para estado. O que vale para estados ensolarados e com população

adepta de inovações tecnológicas e altamente conscientizada sobre a

proteção ao meio ambiente, como a Califórnia, pode não ter a mesma

importância em outros estados.

O mesmo se aplica em estados com grandes metrópoles e alta

densidade populacional e outros nos quais predominam cidades médias

e pequenas, nas quais o trânsito está longe de ser uma das principais

prioridades. Essas diferenças também são válidas tanto no caso dos

veículos que utilizam meios de propulsão alternativos, como os híbridos

e elétricos, que já aparecem de forma mais ou menos tímidas nos mais

diferentes mercados mundo afora (inclusive no Brasil), quanto no dos

veículos autônomos, cuja adoção ainda está em estágio inicial mesmo nos

mercados mais desenvolvidos.

66 revistaautomotivo.com.br


Propulsão alternativa

Tendo como pano de fundo a previsão de escassez de combustíveis

de fontes não renováveis, derivados do petróleo, e a progressiva poluição

nos grandes centros, motores de uma conscientização da necessidade de

respeito ao meio ambiente que cresce a cada dia, a pesquisa e produção

de veículos de propulsão elétrica ou híbrida deixou de ser possibilidade

para se transformar em realidade.

Antes limitada aos laboratórios de pesquisa e aos concept cars

exibidos nos Salões do Automóvel mundo afora, a propulsão elétrica foi

crescendo até se transformar numa das principais apostas das principais

montadoras mundo afora. A maioria delas prefere colocar suas fichas na

propulsão elétrica, mas algumas optaram por um caminho paralelo, cujo

principal vetor é a hidrogênio.

As principais barreiras à popularização de veículos de propulsão

elétrica ou híbrida são também as suas principais deficiências, custo

elevado e baixa autonomia, consequência do alto custo das baterias, que

limitam o uso de veículos com esse tipo de motorização fora do ambiente

urbano.

Montadoras e suas parceiras já estão trabalhando duro para eliminar

ou aliviar essas deficiências, investindo em propostas como o uso de

baterias à base de troca e na utilização de novas tecnologias

permitirão a produção de baterias menores, mais

leves e mais potentes, como já aconteceu com os

telefones celulares nas últimas décadas.

Paralelamente, motores elétricos

e dispositivos de recuperação de

energia cinética (KERS) estão sendo

continuamente aperfeiçoados,

fazendo com que haja menor gasto

da energia contida pelas baterias e

que elas sejam recarregadas melhor,

aumentando a autonomia dos

veículos eletrificados.

Nos mercados mais desenvolvidos

da Europa, dos Estados Unidos e da

Ásia, as montadoras estão apostando

para valer nos modelos de propulsão

alternativa. No ano passado, a Land Rover e

a Volvo anunciaram que a partir de 2021 só vão

lançar modelos elétricos e híbridos.

O grupo Volkswagen (leia-se Audi, Porsche,

Lamborghini e Bugatti) anunciou que até 2030 todos os seus

modelos também vão ter uma versão elétrica ou híbrida. A BMW está se

preparando para produzir carros elétricos em massa até 2020 e pretende

ter uma linha de 25 modelos com propulsão alternativa até 2025.

Já a Toyota anunciou que pretende vender 5,5 milhões de veículos

eletrificados em todo o mundo até 2030, dos quais mais de 1 milhão

serão elétricos ou movidos a célula de combustível. A meta é parte de seu

novo plano para difundir a utilização de automóveis puramente elétricos,

híbridos ou movidos a células de combustível no período 2020-2030.

Em resumo, o uso de meios de propulsão alternativa está se tornando

uma realidade cada vez mais palpável. Isso não significa que os motores

tradicionais estejam automaticamente condenados à extinção, mas que as

alternativas passarão a ter cada vez mais importância.

Veículos autônomos

Ter um veículo no qual o motorista seja apenas um passageiro

qualificado a dirigir ainda está longe de se transformar em realidade

para os consumidores do mundo todo. Embora a ideia possa parecer

encantadora para muitos, que prefeririam passar o tempo gasto entre a

casa e o trabalho lendo e enviando e-mails, falando no celular à vontade

sem ter de preocupar com multas, se atualizando com as notícias ou

até mesmo assistindo ou vídeo, essa possibilidade ainda está restrita a

campos de teste de montadoras, laboratórios de empresas e universidades

ou ações promocionais para jornalistas e formadores de opinião.

