Views
1 week ago

dissertação parcial r1 11042018 formatacao igor rev02

TÍTULO DA HORA COM

TÍTULO DA HORA COM MUITAS LINHAS! ainda não via com bons olhos as práticas do samba e muitos outros elementos relacionados a ele, justamente por estarem fortemente relacionados com movimentos negros e pobres – parcela marginalizada da população que a elite tradicional paulistana fazia questão de ignorar a existência. Por conta disso, os locais onde o samba se manifestava eram muito restritos e sempre ligados a essa parcela da população marginalizada. Apesar disso, Marcos Virgílio da Silva destaca que muitos pontos de ocorrência do samba estavam relacionados ao centro da cidade, justamente por ser um lugar de “[...]convergência da vida social, cultural e artística da cidade [...]” (SILVA, 2011.P.80), pontos esses que estavam caracterizados pelas suas múltiplas funções, entre elas, o lazer. A despeito da repressão, a prática do samba também se conserva, na mediada do possível, em locais específicos que se tornam pontos de referência para os sambistas. O conjunto dessas referências – praças, ruas, largos – faz com a cidade seja incorporada pelo samba, que não constitui em sua própria memória e afetividade uma paisagem urbana própria: Praças da Sé, Clóvis e João Mendes, concentrações de engraxates que, ao final do expediente também praticavam samba com (e em) seus instrumentos de trabalho.”; na Rua Direita, referência fundamental da sociabilidade negra em São Paulo [...] e na Lavapés, no Cambuci, [...] no Largo da Banana (Barra Funda) ou do Peixe (Vila Matilde), entre outras.(SILVA, 2011.P. 79) ◊ 116 ◊

São Paulo: a metrópole do “pogréssio” Porém, Silva (2011) destaca que tal ocupação da região central da cidade por essas praticasse deu anteriormente ao período de verticalização e valorização pela especulação imobiliária dessa região, que acabou de certa foma expulsando parte da população para a periferia, e com isso, suas práticas culturais também o foram. Essa movimentação da centralidade para a periferia foi extremamente prejudicial para às populações que a realizavam, pois acabou por dificultar – senão, excluir permanentemente – o acesso à cultura erudita que circulava pelos bares, cafés, teatros, bibliotecas e outros pontos da cidade. E outro fator agravante diz respeito ao fato de que as periferias não estavam amparadas com os mesmo instrumentos de acesso à cultura e lazer, e nesse sentido, buscavam alternativas que podiam ser realizadas e que lhes eram agradáveis, como os batuques e sambas. Nos bairros periféricos, a busca de soluções para problemas comuns estimulava o desenvolvimento de ações conjuntas, fomentando a integração e a criação de solidariedades entre os moradores. Uma dessas ações incluiu o surgimento de entidades carnavalescas, satisfazendo necessidades de diversão e festa. O crescimento populacional nas periferias contribuiu para a ampliação do número de participantes nas entidades carnavalescas existentes e para a criação de diversas outras, o que colaborou para o desenvolvimento do carnaval paulistano. (SILVA, 2011. P.84) ◊ 117 ◊

Formatação: Guilherme Augusto Pinotti - COPEN
Os Valores de Deus - Igor Oliveira Ferreira
MSDesktopMC-1.3-M.1057.20.02-pt_BR-A-r1 - IFBa
Purificação parcial de anticorpos presentes em soro normal ... - Unesp
Laringectomia Parcial - Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço
Material: Derivadas Parciais - Sec 1 - Página
Dissertação Zimmermann, T.G. 2011 - UFSC
Baixar - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
Untitled - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
The L Word - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
Manual Aquecedor Halógeno Mondial A-07 02-13 Rev02
parcialmente submersa na Baia - Marinha do Brasil
Manual Tostador Max Toast Premium T-04 11-12 Rev02 - Mondial