Views
2 weeks ago

Diário de Angical - 1ª Edição 2016

Diário

Diário de Angical Templo do Amanhecer - São Conrado - Vila Velha – ES 12.10.2009 Mediunizados para o trabalho estávamos quando este começou... Juliano Leite | Adjunto Numanto O primeiro visitante, confesso que foi um irmão difícil... Pois minha ferramenta principal de trabalho e preferida é o diálogo (a conversação), mas nosso irmão ou irmã, não sabia eu ainda o sexo haja vista que este(a) me ouvia perfeitamente mas em momento algum me deu chance de dialogar. Logo em seguida depois de alguma doutrina confirmou ser meu cobrador, quando então me despedi agradecendo a oportunidade... Foi quando me disse "tchau" e sorriu... Procedi finalmente com a elevação! O segundo visitante não tivera condições de dizer sequer uma palavra e foi doutrinado e elevado! O terceiro identificou-se logo após eu fazer minha apresentação e a do aparelho... Chamava-se CARLOS SOUSA, carregava um sotaque tipo castelhano mas de fácil entendimento de minha parte. Era meu irmão de uma vida cigana onde formara-se o casal "RAUL (EU)" e "ANGELITA (MINHA NINFA), quando nesta vida fora feito entre nós um pacto de sangue cujo objetivo era uma mútua proteção eterna... e desde então meu irmão de vidas passadas vinha ocupando-se junto a mim, ou melhor dizendo junto a nós na tentativa de nos proteger, e o que certamente estava prejudicando a todas as partes... Depois de longa conversa e tranqüila por sinal tendo em vista o amor a nos unir, consegui junto a este irmão e protetor desfazer o pacto e iniciamos uma promessa de vida nova, em busca de nossas evoluções sem apegos mundanos, onde os maiores benefícios que poderíamos conseguir um para o outro eram as melhores condições na jornada evolutiva e as vibrações de amor mesmo que a distância. Feita a elevação fomos para a próxima incorporação... Chegou e assustado! Identificou-se como CLAUDINÉIA, a Claudinha amiga da Ritinha... Perguntei se a Ritinha falada era a minha ninfa, e ela prontamente confirmou tratando-se então de uma amiga de minha esposa desta encarnação atual..., por volta de seus 30 anos que faleceu por conta de um tiro de arma de fogo e desde então tinha ficado acompanhando sua família, estando junto muitas vezes à minha ninfa, acreditando estar dando apoio a mesma em função da tristeza de ter a mesma perdido o convívio de seu Pai "SEU SÍLVIO", desencarnado recentemente naquela época. Transmiti várias explicações a ela e consegui lhe tranqüilizar quando por fim aos prantos de emoção pediu-me que cuidasse bem daquele ser maravilhoso, "SUA PRETINHA", apelido entre amigas... E com a graça de Deus nossa irmã foi devidamente elevada! Ficou hoje novamente claro que estamos sempre acompanhados por aqueles que se dizem inimigos e também amigos, ou mais do que amigos "amores"... Em ambos os casos esta proximidade energética em planos diferentes e na freqüência indevida causa-nos transtornos diversos em ambas as partes, sendo prudente sempre que podemos explanar sobre este assunto nos trabalhos e conversas de ANGICAL. D i á r i o d e A n g i c a l – S o b a s b ê n ç ã o s d a V ó z i n h a C a m b i n a d e A r u a n d a Página 12

Diário de Angical Templo do Amanhecer - São Conrado - Vila Velha – ES 14.12.2009 Juliano Leite | Adjunto Numanto Minha esposa e ninfa ainda muito ressentia a perda repentina de seu amado Pai "Sílvio Farage da Silva" de 65 anos, desencarnado desde o dia 18 de Agosto daquele mesmo ano. Sabemos muitos de nós por experiência própria nesta encarnação e em outras que a perda de um ente querido pode ser profunda em ambos os lados... Daqueles que partem e dos que ficam! Iniciados os trabalhos daquela noite de ANGICAL recebemos um irmão que compulsivamente chorava e chorava! Passados em torno de dois minutos onde eu aguardava o cessar daquele sofrimento que o impedia de falar, pude perceber que a todo instante as mãos de minha ninfa se auto-acariciava uma na outra num compasso que aparentava certo desespero por tocar novamente alguém muito amada... Logo mais, num momento de certo calmaria nos sentimentos de ambos que se confundiam em meio aquela incorporação e de certo minha ninfa já sabia de quem se tratava naquela ocasião, SEU PAI! Trazido por nossos mentores e logicamente atendendo os anseios da espiritualidade e os clamores de vários corações daquela família ainda encarnada tivemos esta feliz e rica oportunidade de contato com este recémdesencarnado com ligação parentesca a nós médiuns atendentes e prontos para servir quem quer que estivesse naquele trabalho... Depois de muitos conversar buscando sempre utilizar palavras que doutrinasse "meu sogro" que sofria não somente pela perda momentânea dos privilégios de uma família encarnada, mas também por falta de esclarecimentos que lhe devolvessem os motivos precisos para seguir em frente; Muito foi dito e ouvido e me recordo que ele descrevia os mentores como algo pelo menos sublime diante do seu ponto de vista ainda humano no que tange qualificar algo de lindo, belo, bonito ou maravilhoso. Em particular, minha pessoa ansiava aquele reencontro... Pois quando em vida fomos afastados e tolhidos de cultivar uma linda amizade por mentiras e falsos testemunhos a meu respeito, fazendo meu sogro tecer comentários ruins sobre minha pessoa enquanto encarnado fundamentado no ponto de vista alheio! NAQUELE DIA TIVE A OPORTUNIDADE DE SENTIR COMO NOS FAZ LEVE O PERDÃO CONCEDIDO ENTRE IRMÃOS, NAQUELE DIA CHORAMOS JUNTOS O PERDÃO ENTRE NÓS E NAQUELE DIA REAVIVAMOS A CHAMA DO AMOR INCONDICIONAL E DA AMIZADE FRATERNA! NAQUELE DIA INFELIZMENTE NÃO PUDE ABRAÇÁ-LO, APENAS ME DESPEDI QUANDO CHEGOU O MOMENTO LHE CHAMANDO NOVAMENTE DE MEU AMIGO! Esta lição nos serviu para mensurar com grandes limitações como é fatal e nociva a palavra em ação de fofoca, destruindo lares, amizades, irmandades, nações e principalmente vidas... Mais tarde, em outra oportunidade ficamos sabendo que "SEU SÍLVIO", como era chamado por mim fora marcado nos planos espirituais como Jaguar, trazendo nas costa nosso simbolismo e proteção dado por esta Corrente Indiana do Espaço. Nosso irmão, meu sogro seguiu um pouco mais em PAZ em Cristo Jesus... Salve Deus! PS: O Sr. Sílvio nasceu em 15.04.1943 e desencarnou em 18.08.2009. D i á r i o d e A n g i c a l – S o b a s b ê n ç ã o s d a V ó z i n h a C a m b i n a d e A r u a n d a Página 13

o diário neutro - edição 01 outubro 2016 - 100% curvas