Ônibus e veículos de entrega de mercadorias, porém, já parecem ser

uma realidade muito mais próxima, com diversos testes práticos sendo

feitos em diversos países. No entanto, todo o trabalho de pesquisa feito

até agora para tentar tornar autônomos os veículos que usamos no dia a

dia resultaram em diversos avanços transformados em equipamentos que

já integram os modelos mais caros de diversas montadoras, tornando-os

mais seguros e práticos de dirigir.

Reflexos nos acessórios

No que tange a equipamentos de som, vídeo e outros acessórios

automotivos, os veículos eletrificados não constituem ameaça ou implicam

em grandes alterações. Muito embora o sistema elétrico desses veículos

adote a voltagem de 48V, a maioria absoluta deles continua tendo uma

bateria de 12V, com um sistema elétrico dedicado a aplicações de menor

consumo como as de áudio e video, módulos de acionamento de vidros,

travas, etc.

Já no caso dos veículos autônomos, o foco do desenvolvimento ainda

está no complexo conjunto de radares, sensores e computadores que

permitem que o veículo não necessite de um motorista.

No entanto, é bastante lógico imaginar que o fato

de o motorista poder ter tempo livre deve significar

telas multimídia muito maiores, computadores

mais potentes e capacidade de comunicação

praticamente ilimitada com ocupantes

de outros veículos, empresas e serviços

externos e, logicamente, com os

dispositivos portáteis (celulares,

tablets, notebooks) dos ocupantes.

Também neste caso os sistemas

elétricos de 12 V devem continuar

existindo.

E o Brasil?

No Brasil, tanto os veículos

elétricos e híbridos quanto os autônomos

ainda têm um longo caminho a percorrer

antes de efetivamente terem chance de

fazerem parte do dia a dia da maioria dos

brasileiros.

No caso dos veículos elétricos e híbridos, apesar

da crescente oferta de modelos oferecidos por diversas montadoras

e importadoras, além do preço alto atrapalhar bastante e a carga

tributária ainda ser alta, faltam pontos de recarga na maior parte do

País.

A maioria absoluta dos existentes está em São Paulo, mas por

enquanto só existem pontos de recarga em uma estrada estadual, a

rodovia dos Bandeirantes, no trecho entre Campinas e a capital paulista.

A Via Dutra deve receber este ano cinco pontos de recarga, que deverão

permitir que um veículo híbrido ou elétrico possa fazer o trajeto entre o

Rio de Janeiro e São Paulo sem grandes problemas.

Esses obstáculos fazem que o mercado para veículos com esses tipos

de propulsão seja bastante limitado. Embora as vendas tenham triplicado

em relação a 2016, no ano passado só foram emplacados 3.296 veículos

híbridos e elétricos no Brasil, a maioria absoluta deles Toyotas Prius,

modelo que sozinho respondeu por 2.208 unidades nos 11 primeiros

meses do ano.

No tocante aos veículos autônomos, a curto prazo eles ainda serão pouco

mais do que ficção científica. Num país em que veículos importados dotados de

equipamentos de segurança inteligentes ainda precisam ser “castrados” para

poderem circular, por falta de legislação específica, homologação muito lenta ou

até normas defasadas, um veículo autônomo está muito longe da realidade.

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO 67


ARTIGOClaudemir

Cultura

Zappos e

Disney

Claudemir de Oliveira

Palestrante, PhD, é presidente do Seeds of Dreams Institute,

baseado em Orlando, nos Estados Unidos. Além de duas

pós-graduações pela ESPM, tem mestrado e doutorado

com foco em Psicologia Positiva. Também, foi líder na

Disney por 15 anos e professor da prestigiada Disney

University. É membro vitalício da Harvard Medical School

Postgraduate Association. Perguntas relativas ao assunto

podem ser encaminhadas ao e-mail:

consultores@revistaautomotivo.com.br

Estive recentemente num curso de imersão dentro

da Zappos, em Las Vegas, considerada referência

mundial em atendimento ao cliente. A empresa

tem uma reputação tão grande que decidiu criar

a Zappos Insights que é um braço de treinamento

para quem tem interesse em conhecer a fundo

sua cultura, sua filosofia. Um valor considerável

para um curso de três dias, USD 6.000,00, mas

valeu cada centavo. Afinal, dentro da programação,

tivemos dois encontros de mais de uma hora

com o CEO (Tony Hsieh), com o fundador (Fred

Mossler) e COO (Arun Rajan), além de vários líderes da empresa.

