Views
7 months ago

Relatório Tamboré Bauru 2016-2017

Relatório das atividades desenvolvidas pelo DNA Social junto ao Tamboré Bauru 2016-2017.

Foto: Arquivo DNA

Foto: Arquivo DNA Social

Eixo 2: Formação de líderes Formação de líderes em números Participação presencial em 10 encontros: assembleias, reuniões e evento Pesquisa Lupa com proprietários Curso de gestão participativa para líderes dentificar, formar e acompanhar líderes dentro de uma comunidade é um aspecto central se queremos co-construir um ambiente de moradia saudável. Os líderes foram sendo identificados desde a Assembleia de entrega do Tamboré Bauru bem como em todas as interações presenciais e digitais. Assim, seguindo nosso escopo de atuação, estivemos presentes na primeira Assembleia (em 30.06.2016) e pudemos conhecer alguns proprietários, dentre eles, os que tinham postura mais participativa e construtiva formaram uma Comissão, que passamos a acompanhar. Outros proprietários que também se interessassem foram chamados a participar neste primeiro momento. Participamos de seis reuniões presenciais e três assembleias com os proprietários, primeiramente como Comissão e depois como Diretoria. O foco foi auxiliá-los a compreender as tarefas e responsabilidades junto ao Residencial, bem como mediar a relação entre os proprietários e o consórcio de empreendedores, assessorar a criação de regras complementares para uso e valorização dos espaços comuns, organizar eventos integrativos e planejar as agendas de cada pasta da Comissão/Diretoria. Além das reuniões presenciais, acompanhamos e demos suporte às atividades, dúvidas e situações imprevistas via telefone, whatsapp e e-mails. Em 18 de novembro de 2016, a Comissão assumiu seu papel como Diretoria da Associação de Moradores, completando a transição de gestão do Residencial do empreendedor para os proprietários. Em meio a nosso contínuo suporte, em setembro de 2017 realizamos um Curso de Formação de Líderes e Gestão Participativa, em que conceitos como gestão participativa e da complexidade, ética e transparência foram trabalhados sempre com foco na realidade do Tamboré Bauru, com análise de exemplos reais. Foram abordados os seus diversos cargos e funções na Diretoria, suas atribuições e responsabilidades na gestão do bem comum. Neste curso também apresentamos à Diretoria o resultado da Pesquisa Lupa (um questionário online, desenvolvido pela metodologia do DNA Social), que mapeou o perfil emocional, comportamental, cultural e social dos proprietários para nortear as próximas ações e o desenvolvimento saudável do convívio no Tamboré Bauru. 11

TCE/SC - Relatório de Atividades - 1º Trimestre 2016