Views
5 months ago

GAZETA DIARIO 551

4 Política Foz do

4 Política Foz do Iguaçu, terça-feira, 10 de abril de 2018 Chico de Alencar chicoalencarfoz@hotmail.com Dia da Mulher Este dia 6 de abril vai entrar para a nossa história paranaense, com a posse da primeira mulher no governo do nosso querido Paranazão: Cida Borghetti. Que ela seja superfeliz e que dê inveja aos homens que a antecederam e aos que a substituirão. Pay day Em inglês, quer dizer "dia de pagamento", mas em português sua sonoridade é bem desagradável, e é isso que deve ter sido para o ex-presidente Lula o dia de ontem, quando ele amanheceu na cadeia. A pergunta que fica agora é: por quanto tempo ele ficará lá? Até o fim da pena de 12 anos, ou ganhará uma prisãozinha domiciliar daqui a alguns meses? O Brasil que eu quero No futuro e no presente: um país sem corrupção e com os corruptos teimosos atrás das grades da cadeia. Pro resto a gente dá um jeito. Veterinário em domicílio Como tem dado resultado, repito aqui o comercialzinho gratuito para meu filho caçula, Fernando, veterinário que atende cães, gatos e animais grandes em domicílio, sem cobrança extra pelo serviço. O telefone dele é (45) 99828-4793, ou se quiserem o meu é (45) 98403-5856. Obrigado. Futebol glorioso Ganhar do Coritiba na decisão do campeonato estadual é um barato sem igual e de gorjeta ver o Cássio pegar dois pênaltis contra o Palmeiras foi melhor ainda; Cássio que é o melhor goleiro do Brasil e que merece estar na nossa Seleção Brasileira. Acorda, Tite! Castigo merecido Na cela especial do Lula tem televisão, e ela vai ficar 24 horas por dia ligada no programa do Faustão, com o quadro das "Vídeo Cassetadas". Eu disse 24 horas por dia, até o final da pena, que ninguém sabe até quando vai. Mais um feriadão Na semana que vem haverá mais um feriadão, com o Dia de Tiradentes — 21 de abril — caindo num sábado. O turismo agradece. Vermelho em alta Nosso pré-candidato a deputado federal, Vermelho, acaba de ter oficializados dois apoios consideráveis para sua campanha: Ratinho Jr. e Chico Brasileiro. Com estes dois cabos eleitorais até eu acreditaria numa eleição. HONRARIA Donisete Melo é indicado para o título de Cidadão Honorário de Foz Projeto de decreto legislativo apresentado pelos vereadores Anderson Andrade e Marcio Rosa será votado na sessão de hoje Elson Marques Freelancer O comunicador e jornalista Doniseti Jacinto de Melo foi indicado para receber o título de Cidadão Honorário de Foz do Iguaçu em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao município. O projeto de decreto legislativo apresentado pelos vereadores Anderson Andrade (PSC) e Marcio Rosa (PSD) vai à votação plenária na sessão desta terça-feira (10). Os pareceres favoráveis foram lidos na sessão anterior. Natural de Bela Vista do Paraíso (PR) e filho de Sebastião Jacinto de Melo e Alzira Furtado de Melo, o comunicador Doniseti Jacinto de Melo tem 62 anos. Foi morar em Ubiratã aos 6 anos de idade, onde estudou e concluiu o ensino médio, vindo a fazer curso superior na Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão. Originário de uma família de nove irmãos, foi o único a concluir o ensino superior. Em 1976, morou em Governador Valadares e conheceu