Views
2 weeks ago

RLB 59 - Março de 2018

Publicação mensal com abordagens de temas que vão além do turismo e que buscam atender aos anseios de quem está viajando ou pensa em viajar

| Esporte | Tida como a

| Esporte | Tida como a maior e mais moderna Arena multiuso da América Latina, a casa do Grêmio foi inaugurada em 8 de dezembro de 2012, quando o Grêmio venceu o Hamburgo por 2 a 1. Prevista para acolher até 60.540 torcedores, a Arena do Grêmio, por conta de ação e ingerências políticas, teve sua capacidade reduzida para 55.662 torcedores, sendo o 7º maior estádio brasileiro. Pelos corredores, fala-se do projeto de ampliação dessa capacidade – inclusive com o fim do fosso que ainda separa a torcida do campo. O maior público até hoje registrado foi a final da Copa do Brasil de 2016, quando 55.537 presenciaram a conquista do Grêmio contra o Atlético-MG. Mais do que um estádio, a Arena do Grêmio é um complexo com espaços para shows e eventos de todos os portes. Localizado na zona norte de Porto Alegre, o estádio irá alavancar o desenvolvimento de uma das regiões mais pobres e abandonadas pelo poder público da capital dos gaúchos. Em se tratando de Arena, tudo é superlativo. Construída pela OAS em 30 meses, a casa do dono da América teve custo final atualizado de R$ 700 milhões e compreende 192 mil metros de área construída, com 56 metros de altura, cinco mil vagas de estacionamento, quatro vestiários, 135 camarotes e 34 cabines de imprensa. Mais do que um estádio de futebol, a Arena do Grêmio serve como catalizador da atenção para uma região extremamente degradada de Porto Alegre e que sempre foi abandonada pelo poder público. Com a chegada do Grêmio, houve valorização imobiliária – mesmo com a má vontade dos gestores públicos em fazerem os investimentos necessários em infraestrutura e reurbanização da área. Atração turística Localizada em local estratégico, próxima ao Aeroporto Salgado Filho, a Arena é passeio obrigatório para quem chega em Porto Alegre, situando-se entre os mais bem avaliados da capital gaúcha. 42 Leitura de Bordo | março 2018 | www.leituradebordo.com.br

AZEITE | Esporte | OURO DE SANTANA NOVELLO FRESCO NÃO FILTRADO Na Arena, o turista - gremista ou não – tem ao seu dispor o Tour da Arena, passeio que percorre as dependências e que demanda em torno de 70 minutos. A visita passa pelas áreas administrativas, camarotes, cabines de imprensa, arquibancadas, vestiários, túnel de acesso ao campo, campo de jogo, foto com troféus... É uma emoção a cada novo estágio da visita – sempre com acompanhamento de guias. Outra atração da Arena é o Memorial Hermínio Bittencourt – chamado de Museu do Grêmio. Valendo- -se da tecnologia, o espaço possibilita uma experiência imersiva, fazendo com que o visitante se sinta parte da história. Além disso, troféus, uniformes, vídeos e painéis interativos reproduzem os títulos e os grandes momentos do clube. Recordações Depois de visitada a Arena, hora de passar na Gremiomania e sua mega loja para adquirir produtos do Grêmio. Localizada na parte externa, a loja tem fluxo intenso de compradores com todos os sons e sotaques. A camisa oficial tricolor é, de longe, o produto mais adquirido, mas há disponibilidade de camisas retrô – e neste quesito, a nº 7, recriando a usada por Renato em 1983, é a mais vendida. Depois de tanto andar, ver e comprar, certamente baterá a fome. Mas não se preocupe. Na Arena do Grêmio tem uma loja da Hamburgueria 1903 – onde todas as opções do cardápio remontam a conquistas do tricolor... Alfredo Bessow Jornalista www.leituradebordo.com.br | fevereiro 2018 | Leitura de Bordo 43 BRASILIA-SUDOESTE (061) 981113763

RLB 58 - Fevereiro de 2018