Views
9 months ago

Edição 880

Jornal Folha do Norte Paranaense

GERAL BANDEIRANTES,

GERAL BANDEIRANTES, QUARTA-FEIRA , 28 DE FEVEREIRO DE 2018 - Edição 880 Hospital Santa Alice, de Santa Mariana, passa a realizar cirurgia de catarata 02 Convênio foi firmado com Governo do Estado e atenderá a região norte pioneira O Hospital Santa Alice, de Santa Mariana, passou a realizar procedimento de cirurgia de catarata em convênio firmado com o Governo do Estado. O lançamento da parceria aconteceu no último dia 17 e contou com a presença da direção do hospital, autoridades do executivo e legislativo municipal, 18ª Regional de Saúde, Secretaria Municipal de Saúde e imprensa. O deputado estadual Pedro Lupion, que foi o defensor e responsável pela intermediação junto ao governo, prestigiou a solenidade. No primeiro dia de realização do procedimento estavam agendadas mais de trinta cirurgias, sendo que o atendimento não é apenas a pacientes do Município, mas também das diversas localidades da região norte pioneira. “Este é um trabalho fruto da implementação do serviço oftalmológico no município. Desde que entramos o nosso objetivo era primeiro trabalhar Santa Mariana e depois desenvolver alguma coisa para a região em termos de cirurgias eletivas. Há um ano e meio montamos o serviço de oftalmologia clínica e começamos a perceber que havia muito represamento para catarata. Montamos um projeto e fomos atrás de apoio junto ao Governo do Estado. O secretário Michele Caputo, a direção da 18ª Regional de Saúde e o deputado estadual Pedro Lupion abraçaram a causa”, relata o médico Glauber Garbin, diretor do Hospital Santa Alice. A primeira etapa do projeto conta com a oferta de 400 cirurgias até o final do ano, atendendo aos 21 municípios pertencentes a 18ª Regional de Saúde de Cornélio Procópio e com a possibilidade de ampliação caso haja demanda. A meta é diminuir a fila para o atendimento na especialidade, que demora em média cerca de dois anos como explica Garbin. “Nós vamos acabar com essa fila que existe na região, que tem em média dois anos de espera. Com essas 400 cirurgias, o paciente virá para a avaliação no nosso ambulatório, marcará a cirurgia com quinze dias o primeiro olho, e mais quinze dias o segundo olho, um prazo de 45 dias, no máximo de dois meses. Existe uma equipe especializada que acompanha o pósoperatório, como retorno agendado no mesmo dia, o agendamento da cirurgia do olho contralateral, além do medicamento que o paciente utiliza no pós-operatório, que é ofertado gratuitamente”. O chefe do Poder Executivo de Santa Mariana Deputado estadual Pedro Lupion, que foi o defensor e responsável pela intermediação junto ao governo do Paraná comemora o serviço médico, pois a saúde de Santa Mariana passou a ser motivo de orgulho e felicidade para a população, uma vez que o hospital esteve fechado há mais de cinco anos. “É uma honra receber mais essa conquista. Há cinco anos o hospital estava fechado, pior SUS do estado. E hoje ver essa realidade com nosso hospital sendo exemplo para região com mais uma especialidade, com a nossa saúde sendo referência, beneficiando os 21 município da nossa região, é um orgulho para nós marianenses”, declarou o prefeito em exercício José Marcelo Piovan Guimarães. O prefeito licenciado Jorge Rodrigues Nunes também esteve participando do lançamento do projeto. Segundo ele, o atendimento a outros municípios já era uma realidade, mas com o convênio junto ao Governo do Estado beneficia a região e ilustra a transformação na saúde de Santa Mariana. “O município que já atendia mais de dez outros municípios, alguns com mais de 70 quilômetros de distância que atravessam outras cidades que tem bons hospitais para atendimento aqui em Santa Mariana, que oferece doze especialidades em cirurgias eletivas que não são só para os marianenses como também beneficiando a região que também precisa, isso pela qualidade, atenção e segurança que o nosso hospital oferece. Realmente, houve uma transformação muito grande na saúde e transcendeu os limites do município, o convênio junto ao governo do estado é uma grande conquista para nós”. A reabertura do Hospital Santa Alice, bem como a Previsão é realização de 400 procedimentos cirúrgicos no decorrer do ano implementação de diversas especialidades médicas é fruto de um intenso trabalho de gestão em saúde no município, que contemplam também a atenção básica, um projeto de iniciativa do executivo municipal que começou em 2013 com ações premiadas pelo Sindicato do Auditores Fiscais da Receita Estadual do Paraná e Assembleia Legislativa do Estado, por meio do Prêmio Gestor Público Paraná. (Da assessoria)

