Views
4 months ago

O MAGNIFICO - Edição Maio

4 O Magnífico

4 O Magnífico Maio de 2011 Por que creio na Bíblia? Referência: SALMO 119.105 A Bíblia é o livro dos livros. Inspirado por Deus, escrito pelos homens, concebido no céu, nascido na terra, odiado pelo inferno, pregado pela igreja, perseguido pelo mundo e crido pelos fiéis. A Bíblia é o livro dos paradoxos: é o livro mais lido e o mais desconhecido. É o livro mais amado e o mais odiado. É o livro mais obedecido e o mais escarnecido. É o mais pregado e o mais combatido. Exemplo: VAOL- TAIRE = Combateu implacavelmente a Bíblia e o Cristianismo. Disse que acabaria sozinho com a Bíblia e com o Cristianismo. Morreu louco. Sua casa tornouse logo numa sede de distribuição da Bíblia. A Bíblia tem sido o farol de Deus na escuridão da história. Ela é o fanal que orienta o nauta. Ela é o mapa que norteia o caminhante. A Bíblia é o coração de Deus aberto. É o braço de Deus estendido. É a vontade de Deus declarada. Na Bíblia os céus e a terra se abraçam. O infinito toca o finito. O eterno invade o temporal. O divino e o humano se encontram. A Bíblia é a espada do Espírito - poderosa arma de combate contra as hostes inimigas que conspiram contra nós, que com sutilezas vis tentam nos arrastar na correnteza do pecado e nas seduções do mundo. A Bíblia é o bisturi de Deus que corta e amputa os tumores infectos da alma e cirurgia os abcessos do coração. A Bíblia é fogo que consome os entulhos da nossa vida e queima a pragana que suja a nossa alma. A Bíblia é martelo que quebra as nossas resistências e a dureza pertinaz do nosso coração. A Bíblia é o livro de Deus. É o livro do céu. É o livro dos livros. É o livro acorrentado que tem trazido livramento. É o livro queimado nas fogueiras que tem tirado vidas das chamas do inferno. É o livro odiado que tem ensinado o perdão. É o livro que aponta para a salvação! Por que creio nesse livro? I - POR CAUSA DA SUA UNIDADE NA DIVERSIDADE Ela foi escrita durante 1600 anos. De Moisés a João na ilha de Patmos. Ela foi escrita por cerca de 40 escritores. De lugares diferentes, de culturas diferentes, para destinatários diferentes. Ela foi escrita em idiomas diferentes Entretanto, em momento algum sua harmonia foi afetada. Há uma coesão, sintonia, uma concordância absoluta. Hoje a Bíblia é mais atual do que o jornal do dia. II - POR CAUSA DO CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS Só no Velho Testamento há mais de 2000 profecias que já se cumpriram literalmente. A Bíblia escreve história antes dela acontecer. Os vaticinadores atuais são falhos e suas profecias são vagas - NOSTRADAMUS. a) Profecias acerca de Tiro - capital da Fenícia = Ez 26.19-21; 26.4,5; 26.12-14 b) Profecias acerca da Babilônia = Is 13.19; Jr 51.58,62; Jr 50.13,39 c) Profecias acerca dos nossos dias = CAOS MORAL = 2 bilhões de litros de cachaça/ano; 4 milhões de aborto/ano; 20 milhões de crianças abandonadas; AIDS; falência do casamento; crimes; injustiça CAOS SOCIAL = a fome, a injustiça, pessoas catando lixo para comer; assaltos, seqüestras, estupros, violência rural e urbana. CAOS ESPIRITU- AL = Racionalismo - Idealismo - Materialismo - Evolucionismo - Existencialismo - Positivismo - Humanismo. III - PELA TRANS- FORMAÇÃO QUE ELA OPERA A Inglaterra do século XVIII = Estava num caos. Davi Hume, John Locke e Voltaire era os homens lidos. Os país naufragava. A sabedoria humana sem Deus estava levando o país ao caos. - Wesley e Whitefield se levantaram com a Bíblia na unção do Espírito e o país foi salvo. Todas as nações que cresceram debaixo da bandeira da Bíblia = Todas as nações que foram colonizadas com o ensino da Bíblia são prósperas, ricas - e se hoje estão se degenerando é porque estão abandonando a Bíblia. A AIDS = no final do milênio estima-se que cada família terá um aidético. Hoje as autoridades dizem: a questão não é a INFORMAÇÃO, mas a TRANSFOR- MAÇÃO - (e transformação só com a Bíblia). A Ilha de Fidji = Há alguns anos, um conde inglês visitou a Ilha de Fidji. Ele sabia que as condições morais ali tinham sido péssimas e admirou-se do que eram por ocasião da sua vida. Esse incrédulo, visitando um velho chefe da tribo, que parecia civilizado disse: "O senhor é um grande chefe. É pena que tenha sido ingênuo bastante para crer na Bíblia. Lá no meu país ninguém mais crê nesse velho livro nem ouve a história de Jesus cristo. O povo hoje está ilustrado e não crê nisso mais. Estou triste porque o senhor crê nessas bobagens." Os olhos do velho chefe flamejaram e ele respondeu: "o senhor está vendo aquele forno? Ali é que nós queimávamos os corpos humanos para as nossas grandes festas. Se não fosse esse velho livro, a Bíblia e Jesus Cristo que nos transformou de selvagens em verdadeiros filhos de Deus, o senhor já teria sido morto e assado naquele forno. E nós já lhe teríamos comido a carne." Charles Darwin = depois de dar a volta ao mundo e voltar atrás na maioria dos seus postulados evolucionistas afirmou em Londres. "A diferença entre crer na Bíblia ou não é ser convidado para o jantar ou ser o jantar." Eu creio na Bíblia porque através dela eu conheci o amor de Deus e recebi a Jesus como meu Salvador e Senhor. Rev. Hernandes Dias Lopes Fotos: Divulgação

