Views
6 months ago

GAZETA DIARIO 550

28 Viver Saúde

28 Viver Saúde GAZETA DIARIO Foz do Iguaçu, segunda-feira, 9 de abril de 2018 PEDRA NOS RINS Proteja-se contra as crises de cálculo renal É importante beber líquido de Ph neutro, como água e leite; substitua o sal por temperos naturais Quem já passou por uma crise de cálculo renal conhece bem a intensidade da dor que o problema causa. Os sintomas começam com dores na região lombar que, após ficarem mais intensas, se espalham para a região abdominal e genital. Conheça os hábitos que podem aumentar as chances de pedra no rim: Histórico familiar Algumas pessoas estão geneticamente mais dispostas a sofrer com esse problema, já que têm distúrbios hereditários na hora de absorver minerais no intestino, o que facilita o acúmulo desses nutrientes nos rins. Tomar pouca água A desidratação pode ser considerada um dos principais fatores da formação de cálculos renais. Quanto mais água bebemos, mais o sangue circulará e ficará diluído, facilitando o trabalho dos rins na hora de excretar nutrientes que não são mais necessários ao organismo. Ingerir muito sódio O sódio, quando ingerido em grandes quantidades, aumenta as chances da formação de micro cristais nos rins, pois impede a absorção de cálcio pelo organismo. Aproximadamente 70% dos cálculos renais são formados desse mineral. Consumo de Oxalato: oxalato é encontrado principalmente em vegetais e é uma substância produzida pelo corpo que não possui funções. O tipo mais popular de pedra nos rins é formado por cálcio e oxalato. Deve-se controlar as porções de alimentos ricos desta substância e a frequência com que são ingeridas. Recomenda-se ingerir mais água antes e depois das refeições para que essa substância seja eliminada. Consumo de purina: para diminuir os níveis de ácido úrico, é necessário diminuir o consumo de purina. Purina é um composto encontrado em proteínas animais que quebra durante o processo de metabolização, formando o ácido úrico. Uma dieta normal apresenta entre 600 e 1000 miligramas de purina por dia, enquanto uma dieta com baixo consumo desse composto apresenta entre 100 e 150 miligramas. Quando a urina apresenta níveis altos de ácido úrico, os níveis de cálcio nela também aumentam e, com isso, são maiores as chances de desenvolver pedras de cálcio e oxalato. A recomendação é que diminua a quantidade de proteínas ingeridas na dieta (isso inclui: bife, carne de porco, peixe e aves), evitando carne de órgãos (como fígado). Prevenir a recorrência de pedras nos rins Após a remoção das pedras nos rins, seu médico irá analisá-las para verificar se você tem alto risco de recorrência. Lembre-se: beba entre 2,5 e 3 litros de água por dia; beba líquidos com pH neutro, como água e leite; monitore o quanto você urina (deve ser entre dois e dois litros e meio por dia); monitore a cor de sua urina (deve ser clara). Dr. Gustavo Zepka Cruz Médico Urologista graduado pela Fundação UFRS, Residência médica em cirurgia geral no hospital São Vicente de Paulo/RS e Hospital das Clínicas de Porto Alegre. Também foi Preceptor da Residência Médica de Urologia do Hospital Central da Aeronáutica. Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia e Membro da Sociedade Europeia de Urologia. 45 99925 8849 45 3527 7066 Av. Paraná, 1319 - 3º andar

Foz do Iguaçu, segunda-feira, 9 de abril de 2018 GAZETA DIARIO Viver Saúde 29 VISÃO PLENA Catarata: como evitar a cegueira e perda de visão Um procedimento simples e seguro, o paciente recebe alta algumas horas após ser operado A catarata é a opacificação da lente natural dos olhos, chamada de cristalino. O cristalino normalmente é transparente. Ele atua como a lente de uma câmera, enfocando a luz conforme ela passa para dentro do olho. Conforme envelhecemos, o cristalino começa a se degenerar e ele se torna opaco. Para entender melhor esse processo, podemos imaginar um relógio em que o vidro interno ficasse embaçado, e fosse necessário substitui-lo para voltar a ver as horas com nitidez. A catarata vai gerando embaçamento da visão aos poucos, podendo levar a cegueira e é uma das principais causas de cegueira do mundo, mas felizmente, por meio de cirurgia é possível recuperar a visão. A maioria dos casos de cataratas acontece como parte do envelhecimento, porém existem fatores que podem acelerar a formação da catarata como diabetes, inflamações, traumas ocasionados por acidentes e uso incorreto de colírios. Há também a chamada catarata congênita que acomete os bebês, desde o nascimento. Entre as causas e catarata congênita estão a rubéola, a sífilis ou a toxoplasmose durante a gestação. Sintomas A visão piora lentamente mesmo durante o dia. A maioria das pessoas com catarata tem alterações parecidas nos dois olhos. No entendo, um olho pode estar pior que o outro. A visão fica embaçada, as imagens parecem ter cores desbotadas, ou ainda ao olhar para a luz, pode perceber halos ao seu redor. Um exame oftalmológico padrão e um exame com lâmpada de fenda são usados para diagnosticar a catarata. Tratamento O Único tratamento para catarata é a cirurgia. Apesar de ser uma microcirurgia muito sofisticada e requer grande habilidade do cirurgião, é bastante segura e rápida. O paciente recebe alta algumas horas após ser operado. Na cirurgia, o médico faz um corte mínimo e por ele retira o cristalino que está doente. Pelo mesmo corte ele introduz uma nova lente, um cristalino artificial, que chamamos de lente intraocular. Hoje há diversos tipos de lentes intraoculares, podendo corrigir miopia, astigmatismo e presbiopia, mas somente seu oftalmologista poderá avaliar a melhor indicação para o seu caso, levando em conta suas características individuais e seu estilo de vida. Dr. Renato Tolazzi CRM: 16005 Médico Oftalmologista Diretor Técnico do IMOF Membro da Sociedade Brasileira de Oftalmologia Exames oftamológicos: evita doenças oculares Quando o assunto é a saúde dos olhos, prevenção é uma das dicas mais importantes. Por isso, é fundamental que você faça seus exames oftalmológicos com a frequência recomendada pelo especialista. Doenças oculares crônicas normalmente não apresentam sintomas portanto a melhor forma de detecção é mesmo através de exames preventivos. Tratamentos e Cirurgias Oftalmológicas Especializada em Cirurgias de Catarata Cirurgias a laser para correção visual Adaptação de lente de contato Prossionais qualicados Equipamentos de última geração. Fone: 45 3523-5775 / +55 45 99826-0089 Rua Marechal Floriano Peixoto, 1600, Centro - Foz do Iguaçu/PR www.imof.com.br