A primeira semelhança entre estas duas empresas é que a Zappos

tem a ZappusU (fundada em 2008 como “Pipeline” e o nome foi mudado

para ZapposU em 2012) e também a Zappos Insights (2009). A relação

é praticamente a mesma com a Disney University e Disney Institute. A

primeira treina apenas colaboradores, ou seja, são treinamentos internos,

enquanto a segunda treina empresários que tenham interesse em

conhecer a cultura dessas empresas. Vejo com frequência, muitas pessoas

voltarem ao Brasil dizendo que fizeram curso na Disney University quando

na realidade eles querem dizer Disney Institute.

Durante uma hora que estive com o CEO Tony Hsieh perguntei porque

a Amazon pagou USD 1.2 bilhão pela Zappos se eles teoricamente

estão no mesmo ramo de vendas online. Aqui outra semelhança que me

trouxe a Disney de volta aos meus pensamentos. Ele explicou que as

empresas continuam independentes, inclusive foi parte do contrato não

ter influência da Amazon no jeito de ser da Zappos. Aí, antes de terminar

sua resposta, ele explica as diferenças entre as duas. “A Zappos é mais

‘high touch‘ e a Amazon é mais ‘high tech‘”.

No meu novo livro, Walt Disney, de Marceline para o Mundo, uma biografia

deste gênio lançada pela editora Senac, eu falo um pouco sobre estas

duas terminologias que não sabia que eram usadas por outras empresas. Em

nossos programas de negócios em Orlando, entramos a fundo nestes dois

conceitos para explicar as diferenças entre as empresas Universal (high tech) e

Disney (high touch). Basicamente, uma tem em seu DNA um toque altamente

tecnológico e a outra tem um toque mais emocional. Isto não elimina, claro, a

possibilidade de as duas terem atrações que incluam ambos conceitos.

Voltando a Zappos, o CEO quis dizer que eles têm essa grande preocupação

com o relacionamento mais próximo com o emocional do cliente. Eles,

inclusive, usam o termo PEC (Personal Emotional Connection) que poderia ser

traduzido como algo do tipo “conexão pessoal e emocional”. Na Disney, consigo

ver algo bem semelhante que chamamos de VIP… muita gente conhece

este termo como Very Important Person (Pessoa muito importante). Na Disney,

tinha de ser diferente. A letra “I” significa INDIVIDUAL, ou seja, todos os

clientes são muito importantes, mas todos são ÚNICOS e como tal devem ser

tratados nessa linha de unicidade.

A empresa Zappos tem o recorde de tempo no atendimento ao cliente

por telefone. Nada mais nada menos que 10 horas e 43 minutos de ligação.

Já imaginou a cena? À primeira vista, parece algo inacreditável, mas pude

perceber durante a imersão do curso que realmente os colaboradores não têm

pressão para terminar a ligação em determinados minutos. Sim, é estranho,

mas aí está a explicação de eles serem o que são. Conversei com vários

atendentes que me falaram que eles não têm metas para atingir um número

específico de ligações. Quando fui gerente de reservas da American Airlines,

nos anos 90, sim, havia uma pressão enorme para que cada ligação não

ultrapassasse 3 minutos. São culturas diferentes, tempos diferentes.

A cultura Zappos tem dez valores que são:

n Entregar WOW através do serviço

n Aceitar e estimular mudanças

n Criar diversão e um pouco de loucura

n Ser aventureiro, criativo e mente aberta

n Correr atrás de crescimento e aprendizado

n Construir relações abertas e honestas através da comunicação

n Construir um espírito positivo de equipe e família

n Fazer mais com menos

n Ser apaixonado e determinado

n Ser humilde.

Durante nossas reuniões na empresa, foi explicado que estes dez

valores eram, na verdade, 47 e que eles fizeram uma redução. Eu, particularmente,

ainda acho muito. Poderia ser resumido a alguns itens, mas

isso é apenas uma opinião.

Perguntei ao COO da empresa quais os maiores desafios em termos de

investimentos e ele, sem pestanejar, confirmou que os custos com as entregas

de correios ainda são suas maiores dificuldades. Perguntei se eles têm alguma

intenção de ir para lojas físicas e a resposta foi que já tentaram, mas não é

o foco da empresa. Fiz esta pergunta por um pensamento lógico: se eles são

extraordinários em atendimento ao cliente através de um telefone, fiquei

imaginando o que não fariam numa relação direta com o cliente numa loja,

por exemplo.