GERAL BANDEIRANTES, QUARTA-FEIRA , 28 DE FEVEREIRO DE 2018 - Edição 880 03 Oportunidade para produtores participarem do Projeto Rural Sustentável Projeto é desenvolvido em apenas 10 cidades paranaenses e Bandeirantes foi uma das contempladas, porém, até o momento não houve inscrições de produtores interessados. Prazo termina em 15 de março A equipe de campo do Projeto Rural Sustentável no Paraná, realizou na manhã desta terça-feira (27), no Sindicato Rural de Bandeirantes/Itambaracá/ Santa Amélia, reunião de esclarecimento sobre processo referente a Chamada de Unidades Multiplicadoras, para mostrar aos pequenos e médios produtores rurais os benefícios do Projeto. Em Bandeirantes, até o momento, não houve interessados em inscrever propostas para obter ganhos financeiros no valor de R$ 500 a R$ 1,5 mil por hectare, dependendo da tecnologia implantada. Além dos recursos, os contemplados recebem acompanhamento técnico durante o desenvolvimento dos trabalhos. A Chamada, que se encerra no dia 15 de março, pretende incentivar a implantação de tecnologias de baixo carbono em propriedades rurais do Município. A iniciativa é ainda uma boa oportunidade para os agentes de assistência técnica, que além de auxiliar o produtor, farão o acompanhamento na propriedade, recebendo R$ 6 mil por proposta aprovada. Com a realização da reunião em Bandeirantes, a equipe de campo do Projeto espera que haja no mínimo cinco propostas inscritas e aprovadas. “O prazo já expira nos próximos dias e o objetivo é fazer com que o produtor participe e conquiste os recursos”, enfatizou o engenheiro agrônomo do Deagro (Departamento de Desenvolvimento Sustentável) da SEAB (Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento Projeto tem recursos disponíveis para tecnologias sustentáveis do Paraná), José Tarcio de Campos. O chefe do Núcleo Regional da SEAB/Cornélio Procópio, André Teodoro, destacou a importância do Projeto Rural Sustentável tanto pelo aporte financeiro disponível quanto dos produtores adquirirem conhecimentos relacionados à gestão sustentável da propriedade rural e nas tecnologias de baixo impacto. “É um projeto importante que beneficia nosso produtor. E para Bandeirantes ser contemplada, enquanto fui secretário da Agricultura, houve uma mobilização nossa junto ao deputado federal João Arruda que conseguiu fazer com que o Município fosse inserido ao Projeto”, relatou chefe do Núcleo Regional da SEAB/ Cornélio Procópio, André Teodoro. TECNOLOGIAS APOIADAS PELO PROJETO - Sistema de integração Lavourapecuária- florestas (iLFP), incluindo Sistemas Agroflorestais (SAF); Plantio de Florestas Comerciais; Recuperação de Áreas Degradadas com Pastagem e Floresta (RAD/P e RAD/F); Manejo Sustentável de Florestas Nativas Engenheiro agrônomo do Deagro, osé Tarcio de Campos O PROJETO – O Rural Sustentável é resultado de uma parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), do departamento de Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais do Reino Unido (Defra) e do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS). PRESENÇA - O encontro foi conduzido pelo assessor de comunicação do Projeto, Marcus Vinícus, e pelo engenheiro agrônomo do Deagro (Departamento de Desenvolvimento Sustentável) da SEAB (Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento do Paraná), José Tarcio de Campos. Também participaram da reunião, chefe do Núcleo Regional da SEAB/Cornélio Procópio, André Teodoro; engenheiro agrônomo do Núcleo Regional da Emater, Manuel Pessoa de Lira; diretor agropecuário da Secretaria Municipal da Agricultura e Pecuária, Gian Decarli; engenheira agrônoma da Secretaria Municipal Agricultura e Pecuária, Nilda Antunes; presidente do Sindicato Rural, Renato Rosa Domingues; presidente do Conselho Municipal da Agricultura, Vanderley Aparecido da Silva; produtores rurais e técnicos do setor. FRANCISCOLOGIA Capítulo CCCXCVIII Paz e Bem, meu amigo e