O Magnífico Maio de 2011 Deputado Edson Albertassi 5 Deputado Edson Albertassi Nascido em 24 de julho de 1969, no município de Castelo, ES, Edson Albertassi foi criado em Volta Redonda, RJ, onde a família fixou residência quando tinha apenas um ano de idade. Casado com Alice Brizola Albertassi, tem dois filhos: Emily e Isaque. Recebeu formação cristã evangélica que até hoje norteia todas as suas ações. É diácono da Igreja Assembléia de Deus da Vila Mury, em Volta Redonda. Começou a vida profissional como mascate, vendendo produtos nos bairros de Volta Redonda. Em 1994 adquiriu a Rádio 88FM transformando-a em uma emissora de programação genuinamente evangélica. Administrada hoje por sua família, a rádio é líder de audiência na região e desenvolve há 15 anos um dos maiores projetos de prevenção às drogas do Estado do Rio de Janeiro, o "Cidade Sem Drogas". O projeto acontece anualmente em várias cidades da região e faz distribuição de material informativo, realização de peças teatrais e palestras em escolas das redes pública e privada, sempre com depoimentos de dependentes químicos recuperados. Em 1996 foi eleito vereador, sendo o mais votado de Volta Redonda. Com atuação marcante, apresentou um total de 26 projetos de lei, com grande destaque na área da prevenção ao uso de drogas. Eleito deputado estadual em 1998, foi líder do PSB. Reeleito em 2002 com 47.648 votos, foi o mais votado de toda região Sul Fluminense. Em 2006 foi reeleito com 48.849 votos. Em 2010, foi reeleito para o quarto mandato com 83.254 votos. Durante oito anos consecutivos (2003-2010) exerceu a presidência da Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização Financeira e Controle, uma das mais importantes da Alerj (Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). Ela é responsável, entre outras coisas, pela análise, acompanhamento e fiscalização do Orçamento do Estado e das contas do governador Fotos: Divulgação Sérgio Cabral. Atualmente, é o 1º vice-presidente da Alerj. Edson Albertassi (Castelo, 24 de julho de 1969). Foi criado em Volta Redonda desde criança e é casado com Alice Brizola Albertassi, com quem tem tem dois filhos: Emily e Isaque. Começou a vida profissional como mascate, vendendo produtos nos bairros de Volta Redonda. Recebeu formação cristã evangélica que até hoje norteia todas as suas ações. É diácono da Igreja Assembléia de Deus da Vila Mury, em Volta Redonda. Em 1994 adquiriu a Rádio 88 FM transformando-a em uma emissora de programação evangélica, é líder de audiência na região e desenvolve há 15 anos um dos maiores projetos de prevenção às drogas do Estado do Rio de Janeiro, o "Cidade Sem Drogas". O projeto acontece anualmente em várias cidades da região e faz distribuição de material informativo, realização de peças teatrais e palestras em escolas das redes pública e privada. Segundo dados, já foram mais de 50 mil estudantes beneficiados. Carreira Política Em 1996 foi eleito vereador, sendo o mais votado de Volta Redonda. Com atuação marcante, apresentou um total de 26 projetos de lei, com grande destaque na área da prevenção ao uso de drogas. Eleito deputado estadual em 1998, foi líder do PSB. Re- eleito em 2002 e em 2006 foi eleito para o terceiro mandato. Ocupa pelo oitavo ano consecutivo a presidência da Comissão de Orçamento, Finanças, Fiscalização Financeira e Controle, uma das mais importantes da Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). É responsável pela análise, acompanhamento e fiscalização do Orçamento do Estado e das contas do governador Sérgio Cabral. É vice-presidente da Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia, cargo para o qual foi convidado pessoalmente pelo presidente da comissão, deputado Wagner Montes, e vice-presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. Também é membro da Comissão de Tributação, Controle de Arrecadação Estadual e Fiscalização dos Tributos Estaduais, da Comissão de Esporte e Lazer, da Comissão de Prevenção ao Uso de Drogas e Dependentes Químicos, da Comissão de Política Urbana, Habitação e Assuntos Fundiários e da Comissão de Defesa do Consumidor. No dia 3 de outubro de 2010 se elegeu novamente como Deputado Estadual pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro no estado do Rio de Janeiro com 83.254 dos votos(1,00%), sendo assim o mais votado da região sul fluminense.Durante votação para a nova Mesa Diretora da Alerj no dia 2 de fevereiro de 2011, o deputado Edson Albertassi (PMDB) foi eleito como 1°vice presidente ao lado do presidente eleito Paulo Melo (PMDB) pelo próximos dois anos.

Revista Nossos Passos Maio
Revista LiteraLivre 5ª edição
Uma nova igreja para um novo templo - Lagoinha.com
Maio de 2012 A Liahona - The Church of Jesus Christ of Latter-day ...
Revista Igreja Viva Edição Junho 2018
Edição Nº50 01/05/2012 - Santuário Nossa Senhora dos Prazeres
livro-ebook-a-necessidade-de-todo-ser-humano
04 de Maio - Paróquia Nossa Senhora do... - Diocese de Erexim