Views
7 months ago

Revista Curinga Edição 21

Revista Laboratorial do Curso de Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Ouro Preto.

Comum Onde mora a

Comum Onde mora a leitura? As mudanças entre o novo e o velho jeito de se informar Texto: Iara Campos e Samuel Consentino Foto: Amanda Granado Arte: Ticiane Alves

Segundo o censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil, 44% da população dos 190 milhões de habitantes não tem o hábito da leitura e 30% nunca comprou um livro. O fato de 8% dos brasileiros, com 15 anos ou mais, ser analfabeta (censo do IBGE de 2007/2015) ajuda a explicar essa pouca estima pelo papel impresso. Sendo a alfabetização o primeiro contato com o livro, a maneira como é feita é crucial para que se continue utilizando este meio de acesso à informação. As bibliotecas, antes sinônimo de livro e principal fonte de acesso da população a eles, sofrem com a concorrência de outros meios de informação (TV, smartphones, tablets). Os leitores consideram mais cômodo e satisfatório fazer uma pesquisa através de um aparelho eletrônico. Tuila Dias, 27 anos, aluna de Jornalismo, prefere o aparelho de leitura digital pela facilidade de acesso a livros clássicos, teóricos e, principalmente, lançamentos. Segundo afirma, nunca foi de comprar muitos livros, sempre foi leitora de biblioteca ou adquiria as obras por meio de empréstimos de amigos, porém, a partir do momento em que optou pela leitura digital, sua relação com a leitura melhorou, uma vez que suas opções aumentaram. Aponta também como incentivo maior para a utilização do leitor digital o fato de alguns livros físicos serem pesados e isso dificultar seu transporte. smartphones em especial) cresce o acesso das pessoas aos livros, já que não precisa mais ir até um local físico para encontrar o que quer ler”. A biblioteca resiste Hoje, o próprio conceito de biblioteca tende a ser repensado através de projetos, de ordem pública ou privada, para se tornar atrativo à população. Segundo Juliana Alves, Secretária de Educação da cidade de Mariana, MG, “os projetos aplicados nas escolas têm como principal objetivo estimular e fomentar o gosto pela leitura”. Nas creches e escolas de educação infantil, cada instituição desenvolve o seu projeto. No caso da creche os livros são entregues aos pais, para a leitura dos alunos em casa. Já na educação infantil é realizada diariamente nas próprias escolas, com a contagem de histórias para as crianças através dos livros. De acordo com Lúcia Zanetti Vinha, Coordenadora da Educação Infantil de Mariana, MG, “em todo início de ano, as ideias de incentivo a leitura são escritas e entregues às escolas, porém fica a critério delas a maneira como desenvolver isso.” Nas escolas de primeiro ao quinto ano, além do incentivo diário, uma vez por semana os alunos vão para as bibliotecas orientados por seus professores e, nas sextas-feiras, levam um livro para casa. Avanço Digital Francisco de Assis Santos, bibliotecário, 67, trabalha na Casa de Cultura de Mariana, MG, há 31 anos. No local onde se encontra uma pequena biblioteca montada com livros de doações, essa mudança de hábito se torna clara: antes acostumado a ver a casa sempre cheia de leitores em busca de conhecimentos, hoje a encontra vazia e “desativada”. Santos comenta que o espaço virou o museu de um velho hábito. A troca de um livro por um aparelho eletrônico é o grande impasse atualmente. Com o advento da tecnologia, a leitura antes feita através das folhas de papéis foram substituídas pelas letras em uma tela de celular ou computador. O que torna preocupante nesse novo hábito é a qualidade do que se é transmitido e o tempo gasto para se absorver a informação. Para Marcos Eduardo de Sousa, 32, Auxiliar de Biblioteca do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS): “A substituição dos livros físicos por correlatos digitais tem se mostrado uma tendência, na qual é impossível ir contra. Com a ampliação da utilização de dispositivos móveis (tablet e Distribuição das bibliotecas públicas pelo Brasil, 2015 São 6102 bibliotecas públicas, sendo: 503 na Região Norte 1.847 na Região Nordeste 501 na Região Centro-Oeste 1958 na Região Sudeste 1293 na Região Sul Fonte: Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas CURINGA | EDIÇÃO 21 13

Revista Curinga Edição 15
Revista Curinga Edição 13
Revista Curinga Edição 12
Revista Curinga Edição 25
Revista Curinga Edição 20
Revista Curinga Edição 17
Revista Curinga Edição 05
Revista Curinga Edição 08
Revista Curinga Edição 11
Revista Curinga Edição 23
Revista Curinga Edição 18
Revista Curinga Edição 19
Revista Curinga Edição 07
Revista Curinga Edição 16
Revista Curinga Edição 01
Revista Curinga Edição 06
Revista Curinga Edição 00
Revista Curinga Edição 24
Empreenda Revista - Edição Junho
Revista UnicaPhoto - Edição 06 - Maio/2016
edicao-86-revista-entre-lagos
Baixe aqui a nossa revista de cursos - Universidade Católica de ...
Revista Economia & Tecnologia - Universidade Federal do Paraná
Revista Sotaque
Revista Economia & Tecnologia - Universidade Federal do Paraná
Revista Universidade e Sociedade - Andes-SN
Empreenda Revista - Edição Junho
OBSERVATORIO DO ANALISTA EM REVISTA - 1 EDICAO