Views
6 months ago

Informativo IMMB Rio Capital - abr2018

Seguindo à orientação

Seguindo à orientação recebida no Solo Sagrado, através das palavras do presidente da IMMB, de intensificar a ministração e o recebimento de Johrei e leitura de Ensinamento passou a obter êxito nas dedicações e graças em sua vida pessoal e missionária. O chefe da Igreja Barra da Tijuca, reverendo Roberto Nascimento dos Santos, antes de iniciar suas orientações apresentou algumas imagens que mostraram como foi a preparação dos jovens para este Culto de Agradecimento, mostrando a força e a leveza dos jovens nas dedicações. Em seguida, solicitando a Deus e Meishu-Sama para iniciar suas palavras, agradeceu a permissão de poder dedicar na Igreja Barra da Tijuca junto com todos os membros ligados a ela. Agradeceu também a preparação para o Culto: “Viram a preparação dos jovens como foi aqui? Eles tiraram as cadeiras e limparam a nave. Também quero agradecer e parabenizar a todos que se empenharam na preparação deste Culto, na organização, limpeza, flores. Olhem a Ikebana, que linda! Eu quero parabenizar a todos e agradecer a Meishu- Sama por existirem essas pessoas aqui na Igreja Barra da Tijuca que dedicam, são empenhadas na assistência religiosa e estão querendo formar outras pessoas”, falou entusiasmado. O reverendo lembrou que quem se empenha nas dedicações recebe a força de que precisa para desempenhálas e que Meishu-Sama nunca o abandona. Depois, destacou a importância de entender como os jovens pensam, o que querem, cabendo aos mais experientes dar o suporte para eles. Ressaltou que a atmosfera espiritual que todos estavam sentindo era devido à dedicação dos jovens e movido pela alegria deles, falou sobre a lenda de Amaterassu, divindade que representa o Sol. Explicou que essa divindade se escondeu em uma caverna fechada por uma grande rocha, fazendo o mundo ficar escuro e viver um período de trevas. As demais divindades, cansadas de viverem na escuridão e, desejando que a luz voltasse a brilhar, traçaram um plano para tirar Amaterassu da caverna. Fizeram um grande teatro, rezaram, tocaram música, cantaram, dançaram e riram bastante para chamar a atenção de Amaterassu. A divindade do Sol, ao ouvir todo aquele barulho e alegria, não resistiu à curiosidade e abriu um pouquinho a rocha da entrada da caverna para ver o que estava acontecendo o que estava acontecendo do lado de fora. Então, as outras divindades, que já estavam a postos, aproveitaram para remover totalmente a rocha, tirando Amaterassu de dentro da caverna e trazendo de volta a Luz ao mundo. “Isso foi o que os jovens fizeram no Culto do Solo Sagrado de Guarapiranga. Assim como aquelas divindades, nós também desejamos fortemente que a Luz de Deus ilumine todas as pessoas. Pois a humanidade, está cansada de tanto sofrimento e deseja ardentemente a paz, o amor, a saúde e a virtude, ou seja, um mundo de Luz”, completou. Questionando os presentes como podem participar da concretização do Paraíso, disse que, a esse respeito, Meishu-Sama escreveu um poema: “Quando todos os homens abrirem as portas dos seus corações, desaparecerão as trevas que envolvem este mundo”. Prosseguiu, dizendo que este poema deixa claro que tudo começa no coração de cada um e que um importante passo para abrir as portas dos seus corações é servir a Deus. Por este motivo, incentivou os jovens ao dizer que dedicar na Obra de Meishu- Sama é sempre uma decisão inteligente, pois isto transforma seus destinos. “Precisamos de jovens para dar continuidade. Daqui a pouco, nós estaremos saindo do comando e precisamos de pessoas assim para tocarem a Igreja. Seria bom que fossem jovens para ficar bastante tempo aqui e que fizessem crescer a região da Barra da Tijuca, muito carente de espiritualidade”, afirmou. Dando continuidade, exaltou o exemplo do reverendíssimo em seu servir a Deus com alegria e gratidão, o que transformou sua vida e a vida das pessoas a sua volta. Sugeriu a leitura do livro “O Cultivo da Felicidade”, do revmo. Abril de 2018 4

