Views
7 months ago

Revista Apólice #206

painel aquisição

painel aquisição Transação entre corretoras A Willis Brasil anunciou a conclusão da aquisição da Miller do Brasil Corretora de Resseguros Ltda (Miller do Brasil). “A conclusão desta transação combina o talento e as capacidades de ambas, Willis e Miller do Brasil. A união de nossas empresas elevará nossa presença no segmento de resseguros”, diz Luis Maurette, CEO Regional da Willis na América Latina. prêmio Mobilidade Urbana no mercado de seguros A seguradora Liberty, em parceria com a Lynx Consultoria, realizou a entrega de troféus da 2ª edição do Projeto Sinal Livre, que premia as iniciativas que ajudam a aprimorar a mobilidade no País. Nessa edição, o aplicativo Zumpy – Caronas de Verdade foi o grande vencedor entre os 59 projetos inscritos. O aplicativo tem o objetivo de diminuir o número de carros nas ruas facilitando o encontro de pessoas que realizam os mesmos trajetos e podem dividir o modal de locomoção. Para José Mello, superintendente de Inteligência de Marketing e Inovação, “o engajamento dos projetos na retomada dos espaços públicos e na apropriação das cidades, foi uma das características que mais nos chamou a atenção. Tanto o Zumpy, quanto os outros, quebram um paradigma, pois mostram que as pessoas estão dispostas a inovar e transformar as cidades de todo o Brasil”. O executivo afirmou que o Projeto une duas pontas muito importantes, pois a responsabilidade social está muito conectada com o futuro do negócio de seguros. auto Aposta no segmento de luxo O Porto Seguro Auto investe no segmento de luxo com o lançamento do Auto Premium. A novidade chega ao mercado oferecendo diferenciais para veículos a partir de R$ 200 mil, entre eles, o conceito de Concierge para o atendimento e acompanhamento do sinistro, a cobertura para objetos, como bolsas, carteiras, eletrônicos, entre outros, no interior dos veículos no caso de roubo e furto do mesmo e desconto na franquia na concessionária escolhida pelo segurado. comemoração Corretora completa 20 anos A assessoria Montenegro Seguros, fundada em 1995, acaba de completar 20 anos. Ela iniciou suas operações representando a Generali e, posteriormente, firmou parcerias com outras seguradoras importantes do mercado, como SulAmérica, Chubb, Mitsui, Excelsior e Suhai, hoje suas principais parceiras. Ricardo Montenegro, seu fundador, atuou em diversas companhias desde 1973, até chegar à sua própria empresa. É com este foco técnico que a Montenegro Seguros procura atender aos cerca de 500 corretores que fazem parte da grade da Assessoria. “Procuramos sempre estar sintonizados com os produtos das companhias parceiras para ajudarmos ao máximo nossos corretores”, ressalta Montenegro. A função da Assessoria é ajudar o corretor de seguros em suas tarefas diárias, para que ele tenha mais tempo para se dedicar aos clientes. 10

segurança viária O papel do seguro no trânsito Autoridades do governo e executivos de empresas mundiais participaram da 2ª Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito, realizada em Brasília (DF) de 18 a 19 de novembro. O evento teve como principal objetivo acelerar as discussões em torno da Década de Ação para Segurança no Trânsito 2011-2020, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU). Em parceria com o IFC e o Banco Mundial, a Axa apresentou as ações que realiza em outros países na tentativa de reduzir as estatísticas dos acidentes de trânsito. No México, por exemplo, a companhia atua junto com a Organização Panamericana de Saúde, adotando e aplicando leis para punir infratores e oferecendo pacotes de seguros de terceiros para garantir a proteção financeira das vítimas de acidentes. “Temos um longo desempenho sobre a segurança de trânsito em outros países e não encontramos nenhuma resistência por parte das autoridades, da comunidade e do próprio mercado segurador para realizá-lo”, disse o membro do Comitê de Gestão e chefe global de P&C do Grupo Axa, Jean-Laurent Granier, em entrevista à Revista Apólice. No Brasil, Granier acredita que a melhoria da infraestrutura e a criação de uma lei obrigatória de seguro de Responsabilidade Civil para automóveis (como proteção não só aos veículos, mas às vítimas) aparecem como os pontos a serem firmados com urgência. Quem também participou da Conferência foi o vice-presidente de Seguro Auto da SulAmérica, Eduardo Dal Ri, destacando que o Brasil tem caminhado junto a iniciativa pública para trazer maior segurança viária ao País por meio de pequenos exemplos, como o sistema eBRAT – em que qualquer cidadão cadastra seu acidente (caso não haja vítimas) e dispensa a autoridade policial para, de fato, lidar com a segurança viária – e os descontos concedido pelas seguradoras aos clientes sem pontos na carteira de habilitação.