Voltando à questão de atendimento e as semelhanças com a Disney,

75% das compras realizadas são de clientes já existentes. A importância da

fidelização na empresa acaba gerando boa lucrativade já que estes clientes

compram muitas vezes durante o ano e suas compras têm valores mais altos

do que aqueles clientes que compram pela primeira vez.

A empresa responde 80% de suas ligações em no máximo 16 segundos

e tive a oportunidade de sentar por duas horas com um atendente para ver

como eles encantam seus clientes. Analisando que os colaboradores não têm

pressão para terminar uma ligação e, mesmo assim, eles conseguem essa

façanha de atender os clientes em tão pouco tempo, eu perguntei a Arun Rajan,

COO, qual era o segredo. A resposta já era esperada: eles têm um volume

maior de colaboradores na central de reservas.

Para finalizar, uma das coisas que mais me chamou a atenção é como

uma empresa pode ser considerada espetacular num atendimento por telefone.

Enquanto a Disney tem a vantagem da interação com seus clientes nos

parques, olhando nos olhos, tendo inúmeras oportunidades de encantá-los

frente a frente, a Zappos faz isso através de um telefone. Isto, em si, já é magnífico.

Acredito também que é um belo “tapa” na cara dos varejistas que têm a

oportunidade única de encantar seus clientes na loja física e, no entanto, não

o fazem. Que as lições da Zappos possam ensinar e inspirar a todos!

68 revistaautomotivo.com.br


LANÇAMENTOMclarem Senna

Por: Amadeu Castanho Neto / Fotos: Divulgação

Uma supermáquina inglesa

está destinada a

ser uma das atrações

mais disputadas da

88ª edição do Salão

de Genebra, na Suíça,

que abre a temporada

europeia de Salões

de Automóveis

no início do próximo mês de março. Ela alia

dois nomes mundialmente reconhecidos como

representantes do suprassumo do automobilismo

mundial. O primeiro é de Ayrton Senna,

tricampeão mundial de Fórmula Um pela

equipe McLaren, um dos mais talentosos e

competentes que já disputaram a categoria

mais importante do automobilismo mundial

e sem dúvida alguma o melhor piloto da sua

geração. O segundo é o da McLaren, icônica

marca criada pelo piloto neozelandês Bruce

McLaren, que venceu seu primeiro Grand Prix

aos 22 anos de idade. Depois de ser usada

em monopostos e carros esporte protótipo

que disputaram algumas das principais corridas

do mundo, a partir de 2010 ela passou

a também batizar uma linha de veículos esportivos

de alto desempenho produzida em

Viking, na Inglaterra. Foi pilotando um dos

monopostos da McLaren que Ayrton Senna se

sagrou tricampeão mundial de Fórmula Um.

Superlativa

Batizada de McLaren Senna, a nova supermáquina

foi criada para se juntar à icônica

P1, completando a Ultimate Series da fabricante

inglesa e passando a ser o seu novo

modelo de topo de linha. Resumo de todo o

know-how e a tecnologia acumulados pela

fábrica dentro e fora das pistas, o modelo

terá uma série limitada a apenas 500 unida-

70 revistaautomotivo.com.br


A supermáquina à altura

do nome do ídolo

des fabricadas artesanalmente e preço de tabela

básico de um milhão de dólares. Apesar

do preço salgado, todas as unidades da McLaren

Senna já foram reservadas.

O supercarro com o sobrenome de Ayrton

Senna foi idealizado, projetado e desenvolvido

tendo um único objetivo: ser o melhor carro já

produzido pela McLaren. Como o piloto brasileiro,

o novo modelo da McLaren foi criado

para ser muito veloz, altamente adaptável,

preciso e pronto para render o máximo em

qualquer tipo de pista ou estrada.

Pesando apenas 1.198 quilos, a McLaren

Senna vai ser o modelo mais leve já produzido

pela marca desde o emblemático McLaren

F1, graças ao emprego maciço de fibra de

carbono no chassi monocoque e na carroceria.

Também vai ser o mais potente, graças

ao motor biturbo V8 4.0 de 790 cv e

torque de mais de 80 kgfm, derivado

do utilizado na McLaren 720S e equipado

com muitos componentes derivados

dos usados nos mais avançados

motores de competição. As portas

abrem para cima e contam com janelas de

vidro de duas peças, com a parte superior

fixa e a inferior móvel. Opcionalmente, as

partes superior e inferior da porta podem

ser de vidro, aumentando a sensação de espaço

dentro do cockpit.

