Views
10 months ago

Revista Fevereiro Final Final

21 A Diocese de Mariana

21 A Diocese de Mariana era quase todo o Estado de Minas. Dom Silvério dedicou-se incansavelmente ao pastoreio, através das visitas pastorais. O veículo era o lombo do animal. Mas sua atuação não se restringiu à Arquidiocese de Mariana. Participou de uma Conferência Episcopal em São Paulo, no início de século XX, "tendo sido encarregado de redigir seu famoso "Catecismo", obra completa e profunda, publicada em 1903 e adotada por mais de cinquenta anos em dioceses do Brasil" e também em outros países. Homem de rara cultura, Dom Silvério promoveu em Minas a vida espiritual do povo e cuidou de criar colégios para educação da juventude. Desfrutava de grande prestígio em Roma que ele visitou por mais de uma vez. De Leão XIII ele ganhou uma foto com os dizeres: "Ao nosso venerável irmão Silvério Gomes Pimenta, bispo de Mariana, cujos serviços grandiosamente prestados à Diocese nos são conhecidos, como penhor de nossa benevolência, do íntimo da alma lhe concedo a bênção apostólica". A personalidade literária de D. Silvério ficou marcada por seus livros e cartas pastorais, gozando o arcebispo acadêmico da fama de poliglota, conhecedor que era do Latim, Grego, Hebraico, além das línguas vivas que usava correntemente. Publicou poesias em Latim. Sua obra maior é a Vida de D. Viçoso. Como jornalista, D. Silvério fundou e dirigiu, vários jornais em Mariana, O Bom Ladrão, O Viçoso, O D. Viçoso e o D. Silvério, editados sob sua orientação e dirigidos pelos padres Severiano de Resende e Luís Espechit. Os versos latinos, as cartas pastorais e os artigos na imprensa granjearam-lhe fama, sendo comparado ao padre Manuel Bernardes e a Frei Luís de Sousa. E foi esse renome que o levou à Academia Brasileira de Letras. . Segundo ocupante da cadeira 19, foi eleito em 30 de outubro de 1919, na sucessão de Alcindo Guanabara, e recebido pelo acadêmico Carlos de Laet em 28 de maio de 1920. Foi o primeiro prelado brasileiro com assento entre os escritores consagrados pela Academia Brasileira de Letras. Obras Ÿ O papa e a revolução, sermões (1873) Ÿ Peregrinação a Jerusalém (1897) Ÿ D. Antônio Ferreira Viçoso, bispo de Mariana, conde da Conceição (1876) Ÿ A prática da confissão, estudos de moral e dogma (1873) Ÿ Cartas pastorais 1890-1922. Também produziu diversos sermões, orações, conferências, poesias latinas em periódicos. Muito batalhou pela imprensa, com livros e jornais (O Viçoso, Boletim Eclesiástico). À custa de muitoempenho, conseguiu a preciosa colaboração de religiosos que foram bem acolhidos no bispado.Sagrou bispos e ordenou 207 padres. Com muitas iniciativas, lutou para melhorar o patrimônio daArquidiocese, visando sobretudo a manutenção do Seminário. Seu nome permanece ainda ornado demerecida honra e respeito. Dom Eduardo Benes Sales Rodrigues Dom Eduardo Benes Sales Rodrigues é arcebispo metropolitano da Arquidiocese de Sorocaba Arcebispo de Mariana Dom Silvério A antiga Rua Nova traçada por Alpoim, que é uma das principais do centro histórico, hoje Rua Dom Silvério, foi uma das homenagens da cidade de Mariana ao seu primeiro Arcebispo

Revista Julho 2017 final final 321
Revista Atlântica de cultura ibero-americanat
Revista do Arquivo Público Mineiro - Julho - Secretaria de Estado ...
Revista Caras 15anos Fevereiro de 2010 - Kituki
RHnews • fevereiro 2007 • Revista da Associação ... - ABRH-RJ
Revista Mensageiro - Janeiro/Fevereiro - 2012 - nº 191 - Cimi
Revista final - Pró-reitoria de Extensão - Unitau
Janeiro - Fevereiro 2012 - A Boa Nova - Uma revista de entendimento
Revista nº 22, Fevereiro 2008 - Sindicato dos Professores do Norte
Fevereiro de 2012.cdr - Revista Cristã Última Chamada.
REVISTA PAUTA NOSSA - Outubro/2017 nº01
Revista 20 fevereiro - a melhor opção - revista