Views
7 months ago

CADERNO DE RESUMOS pgcult

V Semana Acadêmica do

V Semana Acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade – PGCult-UFMA Página | 98 “Desafios e experiências na construção interdisciplinar” MARCOS SÓCIO-HISTÓRICOS E NORMATIVOS DO PARADIGMA DA INCLUSÃO: avanços no conhecimento sobre a singularidade do desenvolvimento acadêmico e social humano Adriana Rocha da PIEDADE (UEMA/UFMA) adryarp@hotmail.com Guilherme Júlio Rocha da PIEDADE, (UEMA) gordongoldin@hotmail.com RESUMO: O estudo reflete sobre os marcos sócio-históricos legais da educação inclusiva no contexto de escolarização excludente. Utiliza como metodologia um estudo bibliográfico com a seleção e discussão de fontes da ONU (1948, 2006), Unesco (1994) e Brasil (1988, 1994, 1996, 2015). Aponta os fatores de ruptura na trajetória sócio-histórica de discriminação dos dessemelhantes aos padrões sociais homogeneizadores, com a reconfiguração das práticas pedagógicas, a partir da concepção indissociável entre igualdade e diferença prescrito em lei. Constata adaptações curriculares para a superação do paradoxo exclusão-inclusão, após a inserção de educandos com deficiências nas classes comuns do ensino regular, em todos os níveis e modalidades, em igualdades de direitos e oportunidades. Palavras-chave: Direitos Humanos. Redemocratização do ensino. Adaptações curriculares. Metodologias de ensino. Construção de Saberes.

V Semana Acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade – PGCult-UFMA Página | 99 “Desafios e experiências na construção interdisciplinar” MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO: uma voz atuante no periódico oitocentista Semanário Maranhense Raymara Gaspar Pereira (UFMA/GEPELHI/FAPEMA) raymara-pereira@hotmail.com Orientador: Cristiane Navarrete Tolomei (UFMA/GEPELHI/FAPEMA/CNPq) cntolomei@yahoo.com.br RESUMO: A presente comunicação se articula com as reflexões e debates do “Grupo de Estudos e de Pesquisa Literatura, História e Imprensa” (GEPELHI/UFMA/FAPEMA/CNPq) e traz os resultados a respeito da presença da escritora portuguesa Maria Amália Vaz de Carvalho no periódico oitocentista do Maranhão intitulado Semanário Maranhense. Para a realização deste trabalho foram realizadas consultas acervo digital da Biblioteca Nacional. Destacamos a atuação de Maria Amália num período em que as mulheres não tinham muito espaço nos periódicos, mas no Semanário Maranhense ela ganha destaque como literata e crítica. Propomos a instrumentalização e análise de textos jornalísticos como fonte e objeto de pesquisa, já que desde o século XIX é um importante instrumento difusor da cultura e da literatura. Palavras-chave: Maria Amália Vaz de Carvalho; Imprensa Maranhense Oitocentista, Semanário Maranhense, Fontes Primárias, Periódicos.

Caderno de Resumos - Unicamp
Caderno de Resumos - UFCG
CADERNO DE RESUMOS - IEL - Unicamp
II Seminário LABEPPE - Caderno de Resumos
II Seminário LABEPPE - Caderno de resumos
II Seminário LABEPPE - Caderno de Resumos
caderno de resumo ii simpósio de história do maranhão oitocentista
Caderno de resumos - Faculdade de Ciências Sociais - UFG
2008 – Caderno de Resumos - Núcleo de TCC e IC
Programação e Caderno de Resumos do I SEDiAr - Uesc
O Fututo do Constitucionalismo - Caderno de Resumos [2014][l]
Caderno de Resumos (PDF) - Sociedade Brasileira de Estomatologia
Download do Caderno de Resumos - anpuh - Associação Nacional ...