Uma curiosidade da McLaren Senna é

que tanto o botão de partida quanto os botões

de abertura das portas e os acionadores

dos vidros das janelas estão posicionados

em um console de fibra de carbono

acima da cabeça do motorista.

Outra é a ausência de porta-malas.

Quem pilotar esta supermáquina só vai ter

à disposição espaço atrás dos dois bancos

tipo concha cuidadosamente calculado para

dois capacetes e dois macacões. Em contrapartida,

vai poder aproveitar alguns poucos

equipamentos comuns em carros de passeio,

como painel de instrumentos com tela

de alta definição, central de infotainment e

câmera de ré.

PARA POUCOS

Desde o primeiro contato visual, a McLaren

Senna já deixa bem claro que não é um

carro para passear. Não há como associar o

seu design agressivo, quase bruto, sem firulas

ou concessões estéticas, a um carro de rua.

Claramente, ela está muito mais próxima de

um bólido de competição do que de uma máquina

esportiva para curtir no fim de semana.

Nada nela é gratuito. Para a McLaren,

forma e função estão profundamente associadas.

Cada milímetro e cada componente foi

cuidadosamente estudado para beneficiar aspectos

como aerodinâmica, velocidade, estabilidade,

refrigeração e adesão à pista. Exatamente

como num monoposto de competição.

Os mínimos detalhes reforçam a mensagem

de que essa supermáquina não é para

qualquer um. Seu refinamento técnico tem

como objetivo bem definido: buscar o desempenho

absoluto. Exatamente como fazia

Ayrton Senna.

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO 71


LANÇAMENTOMclarem Senna

Não importa o ângulo ou se é

do lado interno ou do externo:

este é um carro de corrida que

também pode andar nas ruas,

não o contrário.

Com certeza, esta

máquina é digna da

marca do campeão

Motor

biturbo

V8 4.0

790 cv

Mais de

80 kgfm

torque

Viviane e Bruno Senna

72 revistaautomotivo.com.br


Atender bem e oferecer produtos de

qualidade, que atendam as expectativas de

nossos clientes é o nosso compromisso.

Design exclusivo

e patenteado

(CERTIFICADO DE REGISTRO

DE DESENHO INDUSTRIAL

BR 302016000994-5)

Nosso produto é fabricado

em aço inox escovado

de alta qualidade, com

espessura de 0,60mm

A fixação é feita com fita

dupla face 3M, considerada

a melhor do mercado

Nosso produto é fabricado

em corte à laser, tecnologia

que confere ao produto uma

qualidade superior, além de

isenção de rebarbas

Maior cobertura

da área da soleira

no carro

Rigoroso controle

de qualidade

Embalagem

diferenciada e de

alta resistência

SOLEIRAS AUTOMOTIVAS

PERSONALIZADAS

Utilizamos gravação à

laser para identificar

o modelo de cada

soleira fabricada

55 11 2695 4944 /multengates

CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS

www.multengates.com.br


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.

CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.


B2B + Consumidor

E-mails Marketing

100.000

Envios/Mês

Revista

Impressa

12.500

Portal AM

Fornecedores, Distribuidores, Lojistas, Representantes e Concessionárias

Exemplares/Mês

R M U L A C O M

F Ó

A

T O D O S

Eventos

realizados pela

Revista AutoMOTIVO

Fornecedores e Distribuidores


R I O S

S Ó

E S

O S

C O M

E A C

P O N E N T

S O M

R C A D O D E

E S

N

E C

E S

N O M E

S Á

R I O S

E R

P A R A V E N D

Revista Digital

A AutoMOTIVO é a principal

e mais completa plataforma de

comunicação do setor de

Som e Acessórios Automotivos.

Acessos/Mês

100.000

www.revistaautomotivo.com.br

Fornecedores, Distribuidores, Lojistas e Concessionárias

Instaladores e Assist. Técnica

Mídias Sociais

Fornecedores, Distribuidores, Lojistas, Concessionárias e Geral

B2B

Downloads/Mês

10.000

15.000

Seguidores

Revista

AutoMOTIVO

Sua solução

B2B Impressa

e Digital para

o mercado

de som e

acessórios.