parte do Sudeste brasileiro. No mesmo ano, foi entregador de leite em Ubiratã. No ano seguinte, foi locutor da Estação Rodoviária, onde informava saída de ônibus para vários itinerários. Em 1978, atuou na Secretaria de Educação e Cultura de Ubiratã e assumiu a direção da Escola Consolidada João Bertoli, sendo o primeiro diretor daquele estabelecimento. Em 1981, mudou-se para Tangará da Serra (MT), onde ministrou aulas nas disciplinas de história, geografia, religião e matemática para turmas da quinta série até o último ano do ensino médio. Câmara vota hoje honraria a Donisete Melo pelos relevantes serviços prestados ao município Carreira de radialista Em 1982, Donisete Melo retornou para Ubiratã, onde novamente assumiu direção da Escola João Bertoli. Em 15 de setembro de 1982, participou de concurso para trabalhar na Rádio Difusora. Entre 56 candidatos, foi o único aprovado. Começou como redator e depois de 15 dias assumiu o Departamento de Jornalismo. Naquela emissora também atuou como apresentador de vários programas, tais como musicais e noticiaristas, e foi repórter e narrador esportivo. Em 1987, foi convidado a trabalhar em Campo Mourão, na Rádio Colmeia. No mesmo ano, transferiu-se para Barra do Garças (MT), onde permaneceu por quase um ano. Retornou a Campo Mourão, onde trabalhou por 11 anos e em duas ocasiões foi homenageado como melhor narrador e apresentador. Chegou ao cargo de gerente da emissora. Narrador e noticiarista Em Foz do Iguaçu, Donisete Melo teve passagens pela Rádio Cultura entre fevereiro de 1992 e abril de 1993, sendo coordenador de esporte, e de junho de 1998 até fevereiro de 2002. Ainda atuou como narrador esportivo nas seguintes emissoras: Humaitá, Campo Mourão; Cultura, Paranavaí; Tabajara, Londrina; Central, Cianorte; Ingamar, Maringá; Clube, Ubiratã; Capital, Cascavel; e 97 FM, Foz do Iguaçu, além de ser convidado a atuar na Rádio Independência de Belo Horizonte (MG). Em jornais impressos atuou como jornalista esportivo por 13 anos na Gazeta do Iguaçu e há um ano atua no Gazeta Diário. Também trabalhou nos jornais Correio de Notícias, O Estado do Paraná, Gazeta do Paraná, O Vale do Piquiri, Gazeta do Piquiri, Nosso Tempo e Jornal de Foz. Homenagem a Padre Paulo Também na sessão de hoje, a Câmara vota a concessão do título de Cidadão Honorário ao padre Paulo Carlos de Souza, em projeto de iniciativa do vereador Celino Fertrin. Com 59 anos, padre Paulo nasceu em Dracena, estado de São Paulo. Ingressou na Congregação dos Missionários Redentoristas em 1979. Em 1989, acabou deixando a Congregação Redentorista e foi acolhido por Dom Olívio em Foz do Iguaçu. Pela diocese, terminou os estudos de teologia em Cascavel. Além da palavra de Deus, o violão sempre foi o seu companheiro no trabalho de evangelização, pois é um apaixonado pela música. Em 1999, assumiu a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizada na Vila Yolanda, onde permaneceu por oito anos e investiu na evangelização por meio da música e dos meios de comunicação. Lançou vários CDs de grande sucesso. Há mais de 15 anos, padre Paulo apresenta o programa de rádio Deus é Real e por vários anos também se tornou uma atração na televisão regional, por meio da TV Tarobá.

