Views
7 months ago

dissertação parcial r1 11042018 formatacao igor rev02

TÍTULO DA HORA COM

TÍTULO DA HORA COM MUITAS LINHAS! O samba se mostra uma fonte privilegiada para a compreensão das formas de apropriação da cidade, em sua dinâmica e complexidade, por aqueles que efetivamente participam de sua construção e vivenciaram as transformações que a historiografia da urbanização retrata, geralmente em termos excessivamente estruturais. (SILVA, 2011. P.74) Moraes (2004) faz uma observação pertinente no que diz respeito às influências estrangeiras que a musicalidade e a produção musical paulistana sofreram ao longo dos anos 50. Ele considera que certa “tendência homogeneizadora” (MORAES, 2004. P.629) tem atingido a capital com a chegada de ritmos musicais vindo de vários lugares do continente americano, sendo a musicalidade dos Estados Unidos que chegava com o cinema em um processo de “americanização” que influenciava várias gerações e atingia os meios de comunicação em massa; quanto a chegada de outros ritmos latinos vindo de países como Cuba e México, que atingiram a capital com seus ritmos mais animados (mambos e rumbas) e os mais lentos que demonstravam saudosismo e sofrimento de líricas amorosas (boleros e tangos). Os boleros foram largamente difundidos pela indústria fonográfica e os intérpretes que aderiam a musicalidade acabavam por conquistarem muitos fãs pela capital. O autor ainda destaca que mesmo a cidade de São Paulo sendo acostumada ao hibridismo e pluralidade cultural, a ◊ 124 ◊

São Paulo: a metrópole do “pogréssio” chegada de novos ritmos e sua divulgação em larga escala acabava “tomando lugar” das manifestações mais características da cidade e que talvez estivessem em processo de consolidação. Sobre isso, destaca: Para sua história cultural e musical, compartilhar e misturar as culturas não era de modo algum novidade. Por isso, não causavam estranhamento os cantores ecléticos, que interpretavam, sem incômodo, de boleros a sambas, passando pelas valsinhas, modinhas, cançonetas, toadas e canções sertanejas, transitando do local/regional ao internacional. (MORAES, 2004. P.631) Apesar das diversas canções feitas por toda a cidade para louvar o IV Centenário em 1954, aparentemente os anos 50 não foram representativos de uma musicalidade marcantemente paulista. Já com a chegada dos anos 60 e 70, motivados por um cenário que motivava e inspirava um nacionalismo mais latente, a musicalidade paulista começa a se fortalecer novamente e novos movimentos começam a surgir pela cidade. A Bossa Nova, que embora viesse do Rio de Janeiro, acabava alcançando São Paulo, também configurava esse cenário da agora chamada “Música Popular Brasileira”, a MPB, que dava origem ao grandes festivais de música, transmitidos largamente pelo rádio e pelo recente meio de comunicação de massa, a televisão. ◊ 125 ◊

MANUAL MAXZONE-REV02
Rb63 parcial
Revisão e formatação: Lancelot – Papiros_Virtuais ... - CloudMe
normas para formatação de trabalhos acadêmicos - Universidade ...
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial - Livros evangélicos
verdadesessenciaisdafecrista-1caderno-r1-141112115132-conversion-gate02
Fundamentos de Web Design e Formatação de Imagem
Os Valores de Deus - Igor Oliveira Ferreira
Manual Aquecedor Halógeno Mondial A-07 02-13 Rev02
Dissertação submetida como requisi to pat'cial para a obtenção do ...
Baixar - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
Baixar - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
baixar livro parcial
parcialmente submersa na Baia - Marinha do Brasil
Manual Tostador Max Toast Premium T-04 11-12 Rev02 - Mondial
Dissertação - USP