CAPAPagani Huayra Roadster

Por: Amadeu Castanho Neto / Fotos: Divulgação

PAGANI

Entre centenas de veículos expostos que chamaram

a atenção do público e dos jornalistas especializados

durante o 87º Salão de Genebra um modelo

se destacou. Atração no stand da italiana Pagani

Automobili S.p.A., o belo Pagani Huayra Roadster

tem tudo para justificar tanta atenção, a começar

pelo preço. Quem desejar tem um hiper-esportivo

destes na garagem vai precisar ter uma carteira

bem recheada para encarar o preço de tabela de

nada menos que 2,41 milhões de dólares. Esse é só o preço-base,

pois cada modelo da fábrica é configurado de modo a atender as

exigências de acabamento de cada um dos compradores.

Além disso, vai ter de entrar na luta para garantir um lugar na

lista dos 100 afortunados (em ambos os sentidos da palavra) compradores

do Pagani Huayra Roadster, que já chegou à apresentação

oficial em Genebra com as vendas esgotadas.

Se conseguir, além de poder desfrutar um hiper-esportivo de

edição limitada e ter certeza de chamar a atenção por onde passar,

vai ter à sua disposição uma máquina capaz de chegar aos 360

km/h, o que com toda certeza o coloca entre os veículos mais rápidos

do mundo.

Com carroceria moldada em fibra de carbono, o conversível conta

com um motor turbo Mercedes-Benz AMG V12 de 6 litros

76 revistaautomotivo.com.br


UM HIPER-ESPORTIVO PARA POUCOS

que desenvolve 764 cv a 6.200 rpm e 101,9 mkgf de torque

disponíveis a apenas 2.400 rpm. A transmissão é uma X-Trac

Next Generation de sete velocidades. O estilo do Pagani Huayra Roadster

é ainda mais agressivo do que o da versão original de teto rígido.

Com 1.280 kg, o conversível ainda é mais leve que a versão

tradicional, além de também ser mais rápido, embora a Pagani não

revele dados oficiais a esse respeito.

Um dos pontos altos da carroceria é o capô traseiro, com duas

“corcovas” com entradas de ventilação para o motor, exibido debaixo

de uma peça de vidro transparente. Outro é a traseira, onde se

destacam as três lanternas redondas de cada lado e as quatro saídas

de escapamento centrais. Na frente, chamam a atenção os dois pequenos

faróis redondos, que se destacam como um toque retrô nos

paralamas. Segundo o argentino Horacio Pagani, responsável pelos

modelos da marca que leva o seu nome, esse é o projeto mais complicado

já desenvolvido pela sua fábrica. “Isso exigiu seis anos de

trabalho e significou um esforço impressionante para uma empresa

como a nossa, do ponto de vista técnico e humano”, destacou.

Pagani se mudou da Argentina para a Itália em 1983, levando

muito talento, apenas algumas roupas, sua barraca de camping e

uma carta de recomendação do seu amigo e compatriota, o pentacampeão

mundial de automobilismo Juan Manuel Fangio.

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO 77


CAPAPagani Huayra Roadster

A carta lhe abriu as portas como trabalhador

tercerizado na Lamborghini, onde deixou

sua marca em veículos como a reestilização

da Countach e a concepção da Diablo.

Outra porta aberta por Fangio foi a da

Mercedes-Benz, marca pela qual ele correu

e da qual foi mais tarde concessionário. Até

hoje, a Pagani é uma das poucas empresas

que podem utilizar os motores desenvolvidos

pela divisão AMG da Mercedes.

O primeiro carro projetado e construído

por ele fora da Lamborghini deveria se chamar

Fangio F1, mas, com a morte do grande

campeão, acabou sendo batizado de Zonda

C12, que foi apresentado publicamente no

Salão de Genebra de 1999 e foi o primeiro

a ostentar a marca Pagani.

Design inspirado,

acabamento apurado,

mecânica de ponta e

alta performance são

marcas registrada dos

modelos Pagani

78 revistaautomotivo.com.br


CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS.

supER

LAnçAmEnTo

TRAVESSA PARA

CRETAHyundai

cinto de segurança salva vidas

ai creTa - PreTo

HYuNDAI CRETA 2017

ai creTa - PraTa

HY - 1027 Travessa Transversal HYundai creTa - PreTo

HY - 1028 Travessa Transversal HYundai creTa - PraTa

PRESA A LONGARINA, jOGO cOm 2 PEçAS

PEçAS

Viste

Viste

www

www.projecar.com.br


SUVVolvo XC40

Um novo SUV chega

ao mercado brasileiro

nos próximos

meses prometendo

incomodar muito a

concorrência. Poucos

meses depois

do lançamento do

modelo na Europa,

a Volvo está trazendo

ao Brasil a partir de abril o seu mais recente

lançamento, o SUV “compacto” XC40.

