Views
8 months ago

RLB 59 - Março de 2018

Publicação mensal com abordagens de temas que vão além do turismo e que buscam atender aos anseios de quem está viajando ou pensa em viajar

| Now boarding | Vai pra

| Now boarding | Vai pra Copa? Distância e idioma estão entre os maiores desafios O Brasil espera levar até oito mil pessoas à Rússia para o mundial de futebol. Se destes, 80% serão viajantes corporativos – convidados por empresas em programas de incentivo -, pouco sobra para o turista comum. Considerando a distância do Brasil – mais de 14 mil quilômetros – e o idioma nada amigável às origens latinas do Português, há mais fatores a serem considerados pelos apaixonados e seguidores da Seleção Brasileira do que sonha a nossa vã vontade de viajar. Mesmo os mais experientes groupies da Seleção podem cair em armadilhas ao viajar sozinhos. Por isso, Gimar Pinto Caldeira, Diretor da Honour Experiences, uma das agências oficiais do evento, dá dicas importantíssimas e mostra as vantagens de fechar um pacote com quem já organiza esse tipo de viagem há mais de três décadas: Atrasado paga mais caro Negociar os pacotes com valores estáveis requer programação. Março é a data limite para isso, uma vez que a partir daí, com a escassez dos ingressos, assentos em avião e quartos de hotéis, o preço deve subir estrondosamente. Usar as condições de pagamento facilitadas, e pesquisar os melhores voos ainda será possível nesse período. “Strogonoff, Vodka ou Bolshoi?” Se essas são as três únicas palavras que você conhece em russo, se prepare. Entre todas as complicações pelas quais um viajante pode passar por causa da barreira do idioma, não chegar ao jogo é sem dúvida a pior. Os pacotes incluem não apenas os ingressos, mas também garantem transporte dos hotéis para os estádios. Primeira Fase Quanto mais adiantado estiver o campeonato, mais caro fica. Quem quer economizar a qualquer custo mas não pode deixar de ver pelo menos um dos jogos, deve escolher a primeira fase, economizando quase 30% em relação a quem deixa para as finais. Verão na Rússia Na época da Copa, os dias irão amanhecer por volta das 4h da manhã e só virarão noite após as 22h. Como isso dura pouco tempo na Rússia, todos aproveitam esses longos dias para curtir as músicas e os artistas pelas ruas, que animam nativos e estrangeiros em seus trajetos de ida ou volta dos jogos. Maravilha, certo? Certo. Mas sozinhos, os turistas se tornam alvos fáceis para os oportunistas – e até mesmo para adversidades corriqueiras. Com a agência, além de saber onde estão acontecendo as coisas mais legais, ainda fica mais fácil viver experiências gastronômicas inusitadas e, como acompanhamento, tomar a vodka original – mas é importante estar com quem sabe encontrar esses tesouros. Sobre a Honour Criada em 2016, a Honour é especialista em personalizar experiências únicas em viagens e hospitality de eventos esportivos. Inf.: www.honour.com.br 18 Leitura de Bordo | março 2018 | www.leituradebordo.com.br

POR NENHUMA MULHER A MENOS Mulher negra, periférica, mãe, lésbica, guerreira. Essa era Marielle Franco, quinta vereadora mais votada do Rio de Janeiro, executada brutalmente em 14 de março de 2018 juntamente com o seu motorista, Anderson Gomes. Infelizmente, essa também é a história de milhares de mulheres negras brasileiras, vítimas do fascismo, do racismo e do machismo que têm tomado proporções assustadoras no país. Foi por defender o bem estar social dos esquecidos pelo poder público brasileiro. Foi por denunciar os abusos de autoridades e a violência policial contra moradores de favelas. Foi por declaradamente ser contra a intervenção federal no estado, que completou um mês no último dia 16. Foi, em suma, por defender os direitos humanos. Artigo 1: Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade. Artigo 3: Todo ser humano tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal. Artigo 5: Ninguém será submetido a tortura nem a penas ou tratamentos cruéis, desumanos ou degradantes. Artigo 28: Toda pessoa tem direito a que reine, no plano social e no plano internacional, uma ordem capaz de tornar plenamente efetivos os direitos e as liberdades enunciadas na presente Declaração. # Presente Marielle

RLB 58 - Fevereiro de 2018