Views
6 months ago

Revista Apólice #207

especial soluções |

especial soluções | design thinking A criatividade pode ser estimulada Empresas começam a criar laboratórios para incentivar práticas inovadoras. Colaboradores e clientes podem ser o ponto de partida para grandes ideias Kelly Lubiato Adivinha quem vai desaparecer? Justamente as empresas que não inovarem seus processos e produtos, além da forma de se comunicar com os parceiros e clientes. De acordo com o especialista e professor da ESPM, Marcelo Pimenta, as empresas devem reservar momentos com situações controladas para repensar seus processos. Assim, o design thinking é um aliado e uma ferramenta que permite que novas ideias apareçam para melhorar os processos. Muitas empresas já incorporaram a inovação ao seu cotidiano e possuem laboratórios de criação. Bons exemplos são a Natura, a 3M e a Cielo. O merca- Mudar é um desafio tanto no campo pessoal quanto no empresarial. Para alterar processos que funcionam, mas que podem ser melhorados, é preciso uma boa dose de coragem, embasada por muitos testes preliminares. A favor da mudança está a estatística: de acordo com pesquisas da Cisco, 40% das empresas (de diversos portes) vão desaparecer nos próximos dois anos. 28 Design Thinking é o conjunto de métodos e processos para abordar problemas, relacionados à aquisição de informações, análise de conhecimento e propostas de soluções.

❙❙Marcelo Pimenta, professor da ESPM do de seguros busca fazer a sua parte, principalmente, com o objetivo de tornar mais tangível o contrato de seguros e a experiência dos consumidores. Vencedora da categoria Comunicação do Prêmio de Inovação promovido pela CNseg em 2015, a Icatu Seguros mantém um laboratório do qual participam profissionais de diversas áreas, como pesquisa, análise de dados, antropologia e sociologia. Ele funciona há três anos e já está consolidado na empresa. Rodrigo Pádova, diretor de marketing da seguradora, explica que pelo fato dos produtos da empresa serem padronizados com o mercado, é preciso entregar relevância. “Essa é sempre a ótica do laboratório”, acrescenta. Este laboratório pode tanto criar novos produtos para novos públicos quanto rever processos que já estão em andamento. Dentre várias propostas inovadoras que a seguradora possui, o projeto Plataforma do Conhecimento é uma iniciativa com o objetivo de transmitir conceitos de educação financeira para a sociedade. A ferramenta disponibiliza cursos online gratuitos, games, infográficos, ilustrações, entrevistas com executivos e simuladores. “Desta forma, conseguimos mostrar para as pessoas a relevância de iniciar cedo o processo de acumulação de capital, que é um dos nossos negócios”, mostra Pádova. Primeiro passo O professor Marcelo Pimenta afirma que a largada para o processo de inovação deve partir das lideranças da empresa. Por isso é que, muitas vezes, esta ação é mais fácil para as empresas de pequeno porte, porque a mudança é anti-natural. “As empresas sabem da necessidade de atualização, porém não querem mudar. O ser humano é o único animal que argumenta contra a mudança”, raciocina Pimenta, esclarecendo que é preciso se educar neste sentido, provocar para que as pessoas saiam de sua zona de conforto. Ele explica que um bom movimento para sair desta inércia é utilizar o modelo Canvas para identificar dentro daquilo que se tem, ou que se quer criar, os itens que podem ser alterados. “Isso serve para novos produtos, comunidades, formas de comercializar, serviços etc”. Os funcionários devem encontrar respaldo no líder para poder começar as mudanças. As pessoas precisam ter poder para mudar os processos. Esta atitude deve fazer parte da política da empresa. A inovação, para acontecer, precisa de um ambiente propício para começar. “Em um ambiente hostil, as pessoas podem tentar inovar em pequenas coisas. ❙❙Rodrigo Pádova, da Icatu Inovação significa tolerância ao erro”, explica Pimenta. É por isso que deve haver um ambiente controlado para que as novas ações, produtos e serviços sejam testados. O laboratório de inovação aplica toda a metodologia. “O maior desafio é definir corretamente o problema. Para isso fazemos imersões, ideações e testamos hipóteses. A cultura da prototipação com métrica é usada para sair da esfera da intuição para os resultados práticos”, ensina Pádova, da Icatu. Modelo de Negócios Canvas O Business Model Canvas ou “Quadro de modelo de negócios” é uma ferramenta de gerenciamento estratégico, que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes. É um mapa visual pré-formatado contendo nove blocos do modelo de negócios. Foto: Fernando Fiho 29