Criado para ser o modelo mais vendido da

marca sueca em todos os mercados em que

ela atua, o XC40 pretende ter desempenho

semelhante por aqui, emplacando por volta

de 2.000 unidades já neste primeiro ano e

de quebra ainda dando um grande impulso

às vendas da marca, conhecida pelos modelos

atraentes, confortáveis, robustos e muito

seguros. Atributos para isso é o que não parecem

faltar para o irmão mais novos dos cobiçados

SUVs XC60 e XC90 da Volvo. Produzido

na fábrica da montadora em Ghent, na

Bélgica, ele traz como equipamentos padrão

muitos itens que os fãs da marca já estavam

resignados a só encontrar nos modelos maiores

e mais caros.

Em outras palavras, por um preço de

tabela a partir dos R$170 mil, quando o assunto

é conteúdo tecnológico de segurança e

conforto o Volvo XC40 deixa no chinelo muito

SUV de marca considerada premium e considerado

bom de venda. E isso deve contar

pontos com os consumidores, que estão sempre

procurando um “gadget” novo, mesmo

que depois nunca usem ou que tenham de ir

atrás de uma concessionária ou loja especializada

em acessórios para desligá-lo.

Compacto pero no mucho

O XC40 é o primeiro modelo a utilizar a

nova plataforma modular CMA desenvolvida

pela Volvo para veículos compactos, que

Por: Amadeu Castanho Neto / Fotos: Divulgação

será a base dos futuros veículos da série 40,

incluindo modelos com propulsão 100% elétrica.

Com 4,42 m. de comprimento, 2,70 m

de distância entre-eixos e 1,86 m. de largura,

embora seja classificado pela montadora

como compacto, o novo utilitário esportivo é

maior do que o Jeep Compass e oferece muito

espaço interno.

Ao desenvolver o novo projeto, os engenheiros

da Volvo inverteram o raciocínio dos

motoristas do segmento, bem como e onde

eles armazenam seus pertences ao dirigir.

Só depois é que voltaram às suas pranchetas

eletrônicas, procurando criar um veículo que

atendesse a tudo o que haviam percebido.

indo primeiro às ruas para entender os hábitos,

necessidades e aspirações

O resultado é um veículo com um compartimento

de passageiros cheio de ótimas

sacadas, como espaços cuidadosamente estudados

nas portas e sob os assentos para

Volvo

XC40

Um SUV

criado

para fazer

sucesso

80 revistaautomotivo.com.br


guardar notebooks e tablets; um outro para

posicionar e recarregar smartphones sem

necessidade de cabos; uma lixeira de bom

tamanho instalada no console central, ideal

para dar conta de todas as embalagens e sobras

deixadas pelas crianças, além de práticos

ganchos localizados em pontos estratégicos

(inclusive na tampa do porta-luvas) para

ajudar a transportar sacos, sacolas e bolsas.

Como resultado dessa “reengenharia”,

os alto-falantes dianteiros não estão montados

nas portas, como em outros carros. Para

poder criar bolsões aproveitando o espaço

interno das portas, os engenheiros da Volvo

removeram os falantes, que foram trocados

por um subwoofer ventilado a ar montado no

painel. O que não falta ao novo SUV da Volvo

é tecnologia, que pode ser encontrada desde

inúmeros equipamentos de segurança até na

iluminação. Os faróis Full LED são auto-direcionais

e acompanham o giro do volante,

incorporando um sistema automático que

adapta a luz alta para evitar o ofuscamento

em outros veículos, nivelamento automático

do facho do farol, de acordo com a carga do

veículo e DRLs com acendimento automático.

Faróis de milhas e lanternas traseiras também

adotam iluminação LED.

O Volvo XC40 chega com três versões

de acabamento: a básica, a intermediária

Momentum e a topo de linha R-Design, com

duas opções de motores turbo de dois litros,

de 190 e 252 hp de potência, com transmissão

automática de 8 velocidades. A tração é

integral AWD e os motoristas podem escolher

entre cinco diferentes modos de condução,

que controlam parâmetros de resposta do

motor, agilidade de troca de marchas, ajuste

de esforço da direção, resposta dos freios e

controle de estabilidade.