Watanabe, na qual ele próprio relata as experiências que viveu ao chegar ao Rio de Janeiro, ainda muito jovem, para dar início à missão recebida de difundir o Johrei e os Ensinamentos de Meishu-Sama no local. Sobre o Ensinamento, lido instantes antes, reforçou que o materialismo e o espiritualismo devem caminhar juntos para que haja um mundo verdadeiramente civilizado e que esta é a missão da Igreja Messiânica, ou seja, criar e difundir uma civilização religiosa que caminhe lado a lado com o progresso material. Por este motivo, aconselhando aos jovens e aos demais, pediu que dediquem, que leiam os Ensinamentos e ministrem Johrei. Acrescentou que é preciso que estudem e trabalhem para serem o tipo de pessoa que todos gostariam de ter como amigo, tendo-os como exemplo de pessoas de bem. Para ilustrar a importância de ser exemplo do bem, contou a história de uma pessoa que confidenciou alguns problemas pelos quais vinha passando a uma amiga, que não era membro da IMMB. Essa amiga, ao ouvir tantos problemas o aconselhou a receber Johrei. Após 45 dias de recebimento de Johrei, sua vida mudou e voltou a sorrir, tornando-se membro. “Quem aqui conheceu Meishu-Sama através de um amigo? Quase todo mundo, não é? Na vida, um dos maiores presentes que recebemos de Deus são os amigos”, disse, ilustrando esse fato com um trecho da música de André Diniz: “Um amigo vai trazendo outro amigo, Deus nos conduzindo, uma corrente do bem!”. Finalizando suas palavras, pediu que os membros iniciem os preparativos para o Culto do Paraíso Terrestre que será realizado no dia 15 de junho. Para tanto, solicitou que conduzam amigos e parentes para esse encontro com Meishu-Sama. Também pediu aos jovens que levem para seus lares o convívio, a luz e o amor de Deus e de Meishu- Sama, compartilhando com familiares e amigos, oferecendo Johrei para as pessoas, tirando-as do caminho da infelicidade. Agradeceu e desejou a todos um ótimo mês. A juventude messiânica foi celebrada na Igreja Copacabana no Culto Mensal de Agradecimento A cerimônia realizada no dia 4 de abril exaltou os jovens como os herdeiros da Obra de Salvação, ressaltando sua participação na expansão da fé de nossa Igreja. O ofício religioso também marcou o início dos preparativos para o Culto do Paraíso em junho próximo, quando os messiânicos se impregnam do sentimento de gratidão pela revelação de Meishu-Sama da transição da era na noite para a era do dia. O Culto Mensal de Agradecimento da Igreja Copacabana foi contou com a participação de aproximadamente 260 pessoas. Celebrado pelo responsável da Igreja Copacabana, ministro Marcelo da Silva Souza e auxiliado pela ministra Patrícia Eugênia do Johrei Center Gávea, o Culto teve como representante dos participantes o ministro Diogo Alencar de Azevedo Rodrigues e a coordenadora de jovens, Paula Queiroz da Silva Ribeiro. A leitura do Ensinamento “Mundo Semicivilizado e Mundo Semisselvagem”, provocou reflexão sobre o fomento da educação espiritualista através do Abril de 2018 5

Informativo Semanal _ 562.pdf - PARóQUIA NOSSA SENHORA ...
Informativo do Sindicato dos Concessionários - Sincodives
Informativo - Catedral Sagrado Coração de Jesus - Sinop/MT
Informativo Quadrangular - Junho - I.E.Q Itajaí
Clique aqui para fazer o download do informativo semente do mês ...
3ªIECC - Atividades Junho 2017
Boletim Informativo da Paróquia São João Bosco - Centro Social ...
Acesse aqui o Informativo Comunhão deste mês - Diocese de ...
Atos Hoje Edição 6 - Lagoinha.com
boletim 739.cdr - Igreja Presbiteriana de Manhuaçu
boletim 685.cdr - Igreja Presbiteriana de Manhuaçu
Junho de 2012 A Liahona - The Church of Jesus Christ of Latter-day ...
Junho de 2012 A Liahona - The Church of Jesus Christ of Latter-day ...
Informativo Construção Notícias - Sinduscon