Views
1 month ago

dissertação parcial r1 11042018 formatacao igor rev02

TÍTULO DA HORA COM

TÍTULO DA HORA COM MUITAS LINHAS! O samba se mostra uma fonte privilegiada para a compreensão das formas de apropriação da cidade, em sua dinâmica e complexidade, por aqueles que efetivamente participam de sua construção e vivenciaram as transformações que a historiografia da urbanização retrata, geralmente em termos excessivamente estruturais. (SILVA, 2011. P.74) Moraes (2004) faz uma observação pertinente no que diz respeito às influências estrangeiras que a musicalidade e a produção musical paulistana sofreram ao longo dos anos 50. Ele considera que certa “tendência homogeneizadora” (MORAES, 2004. P.629) tem atingido a capital com a chegada de ritmos musicais vindo de vários lugares do continente americano, sendo a musicalidade dos Estados Unidos que chegava com o cinema em um processo de “americanização” que influenciava várias gerações e atingia os meios de comunicação em massa; quanto a chegada de outros ritmos latinos vindo de países como Cuba e México, que atingiram a capital com seus ritmos mais animados (mambos e rumbas) e os mais lentos que demonstravam saudosismo e sofrimento de líricas amorosas (boleros e tangos). Os boleros foram largamente difundidos pela indústria fonográfica e os intérpretes que aderiam a musicalidade acabavam por conquistarem muitos fãs pela capital. O autor ainda destaca que mesmo a cidade de São Paulo sendo acostumada ao hibridismo e pluralidade cultural, a ◊ 124 ◊

São Paulo: a metrópole do “pogréssio” chegada de novos ritmos e sua divulgação em larga escala acabava “tomando lugar” das manifestações mais características da cidade e que talvez estivessem em processo de consolidação. Sobre isso, destaca: Para sua história cultural e musical, compartilhar e misturar as culturas não era de modo algum novidade. Por isso, não causavam estranhamento os cantores ecléticos, que interpretavam, sem incômodo, de boleros a sambas, passando pelas valsinhas, modinhas, cançonetas, toadas e canções sertanejas, transitando do local/regional ao internacional. (MORAES, 2004. P.631) Apesar das diversas canções feitas por toda a cidade para louvar o IV Centenário em 1954, aparentemente os anos 50 não foram representativos de uma musicalidade marcantemente paulista. Já com a chegada dos anos 60 e 70, motivados por um cenário que motivava e inspirava um nacionalismo mais latente, a musicalidade paulista começa a se fortalecer novamente e novos movimentos começam a surgir pela cidade. A Bossa Nova, que embora viesse do Rio de Janeiro, acabava alcançando São Paulo, também configurava esse cenário da agora chamada “Música Popular Brasileira”, a MPB, que dava origem ao grandes festivais de música, transmitidos largamente pelo rádio e pelo recente meio de comunicação de massa, a televisão. ◊ 125 ◊

Fundamentos de Web Design e Formatação de Imagem
Dissertação - USP
6-RelatMensal-JUNH15-Implanta%C3%A7%C3%A3o%2BCiclovia%2BNiemeyer-REV02
Apresentação dissertação - Faculdade de Engenharia da ...
Manual Aquecedor Halógeno Mondial A-07 02-13 Rev02
parcialmente submersa na Baia - Marinha do Brasil
Manual Tostador Max Toast Premium T-04 11-12 Rev02 - Mondial
Relatório de Autoavaliação Parcial - Universidade Católica de Brasília
DISSERTAÇAO 07.05 - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães ...
Dissertação Carlos Lucena de Aguiar - Centro de Pesquisas Aggeu ...
Ver/Abrir - Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UFMG
Acessar Dissertação - Programa de Pós-Graduação em Ciências ...
Os Valores de Deus - Igor Oliveira Ferreira