Views
1 week ago

GAZETA DIARIO 549

12 Geral Foz do Iguaçu,

12 Geral Foz do Iguaçu, sábado e domingo, 7 e 8 de abril de 2018 HABITAÇÃO Fozhabita libera inscrições Sob nova direção As ruas do Centro Cívico e entorno ficaram pequenas para receber a multidão de prefeitos, vices, vereadores e lideranças de todas as regiões do Paraná que foram à capital prestigiar a posse da governadora Cida Borghetti (PP), que herdou o cargo com a renúncia de Beto Richa (PSDB), após sete anos e três meses à frente do Governo do Estado. No ato, Cida reforçou que sua gestão será de harmonia, unidade e humildade e pautada pelo rigor técnico, disciplina legal, responsabilidade fiscal, honestidade intelectual e idoneidade moral. Direção II "Com esta diretriz, todo o resto se torna mais fácil para quem faz e transparente para a sociedade", sustentou a nova governadora. Cida é a primeira mulher a assumir o posto em definitivo. Antes, Emília Belinati ocupou o cargo, mas interinamente. No Brasil, apenas outras dez mulheres ocuparam cargos de governadoras de estados. #Mulheres A governadora disse que as mulheres terão papel central no seu governo. "Me sinto honrada. Estou bem consciente das expectativas que acompanham essa missão", afirmou Cida, que é administradora. Já na posse, ela anunciou duas mulheres — a coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha se torna a primeira mulher no Comando-Geral da Polícia Militar, e Lucilia Dias passa a ser chefe de gabinete do Governo do Estado. #Mulheres II No Paraná, a participação feminina vem aumentando na administração pública. Hoje, elas representam 59,13% do número total de servidores estaduais — a Educação é a pasta que abriga a maior parcela: dos 83 mil servidores, 79,52% são mulheres. Emocionado O fotógrafo Orlando Kissner conseguiu registrar o momento de emoção do agora ex-governador Beto Richa, ao se despedir dos assessores mais próximos e dos policiais da Casa Militar, que cuidavam da sua segurança. No momento, Richa não conteve as lágrimas. De saída Depois de três anos e três meses, o deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB) deixa a liderança do governo na Assembleia Legislativa. Será substituído por Pedro Lupion (DEM). Esperando Lula Não foi só a posse de Cida Borghetti no governo que movimentou o noticiário ontem (6) em Curitiba. A pergunta que não calava era a de que horas chegaria, ou não, o ex-presidente Lula (PT), que teve o mandado de prisão expedido pelo juiz Sérgio Moro. O fato não aconteceu até o fechamento da coluna, mas segundo a imprensa o MST havia bloqueado dois trechos na BR-277 em São José dos Pinhais e a PR-483 em Quedas do Iguaçu. Ambos foram liberados logo após. Do PV ao Podemos O deputado Rasca Rodrigues, em segundo mandato, trocou o PV pelo Podemos com as bênçãos do presidenciável Alvaro Dias e do presidente estadual do partido, o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zuchi. Mais de política no www.bocamaldita.com. para o condomínio do servidor Interessados em adquirir um imóvel já podem preencher o cadastro disponível no Portal do Servidor AMN Reportagem O Instituto de Habitação de Foz do Iguaçu (Fozhabita) liberou o acesso para o cadastramento dos servidores municipais interessados em adquirir apartamentos no Residencial Clube Foz do Iguaçu, um condomínio de alto padrão direcionado aos servidores públicos. Para preencher a ficha cadastral, basta acessar o Portal do Servidor (http:// www3.pmfi.pr.gov.br) e clicar nos links "Perfil Público" e "Inscrição Fozhabita", no canto esquerdo da página. Com a ficha de inscrição preenchida, o servidor deve dirigir-se ao Fozhabita com todos os documentos pessoais para confirmação do cadastro. Prefeito Chico Brasileiro reuniu equipe para definir os detalhes do novo condomínio do servidor O condomínio será construído na Rua Cabo Efigênio Aparecido Viana com a Avenida João Paulo II, no Jardim Iguaçu. O projeto, idealizado pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), prevê a construção de 224 unidades, sendo oito torres de sete pavimentos, incluindo uma grande área de lazer com piscina e playground, guarita e uma vaga de estacionamento. A área total de cada apartamento será de 90 metros quadrados, e o valor por unidade habitacional será de aproximadamente R$ 170 mil. "Essa obra atende a uma reivindicação antiga dos servidores públicos, que sempre buscaram uma moradia digna e com possibilidades acessíveis de financiamento", disse o prefeito Chico Brasileiro. Benefícios O servidor poderá utilizar subsídios do programa Minha Casa Minha Vida ou o valor acumulado do FGTS para abater o financiamento. A comercialização da planta ficará a cargo da Construtora Guilherme, de Cascavel. De acordo com o superintendente do Fozhabita, Eduardo Teixeira, os servidores que adquirirem um apartamento vão ganhar o Registro de Imóvel. A entrada de 20% do valor do imóvel poderá ser parcelada em até 24 vezes sem juros. O saldo restante do imóvel poderá ser pago em até 35 anos, financiado pela CEF. "Os critérios de seleção das famílias serão analisados pela Caixa, mas o município já se adiantou com os benefícios, que serão garantias para o servidor municipal", explicou Teixeira. Os imóveis também poderão ser adquiridos por servidores estaduais e federais. Lançamento Na próxima terça-feira (10), Eduardo Teixeira, do Fozhabita, encontrar-se-á com o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, para traçar os últimos detalhes do lançamento. A previsão é que as obras comecem ainda no primeiro semestre, com prazo de conclusão de 18 meses. Para o superintendente do Fozhabita, a construção do condomínio vai valorizar uma importante região da cidade. "É uma área em desenvolvimento, e a partir destes empreendimentos haverá uma valorização imobiliária muito grande, através da regularização fundiária desta região e da duplicação da João Paulo II", comentou. O investimento é de R$ 39 milhões.