Foz do Iguaçu, terça-feira, 10 de abril de 2018 GOVERNO Cidade 05 Prefeitura quer conceder Centro Internacional de Convenções por 30 anos para iniciativa privada Pelo prazo previsto para a exploração do equipamento público, a exigência é de investimento mínimo de R$ 24,5 milhões Bruno Soares Reportagem Despesa mensal para a administração do espaço chega até a R$ 100 mil O prefeito Chico Brasileiro (PSD) convocou a imprensa local, na manhã de ontem (9), para anunciar a proposta de concessão do Centro de Convenções de Foz do Iguaçu (Ceconfi) à iniciativa privada pelo prazo de 30 anos. O negócio está condicionado ao investimento mínimo fixado em R$ 24,5 milhões, que deverá ser executado em até 36 meses. Ladeado pelo diretor do Ceconfi, Anderson Kobus, e pelo secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, Chico Brasileiro defendeu a iniciativa ao justificar que a administração municipal não possui condição de manter o espaço de acordo com o que seria considerado ideal. "O setor de eventos é um dos setores com maior potencial de desenvolvimento do turismo de Foz do Iguaçu. O nosso Centro de Convenções se encontra atualmente inadequado. Não temos como mantê-lo atrativo e em condição de disputar eventos com outros espaços espalhados pelo país. Este equipamento precisa de investimentos que garantam sua modernização. Para isso precisamos trazer a iniciativa privada. Isso trará geração de emprego e renda para nossa cidade", explicou Chico Brasileiro. Esta não é a primeira vez que a prefeitura busca entregar para empresários a gestão e exploração do Ceconfi. Por duas vezes editais não prosseguiram e terminaram por frustrar os planos do Executivo. Fotos: AMN Chico Brasileiro defende a proposta para que o Centro de Convenções receba investimentos da iniciativa privada Para que isso não se repita, Brasileiro pontuou que sua equipe foi mobilizada em torno da elaboração de um edital atrativo aos empresários e que atenda aos interesses do município. "Nós estamos diversificando as possibilidades de colocar serviços lá dentro. Além do ramo da hotelaria, o de serviços, comércio, enfim... Outro ponto é relacionado ao valor da outorga. Tivemos edital que este valor era de R$ 6 milhões. Diminuímos isso para que o empresariado tenha real interesse de investir seu dinheiro. O que o município quer é investimento", declarou o prefeito. Entre os maiores do país, o Ceconfi conta com área de 95.880,30 m², com área edificada de 31.863,43 m². Considerada um entrave para a celebração do negócio, diante da dificuldade do fluxo de veículos durante a realização de eventos de grande porte no espaço, a duplicação da BR-469 figura como uma das prioridades a serem articuladas por Brasileiro com o governo federal. "A duplicação tem um orçamento garantido junto ao orçamento global da União da ordem de R$ 50 milhões. Nós já trabalhamos em conjunto com a governadora Cida Borghetti, que nos apoia nesta questão, e tivemos com o presidente Michel Temer no último sábado. A expectativa é de que tenhamos uma reunião sobre este importante tema em Brasília nos próximos dias. Esperamos que seja anunciada a liberação dos recursos antes da licitação. Isto para incentivar mais a iniciativa privada a participar do certame", informou Chico Brasileiro. Diálogo Para garantir a participação da sociedade iguaçuense em torno do projeto, Gilmar Piolla destaca que a proposta de concessão do Ceconfi permanecerá aberta para sugestões de cidadãos interessados em contribuir. "O edital permanecerá em consulta pública por 30 dias, até o próximo dia 8 de maio. No dia 10 iremos promover uma audiência pública, no Conselho Municipal de Turismo, para avaliar a versão final do edital. Ao mesmo tempo, na sequência, faremos uma assembleia geral dos acionistas do Centro de Convenções, pois tem Governo do Estado, federal e acionistas que integram essa sociedade. E depois nós lançaremos o edital. Queremos garantir o máximo possível de diálogo e transparência", garantiu Piolla. O secretário avalia que o momento econômico do Brasil e de Foz está propenso a investimentos dessa natureza. "Acreditamos que em até 90 dias a licitação esteja concluída. Importante observar que o ambiente econômico melhorou no país. Há uma retomada do desenvolvimento. E ao mesmo tempo o turismo de Foz responde de forma bem vigorosa. Crescemos ano passado cerca de 15% e iremos repetir este desempenho neste ano. O cenário é favorável para esta concessão", concluiu.

GAZETA DIARIO 352
GAZETA DIARIO 376
GAZETA DIARIO 528
GAZETA DIÁRIO 253
GAZETA DIARIO 519
GAZETA DIARIO 308
GAZETA DIARIO 320
GAZETA DIARIO 547
GAZETA DIARIO 478
GAZETA DIARIO 465
GAZETA DIARIO 440
GAZETA DIARIO 449
GAZETA DIARIO 545
GAZETA DIARIO 587
GAZETA DIARIO 418
GAZETA DIARIO 405
GAZETA DIARIO 484
GAZETA DIARIO 304
GAZETA DIARIO 654
GAZETA DIARIO 479
GAZETA DIARIO 268
GAZETA DIARIO 447
GAZETA DIARIO 339
GAZETA DIARIO 492
GAZETA DIARIO 321
GAZETA DIARIO 324
GAZETA DIARIO 553
GAZETA DIARIO 386
GAZETA DIARIO 555
GAZETA DIARIO 576