irmão, vamos continuar falando sobre São Francisco de Assis. Agora SANTA CLARA A PLANTINHA DE SÃO FRANCISCO: A vida de Santa Clara de Assis. O Primeiro Lar: São Damião Clara e Inês não ficaram por muito tempo sozinhas, porque muitas jovens de Assis foram atraídas por seu exemplo. Destas primeiras companheiras, ficam-nos, além do nome, também documentação que testemunha a santidade de sua vida e sua fidelidade, sem compromisso algum, em seguir o exemplo de Clara. Pouco depois da entrada em São Damião, pediu para unir-se às irmãs Offreducci uma amiga de infância de Clara, Pacífica; e de Perúgia, chegou Benvenuta, conhecida nos anos da fuga de Assis, juntamente com toda a sua família. Depois, juntou-se Balvina de Martino; no ano seguinte, Filipa, filha de Leonardo de Gisleno. Todas prometeram obediência a São Francisco, que não deixará de seguir a pequena comunidade, com extrema diligencia e com o amor que merecia a mais bela flor do jardim espiritual. Para as irmãs, que começaram a ser chamadas “Damianitas”, depois de terem provado sua coragem, a própria Clara prescreveu, com evangélica simplicidade, uma regra a ser observada. Em 1215, ela havia impetrado à Sé Apostólica a aprovação do Privilégio da Pobreza, documento singular, único, com o qual a Santa queria aprovada pelo Papa, a escolha, para ela e suas sequazes, de não aceitar nenhuma posse. E, na Regra Selada, aprovada pela forma de vida da nova comunidade, está escrito: “O bem aventurado pai, considerando que não temíamos nenhuma pobreza, fadiga, tribulação, humilhação e nenhum desprezo do mundo, que, antes, os tínhamos em conta de grande delícia, movido de paterno afeto, escreveu para nós a forma de vida deste modo: ‘Como, por divina inspiração, vos fizestes filhas e servas do altíssimo Sumo Rei, o Pai celeste, e desposastes o Espírito Santo, escolhendo viver segundo a perfeição do Santo Evangelho, quero e prometo, de minha parte e por meus frades, ter sempre de vós e deles atento cuidado e especial solicitude’. O que ele, com toda a fidelidade, cumpriu enquanto viveu e quis que fosse sempre cumprido pelos frades”. Depois de três anos de vida monástica, Francisco julgou oportuno dar à comunidade de São Damião um esboço de organização: pensou em nomear uma abadessa. Esta não podia ser senão Clara, a primogênita da Ordem. Mas Clara refutou: “Não, não eu, Francisco! Fugi de todas as honras e da vaidade do mundo, não posso me colocar no comando das minhas irmãs. Quero só servir e obedecer!” “Bem!” – disse-lhe Francisco em resposta – “se tu queres obedecer, então eu te peço que o faças por obediência!”. Desejosa da palavra de Deus Clara, apenas eleita abadessa, sentia necessidade de uma ajuda segura: temia, sobretudo, não ir pelo caminho da perfeita pobreza. ... Para louvor de Nosso Senhor Jesus Cristo Amém. (Continua na próxima edição – Programa Francisco Instrumento da Paz). Paz e Bem.

Edição 904
Edição 892
Edição 897
Edição 893
Edição 898
Edição 891
Edição 902
Edição 890
Edição 894
Edição 344
Folha de Confresa XXX
Jornal Ecoss Edição Nº 41 - Ogawa Butoh Center
CIDADE SAUDÁVEL E LEGAL - Prefeitura Municipal de Itapetininga
todas as páginas.pmd - Câmara Municipal de Avaré
994 - Edição Normal - Prefeitura Municipal de Paulínia
Foto da Semana - Prefeitura Municipal de Itapetininga
Paulínia conquista bronze no Bicicross America´s - Prefeitura ...
IFSP Itapetininga é destaque no vestibular 2012 - Prefeitura ...
Semanário Oficial de Itapetininga - Prefeitura Municipal de ...
Administração Municipal promove Festa da Criança para mais de ...
Município de Paulínia dispõe sobre Serviço Voluntário - Prefeitura ...
bolsa educação 2010 - Prefeitura Municipal de Paulínia - Governo ...
Cidades preparam Carnaval com muitas atrações - Via Vale
Projeto - Prefeitura Municipal de Itapetininga - Governo do Estado ...
Edição 902 clique e faça o download - Folha de Niterói
Jornal-Agora-Edicao - Agora Jornais Associados