Foz do Iguaçu, sábado e domingo, 7 e 8 de abril de 2018 13 POLÍTICA Estadual Richa transmite o cargo a Cida e diz que deixa o governo agradecido, honrado e orgulhoso "Saio de cabeça erguida, com a certeza do dever cumprido e feliz por ter promovido o bem-estar e o progresso dos paranaenses", afirma governador ANPR Reportagem O governador Beto Richa afirmou nessa sexta-feira (6) que deixa o Governo do Estado com sensações de gratidão, honra e orgulho. Ao transmitir o cargo para a vice-governadora Cida Borghetti, no Palácio Iguaçu, Richa disse ter convicção de que sua administração contribuiu para melhorar a vida de todos os paranaenses. "No discurso de posse, eu disse que queria ser governador porque tinha orgulho do que o Paraná era e ainda seria. Hoje, esse orgulho é muito maior. O Paraná que entrego hoje nas mãos da governadora Cida Borghetti é um estado muitíssimo melhor do que aquele que recebi", afirmou Richa. Segundo ele, o estado "está mais preparado para dar respostas aos anseios dos paranaenses por mais desenvolvimento econômico, justiça social e respeito ao meio ambiente. A história que construímos juntos produziu transformações importantes e nos legou novas perspectivas, renovou a nossa crença de que é possível fazer benfeito". Foto: Ricardo Almeida/ANPR Beto Richa transmitiu o cargo para a vice-governadora Cida Borghetti, no Palácio Iguaçu Ao fazer um balanço do mandato, Richa disse que todos os municípios paranaenses receberam apoio do Governo do Estado durante sua administração, destacando que foi o único governante que esteve nas 399 cidades paranaenses no exercício do mandato. "Não há um só canto, uma só cidade, um só rincão do Paraná que tenha sido esquecido", declarou. "Todos foram tratados com respeito e atenção, com dedicação e consideração, com obras e programas sociais." Richa também ressaltou que o esforço para o equilíbrio das contas públicas — que, além de restabelecer a capacidade investimentos do estado, fez com que o Paraná gastasse menos com a máquina pública. Investimentos "Essa conquista é de todos nós e precisa ser preservada", sustentou ele. "O resultado é que temos uma taxa de investimentos que chega a 10,5% das receitas próprias. O Paraná de hoje é um canteiro de obras." Outro tema destacado foi o programa Paraná Competitivo, que atraiu R$ 45 bilhões em investimentos produtivos e gerou 450 mil oportunidades de empregos, diretos e indiretos. "Se antes não havia ambiente para o investimento da iniciativa privada, nós invertemos essa lógica. Fizemos uma sólida parceria com os empreendedores que acreditam no trabalho, na força transformadora das boas ideias e na responsabilidade social que todos temos", disse. "Na educação, avançamos com a valorização dos professores e profissionais que atuam na área." Na saúde, citou a implantação do resgate aéreo, a redução das taxas de mortalidade materna e infantil, 70 mil cirurgias gratuitas e o aumento no número de transplantes de órgãos. Richa também ressaltou a redução da taxa de homicídios, que caiu de 30 para 22 mortes a cada cem mil habitantes. "Precisamos continuar avançando e para isso contratamos mais de 11 mil policiais e compramos mais de três mil viaturas novas." Na infraestrutura, reafirmou o empenho para construir soluções logísticas que melhorem a competitividade dos produtos paranaenses, com investimentos em estradas e nos portos. Redução da pobreza Na área social, salientou que o Programa Família Paranaense atende a mais de 300 mil famílias e que a taxa de extrema pobreza do estado foi reduzida em 57%. Na habitação, sustentou a importância da construção de 80 mil casas e entrega de 25 mil títulos de propriedade. Richa também fez um agradecimento especial à base parlamentar na Assembleia Legislativa, "que nunca nos faltou nos momentos mais cruciais, mais decisivos. Faço aqui, mais uma vez, um reconhecimento público ao apoio que tivemos dos nossos deputados", disse. "À vice-governadora Cida Borghetti, que agora assume o cargo de governadora, o meu agradecimento especial pela lealdade, participação e disposição para o trabalho que demonstrou em todos os instantes deste segundo mandato, estando ao nosso lado em todos os momentos", expressou. Richa também dedicou agradecimento especial aos familiares, equipe de governo e servidores e declarou que cumpriu o mandado baseado em princípios de respeito, ética, verdade e legalidade. "Saio de cabeça erguida, com a certeza do dever cumprido e feliz por ter promovido o bemestar e o progresso dos paranaenses."