Views
7 months ago

Revista Fevereiro Final Final

Foto Colégio Marista

Foto Colégio Marista Dom Silvério

Dom Silvério Gomes Pimenta O Primeiro Arcebispo de Mariana. 19 Neste ano de 2018, a Revista Mariana Histórica e Cultural apresentará uma série de materiais sobre personagens ilustre que nasceram ou viveram em Mariana. Na nossa cidade uma das principais ruas e uma das mais famosas escolas homenageiam Dom Silvério Gomes Pimenta o Primeiro Arcebispo de Mariana. Nascido em Congonhas do Campo, Dom Silvério foi sacerdote, professor, orador sacro, poeta, biógrafo, prelado, bispo e arcebispo de Mariana. A história de vida deste importante personagem da nossa história pode ser comparada a um filme hollywoodiano, nascido em 12 de janeiro de 1840 em uma família humilde, seu foi Antônio Alves Pimenta e sua mãe D. Porcina Gomes de Araújo.De família de ascendência africana, com seus quatro irmãos, passou por especiais dificuldades, sobretudo depois do falecimento de seu pai. Um tio consegue que ele vá estudar no colégio dos padres lazaristas em sua terra natal, Congonhas. Arrimo de família, aos doze anos foi trabalhar em uma casa de comércio. Estudava à noite, à luz de lamparina. O colégio onde estudava fechou. Silvério interrompe seus estudos e emprega-se em uma sapataria. Recorre então a seu padrinho, Dom Viçoso, Bispo de Mariana, que o leva o menino de 14 anos para o seminário Nossa Senhora da Boa Morte em Mariana, pois o desejo de ser padre e sua vida de piedade o recomendavam como um vocacionado de grande valor. Dotado de privilegiada inteligência dedicou-se aos estudos e à vida espiritual causando admiração em seus colegas e formadores. Por ser pobre, trabalhou como porteiro do seminário durante, depois como professor de Latim, cadeira que ocupou durante 28 anos. Além de Latim, foi professor de Filosofia e História Universal. Foi ordenado padre, por D. Viçoso, aos 22 anos, em 1862, na matriz de Sabará. Em 1864 foi à Europa, enviado por D. Viçoso. Em 1874, ao falecer esse ilustre bispo, o padre Silvério foi eleito vigário capitular, governando a diocese até 1877. No ano seguinte, D. Antônio Correa de Sá e Benevides, sucessor de D. Viçoso, escolheu-o para vigário geral e magistrado eclesiásticodo bispado. Como D. Benevides estivesse sempre doente, D. Silvério foi durante muito tempo o sustentáculo do bispado, até que em 26 de junho de 1890 foi nomeado bipo auxiliar de Mariana. Foi sagrado em São Paulo por D. Pedro Maria de Lacerda, em 31 de agosto de 1890. Foi o primeiro bispo sagrado depois de proclamada a República.Participou do Concílio Plenário Latino Americano em Roma (1899). Desde então, começou a escrever suas célebres cartas pastorais. A primeira pastoral traz a data de 24 de novembro de 1890 e a última é de 10 de fevereiro de 1922. Com a morte de D. Benevides, em 1896, sucedeu a ele no bispado de Mariana. Em 16 de maio de 1897, já transferido de bispo titular para efetivo de Mariana, fez sua entrada solene na catedral dessa cidade. Nesse ato tomaram parte o governador do Estado, Dr. Bias Fortes, e outros representantes do governo estadual. Em 1906, o papa Pio X elevou a diocese de Mariana a arquidiocese e o respectivo bispo, D. Silvério, a arcebispo. O Cardeal Arcoverde oficiou a cerimônia de imposição do pálio ao novo arcebispo, tendo feito a oração gratulatória o bispo de Petrópolis, D. João Francisco Braga. Papa Pio X que elevou a Diocese de Mariana a Arquidiocese em 1906,

Revista Julho 2017 final final 321
Revista Aposta - fevereiro 2010 - CTT
Revista Marketing Direto - Número 95, Ano 10, Fevereiro - Abemd
Revista Adventista I FEVEREIRO • 2010 - Casa Publicadora Brasileira
Revista Atlântica de cultura ibero-americanat
Revista do Arquivo Público Mineiro - Julho - Secretaria de Estado ...
Revista BRF Fevereiro / Março 1998 Edição 6 Arquivo PDF ( 5,6 MB )
Revista Caras 15anos Fevereiro de 2010 - Kituki
3ª Edição da FGR em Revista - Fundação Guimarães Rosa
2ª Edição da FGR em Revista - Fundação Guimarães Rosa
REVISTA DE EDUCAÇÃO PATRIMONIAL - Prefeitura de Contagem
Revista 20 fevereiro - a melhor opção - revista