Infotainment de ponta

O novo utilitário esportivo conta com

um sistema de entretenimento e conectividade

Sensus Connect , com tela touchscreen

antirreflexo de 9 polegadas que oferece comandos

por voz e integração com smartphones

pelos aplicativos Apple CarPlay e Android

Auto. O sistema de som tem duas versões, o

High Performance System, com 8 alto-falantes

e 250 W de potência, e o Harman Kardon

Premium Sound, com potência de 600 W, 13

alto-falantes e um subwoofer.

O Sensus é conectado ao Volvo On Call,

serviço que oferece assistência 24h, auxílio

de emergência e localização, em caso de

roubo ou furto. Além disso, ao baixar o aplicativo

do Volvo On Call para seu smartphone

ou tablet, o usuário passa a contar com uma

chave virtual que além de abrir seu XC40

permite ativar a climatização do veículo antes

de seu uso, entre outras funções. Se o proprietário

desejar, essa “chave virtual” pode

ser compartilhada com outros usuários.

As DRLs no meio

das lentes dos faróis

direcionais Full LED são

um elemento marcante na

frente do novo SUV.

facebook.com.br/RevistaAutoMOTIVO 81


SUVVolvo XC40

O estilo do XC40 é

agradável e moderno,

mantendo a identidade

dos SUVs da Volvo

Cheio de detalhes bem

pebsados, o interior do

XC40 foi projetado a

partir das necessidades

dos usuários


LANÇAMENTO

KIT FAROL AUXILIAR

L200 TRITON SPORT

SL-190510

Itens inclusos no kit:

02 Faróis Auxiliares

02 Grades

02 Suportes

01 Chicote

01 Relê

01 Botão Interruptor

ULTRA LED E HEADLIGHTS

SHOCKLIGHT

Veja além, utilize lâmpadas LED

SHOCKLIGHT com o kit L200 TRITON 2017

Cinto de segurança salva vidas

SEM

COOLER

www.shocklight.com.br


NOS SUPERAMOS

MAIS UMA VEZ

STX2848

Nº de Canais:

2 Entradas

8 Saídas

O PROCESSADOR DIGITAL

DE ÁUDIO AUTOMOTIVO

MAIS COMPLETO DO MERCADO

RESPEITE A SINALIZAÇÃO DE TRÂNSITO

Número de Canais de Entrada: 2

Número de Canais de Saída: 8

Equalizador Gráfico: 15 Bandas, Ganho ±12dB

Predefinições de Equalização Gráfica: 12 (Ex.: Rock / Jazz / Pancadão...)

Equalizador Paramétrico: 1 de Entrada + 1 por Saída

Ganho ±12dB / Fator Q 0,4 a 10,0

Crossover com Frequência Variável: Butterworth 12/18/24/36/48 dB/8ª

Linkwitz-Riley 12/18/24/36/48 dB/8ª

Predefinições de Crossover: 11 (Ex.: Sub / Woofer / Driver / Driver T...)

Roteamento entre Entradas e Saídas: A, B ou A+B

Alinhamento: 0 a 8ms (275cm)

Inversão de Fase: 0° ou 180°

Limiter: Threshold -24 a 0dB / Attack 0,1 a 100,0ms

Release 1 a 1600ms / Attack / Release - Manual ou Automático

Ganho de Saída: -45 a +15dB

Master Level: 0 a 100%

Gerador de Frequência: 10Hz a 22kHz, Level -60 a 0dB

Varredura de Frequência: Freq. inicial e final 10Hz a 22kHz

Level -60 a 0dB

Controle de velocidade

PINK

Gerador de Ruído Rosa: 10Hz a 22kHz, Level -60 a 0dB

Resposta em Frequência: 10Hz a 22,5kHz @ -1dB

Impedância de Entrada: 10 KΩ

Impedância de Saída: 47 Ω

Indicador de Saturação de Entrada: 1 por Entrada

Indicador de Saturação de Saída: 1 por Saída (com vínculo ao Limiter)

Idiomas: Português, Inglês e Espanhol

Segurança: Senha de segurança de 4 dígitos

Posições de Memória Save/Load: Memória de trabalho (autosave)

+ 4 posições de memória

Cópia de Canais: Copia configurações entre os canais de saída

Proteção de Tela: Texto editável com 15 posições

Latência:..............................................1,08ms

Máx. Tensão de Entrada: ...5,6 Vpp (+8,2 dBu)

Máx. Tensão de Saída: ......5,6 Vpp (+8,2 dBu)

Relação Sinal Ruído:............................>90dB

Distorção Harmônica Total:................

More magazines by this user
Similar magazines