Views
4 months ago

Rolf Neubarth Dissertacao Defesa FINAL REVISADO

48 Contribuição

48 Contribuição acadêmica da pesquisa imagem para estas empresas, ou até mesmo um problema sistêmico mantendo um sistema financeiro resiliente e saudável para atender a sociedade brasileira, assegurando a estabilidade das transações bancárias no Brasil. Por se tratar de um estudo de Segurança da Sociedade e descrever a abrangência da fundamentação teórica de Gestão de Continuidade de Negócios, que é composta por disciplinas como Segurança da Informação, Tecnologia da Informação, Governança Corporativa e Risco Operacional Corporativo, a proposta da pesquisa pode ser uma referência para outros estudos relacionados ao tema. Fonte: o autor, com dados da pesquisa e baseado em Takahashi e Fischer (2009) e Telles (2001). 3.2 Delimitação e amostra da pesquisa A delimitação deste estudo considerou, como parte do que se deve observar, unidades para analise e coleta de dados, a relação de instituições financeiras informadas no site do Banco Central do Brasil, que somam 600 (seiscentas) instituições financeiras brasileiras, as quais encontram-se divididas em: i) conglomerados; ii) bancos comerciais, múltiplos e caixa econômica; iii) cooperativas de crédito; iv) bancos de investimento, bancos de desenvolvimento, sociedades corretoras, câmbio, sociedades distribuidoras de Títulos de Valores Monetários, sociedades de crédito, financiamento e investimento, sociedades de crédito imobiliário, sociedades de arrendamento mercantil, sociedades de investimento, sociedades de crédito ao microempreendedor e agências de fomento. Há nessa relação 155 (cento e cinquenta e cinco) instituições financeiras do tipo bancos comerciais, múltiplos e Caixa Econômica no Brasil. Esta pesquisa caracteriza-se como um estudo exploratório, de natureza qualitativa de casos múltiplos. Para uma melhor compreensão da capacidade de resposta aos eventos, buscando avaliação dos modelos de gestão de risco operacional, recuperação de desastre e continuidade de negócios, quanto à sua comprovação e validação, optou-se por um estudo de caso múltiplo. Segundo Yin (2006), a escolha de um determinado projeto de caso único ou múltiplo depende diretamente da organização do plano de pesquisa com o qual o pesquisador busca obter respostas. Neste caso, a pesquisa visa identificar se as empresas possuem Gestão de Continuidade de Negócios, dentro de um diagnóstico de contexto da análise desta disciplina nas empresas de gerenciamento de risco operacional e governança corporativa. Assim, buscase estabelecer um comparativo quanto à existência de uma gestão de continuidade de negócios nas empresas da indústria financeira, que utilize como melhor práticas aspectos da norma NBR ISO/IEC 22301, na qual se verifica se há aderência em partes deste framework. Esta pesquisa

49 utiliza múltiplos casos, incluindo empresas nacionais e multinacionais indicadas para representar o fenômeno no universo das instituições financeiras no Brasil. Segundo Gil (1991), a opção por um estudo de múltiplos casos se dá pela necessidade da exploração mais profunda dos objetos a serem pesquisados, de maneira que possibilitem um amplo e mais detalhado conhecimento. Isto dará a oportunidade para que os aspectos do problema de pesquisa sejam estudados em maior profundidade dentro de um período de tempo limitado (VENTURA, 2007). Além disso, esse método parece ser apropriado para investigação da gestão do risco operacional, tema complexo, em que existe uma grande variedade de fatores e relacionamentos, que podem ser diretamente observados, sendo que não existem leis básicas para determinar quais são os de maior relevância, pois as instituições atuam em diferentes formas com diferentes apetites ao risco. Dessa forma, para a realização desta pesquisa, foram abordadas cinco empresas de perfis e portes diferentes, com operações distintas, mas que seguem as regulamentações estabelecidas pelo regulador principal. A diversificação das unidades-caso a serem pesquisadas foi considerada como fator fundamental para a ampliação da visão do tratamento do risco operacional. Dentre as empresas selecionadas, três são bancos e duas operam como empresas de corretagem de valores e seguros, visando obter uma diversificação no seu aspecto operacional, que também se reflete na sua composição de organização de política e governança. Seguindo os códigos de ética e conduta que regem os estudos de caso, tanto os nomes das empresas como dos entrevistados foram preservados. A pesquisa vai tratar cada instituição por uma letra do alfabeto. A instituição A é um banco multinacional com capital de origem estrangeira com sede em Nova Iorque, EUA, com escritório em São Paulo, e está presente em 160 países no mundo. A instituição B é um banco multinacional de capital estrangeiro com sede em Nova Iorque, EUA, que não possui operação de varejo no Brasil e opera somente no mercado corporativo financeiro, com uma crítica operação de trade e produtos financeiros para grandes clientes e corporações no consórcio brasileiro. A terceira instituição, chamada de instituição C, é um banco de capital público de grande porte, com forte atuação no varejo, presença em território nacional, e sede em Brasília. A instituição D é uma corretora de valores de menor porte em termos de alcance operacional, dentro de uma atuação nacional, mas operação centralizada em São Paulo, e a instituição E é uma corretora de seguros multinacionais com forte presença nas operações dos países da América Latina e com foco em seus principais mercados, como Brasil e Argentina. Sua operação no Brasil é considerada de médio porte. Dessa forma, o Quadro 4 apresenta os dados resumidos das cinco empresas da indústria financeira investigadas, que atuam no mercado financeiro brasileiro.

Dissertação - USP
07_07_2011 - Protocolo Hepatite C Final Jun 2011 revisado Jorge e ...
DEFESA DO CONSUMIDOR - ACRA
Estratégia Nacional de Defesa
DEFESA DO CONSUMIDOR - ACRA
fomentar a indústria nacional de defesa
Mecanismos de Defesa Respiratória
Apresentação dissertação - Faculdade de Engenharia da ...
atendimento à fiscalização e defesa do contribuinte - DGA
Final Report - กรมทรัพยากรน้ำบาดาล